Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Nesse ano me animei para fazer uma lista de objetivos para alcançar em 2018. Tentei focar em coisas simples, que podem fazer meu dia-a-dia melhor e que não exigem mudanças drásticas no cotidiano. Dá o play para acompanhar comigo essa lista de mini objetivos!

No nosso canal tem 6 vídeos na semana, se inscreva para não perder nenhum conteúdo!

Resumo em texto: objetivos para 2018

Voltar a me exercitar – Assim como 10 entre 10 pessoas quero voltar a fazer algum exercício. Sempre gostei de correr, mas ano passado larguei a atividade de lado. Em 2018 quero voltar a focar na corrida, mas dessa fez fazendo um trabalho de fortalecimento junto, a ideia é não me machucar como acontecia sempre. E veja só, entre a postagem desse vídeo no YouTube e a publicação dele aqui, já me inscrevi na academia. Tô a própria FORÇA FOCO E FÉ, hahahaha.

Fazer mais cursos – Nesse ano quero focar também em mini cursos, tanto na parte profissional e até de edição dos vídeos, como de artes e lazer. Estou super empolgada para começar algum curso de cerâmica nesse começo de ano e também de olho em workshops de edição.

Economizar dinheiro – Preciso nem dizer que rapelei minhas economias em 2017, né? Mas quero voltar a guardar dinheiro para pelo menos ter um valor para pequenas emergências. Farei o possível para economizar, nem que seja um pequeno valor mensal.

Assistir mais filmes, séries, ler mais livros  e parar de perder tempo nas redes – Um objetivo está ligado ao outro, mas percebi que ficava horas e horas nas redes sociais sem fazer efetivamente nada. Quero deixar um pouco as redes de lado e usar esse tempo para ver mais filmes, mais séries e também ler a montanha de livros que estão me esperando ali na prateleira. Ainda vou continuar alimentando todas as redes e participando dos comentários, mas acho que posso usar esse tempo de um jeito mais proveitoso.

Nesta página tem todos os créditos de produtos e serviços utilizados na minha casa nova. A caneca foi comprada numa viagem.

Ter mais paciência – Esse item está relacionada ao outro acima. Como ficava muito tempo nas redes, acabava me irritando demais com comentários bobos e sem sentido. Tendo outras coisas para fazer, acredito que vou acabar tirando a importância excessiva que estava dando para essas bobagens.

Preparar as marmitas da semana antecipadamente – Tem dias que estou empolgada e quero cozinhar uma lasanha do zero, em outros estou tão cheia de coisas para fazer que só dá tempo de preparar um sanduíche. Queria me organizar melhor na semana, fazendo marmitas e já deixando tudo preparado antecipadamente. Assim me alimento bem em todos os dias sem comprometer os dias muito corridos.

Cuidar mais de mim – No ano passado meu foco era concluir a reforma do apartamento e todas as minhas energias estavam voltadas para isso. Acredito que 2018 é o ano de voltar para mim, me cuidando mais, me arrumando melhor e me deixando mais feliz.

Ser mais criativa nos vídeos – Por último, estou com as engrenagens cerebrais a mil tentando imaginar novas formas de fazer meus vídeos, de um jeito menos monótono. Quem assiste o canal no YouTube gosta desse formato de conteúdo, mas quero pensar em novas formas de apresentar os mesmos temas para conquistar novos leitores. Pode ficar tranquila que não vou deixar de fazer resenhas para pele oleosa, também não deixarei o conteúdo do blog de lado NUNCA NESSA VIDA, mas quero fazer coisas diferentes e mais legais para acrescentar ao conteúdo.

E você, quais sãos eus objetivos para 2018?

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
5 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Que tal curtir nossas dicas gastronômicas e culturais nessa sexta-feira (ou durante o fim de semana)?

Jim & Andy: Jim & Andy é um documentário que está disponível na Netflix. Ele retrata o processo de Jim Carrey ao interpretar o comediante Andy Kaufman para um filme (O Mundo de Andy). Mesmo que você não curta o trabalho do Jim Carrey (vale lembrar que ele é muito mais que O Máscara, hein?), mesmo que você não saiba nada sobre Andy Kaufman, se posso dar um conselho nesse começo de ano é: assista Jim & Andy. Juro, poderia ficar horas ouvindo o ator falar sobre a vida e suas experiências. É um filme sensível e simplesmente maravilhoso.

Jambu Bar Jardim: se você é aqui de Curitiba e curte uns bons drinks, minha sugestão é ir conhecer o Jambu Bar Jardim agora no verão. O bar é pequenininho e tem uma vibe praiana, com cadeiras de praia e tudo. Para beber, tem alguns drinks com cachaça de jambu, aquela que é famosa por deixar a língua formigando.

A Fortune Teller Told Me: esse livro conta a história (verídica!) de um jornalista italiano que era correspondente no sudeste asiático nas décadas de 1980/1990. Um dia, um vidente deu a ele o conselho de não viajar de avião durante todo o ano de 1993. Ele resolveu aceitar o conselho e esse livro é sobre as experiências dele viajando de trem, carro e barco pela região. Quem me indicou esse livro foi a Goldie, que conheci no Nepal – como o livro tinha tudo a ver com eu estava vivendo, já comecei a ler lá. Sim, eu sei que minhas escolhas de destinos não são as mais populares do mundo, mas se você se identifica com elas: leia! Infelizmente só encontrei em inglês mesmo.

Série Trapped: é praticamente a versão islandesa de The Killing! Tem dois policiais meio caladões com seus problemas pessoais, tem um crime a ser desvendado, tem uma fotografia meio cinza e no lugar da chuva, tem muita neve. Se você gosta de série de investigação policial como eu, vale muito a pena ver.

Filme Ingrid Goes West: para aliviar o clima pesado das outras indicações que fiz, lá vai um filme mais levinho. A história é de uma menina que fica meio obcecada por uma INSTAGRAMMER e faz de tudo para ficar amiga da blogueirinha. Tem um humor leve e, como já era de se esperar, uma pequena crítica a esse mundo de aparências que a gente vive nas redes sociais. Achei bacana!

Série Manhunt: Unabomber: também é uma série policial da Netflix que conta a trajetória de um policial do FBI tentando prender o famoso terrorista Ted Kaczinsky. A série também é de mistério policial e é inteira bem boa, o episódio onde mostram a história e a vida do Ted é sensacional e muito bem feito. O único problema dela é que o ator principal (Sam Worthington), que faz o policial, é uma desgraça de ruim. Mas passando por cima disso, recomendo!

Filme De Volta para Casa: Se vejo que tem a Reese Witherspoon no papel principal, não tenho dúvidas: assisto! Acho que ela sempre consegue imprimir leveza aos longas que faz. E com De Volta para Casa não é diferente! Nele, a atriz interpreta uma mãe recém-separada que muda de cidade e acaba dividindo a casa com 3 jovens cineastas. O filme é bem gostoso de assistir e, além do mais, o par romântico de Reese no filme é um charme que só (os novinhos tão de parabéns, hahahaha). Aluguel no NET Now por R$ 11,90 (no Netflix só há filmes homônimos, não esse).

Série Documental Rotten: Esse sim está (e é!) do Netflix! Foi meu pai quem me mostrou e assisti a um episódio apenas (sobre o alho – sim, tem coisas absurdas nessa área), mas fiquei com vontade de ver mais. A série documental aborda a indústria alimentícia no mundo e seus absurdos – monopólios, mutretas, enfim, a sujeirada toda. O recorte fica nos Estados Unidos, mas a real é que esse tipo de coisa acontece num mundão com 7 bilhões de pessoas que precisam ser alimentadas. O bagulho é tenso!

Episódio USS Callister Black Mirror: Como muita gente, sou super fã de Black Mirror. Embora tenha lido que a quarta temporada – lançada no fim do ano passado – estivesse meio fraquinha, assisti a todos os episódios, menos os dois últimos (que pretendo ver com uma amiga). Vi tudo fora de ordem e me enrolei ao máximo pra dar play no primeiro, que é o USS Callister. Morro de preguiça dessas coisas espaciais tipo Star Trek! Mas mordi a língua com força, porque a temática é genial. Adorei! Se você está achando que vai ser chato, apenas assista. Black Mirror, claro, é do Netflix.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
1 Comentário: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Em busca de um 2018 mais organizado? Então vem comigo saber tudo sobre planners e bullet journals, onde comprar, onde baixar e como utilizá-los para ter uma vida ordenada nesse ano novo!

Planner 2018: tudo que você precisa saber para comprar e usar

Planners 2018: onde comprar

Para quem não tá entendendo nada, planner é basicamente uma agenda, mas com mais páginas que possibilitam uma organização mensal, semanal e também diária. É uma agenda com mais coisas, por assim dizer. Você pode organizar seus compromissos no dia a dia, ou usar uma página só com todos os dias do mês. Vai do gosto do freguês. Também é possível fazer listas de objetivos a cumprir ao longo do ano ou de filmes para assistir, por exemplo. É tudo bem personalizado e cada um usa conforme achar melhor. Eu, como sou do tempo das cavernas, uso como agenda mesmo, anotando os compromissos diários. Mas já sei que estou por fora e no final do post falo mais sobre formas mais efetivas e bonitinhas de usar seu planner.

Já os bullet journals são cadernos em branco, que também podem ser quadriculados ou com linhas, e você mesmo desenha e decora as páginas. O planner já vem com tudo escritinho, já no bullet você que desenha o calendário e etc. Nessa segunda opção você pode pirar mais na decoração, fazer desenhos, colar adesivos, usar washi tape e tudo mais que tem direito.

Preste atenção na hora de comprar: alguns planners são vendidos completos, com as páginas diárias semanais e mensais e costumam ser mais caros. Outros tem apenas as páginas semanais e são em forma de bloquinho. Outros são vendidos em partes e você compra apenas os blocos que vai usar. Como disse, é bem personalizado, então pensa ai em qual modelo seria melhor para você.

Reuni abaixo os planners mais legais que encontrei na internet nesse começo de ano.

Planner 2018: tudo que você precisa saber para comprar e usar

Onde encontrar: Modelo 01 | Modelo 02Modelo 03Modelo 04Modelo 05Modelo 06Modelo 07

Planners 2018: onde baixar de graça

Marina já fez um post completão sobre esse assunto e se você perdeu, vale a pena clicar nesse link aqui e conferir o post da loira com todos os lugares de onde baixar planners sem precisar pagar por isso.

Neste ano eu não farei o planner do blog porque não tenho mais o programa que faz isso instalado no meu computador, mas de qualquer forma, ainda dá para usar a página do Planner semanal que fiz em 2017, já que é você mesma que preenche a data nele.

Planner 2018: tudo que você precisa saber para comprar e usar

Link para baixar: Planner semanal

Planner 2018: como usar

Achou que era só pegar o papel e anotar seus compromissos nele? Nada disso! Além desse método RUDIMENTAR, existem várias novas formas de usar seu planner, organizando informações e até decorando as páginas de um jeito fofinho. Nos vídeos abaixo você encontra várias sugestões de como usar o planner para facilitar sua vida.

Bullet / Planner da minha vizinha Melina Souza

Bullet da Maria Lowen

Bullet da Nátaly Neri

Vídeos em inglês

Espero que tenha ajudado para sua organização!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
5 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários