Flamingos! <3

Thais Marques POR Thais Marques
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: DecoraçãoDicasModa
Curte aqui:

Se tem uma estampa que eu adoro, é a de flamingos! Como não amar essa avezinha de pernas finas que sai dançando pra escolher um parceiro? Saquem só o vídeo que eu achei, que gracinha, hahahaha!

Tenho visto muita coisa de flamingos por aí – itens de decoração, roupas, acessórios, bugigangas… Por isso, fiz uma seleção do que encontrei de mais legal internet afora!

01. Carimbo de Cera para Cartas Etsy | 02. Adorno e Porta Anel Flamingos Adot | 03. Lenço Flamingo Verde Amo Muito | 04. Neon Flamingo Cafe Aliexpress | 05. Conjunto de Pratos Fancy Flamingo Etsy | 06. Anel Flamingo Ô Biju | 07. Relógio de Parede Flamingo Fever Society6 | 08. Gel Divertido Flamingos Uatt? | 09. Case iPhone Flamingo A Mi Manera | 10. Vestido Recorte Flamingo Iorane | 11. Clutch Couro Flamingo Amarela Melon Melon | 12. Flamingos Garden Hair

Esse vestido já foi usado pela Chiara, do The Blonde Salad. Não é lindo? Pena que tão caro… A clutch já esteve nas mãos da Thássia Naves e da Lu Ferreira! E o neon, minha gente? Tipo sonho dourado ter um em casa! Esse do Aliexpress não é nem um pouco barato, fora o frete alto e o risco de ser taxada. Mas que é sensacional, isso é!

Ah, e coloquei o Flamingos Garden Hair porque passei ali na frente esses tempos e me apaixonei pelo salão! A decoração tem, claro, várias aves cor-de-rosa. Fica aqui em Curitiba, na Rua São Francisco, Centro. Nunca fiz nada por lá, mas estou pensando em entregar meus cabelos nas mãos deles! Ai, ai, ai! hahahaha

Pretinho básico em 3 ocasiões!

Thais Marques POR Thais Marques
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: Moda
Curte aqui:

Adoro receber dilemas e pedidos de leitoras por e-mail! É de lá que tiro muitas ideias de posts para fazer por aqui! Um dos mais recentes que recebi foi da Gabriela, de Guarapuava, aqui no Paraná. Ela tem uma formatura para ir no começo do ano que vem e está em busca de um pretinho básico que possa ser usado depois, em outros tipos de ocasião.

Pois o pedido dela é uma ordem! Pesquisei bastante e cheguei a esse modelo de vestido da Amaro, que é soltinho mas marca a cintura (bom para vários tipos de corpo!). Ele tem tecido leve, que dá cara de nobre, mas pode ser usado fora de festas também. Pensei em usos para a noite, para o fim de semana e para o dia a dia, somente mudando os acessórios. Gabriela, vem comigo!

Vestido | Sandálias | Clutch | Anel | Brincos

Tô apaixonada por esse look festa! Usaria fácil, fácil. Como disse, o vestido tem esse toque solto, com transparência. A sandálias são de lurex e dão um ar mais chique. Para arrematar, uma clutch toda chamativa, brincos grandões e um anel brilhante. Tá pronta pra formatura, jantar, coquetel… Que tal?

Vestido | Alpargatas | Brincos | Bolsa | Coroa

O pretinho básico também é romântico, por causa da aplicação de renda. Para manter esse ar, escolhi uma coroa de florzinhas que puxa pro dourado. A ideia é deixar que ela brilhe, por isso, optei por brincos pequenos. Uma alpargata listrada deixa tudo mais descontraído e a bolsa é ótima para carregar a tiracolo, dando um toque de cor.

Vestido | Brincos | Tênis | Cinto | Mochila

Esse visual parece improvável, mas é bem urbano e tem uma pegada ~fashionista. Os tênis brancos são super tendência e dão uma quebra bem brusca (positivamente falando) no vestido! A mochila casa os dois, combinando preto com branco. Para os acessórios, dourado! Esses brincos de pressão de conchinhas não estão demais? O cinto dá a marcadinha que faltava pra cintura.

E aí, Gabriela, te ajudei? Espero que sirva de inspiração para todas!

Como usar as cores a seu favor!

Thais Marques POR Thais Marques
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: DicasModa
Curte aqui:

Lá em agosto, contei no nosso Instagram sobre o curso de cores que fiz com a consultora de imagem Cris Bemvenutti, estão lembradas? Pois chegou a hora de falar um pouquinho mais a esse respeito. Por isso, nós duas preparamos um post especial sobre como usá-las a nosso favor!

Vocês já devem ter percebido que, às vezes, usamos uma cor que faz todo mundo nos elogiar e, em outros momentos, quando escolhemos uma diferente, as pessoas ficam perguntando o tempo todo se estamos doentes ou se não dormimos direito. Sabem por que isso acontece? Porque cada uma de nós tem cores que iluminam e cores que nos fazem parecer abatidas. A paleta de cores certa é capaz de nos iluminar!

Ok, mas como a gente faz para achar nossa paleta de cor?

As cores que usamos nas roupas têm pigmento, que, por sua vez, têm uma temperatura e um tom. Em cada rosto, também existem pigmentos – na pele, nos olhos e no cabelo. Assim como nas roupas, eles têm uma temperatura e um tom. O que nós temos que fazer é achar o tom e a temperatura da nossa pele, dos nossos olhos e do nosso cabelo e fazer a mesma coisa com as cores que vamos usar.

Quando usamos nas roupas a mesma informação do nosso rosto, vamos parecer bem e, no caso contrário, as pessoas podem dizer que estamos apagadas, sem vida. O que explica tudo isso é a color wheel, ou círculo cromático, que divide as cores em temperaturas (quente/fria) e tons (do mais escuro para o mais claro). Vejam aqui embaixo como é:

Color Wheel

Na divisão convencionada, a parte da direita fica com as cores quentes, como vermelho, laranja e amarelo. Já na da esquerda estão as cores frias, como verde, azul e roxo. Essas são, portanto, as temperaturas das cores! Na color wheel, também tem os tons, que podem ser mais claros ou mais escuros!

Muito bem, agora vamos pensar no nosso rosto. A primeira coisa que a gente vai ver é a temperatura e o tom da pele.

Para fazer o teste da temperatura, é preciso tirar a maquiagem, colocar o cabelo todo para trás e se posicionar na frente do espelho, preferencialmente sob a luz natural. Primeiro, aproximem um tecido pink e outro laranja embaixo do rosto (na região do colo). Depois, experimentem com preto e marrom e, em seguida, com prata e dourado. Observem qual dessas cores deixa a pele mais harmoniosa, o olho mais brilhante – é perceptível aquilo que agrada mais ao olhar!

Se a resposta for:

Se a resposta for:

Quem ainda tiver dúvidas, pode responder mentalmente à pergunta: “quando eu tomo sol, minha pele bronzeia ou costuma ficar vermelha e descascar? As que se bronzeiam com facilidade têm pele quente – caso contrário, ela é fria.

Depois que decidimos a temperatura, vamos para o tom. Via de regra, existem três: claro, médio e escuro, exemplificados pela montagem acima. Se vocês tivessem que decidir em qual desses pontos estão, qual seria o seu tom? O meu, por exemplo, é claro, porque sou bem branquinha.

Acharam? Ok, vamos para os olhos! Olhos azuis, azuis acinzentados, violeta e pretos têm cor fria. Olhos castanhos, verdes, verdes amarelados ou mel são quentes.

E, para finalizar a descoberta, agora vamos para o cabelo. Cabelos loiros amarelados, loiros naturais, vermelhos, castanhos e castanhos avermelhados são quentes. Cabelos loiros acinzentados e pretos são frios. Também é preciso verificar o tom dos cabelos: claro, médio ou escuro.

Para tornar isso tudo mais claro, vamos usar como exemplo a atriz Courteney Cox. Vejam só suas características:

Pele: fria e clara
Olho: frio
Cabelo: frio e escuro

A paleta de cores dela é, portanto, fria e clara (por causa da pele e dos olhos) e, ao mesmo tempo, fria e escura (por causa do cabelo). Podemos usá-las juntas porque existe contraste entre a pele e o cabelo, o que permite a repetição desse padrão nas cores das roupas. E a Courteney sabe bem disso, tanto que usa muito preto, branco, azul e cores frias no geral!

E é assim que vai, meninas! O importante é saber identificar as características do conjunto de cada uma (pele, olhos e cabelos), para então decidir a temperatura e o tom da paleta de cores a ser usada. Vale dizer que nada nesse mundo é regra e que cada uma usa aquilo que quer, mas podem ter certeza de que, seguindo esse guia, o visual vai ficar mais harmonioso!

Eu, por exemplo, intuitivamente sempre escolhi as cores mais frias, junto com preto e branco. A explicação é óbvia: pele fria e clara com cabelo frio e escuro só podia dar nisso!

A Cris é uma verdadeira especialista em imagem e, além do trabalho de consultoria personalizada, também faz cursos para nos ajudar a entender sobre nossas cores e formas, usando roupas e acessórios sempre a nosso favor! Para ficar de olho nas novidades dela, vale curtir a fanpage da profissional no Facebook!

Você sabe qual é seu nude?

Thais Marques POR Thais Marques
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: EsmaltesMaquiagemModa
Curte aqui:

Agora que o semi-calor voltou (digo semi porque, como sempre, Curitiba é uma caixinha de surpresas), resolvi tirar da sapateira meus calçados nude para combinar com roupas coloridas ou brancas. Aí fiquei pensando no tom deles, que é fundamental para alongar mais a silhueta. Vocês sabiam que o nude depende da pele de cada uma? É por isso que vale separar um tempinho para descobrir isso!

Primeiro, vamos à escala de tonalidades de pele: há desde as mais branquelas (oi!) até as mais bronzeadas, não é? Algumas são mais rosadas, outras mais amareladas, tem as meio acinzentadas… Quando o sapato acompanha isso, a possibilidade de as pernas parecerem mais longas aumenta. É claro que as mulatas e negras não precisam ter calçados marrons, mas podem optar por versões mais “queimadas” do que aquele nude bem claro! Para ler mais a respeito, vejam que legal essa matéria que encontrei quando estava procurando fotos no site da Dafiti.

01. | 02. | 03. | 04. | 05. | 06. | 07. | 08. | 09. | 10. | 11. | 12. | 13.

É engraçado porque um calçado mais próximo do tom da pele, mesmo que seja uma simples sapatilha, sem salto, faz as pessoas parecerem realmente maiores. É visual: quem olha vê as pernas e continua o olhar até embaixo, parando somente na pontas dos pés!

Para a maquiagem e as unhas, o mesmo é valido: o meu nude pode não ser o seu, que não é o da sua amiga – e assim por diante! Tem vezes em que a gente não quer ressaltar a boca ou a pálpebra, mas precisa de um produto para dar acabamento nessas regiões. É assim que entram os produtos próximos à pele, como os batons cor de boca e as sombras neutras! Nos esmaltes, é a mesma coisa. Esse simulador da Risqué é um ótimo aliado porque dá para mexer na cor das mãos na hora de experimentar os esmaltes nude!

Uma forma legal de ter opções de neutros é com as paletas – vocês não têm ideia da versatilidade que elas trazem! Na Naked 1, da Urban Decay, por exemplo, meu nude (opaco) é a cor Naked. Para uma pessoa mais morena, poderia ser a Buck! No caso dos lábios, existem batons mais escurecidos e outros mais claros, que ressaltam a cor natural dependendo da graduação. E como a cor da boca faz isso variar! Tem bocas mais cor-de-rosa, outras amarronzadas… Para um efeito realmente neutro, em qualquer lugar, vale descobrir qual é a sua!

Um jeito de sentir tudo isso é observando aquela famosa ou uma blogueira com a cor da pele mais parecida com a que cada uma tem – dá para ter uma ideia só de olhar. O segundo passo é experimentar!

Não estou dizendo que quem usa cores neutras contrastando com o tom da pele fique estranha – tudo depende do efeito que se quer causar! Mas, para alongar o corpo e para neutralizar a face, o tiro é certeiro: quanto mais perto do seu tom, melhor vai ficar!

Quer ver o conteúdo mais antigo? Navegue em posts anteriores!
Página 1 de 4712345