Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Esse post é dedicado a quem, assim como eu, fica simplesmente hipnotizada quando vê um brilho! Um tempo atrás, vi a Victoria Siqueira, do Borboletando, comentar no Facebook sobre essa bota de glitter grafite da Taquilla. Não resisti à tentação purpurinada e comprei uma para mim! hahahaha

bota de glitter

MEU DEUS DO CÉU, NÃO AGUENTO NEM OLHAR PRA ELA QUE JÁ ME APAIXONO DE NOVO! hahahahaha E, se você já clicou no link pra dar aquele ~conferes, viu que ela custa os olhos da cara mesmo. É por isso que hoje vim defender o uso da bota de glitter de dia e, claro, de noite!

bota de glitter

Mas antes, saca só a quantidade de pequenos confetes de alegria. <3 Tem brilho por tudo, até no salto! Vou ter que tomar o maior cuidado pra usar e não ralar minha botinha nova nas calçadas maravilhosas de Curitiba, risos. Mas que pretendo usar a qualquer hora, isso sim! Olha só as inspirações de visuais que separei:

bota de glitter

Lá no site da Taquilla, tem também a versão prata da bota de glitter (além de preta e dourada) – eu preferi a grafite porque ela tem mais graça do que a preta mas é mais simples de combinar, na minha humilde opinião. Fica linda com tons neutros, como cinza e preto. Mas também dá para colocar com jeans, acho sucesso!

bota de glitter

Para quem curte a ideia mas não quer se arriscar muito, a preta é uma boa opção. Preto com preto acho clássico, não tem erro! Outra sugestão bacana é colocar com meia calça da mesma cor, que dá aquela alongada e ainda faz a botinha brilhar em todas as suas facetas refletoras de luz! <3 <3 <3

bota de glitter

E minha amiga, se você for pura ousadia e alegria, manda ver na dourada, porque a pink infelizmente não achei pra comprar! Preto e dourado é sensacional da mesma maneira. Vale notar que, na maior parte dos looks, a mulherada tá com roupa confortável ou um pouco mais social – a bota de glitter quebra a monotonia do conjunto!

Já tô louca pra colocar a minha pra jogo de dia e de noite (que é ainda mais simples de combinar)! E você, adoradora de brilho, curtiu a ideia?

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
14 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Vai dizer que o Whatsapp não é a melhor forma de falar com todo mundo? Acho que, mesmo sendo uma viciada em Snapchat (hahahaha, não resisto mesmo!), esse é o aplicativo que mais uso. Amo mandar áudios – alerta geminiana! – e carinhas pras pessoas. Falando nisso, sabia que agora existe até bolsa de emoji? Morri! <3

bolsa de emoji

Pois é, a novidade é da MiMs Bags, aquele site sobre o qual já comentamos outras vezes em que você pode customizar um monte de modelos de couro – desde a cor até as ferragens, passando pela alça e mais um monte de coisas! Por lá, estão disponíveis as bolsas da linha Candy Faces, que são redondas e possuem 3 carinhas para escolher: Apaixonada (que foi a que eu criei), Piscadinha e Linguinha.

bolsa de emoji

Não ficou uma graça? Optei pela versão mais próxima à do emoji, toda amarela, com os coraçõezinhos cor-de-rosa e a boca preta. Mas dá para pirar e fazer absolutamente o que você quiser, o que é muito bacana, porque no fim a bolsa se transforma num modelo só seu, que pouquíssima gente vai ter igual!

bolsa de emoji

E, para quem curte um estilo mais clássico, há a opção de ter a bolsa toda lisa. Eu escolhi uma pretinha básica para usar na balada, com a alça regulável mais longa (assim deixo as mãos livres pra dançar!). O tamanho dela é super bom e cabe tudo o que preciso: celular, dinheiro, documentos, chaves e um batom.

bolsa de emoji

E o mais legal de tudo é que, ao fazer seu modelo, ainda dá para recebê-lo assinado, como eu fiz! Afinal, as bolsas têm a minha carinha – e podem ter a sua também! Aproveite para usar, na hora de fechar o carrinho de compras, o código DIVA, que dá 5% de desconto no valor das encomendas!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
16 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Vocês lembram que, antigamente (falou a velha, hahahaha), era bem comum receber junto ao convite das festas a indicação do que vestir? Agora, me parece que esse “toque” está caindo em desuso, porque não tenho visto mais em lugar nenhum! Por um lado, acho bacana porque dá liberdade à convidada para usar o que ela quiser. Por outro, faz com que algumas pessoas fiquem perdidas na hora de escolher a roupa e acabem perguntando a quem convidou!

Se a resposta for traje esporte fino, o que é necessário vestir, então? Ele também é chamado de passeio ou tenue de ville (“roupa de cidade”, na tradução do francês). Na escala de formalidade da vestimenta, traz um passo a mais em relação ao traje esporte, que é o mais casual de todos. Portanto, se essa for a indicação, há implícita a ideia de formalizar um pouco o visual, mas sem chegar no patamar de arrumação do traje social (ou passeio completo) ou a rigor (também chamado de gala ou black tie).

Tá, mas o que escolher, então?

traje esporte fino

Em primeiro lugar, queria dizer que ninguém é obrigada a nada nessa vida! Mas quem tem vontade de ir de acordo com o dress code colocado, pode pensar em materiais sofisticados nas roupas, saltos mais altos e bolsas menores. Nesse caso, um bom vestido preto é capaz de ser a pedida ideal. Se essa for a escolha, é legal que ele possua um tecido nobre e, quem sabe, tenha o comprimento no joelho – na minha opinião, fica muito elegante! Como complemento, dá para usar joias (pra quem tem, né) ou bijuterias marcantes!

traje esporte fino

As calças e os macacões de alfaiataria também são ideias boas para ocasiões que pedem traje esporte fino, assim como os blazers e os casaquetos com um corte bacana (eles podem ser usados, inclusive, sobre vestidos para proteger do frio). Meias calças, scarpins e sandálias, em geral de salto, dão um toque chique. Falando nisso, a clutch é uma aliada incrível e ainda dá um toque de glamour no visual!

Aqui tem algumas ideias de como usar vestido de festa curto!

Ficam aí as sugestões para quem tinha dúvidas sobre essa indicação de vestimenta. Lembrem-se de que são direcionamentos apenas, não obrigações, ok? Se tiverem alguma pergunta sobre esse e os demais tipos de traje, basta colocarem nos comentários que eu vejo e respondo com o que sei!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
31 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

A quem quero enganar: eu adoro sapatos! Não sou lá uma Claudia Raia com a minha coleção porque quando gosto de um par uso até destruir, hahahaha! Fora que estamos falando de um acessório que não é necessariamente barato, né? Mas a verdade é que, escolhendo bem, dá para ter poucos e bons e no armário e usar em várias ocasiões!

Tipos de salto

Pensando nisso, meu post de hoje traz um dossiê completinho sobre os tipos de salto. Também sugiro onde usar cada um! Lembrem-se de que não tem regra e todo deve usar aquilo com que se sente bem. São apenas ideias para quem fica às vezes um pouco perdida na hora de escolher entre tantas opções!

Flat

tipos de salto

Os saltos flat aparecem em sapatilhas e rasteirinhas e são bons para quem não está com vontade de adicionar centímetros à altura. As sapatilhas são ótimas para o dia-a-dia, inclusive no trabalho! Em festas, vale apostar nos modelos de bico fino ou oval, em materiais nobres e com aplicações de pedraria, por exemplo. Já as rasteirinhas costumam ter propósito mais informal. Geralmente, têm associação com dias quentes e ocasiões descontraídas. Mas rola colocar em ocasiões especiais também (vejam no link a seguir)!

Nesse post, mostro 22 modelos de flats para festa, entre sapatilhas e rasteirinhas.

Kitten heel

tipos de salto

Kitten heels são saltos finos de 3,5 a 5 centímetros levemente curvados. O estilo foi popularizado pela atriz Audrey Hepburn durante os anos 60, apesar de seu surgimento ser associado às adolescentes da década anterior que ansiavam por usar saltos altos. Estamos falando de um clássico que fica excelente em coquetéis, festas e também na rotina de trabalho, por ser mais confortável que os saltões. No começo eu implicava um monte com eles porque achava que não eram nem lá, nem cá. Mas que besteira! Querem ficar chiques? Vão de kitten heel!

Stiletto

tipos de salto

Ou o mais impossível de andar, hahahaha! Equilibrar-se num par de stilettos requer muita prática e ó, bato palmas para quem consegue sem querer tirar 5 minutos depois. Finos e muito altos (podendo passar dos 15 centímetros), eles são comumente associados à sensualidade feminina – mas o que é sexy está na cabeça de cada um de nós, homens ou mulheres, né? Que aguenta ficar nas alturas pode escolher usá-los num dia mais formal no trabalho, apesar de serem comumente vistos em scarpins e sandálias glamourosas de festa.

Grosso

tipos de salto

Saltos grossos podem vir baixos ou altos, dependendo do modelo do calçado em questão. Em botas e sapatos fechados, quando baixos, conferem mais peso ao visual, o que pode ser bem interessante dependendo do propósito de cada uma (por exemplo, acho bacana algo mais “sério” nos pés fazendo contraponto a uma roupa levinha). Quando altos, em scarpins e sandálias, dão força ao look (pelo menos na minha cabeça). Ficam super bem em situações do dia-a-dia quando se quer mais conforto, mas, ainda assim, altura.

Anabela

tipos de salto

Anabelas não são como plataformas. A diferença está nas alturas: enquanto plataformas possuem o salto distante do chão em todo o comprimento da sola, anabelas são mais altas perto dos calcanhares e flats perto das pontas dos pés. Ficam lindíssimas em forma de espadrilles, conferindo toque romântico ao visual. Acho uma opção interessante para ocasiões informais, como almoço com as amigas, um passeio com os pais ou aquele cinema com o namorado. Ultimamente não tenho visto tantas para vender, mas quem tem no armário pode aproveitar!

Procurei colocar os tipos de salto mais comuns que vemos por aí. Diria que esses são os mais clássicos! Mas também existem outros, como o vírgula, o cone, o geométrico… E assim vai. Quem tiver dúvidas, me conta nos comentários!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
15 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

×