Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Anda desaminada para se vestir com a chegada do frio? É dose, eu sei! Mas há solução: que tal você multiplicar suas roupas? Sim, estou falando daquelas que já estão no armário mesmo! Acompanhe comigo 5 dicas preciosas que, durante algum tempinho ocioso, você pode usar para se planejar e depois pôr em prática sem pensar muito!

Esse post é uma continuação, digamos assim, do que fiz lá em 2013 sobre o mesmo assunto!

multiplicar suas roupas

#1 O enfrentamento

Miga, não tem jeito de você ser mais criativa ao se vestir sem saber exatamente o que possui no guarda-roupa! Por isso, é preciso parar e olhar com carinho pras peças que estão lá. Passe um pente fino e mantenha somente aquilo que pode ser combinado de alguma forma com as coisas que já possui.

Para se inspirar, veja aqui um post bem completinho sobre organização do armário.

#2 A experimentação

Montar looks é tarefa para ser feita em frente ao espelho, sem pressa. Então, ligue o aquecedor se estiver muito frio, fique de calcinha e sutiã e comece a provar aquilo que tem! Você vai perceber melhor os caimentos, as cores, os tecidos… E tudo isso é fundamental para criar conexões entre as roupas.

#3 A montagem

No chão mesmo (limpinho, por favor, hahahaha), coloque uma peça que julga ser bem versátil e vá adicionando outras que poderiam complementá-la. Já pensou, por exemplo, que aquela camisa jeans fica ótima com a saia florida e a meia calça grossa, mas também daria super certo por baixo do moletom listrado combinando com a calça de montaria preta? Esse é o espírito!

#4 A experimentação (sim, de novo)

Não me mate, por favor, eu prometo que isso é um tempo gasto para você salvar minutos preciosos pela manhã mais tarde! Com as ideias de visuais montadas, é necessário verificar se elas são realmente viáveis. Algumas coisas parecem incríveis quando vistas fora do corpo, mas não precisamente ficarão tão maravilhosas ao serem, de fato, usadas.

#5 O registro

Já que você teve todo esse trabalhão, não vá contar única e exclusivamente com a sua memória. Fotografe os looks, gata! Aproveita que você tá babadeira e faz aquele registro em frente ao espelho pro Face – HAHAHAHA, zoeira! Essa sugestão é só pra que tenha uma espécie de banco de dados para quando a preguiça ou a falta de inspiração baterem forte.

E então, gostou das dicas para multiplicar suas roupas? Bora colocar em prática? Olha o domingo aí!

Foto: Shutterstock

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
16 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Ao que tudo indica, existe sim! É o que chamam por aí de loungewear. Basicamente, estamos falando de um híbrido entre o pijama confortável e a roupa de sair, que geralmente não é a mais gostosa de usar.

A tal da roupa para ficar em casa dá liberdade de movimentos, mas, ao mesmo tempo, garante a arrumação caso apareça alguma visita inesperada (seja o boy magia ou o entregador de pizza mesmo, hahahaha). Enquanto o pijama não se torna socialmente aceitável (SERIA MEU SONHO?), essa é também uma boa opção para sair correndo para algum compromisso rapidinho fora.

Várias marcas possuem linhas de loungewear com estilos bem legais – em geral, são as mesmas que fabricam roupas para dormir ou itens em malha. Andei pesquisando e tô pensando seriamente em virar adepta para aposentar o pijama durante o dia. Olhem só quantas opções!

roupa para ficar em casa

1. Macaquinho Hering For You, R$ 59,99 | 2. Regata Marisa, R$ 25,99 | 3. Pantalona Liz Easywear, R$ 127,80 | 4. Shorts Asos.com, $ 12,13 | 5. Calça Montaria Hering For You, R$ 69,99 | 6. Casaco Hering For You, R$ 219,99 | 7. Camisete Loungerie, R$ 24,90 | 8. Regata Asos.com, $ 12,86 | 9. Camisão Loungerie, R$ 49,90 | 10. Blusão Asos.com, $ 17,79 | 11. Calça Hering For You, R$ 189,99 | 12. Camisão Loungerie, R$ 269,90 | 13. Blusão Hering For You, R$ 99,99 | 14. Legging Asos.com, $ 17,79 | 15. Camivest Liz Easywear, R$ 115,90 | 16. Regata Loungerie, R$ 49,90 | 17. Shorts Marisa, R$ 19,99

Uma alternativa ao loungewear é munir-se de leggings, camisetas de algodão, vestidos de malha e por aí vai! São igualmente confortáveis e ficam bons fora de casa também!

Uma curiosidade: ao digitar loungewear na busca do Google, encontrei trocentos sites ingleses (especificamente) que vendem roupa para ficar em casa. Seriam as moças de lá as mais adeptas dessa opção? hahahaha Quem souber, me conta aí!

PS: Todas as lojas citadas no post são confiáveis. Vale ficarem atentas aos preços em dólares e às taxas de importação do site Asos.com!

Foto de abertura: Shutterstock

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
33 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Talvez essa seja uma curiosidade que poucas pessoas sabem sobre mim: além de blogueira, eu sou professora também! Tem mais ou menos um ano que dou aulas no curso Content Creator, do Centro Europeu, uma escola de profissões aqui em Curitiba. O nome certinho do meu módulo é Dinâmicas e Desenvolvimento de Textos – afinal, o que eu mais amo nessa vida é escrever, né?

Bom, inspirada nisso, achei que seria legal falar um pouco sobre o que vestir para dar aulas, trabalho que envolve ficar de pé em frente a um monte de gente! No começo, fiquei toda encanada pensando: SOS, não tenho roupa pra isso não! Mas a verdade é que, como minhas aulas são esporádicas, adaptei as peças que costumo usar e até então está dando tudo certo.

O que descobri é que existem algumas coisas que funcionam super bem, mas outras que nem tanto. Foi na tentativa e no erro que cheguei às 5 dicas que vou passar para outras professorinhas queridas nesse post. Se esse não é o seu caso, talvez as sugestões também valham para apresentações de trabalho na faculdade, na pós-graduação ou no emprego mesmo. Bora lá!

o que vestir para dar aulas

#1 Cuide com os comprimentos

Cada dia mais eu tenho me desapegado de determinadas regras, mas vou ter que concordar com essa. Lógico que temos que desmitificar a ideia de que roupa curta é provocação, sensualização, exibição – roupa curta é roupa curta, pode ser bonita, boa pros dias muitos quentes, etc e tal. Mas roupa curta quando você fica em frente a uma turma é complicado de usar. Pense: você vai estar em pé, se mexendo a todo momento, às vezes tendo que se abaixar. E quão chato é ter que fazer tudo isso se preocupando com o que está vestindo? Chega até a desconcentrar, o que não é nada bom.

#2 Facilite seus movimentos

Esse item tem muito a ver com o primeiro! Dar aulas é um vai e vem eterno – ainda mais se a sua turma for de crianças! Então, é legal investir em roupas confortáveis, que facilitem os movimentos. Eu adoro trabalhar de legging de montaria, por exemplo. É gostosa de usar, esquenta mais que legging normal nos dias frios e, com um camisão (que cubra o bumbum, porque não sou obrigada a receber nenhum tipo de análise quando me viro pra escrever no quadro – e elas infelizmente ainda acontecem), fica ótima. Coloco uma botinha de cano baixo, um casacão por cima e tô pronta pra tudo.

o que vestir para dar aulas

#3 Use um sapato confortável

A linda aqui já inventou de ir de scarpin pro curso. Resultado: depois de 3 horas em pé, não conseguia nem andar direito na hora de voltar pra casa! hahahaha É claro que quem está acostumada não passa por esse drama – eu não estou e, sinceramente, prefiro ir com um calçado bem confortável. Em geral, uso sapatilha ou tênis no verão e botinhas rasteiras ou com um salto pequeno no inverno (tenho duas turmas por ano, justamente nessas épocas). Temos que tirar a ideia de que salto alto passa profissionalismo – nada contra, acho lindo, mas existem outras opções que compõem super bem o visual sem gerar dor.

#4 Vista-se de você mesma

É engraçado porque quando comecei a trabalhar, há mais de 10 anos, achava que precisava ter um estilo bem ~executiva de sucesso para ser respeitada (estamos falando de terninhos, sapatos de bico fino e brincos de pérola – sem zoeira, hahahaha). Talvez fosse porque eu era novinha e aparentava ser ainda mais. Mas a verdade é que, com o tempo, percebi que posso imprimir meus gostos pessoais em qualquer ocasião, apenas dando uma mexidinha aqui e ali. É assim até hoje! Tanto que, como comentei, meu guarda-roupa é o mesmo pra tudo, inclusive para dar aulas. Só combino as coisas de outro jeito!

o que vestir para dar aulas

#5 Sim, você será sempre observada

Nossa, quantas vezes eu e a Marina, que fizemos Jornalismo juntas, não ficávamos reparando na roupa das professoras? Tinha uma que só vestia Lacoste – todo dia, a todo tempo, do sapato até a blusa! hahahaha Era engraçado, mas a gente sabia que isso, na verdade, não interferia em nada na aula dela (que era muito boa, aliás). E aí o tempo passa e – veja bem – eu sou o alvo dos olhares hoje. Sinceramente, acho que isso nunca vai mudar! Reparar é inevitável. Por isso, vá confiante e não se vista para os alunos não, se vista pra você mesma. Vou até dizer que ganho elogios sobre meu visual vez ou outra das meninas! Esses dias, uma das minhas alunas veio perguntar de onde era meu colar, hahahaha!

Ufa! Essas foram as dicas sobre o que vestir para dar aulas. Se você também é professora e tem mais sugestões, me conta aí nos comentários!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
44 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Ah, vocês que me aguentem com as pautas relacionadas ao frio! hahahaha Mas é que poxa, não tá fácil pra ninguém, então que, pelo menos, dê para a gente enfrentar os dias gelados todas bem quentinhas! É por isso que, hoje, dedico meu post a essa maravilha que são as pantufas. Tem coisa mais gostosa que chegar em casa, tirar o sapato apertado e calçá-las? <3

Para mim, essa é uma das alegrias do inverno! Como trabalho em casa, passo praticamente o dia todo com uma ovelha esquentando meus pés. As pantufas que têm mais graça, na minha opinião, são justamente essas enormes, que se parecem com sapatinhos ou botas e ainda contam com toda aquela fofura da pelúcia envolvida! Meu lado criança fica bem feliz com elas!

Onde comprar pantufas

Abaixo, selecionei 10 modelos de pantufas que encontrei para vender online:

pantufas

01. Pantufa Pluto | 02. Pantufa Monstros S.A. | 03. Pantufa Ratinho | 04. Pantufa Bege | 05. Pantufa Sapatilha Off White | 06. Pantufa Sapatilha Listrada | 07. Pantufa Botinha | 08. Pantufa Gatinha | 09. Pantufa Mocassim | 10. Pantufa Pateta

Dá até um quentinho no coração de ver tantas opções fofinhas e confortáveis! Porém, já aviso: fiquei impressionada com o aumento dos preços das pantufas – a inflação chegou até elas também! Não sei se os valores são próximos aos que estão nas lojas porque esse ano não cheguei a olhar o calçado de pertinho em nenhum lugar. Mas acredito que seja mais ou menos a mesma coisa. Na dúvida, vale pesquisar bem antes de escolher o modelo perfeito!

Uma coisa importante é ficar de olho nas numerações. Algumas marcas oferecem cada pantufa para um tamanho de pé – o que para mim, que calço 39, é perfeito. Já outras fazem uma divisão entre P, M e G – em que G calçaria do 38 ao 40, por exemplo. Então, para não correr o risco de comprar nada apertado, é legal ficar atenta às especificações!

Ainda na vibe invernal, aqui tem um post com peças em plush para todo mundo ficar ainda mais quentinha!

E então, todas prontas pro frio com suas pantufas?

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
21 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários