Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Cês tão lembradas que um tempinho atrás eu fiz um post sobre a importância de a gente cuidar do couro cabeludo? Pois então! Fiquei com isso na cabeça (com o perdão do trocadilho, hahahaha) e aproveitei que recebi o Shampoo Remoção da Oleosidade Head & Shoulders pra começar a cuidar logo disso!

Shampoo Remoção da Oleosidade Head & Shoulders

redução da oleosidade

Meu cabelo é oleoso, daquele tipo que fica BANHENTO na raiz, sabem? E ultimamente eu não andava dando muita bola pra isso (fazia tempo que não usava um shampoo anti-oleosidade!) e seguindo o baile da vida. Mas aí com esse aliado as coisas começaram a mudar – pra melhor!

De acordo com a marca, estamos falando de um shampoo que, além de remover o excesso de óleo produzido pelo couro cabeludo, ainda ajuda a manter a região equilibrada, minimizando a possibilidade de caspa, por exemplo. Bacana, né? Mas e a hora do vamos ver?

O que achei do produto

redução da oleosidade

A textura do Shampoo Remoção da Oleosidade é bem grossa, daquele tipo que demora a escorrer – já dá o maior medinho, né? #gataescaldada Como podem ver, ele não é transparente como costumam ser os produtos da categoria, mas bem ~leitoso~, digamos. O cheiro é uma delícia, amei de cara.

redução da oleosidade

Gostei pra caramba dos resultados! Tinha ficado MEIO ASSIM com a propaganda, que mostrava uma pá de mulher usando o shampoo sem saber que era Head & Shoulders e pirando, hahahaha! Porém, posso atestar que o efeito é bom mesmo: os cabelos ficam bem macios, soltinhos e me parece que estão demorando mais pra virarem aquele óleo – sei que é inverno e pretendo comprar no verão também para ver no que dá. Mas por enquanto está aprovado!

Ingredientes e onde comprar

Aqua, Sodium Lauryl Sulfate, Sodium Laureth Sulfate, Glycol Distearate, Zinc Carbonate, Sodium Chloride, Sodium Xylenesulfonate, Zinc Pyrithione, Cocamidopropyl Betaine, Parfum, Dimethicone, Sodium Benzoate, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Hydrochloric Acid, Magnesium Carbonate Hydroxide, Linalool, Hexyl Cinnamal, Benzyl Salicylate, Limonene, Methylchloroisothiazolinone, Methylisothiazolinone.

O Shampoo Remoção da Oleosidade está à venda em farmácias e supermercados. Encontrei online também – o mais em conta sai por R$ 6,00 em promoção na Drogaria Onofre (200 ml). Tem o condicionador também, mas esse não testei.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
19 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Não é fácil encontrar aquela dupla de shampoo e condicionador que dá super certo para o nosso tipo de cabelo, não é? Por isso, o assunto de hoje é capilar: veja as nossas duplas favoritas para as madeixas!

Melhores produtos de 2016: shampoo e condicionador

A combinação ideal para meu cabelo oleoso tem sido o shampoo Controla a Oleosidade da Eudora e o condicionador TRESemmé Perfeitamente (Des)Arrumado. O shampoo deixa o cabelo limpinho sem ressecar ou ser hidratante demais. Limpa na medida, sabe? Ele faz bastante espuma e rende bem, só não curto mesmo o aroma dele. Mas nem permanece nos fios então não me atrapalha ao longo do dia. O condicionador não tem silicones e mesmo assim, desembaraça bem meu cabelo que é bastante fininho. Ele deixa o cabelo bonito e macio sem pesar demais ou ficar lambidão. Se você também tem os fios oleosos, pode ser que também goste desta combinação. Os preços sugeridos dos produtos são: shampoo Eudora 250ml R$20,99 e condicionador 400 ml TRESemmé  (R$11,90). Você encontra Eudora com representantes e lojas da marca e a TRESemmé está disponível em mercados, drogarias e lojas de cosméticos.

Vamos rememorar que, em 2016, passei por uma transformação capilar: de fios virgens, fui para fios descoloridos! E isso fez a maior diferença nos produtos que passei a usar. A duplinha de shampoo e condicionador Urban Antidotes 2, da Tigi, não era a mais indicada para mim antes da transformação. Mas, depois que a química aconteceu, esses dois salvaram meus cabelos da secura! Lembro cheia de amor no coração do cheirinho delicioso e do efeito excelente deles! Se você está à procura de algo para os fios que sofreram ação externa e estão ressecados, esses são uma boa pedida.

Como vocês podem imaginar olhando a foto, vou dar uma roubadinha nessa categoria, risos. Mas tenho argumentos para justificar, vai: o shampoo da Kérastase eu descobri muito recentemente (tão recentemente que ainda não tem resenha aqui, mas CALMA que ela já entra) e simplesmente amei; enquanto o condicionador da Yamasterol é meu amor antigo, uso muito e uso todos os tipos (meu favorito é o rosa, mas só tenho esse original aqui em casa e vou usá-lo antes de comprar outro – antes que as loiras me perguntem, eu não acho que ele amarele meu cabelo). Para terminar, um que não é nem shampoo nem condicionador (aí vale a roubadinha, né?) – o pré-shampoo da Salon Line. Tem toda minha experiência com ele nesse post aqui.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
6 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

elseve-hydra-detox-1

Olha só que maravilha, Elseve lançou uma linha de produtos específica para quem tem cabelo oleoso. A linha Hydra-Detox promete purificar o couro cabeludo com toque limpo e hidratar os fios do comprimento até as pontas. Spoiler: adivinha se esse negócio de limpar e hidratar deu certo? NOT

Resenha: o que achei da linha Hydra-Detox

Sou grande entusiasta da linha Elseve, principalmente daquela Arginina com embalagem rosa. Por isso fiquei felizona com esse lançamento específico para as pessoas de madeixas oleosas.

O shampo é transparente e tem um cheiro gostoso que me lembrou melão (lá vem a doida inventando cheiros). Ele é bem “limpante”, mas não deixa o cabelo rígido. Pelo contrário, parece até que ele já vai ajudando no trabalho do condicionador. Achei o shampoo bem bom.

Agora vem a parte ruim. O condicionador tem uma textura normal, nem muito líquido e nem muito espesso e desembaraça fácil o cabelo. Mas depois de seco, deixou meus fios que é um sebo só. Repare na parte mais ou menos perto da minha orelha e note como até parece que o cabelo está molhado.

Antes e depois de usar o Hydra Detox. A diferença na cor do cabelo é por causa da luz.

Testei passando menos produto e com aquela técnica de lavagem com o potinho que comentei aqui, mas não teve jeito, meu cabelo ficou pesadão, oleoso e até com os fios grudados um no outro. Não deu certo.

Como sei que nossas meninas também já estão testando o lançamento, quero saber como a coisa toda funcionou nos fios, conta pra gente!

Neste post fiz um apanhado bem completo sobre produtos e truques para o cabelo oleoso.

Ingredientes da fórmula

Preço e onde comprar

Os produtos custam em média R$10 e estão disponíveis em lojas, farmácias e supermercados de todo o país.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
80 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Nunca tinha visto o shampoo seco Phytoervas para vender – imagino que ele não tenha sido lançado há muito tempo, já que nem encontrei no site deles. De qualquer forma, como boa especialista no assunto (hahaha), já que testo vários, resolvi comprar para testar em nome do bloguísmo investigativo. Vamos?

shampoo seco phytoervas

Shampoo seco Phytoervas

O Shampoo Seco Phytoervas Controle de Oleosidade tem fórmula com ingredientes naturais como gengibre e menta, que prometem limpar suavemente o couro cabeludo, ajudando a controlar a oleosidade dos fios. A aplicação é igual aos demais shampoos do gênero que a gente já conhece – você agita a lata e aplica diretamente no couro cabeludo e com os fios secos, a uma distância de 15 cm. Depois, aguarda um minutinho enquanto o produto faz efeito, massageia levemente o couro cabeludo e depois penteia bem os cabelos para remover os resíduos do shampoo seco.

shampoo seco phytoervas

A composição é livre de ingredientes animais, sal, sulfato, corantes e parabenos. O produto também não é testado em animais. Além dessa versão que eu testei e mostro nesse post, existe outra voltada para cabelos secos, a Hidratação Intensiva.

O que achei dele?

Bom, vou começar dizendo que, quando vi as duas versões desse shampoo seco Phytoervas na prateleira, eu meio que fiquei confusa sobre qual escolher haha – tenho os cabelos normais, não sofro com oleosidade excessiva, ou seja, fiquei no meio do caminho entre uma e outra. Acabei escolhendo a versão para cabelos oleosos para testar antes justamente porque uso bastante na franja, que acaba ficando mais oleosa.

E olha, devo dizer que me surpreendi: em geral acho a maioria dos shampoos secos que eu testo menos ‘potente’ que os da Batiste, parece que são mais fraquinhos, têm menos desse pó branco que é o que suga a oleosidade dos fios. Mas esse é mais forte – vejam como deixa os fios MUITO brancos. Achei o efeito potente, eficiente e bem duradouro, talvez até mais do que eu precisava – ou seja, se você tem os cabelos bem oleosos, acredito que seja uma boa opção.

shampoo seco phytoervas

Entre os pontos negativos estão o fato de que ele realmente é bem branco – como meu cabelo não é muito escuro, eu consigo remover os resíduos escovando os fios sem problemas, mas sei que as morenas se incomodam bastante com isso. Outra coisa que eu não curti muito foi o cheiro, que eu não amei – é um perfume levemente masculino, que não é meu preferido, mas confesso que não é algo que impede de usar, porque só sinto na hora que aplico mesmo, depois do cabelo penteado ele meio que some.

Composição

Preço e onde comprar

Dá para encontrar o shampoo seco Phytoervas em farmácias ou perfumarias – eu comprei esse na Panvel por R$ 25 o frasco com 150 ml. Considerando que os da Batiste do mesmo tamanho em geral custam R$ 30, achei o preço ok.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
10 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários