Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

esmaltes para o outono

Ahá, fazia tempo que eu não falava de esmaltes, né? Pois estou de volta e dessa vez com três indicações de esmaltes para o outono – acho que todas têm tudo a ver com essa época (pelo menos por aqui, onde o friozinho já está começando a dar as caras). São elas: Creamy Coffee, do O Boticário; Chiffon, da Vult; e Carole, da Granado. Milagrosamente, não tem preto (mas sigo usando, claro hahaha)! Então bora:

Esmaltes para o outono: três cores lindas!

esmaltes para o outono

O Creamy Coffee, do O Boticário, é uma cor meio de café com leite mesmo, como sugere o nome – ele é um nude mais marronzinho (pro meu tom de pele – se você for mais morena que eu, vai ficar só nude mesmo haha). O Chiffon, da Vult, é uma daquelas cores meio mutantes, que ficam entre o marrom e o cinza, sabem? E, por fim, o Carole, da Granado, é um berinjela/vinho/roxo.

esmaltes para o outono

Gostei bastante dos três – todos têm esse pincelzinho mais chato, que é muito melhor na hora de aplicar o esmalte. E achei todos fáceis de passar e de limpar – só que senti que o do Boticário demora mais para secar, ficando mais suscetível a amassados, sabem?

Dos três, atualmente meu favoritão é o Carole – amo esse tom de vinho meio berry, acho charmoso e fica lindo em todo mundo! Tanto que usei por duas semanas seguidas. Ah, pra mim todos tiveram boa duração – mas eu uso sempre o top coat da Vefic por cima, que para mim é milagroso (ajuda a secar o esmalte, dá brilho e faz durar).

Se você curte o assunto e quer mais sugestões de cores lindas para usar no outono, aqui tem várias!

Composição

É um pouco difícil ter a formulação completinha dos esmaltes, porque em geral os ingredientes vêm escritos numa etiqueta minúscula… Mas o do O Boticário tem fórmula livre de tolueno, formaldeído, dibutilftalato, resina de formaldeído e cânfora; já o da Granado não tem tolueno, parabenos, formaldeído, cânfora e DBP (fórmula completa aqui). Os esmaltes da Vult, pelo que sei, não são livres de substâncias que podem causar alergias.

Preço e onde comprar

O Creamy Coffee, do O Boticário, custa R$ 23,90 e dá para comprar nas lojas/quiosques da marca, com consultoras ou pelo site deles (lembrando que ele é da coleção Modern Asia, ou seja, é uma edição limitada). Os esmaltes da Granado podem ser encontrados em algumas farmácias (como Panvel), na The Beauty Box, nas lojas próprias deles ou no site mesmo – custa R$ 23. Já os da Vult podem ser encontrados em farmácias e perfumarias (e online também) – eles custam entre R$ 6 e R$ 8.

* O esmalte da Vult foi comprado por mim, os demais foram enviados pelas assessorias.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
9 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Testei: Blush Puff Vult cor 03

Quando testei esse blush Puff da Vult, tinha quase certeza que não ia gostar dele, mas veja só, parece que o jogo virou, não é mesmo? Além de não fazer uma bagunçona, como eu esperava, ele tem uma cor fofa e fica bem natural na pele. Vem comigo que explico melhor na sequência.

Testei: Blush Puff Vult cor 03

Veja também minha resenha da Ultimate Finish, a nova base da Vult para pele oleosa.

Blush Puff Vult

Este blush é em pó e solto, e segundo a Vult, tem partículas ultrafinas que dão acabamento suave e natural à pele. A embalagem vem com esponja e espelho para facilitar o uso no dia a dia.

Testei: Blush Puff Vult cor 03

Resenha: Blush Puff Vult

Como já dei o spoiler ali em cima, nunca me dei bem com esses produtos em pó que vem com a esponja grudada no potinho. Ou eles fazem bagunça demais, jogando pó para tudo que é lado, ou soltam produto de menos, fazendo a gente querer tacar o treco na parede para fazer o pó aparecer na pele.

Mas esse blush da Vult não é bagunceiro e nem chato de fazer a cor aparecer. Talvez por ele ser bem clarinho, não fico forte demais na pele, resultando num coradinho natural e suave. Para aplicar, é só dar umas batidinhas na pele com a própria embalagem e depois esfumar um pouco para ficar uniforme na pele.

Testei: Blush Puff Vult cor 03

Gostei da cor, do resultado na pele e do aplicador que funcionou direito. A duração no rosto é mais ou menos, ele não tem um poder de fixação tão grande assim.  Mas de modo geral, gostei dele.

Ingredientes da fórmula

Sabrina perdeu o plastiquinho que vinha com os ingredientes da fórmula. Vamos perdoá-la.

Preço e onde comprar

O blush com 4,6g, está disponível em 4 cores, custa em média R$29 em lojas de cosméticos e farmácias. Online tem aqui e aqui.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
10 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Recentemente, descobri que a Vult tinha lançado o Perfect Up: Lápis Iluminador para Sobrancelhas – achei que o produto era muito parecido com um outro que eu adoro (e que é beeem mais caro), o High Brow, da Benefit. Achei que valia o teste e por isso eis o post sobre ele aqui!

lápis iluminador para sobrancelhas

Em breve vou fazer um post estilo ‘Duelo de Titãs’ sobre os dois lápis – achei melhor falar sobre o da Vult antes, já que ele não tinha resenha por aqui ainda. Se quiser ver outros posts dessa categoria enquanto isso, é só clicar aqui. 🙂

Perfect Up: Lápis Iluminador para Sobrancelhas

lápis iluminador para sobrancelhas

Segundo a Vult, o Lápis Iluminador para Sobrancelhas tem textura macia e acabamento fosco – ele foi feito especialmente para realçar o desenho natural das sobrancelhas e iluminar o olhar. Além disso, ele é dermatologicamente e oftalmologicamente testado para poder ser usado também na linha d’água dos olhos. O lápis vem com 1,5 g e embalagem tradicional, de apontar.

Resenha: o que achei dele?

Já devo ter dito por aqui, mas uma encanação que eu tenho é a de achar meus olhos muito pequenos. Por isso, apesar do tema do post de hoje ser um lápis que é feito para iluminar as sobrancelhas, eu comprei para usar na linha d’água mesmo. Já testei vários lápis que são beges (e até gostei de alguns, tipo o da QDB), mas depois do High Brow, descobri que gosto mesmo dos que são mais rosinhas, exatamente como o da Vult. Acho que fica mais bonito e mais natural.

lápis iluminador para sobrancelhas

(A máscara que estou usando é a incrível Turbo Duplo Impacto, da Eudora)

Agora falando sobre o lápis mesmo: a textura dele é macia, mas não é super molenga (como a de um lápis kajal, por exemplo) – o que considero um ponto bastante positivo, porque significa que ele aparece na pele sem grandes esforços e ao mesmo tempo não derrete/some em cinco minutos. Acho a duração dele na linha d’água muito boa mesmo, melhor do que a de vários lápis que foram feitos especificamente pra isso. E normalmente, quando vou aplicar na linha d’água, já aproveito e passo um pouquinho abaixo das sobrancelhas também, e curto o resultado, mas comprei mais pela outra função dele mesmo haha.

Em resumo: gostei bastante dele – achei super bom e barato, recomendo.

Composição e onde comprar

lápis iluminador para sobrancelhas

O Lápis Iluminador para Sobrancelhas da Vult custa mais ou menos R$ 23 – é bom dar uma pesquisada antes porque os produtos da marca costumam variar bastante de preço. Dá para encontrar em farmácias e perfumarias – online tem por R$ 23,99 no Beleza na Web.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
21 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

melhor esmalte preto

Se tem uma cor de esmalte que eu uso uma semana sim e na outra também é preta, haha. E como como comprei dois muito bons nos últimos dias, resolvi reuni-los por aqui para falar sobre qual o melhor esmalte preto. Bora?

Para quem gosta de nail art, aqui tem muitas opções legais!

Qual o melhor esmalte preto?

Até umas semanas atrás, meu favorito era o Óculos Escuros, da Colorama – até que comentei por aqui que não estava encontrando mais para comprar. Aí algumas leitoras me recomendaram o Preto Elegante, da Avon e aproveitei a deixa para comprar também o Cisne Negro, da Vult – eu já estava atrás desse há um tempo, mas achava sempre todas as cores MENOS essa. Com todos em mãos, parti para os testes!

melhor esmalte preto

Os pinceizinhos dos três são diferentes: o da Colorama é aquele tradicional, o da Avon é estilo flat, mais achatadinho, e pequeno; e, por fim, o da Vult também é flat, mas é mais gordinho.

Os três são bastante similares quando a gente fala de textura e pigmentação – os três são daquele tipo que já ficam pretos na primeira camada. Detesto aquele tipo de esmalte preto que é meio ‘água suja’, sabem como? Que na primeira camada fica meio fumê? Pois então, esses três são maravilhosos, tem a cor super forte e ficam bem brilhantes. A durabilidade também é bem boa e similar (pra mim, qualquer esmalte dura uma eternidade com o top coat da Vefic por cima haha).

Agora, apesar de serem super parecidos na maioria dos critérios, pra mim o mais fácil de passar, limpar e tudo, já que eu mesma faço minhas unhas, é o da Vult. Sério, os esmaltes deles até podem ser um pouco mais caros que os da maioria das marcas de farmácia, mas pra mim são maravilhosos. Amo todos que já usei até hoje – o pincel é ótimo e facilita demais! Pra mim, o melhor esmalte preto é esse aí mesmo, o Cisne Negro!

Além desses três, outro dia mostrei um esmalte preto em spray, da Aspa, por aqui – curti a experiência e achei fácil de aplicar, mas acho que ainda prefiro o acabamento dos esmaltes tradicionais, como esses do post.

Composição

A composição dos esmaltes é difícil de fotografar de forma legível porque vem sempre numa letrinha minúscula. De qualquer forma, sei que os esmaltes da Colorama e da Avon podem ser usados por quem tem alergia, já que são 3Free; os da Vult infelizmente não são.

Preço e onde comprar

Os esmaltes da Colorama e Vult podem ser encontrados em farmácias e perfumarias (embora o da Vult não seja tão facilmente visto em farmácias… O meu eu achei na Brilhantina, em Curitiba) – ambos custam mais ou menos R$ 7. Já o da Avon pode ser encomendado com as consultoras ou comprado direto na loja virtual deles – normalmente ele custa R$ 18,99 mas dá para encontrar em promoção por R$ 10,99.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
26 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários