Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

crece pelo

Quem gosta de testar produtos capilares como eu vai se lembrar que, há um tempinho, muita gente começou a falar dos produtos dessa linha Crece Pelo, que prometem ajudar no crescimento. Eu comprei o meu já tem alguns meses, mas só fui começar a usar mesmo no final do ano passado. Querem ver o que achei dele?

O shampoo Crece Pelo

crece pelo

O Crece Pelo, assim como seus coleguinhas Silicon Mix, também vem da República Dominicana. O shampoo ficou famoso porque ele promete ser um tratamento fitoterápico que ajuda no crescimento dos fios. A fórmula tem extratos de plantas que prometem justamente ajudar no crescimento, mantendo os fios saudáveis, flexíveis e bonitos.

O shampoo não tem corantes e a forma de aplicação é exatamente igual a de qualquer outro produto do tipo.

Resenha: o que achei dele?

O shampoo é transparente, o que já é uma característica que eu gosto bastante por conta dos cabelos loiros (eu não evito produtos capilares de outras cores, mas tenho preferência pelos transparentes). Além disso, ele tem um cheiro marcante – acho que até lembra um pouco o do Silicon Mix (que é bem assim mesmo, meio ame ou odeie no quesito perfume), só que mais fresco e herbal. Não é o que eu mais amo, mas não me incomoda.

crece pelo

Usei esse shampoo por alguns meses – talvez uns quatro, não sei ao certo – e parei apenas para fazer o tratamento com o Nioxin, que foi mais ou menos um mês entre o finzinho de janeiro e o início de março. Entre dezembro e hoje em dia, ou eu usava só ele ou ia alternando com outros.

crece pelo

A foto da esquerda é mais ou menos do início de dezembro, a segunda é de abril – a diferença no tom do cabelo é porque na foto da esquerda eu tinha acabado de retocar a cor, ele fica mais claro mesmo.

E o que eu achei dele foi o seguinte: como shampoo, me dei muito bem com ele! Acho que limpa bem, deixa os fios soltinhos sem ser forte demais – não notei nem ressecamento nem oleosidade a mais no couro cabeludo.

Já como um tratamento para crescimento, para mim não foi nada de excepcional – achei que meu cabelo cresceu, sim (óbvio! haha) mas na velocidade com que costuma crescer sempre. Pra mim, não fez muita diferença, mas como gostei do shampoo em si, continuei usando.

Composição e onde comprar

crece pelo

Hoje em dia dá para encontrar o Crece Pelo em uma infinidade de lugares – até em perfumarias de bairro às vezes eu vejo! Eu comprei o meu no eBay, mas isso já tem um bom tempo, o vendedor nem tem mais disponível. Na época, paguei US$ 21 pelo shampoo + máscara de tratamento. De qualquer forma, dá para comprar com outros muitos vendedores ou mesmo procurar em lojas por aqui, como a Americanas. O shampoo, por lá, custa R$ 36, o que achei um preço ok.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
33 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

anti-aging e nutrição

O shampoo e condicionador Anti-aging e Nutrição dos Fios são da linha Terapia dos Óleos Indianos, um dos lançamentos recentes da gama NativaSPA do O Boticário. Achei legal que essa linha tem MUITA coisa – desde coisas para o corpo, como esfoliantes e hidratantes, até produtos para o cabelo, como é o caso do tema do post de hoje.

No total, são quatro produtos capilares e eu gostei bastante de três deles (spoiler: o único que não amei tanto foi o leave-in, mas isso é papo para outro dia ou esse post ficaria gigante haha).

Shampoo e condicionador Anti-aging e Nutrição dos Fios

anti-aging e nutrição

Essa linha promete fios fortes, brilhantes e nutridos. Os produtos prometem combater os sinais do envelhecimento do cabelo por meio da reposição de massa, o que reduz a porosidade dos fios e aumenta a espessura.

A fórmula tem ingredientes como Ômega 6 e extrato de Amla (uma planta indiana conhecida por estimular o crescimento dos fios e deixá-los mais brilhantes). Segundo O Boticário, a família olfativa dessa linha é um floriental especiado, com notas de Jasmim e Davana da Índia, uma flor muito rica em nutrientes.

Resenha: o que achei deles?

Até pouco tempo atrás, o shampoo e condicionador que eu estava usando eram esses aqui da Nioxin. Eu amei a dupla, mas os produtos acabaram (até ganhei outros <3 mas queria dar uma variada antes de usar novamente), então resolvi trocá-los por outros que tem um objetivo em comum: deixar os fios menos finos. Tenho bastante cabelo, mas os fios são super fininhos, então qualquer coisa que me ajude a deixá-los mais encorpados e menos escorridos eu acho ótimo.

anti-aging e nutrição

E tenho gostado muito desse shampoo e condicionador Anti-aging e Nutrição – eles têm uma fórmula mais hidratante e suave, mas não achei que pesaram nos meus fios nem os deixaram mais oleoso (e olha que Curitiba anda MUITO quente ultimamente #vemoutonopfv). Além disso, achei que o cabelo ficou brilhante e tenho gostado muito do caimento dele (infelizmente meu cabelo não é assim como na foto na vida real, meu cabelo é super escorrido, só fica assim depois que deixei preso num coque durante a noite).

Ah, gosto muito do cheiro dessa linha Óleos Indianos também – sei que ela é inspirada em flores e especiarias, mas a fragrância lembra muito mel, e eu adoro coisas com esse perfume.

Composição e onde comprar

O shampoo e condicionador Anti-aging e Nutrição dos Fios podem ser encontrados nas lojas do O Boticário, com consultoras ou no site deles. O shampoo custa R$ 29,99 (eu acho, porque ele está esgotado atualmente no site, peguei o preço de outro shampoo) e o condicionador custa R$ 31,99.

anti-aging e nutrição

anti-aging e nutrição

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
27 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

shampoo antirresiduos phytoervas

Ahá, falei que tinha ficado devendo a resenha do Shampoo Antirresíduos Phytoervas, então aqui está ela:

Shampoo Antirresíduos Phytoervas

O Shampoo Antirresíduos Phytoervas promete limpar profundamente os fios e o couro cabeludo sem ressecar ou danificar os cabelos, deixando-os leves e brilhantes. Ele não tem sal, sulfato, corantes nem parabenos. A fragrância dele é de lima da Pérsia.

shampoo antirresíduos phytoervas

Ah, a Phytoervas não testa em animais e a fórmula desse shampoo também é vegana.

Resenha: o que achei dele?

Bom, pela foto já dá para ver que ele não é um shampoo transparente (que, normalmente, costumam ser os que limpam mais profundamente), certo? Ele é meio esbranquiçado e tem a textura bem leve, mais líquida do que a maioria os shampoos. Além disso, a fórmula dele não tem sulfatos, que são conhecidos por serem bem potentes na limpeza (e também são os ingredientes que removem resíduos de óleos minerais ou parafinas), ou seja: ele é um shampoo antirresíduos mais suave.

shampoo antirresíduos phytoervas

E ele realmente é mais leve do que a maioria dos shampoos desse tipo que eu já usei – mas isso não é uma crítica, pelo contrário. Para mim, ele é muito bom justamente porque não resseca muito meus fios, que já tem tendência a serem mais secos por conta da descoloração. Eu acho ele bem eficiente, deixa os fios soltinhos e bem limpos. Eu costumo usá-lo a cada dez ou 15 dias, depende da minha vontade ou se acho que meu cabelo está precisando – uma coisa que sempre faço é tentar usá-lo no dia que eu quero fazer babyliss, porque produtos muito hidratantes deixam os fios mais lisos ainda (porque ficam muito macios e “escorridos”), e esse acaba ajudando a dar mais textura.

O perfume eu acho bem gostoso, é suave e bem cítrico, acho que combina com esse tipo de produto – contribui ainda mais para a sensação de “limpeza pesada”, hahaha.

Composição e onde comprar

shampoo antirresíduos phytoervas

Dá para encontrar o Shampoo Antirresíduos Phytoervas em farmácias, perfumarias e supermercados – o frasco de 250 ml custa em média R$ 15.

 

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
27 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Na última resenha que fiz sobre shampoo e condicionador, rolou uma polêmica engraçada nos comentários. Disse que tinha ficado feliz porque o frasco do primeiro era maior, mas algumas meninas escreveram que preferem duplas com maior quantidade do segundo. E vocês, já pararam para pensar nisso?

Eu acho que esse impasse tem a ver com o quanto cada pessoa usa mesmo. Eu, por exemplo, acabo usando mais shampoo porque, dependendo do grau de sujeira dos fios, lavo duas vezes. E o condicionador uso só nas pontinhas – tenho tendência à oleosidade na raiz! Soma-se a isso o fato de os meus cabelos serem médios, ou seja, não vai muito.

Fui pesquisar para ver como as marcas andam apresentando seus produtos – o que descobri é que a esmagadora maioria vai pelo caminho das quantidades iguais ou do shampoo com mais ml que o condicionador (para minha alegria). A verdade é que o ideal seria que os dois acabassem sempre juntos, né?

shampoo e condicionador

Shampoo Eudora (250 ml) | Condicionador Eudora (200 ml) | Shampoo Nativa SPA (250 ml) | Condicionador Nativa SPA (200 ml) | Shampoo Mahogany (400 ml) | Condicionador Mahogany (300 ml) | Shampoo Korres (250 ml) | Condicionador Korres (200 ml) | Shampoo Wella (250 ml) | Condicionador Wella (200 ml) | Shampoo Keune (250 ml) | Condicionador Keune (200 ml)

Por isso, fica meu apelo às amantes de mais condicionador do que shampoo: como é que vocês se viram, mulherada? Dividam nos comentários quais são as marcas que fabricam frascos maiores do segundo produto usado nos cabelos! Ah, e aquelas perguntinhas básicas: quem não liga para isso? E quem é como eu, que prefere mais shampoo?

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
69 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários