Nude Magique L’Oreal: a dupe da Maestro + a nova geração de bases

Sabrina Olivetti POR Sabrina Olivetti
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: DupeseBayMaquiagemResenha
Curte aqui:

Ano passado Armani gerou um frenesi no mundo das maquiagens lançando a Maestro, uma base com óleos que evaporam quando entram em contato com a pele deixando sobre ela apenas o pigmento, sem textura alguma. Marina até mostrou a base neste link, lembra? Esta tecnologia resulta numa aparência leve, de pele uniformizada, natural e sem pesar no rosto.

Depois da Maestro, um monte de marcas correram atrás da novidade. Uma delas foi a L’Oreal, que lançou a Nude Magique Eau de Teint. O conceito é o mesmo da base Armani e algumas meninas até dizem que a Nude Magique é o “dupe”, a versão parecida – e mais em conta, da Maestro. Quer uma informação extra? Armani Beauty e L’Oreal Paris fazem parte do mesmo grupo, a L’Oreal. Acho que não é lá muito coincidência que as marcas estão usando a mesma tecnologia!

A diferença de nomes da base Nude Magique se deve a nomenclatura dos países. Nos Estados Unidos ela leva o “sobrenome” de Liquid Powder. No Reino Unido chama “Eau de Teint”.

Hoje esta nova modalidade de bases ainda não é vendida no Brasil, mas em terras estrangeiras já encontramos opções variadas. Entre as amigas do bolso estão a Maybelline Dream Wonder Fluid-Touch e a Nude Magique, que te mostro em detalhes mais abaixo. Já nas marcas mais caras tem a própria Maestro da Armani, a Miracle Air de Teint da Lancôme e a Fusion Ink da YSL. Ah sim, todas elas também do grupo L’Oreal. Assim que tiver a oportunidade quero muito testar a da YSL e ver se é melhor que a minha queridinha Touche Eclat.

A Nude Magique e bem líquida e não vem com um conta gotas como sua irmã rica, por isso é necessário cuidado na hora de usar. A minha eu comprei pelo eBay e escolhi meio na sorte a cor 110 Ivory Doré/Warm Ivory, que magicamente deu certo no tom da minha pele. Para comparação, uso a C2 da MAC.

A base é super leve e tem uma textura que me lembra bastante um sérum. Sabe quando a pele fica aveludada quando a gente aplica um primer? É essa a sensação ao toque que senti no meu rosto. Fora isso, não senti a pele pesada ou como se tivesse algo sobre ela. Ah, ela transfere bastante, viu!

Como a Marina comentou sobre a Maestro, a cobertura da Magique Nude também é leve e não chega a cobrir super bem as manchinhas. Senti que ela uniformiza o tom dando um acabamento natural, mas não “apagou” os vermelhinhos perto do nariz, por exemplo.

No rosto ela fica semi opaca, mas ao longo do dia não segura a oleosidade da pele (e nem é essa a proposta dela). A melhor forma de passar é chacoalhando bem o vidrinho e depois espalhando com os dedos no rosto. Mesmo tendo óleos na fórmula, ela não deixou meu rosto mais oleoso do que ele já é naturalmente.

Sem nada, só com a base e maquiada. O batom é o The Multiple na cor Maui da Nars.

Quem gosta de base leve e com cobertura transparente, vai gostar bastante da Nude Magique. Acredito que ela funciona bem para todos os tipos de pele. Infelizmente não tenho como comparar com a Maestro pois um oceano me separa de Marina, a dona da base Armani. :)

A minha eu comprei deste vendedor aqui, paguei mais ou menos 15 libras e a encomenda demorou quase 3 meses para chegar. Não fui taxada. Lembre-se que as encomendas demoram não por causa do vendedor, mas porque ficam paradas na alfândega aqui no Brasil. Ela ainda não está a venda por aqui, assim como as versões mais caras.

INGREDIENTS: DIMETHICONE, CYCLOHEXASILOXANE, ISODODECANE, ALCOHOL DENAT., VINYL DIMETHICONE/METHICONE SILSESQUIOXANE CROSSPOLYMER, ETHYLHEXYL METHOXYCINNAMATE,PHENYL TRIMETHICONE, ACRYLATES/POLYTRIMETHYLSILOXYMETHACRYLATE COPOLYMER, PEG-10 DIMETHICONE, DISTEARDIMONIUM HECTORITE, AQUA/WATER, PROPYLENE CARBONATE, DISODIUM STEAROYL GLUTAMATE, ALUMINUM HYDROXIDE, [+/- MAY CONTAIN: CI 77891 / TITANIUM DIOXIDE, CI 77491 , CI 77492, CI 77499 / IRON OXIDES] (FIL B160492/2). (Retirados daqui.)

Base em bastão Natura Una

Sabrina Olivetti POR Sabrina Olivetti
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: MaquiagemResenha
Curte aqui:

Semana passada estivemos em um encontro de Natura com o maquiador Marcos Costa que nos apresentou as novidades da marca, viu as fotos no nosso Instagram (@coisasdediva)? Entre os lançamentos estão sombra em lápis, blush em bastão e também esta base que te mostro hoje.

A base é indicada para quem tem pele mista ou oleosa, possui acabamento mate e promete controlar o excesso de brillho. A marca conta também que ela é de longa duração, hidrata e previne sinais de envehecimento. Tem FPS15 e também pode ser usada como corretivo.

Diferente de outras bases em bastão que já usei, esta não tem acabamento pesado e artificial. Ela é cremosa, mas em contato com a pele ganha uma textura aveludada de pó. A melhor forma de aplicar é espalhando com as mãos mesmo. Assim é mais fácil de deixar o acabamento homogêneo e natural. Mas tome cuidado, porque é fácil esquecer um cantinho e ficar com o rosto manchado.

A cor que ganhei, a Bege Claro, ficou amarelada e um pouco escura para minha pele. Infelizmente é a cor mais clara entre quatro opções.

Senti que logo depois de passar, meu rosto, que é bem oleoso, ficou opaco, sem brilho, com cor uniforme e toque aveludado. A cobertura é média e achei bem bacana para cobrir as manchinhas da minha pele. Passando ao meio dia, senti que a testa começou a brilhar por volta das 19h, mas o resto do rosto estava aguentando firme. Ah, ela transfere um pouco. A duração na pele é alta mesmo, fiz uma amostra de cor na mão que durou mesmo depois de molhar com água.

Sem nada, com base e maquiada.

Esta base é interessante para quem tem pele oleosa e gosta de cobertura média, mas infelizmente a cor não deu certo para mim.

Ela está disponível em quatro cores (Bege Claro, Bege Mel, Marrom Claro e Marrom Médio) por R$62 com 9,5g.

Ingredientes: CYCLOPENTASILOXANE, OCTYLDODECANOL, CI 77891, ETHYLHEXYL PALMITATE, CERA MICROCRISTALLINA, MICA, PHENYL TRIMETHICONE, POLYETHYLENE, SILICA, DIMETHICONOL BEHENATE, CI 77492, ETHYLHEXYL METHOXYCINNAMATE, OZOKERITE, TRIMETHYLSILOXYSILICATE, TITANIUM DIOXIDE, CI 77007, CI 77491, METHICONE, HEXYLDECANOL, TALC, LAUROYL LYSINE, TOCOPHEROL, LECITHIN, ASCORBYL PALMITATE, GLYCERYL STEARATE, GLYCERYL OLEATE, PYRUS COMMUNIS SEED EXTRACT, CITRIC ACID.

Preferidos das leitoras: bases para pele oleosa

Sabrina Olivetti POR Sabrina Olivetti
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: Preferidos das leitoras
Curte aqui:

Na segunda-feira fiz um post com as melhores bases que já usei para pele oleosa, mas só para reforçar o tema, perguntei para nossas leitoras quais eram as suas favoritas. As respostas estão na nossa fanpage do Facebook, não deixe de acompanhar a gente por lá para poder participar das próximas votações!

A base favorita das meninas foi a TimeWise Matte da Mary Kay, que eu particularmente acho super pesadona. Mas como diz o ditado, a voz das leitoras é a voz de Deus! Espero que sejam votos sinceros e não consultoras votando no produto que vendem, ai ai ai!

Na sequência veio a Revlon Colorstay, que já fiz resenha e que acho bem parecida com a Maybelline Super Stay (resenha aqui). Em terceiro lugar ficou a Matchmaster da MAC, a qual tenho bastante curiosidade em conhecer.

Em quarto e quinto lugar ficou a ~franquia~ Studio Fix da MAC com a versão em pó e a versão fluída. Na sequência, as leitoras votaram na Pure Makeup da Maybelline, que tem um preço bem amigo e que gosto bastante.

Depois foram citadas a Dior Skin Forever, com resenha neste link, e a Pro Longwear da MAC, que também preciso testar urgentemente!

A nova votação já está no ar, desta vez é de bases para quem tem pele seca.

As melhores bases que já usei para pele oleosa

Sabrina Olivetti POR Sabrina Olivetti
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: Maquiagem
Curte aqui:

Você tem a pele mega oleosa, do tipo que no final do dia parece que vai escorrer ~~azeite~~ da testa? Eu também! Ao longo desses quase 6 anos de blog, já testei uma infinidade de bases para nosso tipo de pele e hoje reuni neste post as que mais gostei.

Depois de testar um montão de variedades, notei que o tipo de base que mais gosto é o que tem cobertura média e que não possui acabamento opaco. Acho que a aparência matificada marca minhas linhas de expressão, então fujo de bases assim. A que mais gosto no momento é a Touche Eclat da YSL, mas ela não aparece neste post justamente por não ser sequinha. Diria que é uma base molhada, sabe como?

Porém, como sei que quem tem pele oleosa prefere bases opacas, juntei abaixo as que acredito serem mais interessantes. Clicando no nome delas você será direcionado para a resenha completona sobre cada uma, incluindo fotos do resultado na pele, valor e dicas de onde encontrá-las.

Minhas preferidas

Base Normaderm Teint Vichy: Base bem líquida e com efeito mate. A cobertura é média e gostei bastante da forma como uniformizou o tom do meu rosto. Só que ela não é milagrosa, lá pelo final da tarde a pele volta a brilhar. Não que a base deixe a pele mais oleosa, mas também não segura a oleosidade natural.

Base PureMakeup Maybelline: Acredito que seja a base de melhor custo benefício deste apanhado todo. Ela tem consistência de creme, não sendo nem muito líquida nem muito grossa, tem boa cobertura e espalha sem dificuldades. Assim que seca, ela dá uma aparência levemente opaca à pele, mas sem ficar completamente matificada. De modo geral achei uma base bem interessante, tanto pela cobertura, como pela textura e sensação que deixa na pele.

Base Teint Miracle Lancôme: Base leve que deixa um acabamento bem natural no rosto. A cobertura é média e a textura quase líquida.

Base Lingerie de Peau Guerlain: A cobertura é média e um tanto mais transparente que eu gostaria. Não fica pesada ou com aquela textura de que tem algum creme ou hidratante por cima. Visualmente ela fica opaca, sem brilho algum, bem sequinha e transfere pouco ao longo do dia.

Bases de alta cobertura

Essas são as bases para quem gosta de cobertura média e alta e com aparência matificada.

Base Mate quem disse, berenice?: A base é um creme bem líquido e tem uma cobertura bastante grande. É daquelas que precisa espalhar bem no rosto para não ficar muito pesado ou falso. Depois de seca, deixa acabamento opaco, não fica pesada ou grudenta e transfere um pouco. Achei que ela cobriu bem as manchinhas que tenho e uniformizou o tom da pele.

Base Mousse Natura Una: Notei que a base mousse tem uma ótima cobertura e esconde bem todas as manchinhas do rosto, mas talvez por ter esta textura mais potente, se a gente errar a mão, ela fica estranha, marcando as linhas e áreas ressecadas. A base é sequinha e deixa o rosto opaco. Mas ao longo do dia, o brilho da pele oleosa vai aparecendo normalmente.

Base Super Stay Maybelline: Ela é fácil de passar e permite espalhar bem antes de secar no rosto. Logo que seca, a base dá uma textura matificada na pele, ficando bem opaca mesmo. Achei que a aparência que ela deixa na pele se compara mais ou menos com o visual da Dior Forever e da Mary Kay Matte. É uma opção interessante para quem tem pele oleosa e procura acabamento mate.

Base Lock It Kat Von D: Alta pigmentação que resulta em uma base potente, daquelas com alta cobertura e que, se não usada com cuidado, deixa o rosto com aparência meio artificial. Ela me lembra bastante a textura da Velvet da Contém 1 g, com bastante cobertura, opaca e um tanto difícil de espalhar.

Base Make Up For Ever HD: Por um tempão foi a minha preferida até eu descobrir que a textura opaca já não me fazia mais feliz. Gostei da cobertura e também da aparência dela nas fotos. A base tem uma consistência líquida/cremosa e só um tantico espalhado com pincel já cobre o rosto todo. A cobertura é alta e a textura opaca.

Base Velvet Contém 1g: Cobertura alta, textura espessa e cobre bem as manchinhas da pele. Precisa de bastante cuidado ao espalhar, pois como ela tem bastante cobertura, se deixar de passar em algum cantinho, o descuido vai acabar ficando bem aparente. O toque também é sedoso, como prometido pela marca. Ela não fica brilhando e nem adiciona oleosidade à pele.

Bases com cobertura leve

Base Vitalumiere Aqua Chanel: É a base preferida da minha mãe! Ela é bem boa e com as mesmas características da base da Make Up For Ever, porém com uma textura mais leve e cobertura um pouco menor. Para quem tem poucas imperfeições na pele, acredito que seja a base ideal.

Base Naked Skin Urban Decay: A Naked tem cobertura média e assim que seca, dá à pele uma aparência semi mate, não é completamente opaca mas também não deixa o rosto brilhando. A sensação ao toque é de como se não tivesse nada no rosto, não fica grudenta e nem com textura de pó. Visualmente não dá para notar que tem algo sobre a pele, só parece que ela está com o tom mais homogêneo e mais bonita. Quem não tem muitas manchinhas no rosto pode eleger a Naked como uma possível aliada.

Espero ter ajudado! Neste link aqui você pode ler todas as resenhas que já fiz sobre produtos e maquiagens para pele oleosa.

Quer ver o conteúdo mais antigo? Navegue em posts anteriores!
Página 1 de 2012345