Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Ai, miga, eu sei como é isso. Dói pra caramba, a gente acha que nunca mais vai conseguir respirar, tampouco se envolver com alguém de novo. Mas há, sim, luz no fim do túnel depois de um pé na bunda!

Esse é um assunto delicado, eu sei. E não há uma fórmula mágica pra todo mundo – cada pessoa sente do seu jeito, não é? De qualquer maneira, como recebo muitos e-mails com casos assim achei que seria interessante gravar um vídeo com 5 dicas que podem ajudar você nessa. Olha só!

Pode ser que todas funcionem, até mesmo nessa ordem, para você. Pode ser que você demore a colocar qualquer uma delas em prática. Mas o que importa mesmo é que, com muita sorte, vou provocar seu pensamento a respeito do que está acontecendo com esse vídeo. Nossos caminhos são diferentes, porém sinto que, no fim das contas, tudo passa – e para todo mundo. Olha eu aqui vivona, por exemplo! <3

As 5 dicas para superar um pé na bunda

Se não está dando para você assistir ao vídeo agora, aqui vão as 5 dicas que podem ajudar você a superar essa situação chata, mas pela qual muita gente passa (tamo junta!):

#1 Viva o luto

Mas com hora para acabar, hein? E por luto entenda a fossa em si. É preciso sentir o que aconteceu sim! Melhor do que colocar para debaixo do tapete é ser honesta com o que se passa dentro de você. Então tá permitido chorar, ficar de pijama o fim de semana inteiro, comer um pote de sorvete sozinha… Só que SEMPRE lembrando que haverá o momento em que isso não existirá mais. A real é que a dor parece muito intensa no começo, mas aos pouquinhos ela vai passando e simplesmente some. Nem que demore.

#2 Não fuce

Enquanto isso, se esforce ao máximo para não ir atrás do(a) ex nas redes sociais. Sério mesmo, essa dica vale ouro: não vai valer a pena querer saber por onde anda a pessoa, quem ela está seguindo, se está namorando… O relacionamento acabou, então está acabado. A gente fica com essa curiosidade mórbida só para se machucar. E você precisa se magoar mais ainda? Ou então alimentar um monstrinho de raiva, ciúme ou qualquer sentimento ruim dentro do seu coração? Não precisa.

#3 Busque se distrair

Um excelente jeito de tirar a cabeça de quem deu um pé na bunda na gente é buscando distração. E pode ser qualquer uma: sair com os amigos, fazer um curso diferente, viajar pra um lugar estimulante… Enfim, escolha dentre as possibilidades aquela que tem a ver com você. E saiba que você vai vez ou outra pensar no cara ou na mina, mas está fazendo algo de bom por si. Como eu disse antes, o tempo cura de pouquinho nossas feridas, só que é preciso um pouco de disposição para que eles vão cicatrizando.

#4 Cuide de você

Distrações são importantes, mas cuidar de si é ainda mais! E com isso quero dizer que, além de escolher coisas que façam bem a você, é importante que colabore com seu autodesenvolvimento (enquanto ser humano mesmo)! A gente precisa sempre seguir o caminho do entendimento de nós mesmas, independentemente de estarmos ou não num relacionamento. Isso vai ajudar muito a melhorarmos nossas relações tanto interiores quanto exteriores. Leia, estude, busque, converse!

#5 Se fortaleça

Nesse processo todo, vai ser natural que você fique fortalecida. Sabe por que? Porque vai entender mais sobre quem é, como age, enfim, como lida com o que sente. E no fortalecimento de si mora também aceitar o amor de outras pessoas (fora de uma relação de casal) e o amor de Deus – ou a força superior que tem muitos nomes dependentes da religião. Um bom olhar para dentro desperta um bom olhar para fora (e vice-versa). Abrace sua vida com força e entenda que tudo o que passou foi um aprendizado.

Espero ter ajudado você no que vem depois de um pé na bunda. É complicado, eu sei, mas tudo tem solução! Afinal, as pessoas vêm e vão de nossas vidas, mas no fim quem sempre estará ali, grudadinha 24h por dia durante toda uma existência, é a gente mesma. <3

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
10 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. eu me recuso a tomar novamente um p[e na bunda (leia-se traição) kkkk
    otimo post
    beijos linda

  2. Maíra S.

    Adorei que o artigo fala em namorado/namorada. Importante começar a trazer a inclusão também para a linguagem 😉

  3. Aline P.

    Thais adoro teus vídeos!
    Sinto que emanas sempre uma energia muito positiva, teus conselhos são muito sábios, gostaria muito de ter visto o vídeo há alguns bons anos atrás, tive fins de relacionamentos bem traumáticos.
    Esse é um momento muito doloroso para quem vivencia, quem está de fora às vezes subestima a dor alheia. Tudo o que se quer é colo e palavras e conselhos reconfortantes como os seus.

  4. Adoro seus posts assim hahaha é um passo a passo que a maior parte das pessoas sabe, mas não quer fazer né? Mas, o principal de todos acho que é viver o luto. A gente fica impedindo de deixar os sentimentos tristes de saírem de vez, e isso só aumenta o tempo para se recuperar. E não importa se é pé na bunda de namoro ou demissão, para qualquer desligamento é isso.
    Ótimos conselhos!

    http://www.ziperchique.com.br/2017/09/alisena-da-muriel-funciona-em-cabelo.html

  5. Miriã Andrade

    Essa fase é muito complicada mesmo, até depressão tive, não foi fácil, mas estou firme, forte e experiente, hehe, e acima de tudo muito mais feliz agora. 🙂

  6. Márcia Daniella

    Com certeza é uma fase dificílima. Mas passa.