Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Quantas vezes você deixou de fazer alguma coisa que queria muito simplesmente porque estava sem companhia? Para mim, foram algumas – e ainda me lembro do sentimento de frustração por não ter tido a coragem de me atirar, sem medo. É por isso que quero convidá-la para uma reflexão: até quando você vai deixar isso acontecer? Eu dei um basta nessa besteira já faz um tempo – acredite, é libertador.

sair sozinha

Me recordo bem da primeira vez. Era 2013 e fiquei sabendo do show do John Mayer (meu muso) aqui no Brasil. Dei uma checada com as amigas para ver se alguém estava afim de ir também. Nada. Aí pensei com meus botões: “chega de palhaçada, vou comprar o ingresso, ver a passagem pra São Paulo e pegar um hotel pra mim!” – e assim fiz. Cheguei sozinha no show e, logo na fila, já fiz umas amigas (geminiana, né). Fiquei com elas um tempo e, magicamente, encontrei uns conhecidos do Rio que também eram fãs do cantor. Pronto. Foi maravilhoso, cantei, dancei e até chorei de emoção. Voltei para casa realizada!

Mas ok, tive sorte. Aconteceu algo parecido no ano passado, quando decidi sair sozinha para o show do Vanguart (banda brasileira que amo também) aqui em Curitiba. O que não esperava era que, na página do evento no Facebook, tinha uma galera que pretendia fazer a mesmíssima coisa. Resultado? Nos encontramos lá e foi ótimo. Pra completar, depois que o show já tinha terminado, tava de bobeira na frente de uma escada que descia para o subsolo e ouvi de repente o segurança gritar: “quem quiser conhecer a banda faz fila aí” – fui a primeira, hahahaha! E assim tirei foto com todo mundo que tanto admirava. Sucesso total. <3

Depois de duas experiências tão bem-sucedidas, no último sábado foi a vez de repetir o feito. Estava afim de ver o cover de uma banda que adoro (The Kooks) e nenhuma das minhas amigas conseguiu me acompanhar. Pois muito bem: saí de um aniversário e toquei para o Peppers, onde rolou o show, sozinha. Cheguei, me encostei no balcão e ali fiquei dançando (sim, afinal de contas, não conhecia ninguém então não sou obrigada, hahahaha) até a banda começar. Fiz um amigo aleatório, depois perdi o menino quando encontrei uma conhecida e aí, quando vi, estava por minha conta novamente.

Ao sair sozinha, o céu é o limite. Dá para fazer tudo o que você quer sem precisar depender de ninguém. Foi assim que, devagarzinho, fui chegando pertinho da banda. Mais uma vez, cantei, dancei – e chorei de emoção (dessa vez por ter feito tudo aquilo acontecer). Tava ali, tão entregue, tão eu mesma, tão sem medo de ser feliz! Acabou o show, fui tomar um ar, conheci mais um amigo (e quando digo amigo, é amigo mesmo, hein?), dei tchau e fui embora. Livre, leve e solta. Liberta, como disse antes.

Todas essas historinhas estão aqui por um único motivo: não para eu vir dizer “olha como eu sou descolada” (até porque sempre fui uma boba medrosa), mas para inspirar você a não se privar de absolutamente nada por falta de companhia. E não precisa ser somente encarar a noite, mas também ir ao cinema (pretendo experimentar também), sair para comer um doce gostoso, dar uma volta no parque, qualquer coisa! Fazer aquilo que se tem vontade e deixar a vida te presentear com alguma surpresa!

Quanto tempo eu passei pensando que sair sozinha era sinônimo de derrota, de não ter amigos, de não ser querida. Mas que bobagem! A verdade é que nem sempre as agendas batem, as pessoas podem estar com você, os amigos possuem os mesmos interesses. E tá tudo bem, a vida é assim mesmo! O importante é a gente não deixar de fazer aquilo que gosta imaginando o que os outros vão pensar. Sinceramente? Não tô nem aí! E descobri no meio do caminho que mais gente faz o mesmo e é feliz – gente essa, inclusive, que acabou por me acompanhar nas nossas aventuras individuais.

Saber aproveitar a própria companhia é sinônimo de maturidade, de aprendizado, de evolução pessoal. Pode ser que você ache estranho nas primeiras vezes, mas insista! Tenho certeza de que vai aprender muito sobre si mesma e, quando estiver na companhia de alguém, conseguirá valorizá-la ainda mais.

Depois me conta como foi sair sozinha pela primeira vez, caso nunca tenha tentado? Vou gostar de ler sua história! E para quem já faz isso com frequência, quero saber como se sente também!

Foto: Shutterstock

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
156 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. B

    Bah adorei o relato 😀
    Sobre o cinema foi a minha aventura sozinha, e só t digo , não pega combo hahahaha
    Quando fui pedi e mal podia carregar, tirando isso foi tudo de bom
    Quero ter coragem de encarar a noite sozinha, mas essa ainda não tenho por medo da insegurança pública que vivemos mesmo.. Admiro tua coragem !!!!

    • hahahahahaha, pro combo é melhor ter 4 mãos, né? E, realmente, o lance da insegurança pública me pega também. Mas você pode fazer mais direitinho do que eu (louca), que fui de carro pra balada: pegue um táxi na porta de casa e depois peça por algum aplicativo na hora de ir embora! 🙂

  2. Thais Zambotti

    Chara! Pode ir no cinema sozinha sim! Você vai adorar! Eu sou louca por cinema, as vezes tem filme que nem meu noivo quer ver, eu pego e vou sozinha sem medo! Tudo de bom! Faço isso a um bom tempo! Adorei sua reflexão, pode ter medo sim, mas não podemos esquecer que o maior presente que o ser humano pode ter é a liberdade 😉

    • Que linda você! É noiva e mantém suas coisinhas solo… Admiro! <3

  3. Pollyana

    Minha primeira viagem internacional foi sozinha, fiquei 15 dias maravilhosos em Portugal e repetiria sem pensar duas vezes!

    • É uma vontade que eu tenho, Pollyana! Eu estou enrolando (literalmente) há anos para definir minha “viagem internacional dos sonhos” e não vejo ninguém para me acompanhar (seja por incompatibilidade de agenda, seja por incompatibilidade de gosto por passeios).
      Dá um medinho, mas casos como o seu não me deixam desistir da ideia.

    • QUE DELÍCIA <3

  4. Angélica Silva

    Nossa você foi perfeita no post, ontem fiz exatamente isso, comprei um ingresso para o show da Mariah Carey sozinha, não encontrei compania e pensei que me arrependeria muito se perdesse pois é minha cantora favorita há décadas. Eu vou na cara e na coragem mesmo com um monte de gente dizendo que é perigoso ir só.

    • Bem que você faz! E olha, sobre ser perigoso, acho que é questão de ter olho nas costas, sabe? Precaução e atenção sempre! No mais, bom show! <3

  5. veronica Fernandes

    Ah, minha diva esse e meu calcanhar de Aquiles. Tô me sento mocinha pq ficando soó em casa… kkkk rindo pra disfarçar, mas é verdade. Sempre achei libertador o ir e vir assim sem qualquer peia . Mas, acho que vou precusar de mais tempo… bjo diva

  6. Thaís Pedretti

    Xará, adoro seus textos! Eu também gosto de sair sozinha de vez em quando, afinal não há melhor companhia né? Rs mas tem muita gente que acha estranho, antissocial e até sente uma Peninha, tipo “coitada dela lá sozinha”. Esse ano eu fui pela primeira vez sozinha ao cinema e até minha mãe achou esquisito.

    • Vamos combinar que esse pensamento é uma bobeira, né? 🙂 Sair sozinha é coisa de gente bem-resolvida! Deveria ser mais admirado!

  7. lizie

    Oieee

    Faço muitas coisas sozinha e algumas vezes até tenho necessidade disso. Já fui ao cinema, comer… Balada nunca porque na verdade eu não faço tanta questão assim de sair pra festa, quando vou é pra aproveitar as companhias mesmo, mas também deve ser uma experiência interessante.
    Vim comentar aqui pra recomendar à todas vocês: viagem sozinhas! Fui à Nova York sozinha em 2013. Uma das melhores experiências da minha vida. Contribui muito para o auto conhecimento. Beijos Thais, adoro esses teus textos.

    • NY <3 O que dizer dessa cidade que eu nem conheço, mas já considero pacas? hahahaha

  8. Patricia

    Eu fui em show sozinha qdo ainda era adolescente, do Barão Vermelho, no extinto Olímpia em SP, ali pelos anos 92, 93! Almoçar, jantar, ir ao cinema, tomar um café, viajar, são super comuns pra mim. A única coisa que não faço sozinha é ir em bar.

  9. Gabriela

    Parabéns pelo post, thais! Utilidade pública! shuaehs temos que ter mais coragem de fazer o que termos vontade mesmo, sem depender dos outros.
    Nunca tive coragem de “ir pra noite” sozinha, mas já fui no cinema algumas vezes e adorei!

    • O dia em que quiser muito, vá mesmo! Com cuidado, mas vá! 🙂

  10. Bruna Lima

    Que post maravilhoso! Menina, já sou mais que adulta (tenho 35 anos) e acredita que não consigo ir sozinha nem no supermercado? Não sei o que acontece, sair sozinha me trava, fico pensando mil vezes se preciso ir realmente, se não dá para adiar. Agora mesmo, estou pensado na coxinha deliciosa que tem em um bar aqui perto de mim (pegar o carro, ir até lá, dá uns 5 minutos) mas estou pensando se devo … Como sou tonta, pelo amor de Deus ….kkk

    • Bruna do céu! Tem que ver isso daí, hein? Não estou sugerindo nada (até porque não sou médica), mas tente entender o motivo pra não deixar desenvolver pra uma síndrome do pânico, sei lá… <3

  11. Isis Barreto França

    Amei seu Post.
    A primeira vez que sai sozinha foi para almoçar no intervalo das aulas no colégio e me senti bem.
    Depois queria muito assistir à Como perder um Homem em 10dias mas minha mae e irma não quiseram e lá fui eu amarradona pro cinema.
    Chegou a vez dos cursos e ai eu não parei mais e amava sair sozinha.
    Ate que comecei a namorar, casei e virei mãe mas ainda curtonem que seja ir a padaria sozinha kkkkkk

    • Maravilhosa! <3 E O QUE DIZER DE ALGUÉM QUE AMA COMO PERDER UM HOMEM EM 10 DIAS??? <3 <3 <3

  12. Layla Yamada

    Eu adoro sair sozinha, ir ao parque, cinema…mas sair para balada ainda não tive coragem! Quem sabe um dia eu tenha…Parabéns pelo texto, adorei!

  13. mariana

    E pensar que quando eu era adolescente tinha vergonha até de comer sozinha em restaurante e shopping…..quanta bobagem! Ainda bem que a gente evolui….

  14. Cris v.

    Nunca tive esse problema, sempre saí sozinha pra onde eu quis e sempre me diverti.

  15. Ane

    Que lindo este post!!! Está aí uma coisa que ainda é um fantasma para mim, ir para a balada e em shows sozinha. Confesso que não tenho coragem suficiente! =/ Eu sei que é bobeira, mas acho que é uma evolução interna até desapegar de certos padrões sociais. E olha que meu programa preferido na vida é ir em shows! Mas aí você quer companhia, mas os gostos com as amigas não batem, ou elas estão namorando e esquecem da gente. Ir em cinemas acho bem mais tranquilo, é ótimo aliás! Porque é um lugar que naturalmente não é esperado que você interaja com ninguém.

  16. Faby

    Eu sou dessas, nunca tinha saído do país na vida, comprei passagens p Buenos Aires, marquei com uns conhecidos desconhecidos e fiquei uma semana la e ja repeti o processo! é libertador!

  17. Eu ja perdi tanta coisa legal por nao ter companhia. e olha, como vc disse e pelo que vc compartilhou, acho que é bem libertador..Estar sozinha as vezes e bom, nao ter ninguem que te conhece para poder te julgar, claro que sempre bom estar com amigos, mais de vez em quando e bom
    Me deu um START aqui
    Grande beijo

  18. Marília

    É nóis! hahaha <3

  19. Nossa, amei!
    Eu já fui em shows sozinhas também e é muito divertido porque você pessoas que pelo menos tem uma coisa em comum com você hahha Já fui no cinema sozinha também, tirando a parte que o filem era triste foi bem legal haaha Depois que você pecebe que não precisa de ninguém pra fazer as coisas coisas você se liberta. Nunca mais deixo de fazer alguma coisa que eu quero por não tem companhia!

    • Siiim! Em shows a galera toda se une pra falar da banda, do cantor… É bem legal! 🙂

  20. Eu ando sozinha o tempo inteiro e gosto muito da minha própria companhia. Aprendi a apreciar o silêncio, a refletir sobre a vida e a descobrir mais a fundo o que me faz feliz de verdade. Independência em todos os sentidos. Sempre fui assim. Hoje sou casada e tenho a companhia do meu marido à noite e finais de semana, mas durante a semana, no dia a dia e no trabalho, estou sempre com a companhia de mim mesma. Não me sinto só, me sinto livre para fazer o que quero no momento e me divirto muito com as minhas próprias confusões. Vejo tudo pelo lado positivo, não é à toa que me chamo Polliana, kkkkk beijos

    • Pollyana

      Oi xará haha, também sou assim, almoço sozinha, vou ao cinema sozinha, já viajei sozinha, sou filha única, me acostumei com minha companhia 🙂

    • hahahahaha, que amor! Bem Polliana mesmo! Adorei o que você escreveu, está certíssima! <3

  21. G

    Saí de casa aos 17 pra me aventurar em Curitiba e desde então aprendi a fazer várias coisas sozinha. Mesmo depois ter feito amizades, ainda curto meus passeios de eu comigo mesma. Vou ao cinema, teatro, cafés e até já fiz viagens by myself. Sempre digo que temos que saber valorizar nossa própria companhia, afinal se nem a gente gosta da gente, quem é que vai gostar né? Ter um momento pra si mesmo faz bem pra alma <3

  22. Carina

    É uma das minhas metas: aprender a fazer as coisas sozinha.
    Sempre fui muito dependente e já deixei de fazer muita coisa por falta de companhia (principalmente por falta de carona, o que é simplesmente ridículo).

    Adoro fazer coisas sozinha, mas ir a lugares é bem difícil.
    Cinema, ok. Mas show e balada, é bem difícil. Namoro agora e ele é bem parceiro pra qualquer coisa, mas to me permitindo fazer algumas coisas sozinha, até pra não ser muito grude (dos dois lados).
    Vamos ver no que dá. =)

    • Isso mesmo, Carina, é bem interessante manter sua independência dentro de um relacionamento! Experiência própria de alguém que já foi um grude! hahahaha

  23. viviany

    Quando Matchbox 20 este em curitiba em 2013 ninguém quis me acompanhar, e não era isso que ia me atrapalhar de ver a banda que mais gosto no mundo. Fui..logo encontrei mais pessoas que também estavam sozinha. Sou tímida e tenho dificuldades em puxar assunto, mas não da pra depender das pessoas pra tudo nessa vida.

    • Isso aí, que bom que não deixou de fazer o que gostaria! <3

  24. Teresa

    Adorei o post! Ir na balada sozinha, pra mim, ainda é nível HARD, apesar de já ter feito uma vez. Mas cinema, sair pra comer, fazer uma viagem rápida, é bem tranquilo pra mim. Uma vez fui ao cinema sozinha, estava almoçando em um shopping e resolvi pegar um cineminha depois pra relaxar. Não tinha NINGUÉM na sala, apenas eu. Hahahaha, foi muito engraçado e gostoso. Eu sempre gostei muito de ficar na minha companhia, de boa, curtindo. E nem percebo se tem alguém olhando torto, pensando “coitada’. Fico muito feliz mesmo.

    • Perfeita! <3 E que massa deve ser ter a sala toda de cinema só pra você! Eu ia amar! hahahaha

  25. Bruna

    Thais, não tem coisa mais gostosa do que sair sozinha. Mesmo namorando, sempre faço e fiz isso… Às vezes o gosto para tal evento não bate com a outra pessoa e aí você se joga sem medo.
    E ah! Experimente sim o cinema! É divertidíssimo! Só não recomendo quando o filme é 50 tons de cinza, você pode passar um pouco de vergonha, sabe? (Isso aconteceu comigo na sessão de estreia). Mas não se intimide, sua companhia é sua melhor amiga, sempre!
    Beijásso!

    • hahahahaha, acho que sozinha eu teria ficado menos constrangida do que com as amigas, nesse caso!

  26. Isabel

    Vixe, já perdi a conta de quantas vezes saí sozinha.
    Não deixo de ir ao cinema, a shows ou qualquer evento por falta de companhia. Acho ótimo!

  27. Fátima Rocha

    Oi Thaís! Como boa geminiana também comecei a me aventurar a sair sozinha, comecei indo ao cinema, depois indo à praia, fui em vários shows e por último fiz uma viagem de 05 dias, pra uma cidade que queria muito conhecer e ninguém topada ir. Percebi que ficamos mais abertas à conhecer as pessoas e ouvir o que elas tem a nos dizer. Super recomendo a todo mundo antes de ser uma boa companhia, ser sua melhor companhia. Parabéns pelo texto!

    • Miga, bate aqui! Fazer amizade é o menor dos problemas pra gente, né? hahahaha

  28. Julia

    Thais, preciso dizer que to amando esses seus textos de reflexoes sobre a vida… Me identifico com muito do que vc escreve… Entrei nos 30 ha alguns meses tbm, estou morando em outro pais e me faz muito bem ler as suas experiencias e saber que tem alguem que sente e pensa nas mesmas coisas… Obrigada de coracao! =)

  29. Lidiane

    Geminiana linda, estou adorando esses textos que você está colocando aqui!
    Sou dessas que anda sozinha também…
    Cinema, almoço, viagens..
    A última que fiz, passei aperto… cidade pequena, já era noite, sem lugar algum para dormir, a pousada simplesmente deu minha reserva a outra pessoa, não encontrava mais nenhuma vaga em outro lugar, a cidade estava cheia… achei que dormiria na rua… mas por fim, fiz amizade (geminiana aqui tbm) consegui lugar para dormir e vivi um feriado lindo!!!
    Vale muito a pena , é só se curtir!!!

    • Caramba! Que massa! Vamos combinar que fazer amizade sincera é com a gente mesma, né? hahahaha

  30. Gabriela Padilha

    Que legal Thais! Eu já fui em festa sozinha, a primeira vez acho que tinha 14 anos, não foi legal pq eu era muito nova e imatura.. Depois lembro que sai de novo com uns 20 anos, dai foi legal. Geralmente caminho sozinha. Não gostei muito foi de almoçar em um restaurante sozinha, talvez pq moro em uma cidade pequena..
    Beijos

    • Realmente, com 14 anos é cedo, acho que a gente não tem a maturidade ainda, né? Mas depois que crescemos, é só alegria!

  31. Lívia Nunes

    Thaís LINDA! Sabe que eu tbm sou geminiana e faço quase tudo sozinha, inclusive fui pra Europa ano passado sozinha de tudo e FOI MARAVILHOSO, inclusive acho que muito melhor do que se eu tivesse ido acompanhada. Cinema? amo ir sozinha tbm… Agora balada… não sei se encaro! primeiro pq nunca fui muito fã, segundo porque realmente tenho vergonha de ficar lá com o copo parada sozinha.. no cinema pelo menos tem o filme, mas na balada é vc e vc! Adorei que vc foi e se divertiu! adoro teus snaps! FALA MAIS SOBRE GÊMEOS <3 hahah
    beijosss!

    • Gêmeos? O melhor – e o pior – signo do zodíaco, apenas! hahahaha Melhor porque não tem gente mais atirada, faladora e sem-vergonha nesse mundo! E pior porque costumamos ser ansiosas, pensar demais e não fazer nada, mudar muito de ideia… Já viu, né? Se identifica?

  32. Priscilla

    Amo sair sozinha. Mudei em fevereiro para SP e estou descobrindo a cidade. Muitas vezes as pessoas estão ocupadas ou com outro compromisso. Aproveito para sair sozinha e faço o que bem quero. Vou ao shopping, vou ao teatro, cinema, comer algo diferente, correr. Enfim, melhor coisa. <3
    Amo seus textos!!

    • Nossa, e fazer tudo isso numa cidade cheia de possibilidades como SP deve ser maravilhoso! 🙂

  33. Milena

    Thais,
    Aproveita, sair sozinha é bom demais!! Viajava muito a trabalho sozinha para outros países, curtia muito! Depois que a gente casa, tem filhos pequenos e uma vida bem agitada ter um momento sozinha para ir para qualquer lugar é uma delícia e ainda mais especial! Um beijos, adoro vcs!

  34. Karine Aureliano

    Thais, como tenho amado esses posts textões-reflexão!
    Me vejo tanto neles, apesar de ainda não ter essa coragem, desenvoltura. Mas aos poucos vou me liberando dessas correntes impostas pela sociedade.

    Muito obrigada por isso. É uma inspiração.
    Beijos de luz!

    • Obrigada, querida! Aos pouquinhos a gente muda e, quando vê, nem se reconhece mais! <3

  35. Márcia Daniella

    Ameiiiii! Assino embaixo

  36. Je romanciuc

    Gurias,ate as viagens pra fora eu fiz todas sozinha!!!!
    Sozinha não, eu e Deus,como costumo dizer qdo me olham com cara de espanto qdo digo que viajei sozinha; quebra as pernas de qq um!

    Meu pensamento é o seguinte: se eu for esperar alguem pra fazer algum coisa comigo vai demorar demais,entao bora la! Se der merda? Historia pra contar!!!!
    Entrei num life changing do tipo: o que vão falar de mim qdo eu morrer? nasceu,cresceu e morreu???? NUNCA!!! quero muitos capitulos na biografia!!!!
    Em todos os aspectos da vida. Eu escolhi ser feliz!
    Bora se jogar no mundo,gente!

    • UM MILHÃO DE PALMINHAS PRA ESSE PENSAMENTO! Adorei, é como me sinto. <3 E Jé, que saudade de ver você por aqui! Uma das nossas leitoras mais antigas! <3

  37. Thais

    Thais minha xara preferida !
    Eu faço tudo sozinha já tem um bom tempo viu, cansei de ficar esperando companhia, entao, já viajei para Fortaleza e Jericoacoara sozinha e te digo, foi a melhor viagem da minha vida, já fui ao cinema sozinha, sem o menor problema, o melhor é que posso chorar o tanto que eu quiser, sem ninguem ficar me enchendo o saco, hahahaha, já fui á bares e restaurantes sozinha, nem vejo mais problema viu ! Minha companhia é muito agradável !hahahaha
    Amoooo seus posts me identifico demais contigo ! Deve ser Coisas de Thais.

    Beijos

  38. haydee schuster

    Gente, amei seu post. Eu visito o blog todo santo dia e nunca comento D: mas de verdade, amei mesmo. Me incentivou o que deveras já deveria ter feito, tem um ditado que diz assim ” se você chega em casa e senta-se na cadeira, olhando o horizonte, você que decide se isso é solidão ou liberdade”

    • Que legal esse ditado! Fico feliz por ter inspirado você! <3

  39. Tattiane

    Eu vou ao cinema sozinha. A primeira vez que fui achei estranho, mas agora é normal para mim. Quando tem algum filme que quero muito ver, eu não deixo de assistir por falta de companhia, e quer saber, até prefiro ir sozinha mesmo…rs
    Beijos

  40. Fernanda

    Thais eu admiro muito você, adoro esses posts reflexivos.
    Mas queria dizer uma coisa…Já morei em Curitiba e amoooo essa cidade, hj moro em SP e posso dizer que é muito diferente. Curitiba é para mim a melhor capital do Brasil e me sentia muito segura lá, apesar de ter algum índice de criminalidade. Em SP vivo uma insegurança tremenda e não teria coragem de sair sozinha por aí a noite.

    • É, mas vou te falar que por aqui o negócio não anda uma maravilha não, infelizmente! 🙁 Sem comparação com SP, mas tem que ter olho nas costas, viu? E cuidar mesmo da segurança, sem dar mole!

  41. Tati

    Adorei seu relato.
    Sou filha única, então, por ser “menina” minha mãe sempre me superprotegeu.
    Mesmo nessa situação, nunca fui mimada, sempre me dei bem comigo mesma e nunca fui medrosa (não sei se nos tempos violentos de hoje isso é bom ou ruim).
    Enfim, é claro que o contexto da história ajudou a viagem ser PERFEITA. Na época, achava que meu namorado (hoje meu marido) estava me enrolando e não estava satisfeita com meu trabalho, então deu a “louca” e me enfiei num avião.
    Foi uma viagem dentro do Brasil, de apenas 3 dias, mas também foi libertador.
    O fato de eu pagar minha passagem, escolher o hotel que EU me interessei, almoçar na hora que deu fome, “lembrar que esqueci” determinadas coisas (e rir MUITO disso), foi realmente LIBERTADOR!
    Engraçado que quem vê as minhas fotos dessa viagem vê exatamente o mesmo sorriso do dia da minha formatura da faculdade e também do meu casamento!
    Sim, eu estava muito feliz!
    Ah, é bom dizer que eu MORRO DE MEDO de avião, apesar de ser o meio mais seguro de viajar e tenho síndrome do pânico.
    Vale dizer também que não dormi na noite anterior a viagem, logo que cheguei no destino me deu crise de pânico, e a noite, num surto de loucura, ri de tudo isso! Curti o final de semana como se eu nunca mais fosse voltar pra casa!
    Beijos!

    • Tati, sua louca! hahahahaha O importante é se saiu bem e foi FELIZ! <3

  42. Maíra S.

    Tenho adorado seus textos-reflexão, Thaís! Sempre vou ao cinema sozinha e cada vez que tento convidar alguém e vejo o conflito de interesses quanto aos filmes e horários, lembro porque é tão mais fácil ir comigo mesma. Faço viagens solo e acho muito interessante como a cada vez consigo avançar um pouquinho em algo que julgava impossível, como sair à noite sozinha ou me divertir de verdade, sem desejar que ninguém estivesse lá comigo. Minha última viagem sozinha foi para o Atacama (depois de ler os posts de vocês) e uma grande aventura pelo Salar de Uyuni, na Bolívia! Depois dessa, estou pronta para tudo. rsrs É legal que você escreva sobre isso, porque aos poucos a gente vai empoderando as pessoas. Esses dias um amigo de vinte anos me mandou uma mensagem para contar que estava tomando sorvete no shopping, sozinho pela primeira vez na vida (!), por influência minha. Fiquei orgulhosa… 😉

    • Que amor! <3 É tão bom influenciar positivamente as pessoas, né? Parabéns! 🙂

  43. Camila

    Thais quase nunca comento, mas sempre leio seus textos e os demais do blog,
    Adorei seu “relato”, estou engatinhando nessa arte de sair sozinha, a primeira vez foi para um show do Nenhum de Nós aí em Curitiba, chequei todas as companhias possíveis, ninguém podia, outros nem sabiam de que banda se tratava, pensei: “Pode ser a única chance de ir no show deles, vai que a banda acaba, vai que nunca mais faz show perto de onde moro, vou sozinha”, e fui, foi a melhor experiência da vida, adorei ser companhia de mim mesma.
    A família ficou meio neurada, ai tadinha ir sozinha, que perigo, pegar táxi a noite sozinha, mas no fim valeu a pena, pretendo repetir em breve.
    Beijos

    • A Marina era fã do Nenhum de Nós na época da faculdade! hahahaha Muito legal você ter ido. <3

  44. Yuki

    Que post coincidência! Fiz a minha “aventura”, pela primeira vez, um dia desses! E foi maaaara!
    E sim, foi super libertador. Moro em Fortaleza, então ainda rola aquele machismo de “mulher sozinha na balada, é mulher que tá atrás de homem”. Mas sinceramente, quem tem “coragem” de sair sozinha, tá nem aí pra isso né?! uahhua
    Beijos!

    • Exatamente! E bora desfazer esses padrões retrógrados de pensamento! You go, girl! 🙂

  45. Vou te falar que sair a noite sozinha é algo que me deixa insegura – pela minha integridade física mesmo, porque já não estou ligando muito para o que os outros falam e de dia eu saio sozinha de boa. Eu gosto muito de ficar sozinha seja pensando na vida, escrevendo, vendo séries (ou mesmo fazendo nada rs), sair sozinha é apenas uma extensão disso.
    Enfim, achei super importante você trazer essa reflexão para o blog pois tem muita gente que não se deu conta ainda: amigos são importantes e necessários, mas ter momentos para si mesma podem ser tão gratificantes quanto. A pessoa pode até não gostar de sair sozinha por X razões e preferir companhia, mas também precisa que entender que a outra que está ali desacompanhada não é uma coitada, que possivelmente foi uma escolha ir para lá só.

  46. Thaís adorei ver teu depoimento! Em shows e balada eu nunca tive coragem de ir sozinha não, principalmente por ser de noite. Mas no cinema, andar à toa no shopping, fazer compras, ir em restaurante, num café gostoso, isso tudo eu faço direto sozinha! Amo minha própria companhia desde cedo. Amo tirar um dia só para mim e para fazer o que gosto, sem depender da boa vontade de ninguém. Acho que saber lidar bem com a própria companhia é um grande passo para a maturidade né? Beijos!

  47. Gabriela

    Eu me sinto super bem na minha companhia. Sair pra almoçar, jantar, ir ao cinema, acho tranquilo. Mas show sozinha nunca tinha ido. Achava estranho, até 2013, quando o Bon Jovi veio pro Rock in Rio e queria por que queria ir no show dele. Nao consegui ingresso e fiquei super triste, aí surgiu uma oportunidade de trabalhar no Rock in Rio e eu resolvi topar só pra ver o dito show.
    Trabalhei os 7 dias de show, o que significou curtir 7 dias de rock in rio sozinha. Fiz amigos e curti muito de uma forma q nem sabia que eu podia, pq ao contrario de vc, sou super retraida e não sou de fazer amizade facil assim. Em alguns momentos me senti estranha… como se todo mundo tivesse olhando e pensando… coitada dessa menina sozinha. Mas curti, e isso que importa!

    • Exatamente! É bom experimentar sair da concha de vez em quando, né? <3

  48. Monique de Mello

    Em shows ainda não me aventurei não…mas em cinema eu vou direto! Amo ir ao cinema sozinha 😉

  49. Juliana

    Thaís, amei o post! Já fui ao cinema sozinha várias vezes! Só vi problema em ir ao cinema sozinha uma vez, quando me deu vontade de fazer xixi no meio do filme! hahahahaha Como estava sozinha, tive que sair de bolsa e tudo.. se tivesse companhia poderia ter ido rapidinho e deixado a bolsa na poltrona. hahahahaha
    Aliás, acho que cinema é um ótimo programa pra quem quer começar a se aventurar a sair sozinha… é um lugar em que as pessoas não falam muito.. claro que quando o cinema é acompanhado acaba rolando uns comentários sobre o filme, mas não é nada muito longo.
    Festa ou noitada ainda não me animei, mas depois do seu post, quem sabe.

    • hahahahaha, tipo a história da outra leitora que falou pra não pegar combo porque não dá pra carregar! Faz parte e no geral compensa, né? Beijo!

  50. Eu passo a maior parte do meu tempo sozinha e aprende a gostar da minha propria companhia, mas tenho que aprender a socializar comigo mesma melhor. Eu só fico em casa, preciso aprender a sair, ver um filme, tomar um café só comigo! <3

    Um beijo,
    Foca no Glitter

    • Isso aí! Porque quando você sai sozinha, acontece outra relação consigo mesma. É um pouco diferente de ficar sozinha em casa. Experimenta mesmo! <3

  51. Danielle

    Belas palavras Thais! Uma vez eu era toda encanada, nem sonhava em sair sozinha pra me divertir… Agora se tô afim de ir a algum lugar e ninguém pode ou não tá afim, simplesmente vou. Desde uma viagem até uma cafézinho, percebi que minha auto confiança só aumenta quando saio alone por aí! Beijo lindona!

  52. Paula P

    Preciso comentar dessa vez…
    Que demais!! Adorei o texto, a lição e a dose de coragem!
    Saio sozinha pro shopping, cinema, comer e viajo só.
    Agora nunca tive coragem de ir em bares, shows ou eventos sozinha…espero ganhar um pouco dessa sua coragem.
    bjos

  53. Lucia

    Faço sempre, já fiz muito e muitas coisas até prefiro sozinha!!

  54. Lucimara.orto

    Thais, onde estava escondido esse seu lado psicologa ? Ainda bem q ele aflorou !!
    Amo esses posts! Bjos

    • HAHAHAHAHA, no além, não sei! Mas agora aflorou e já era! hahahaha

  55. Lucinar Castro

    Tenho pensado mto nisso. Já tive algumas experiências de sair sozinha, mas ainda me sinto insegura. Tenho q retomar pois acabamos por perder muitas vezes oportunidades de ser felizes por falta de companhia.
    O negócio é relaxar e se jogar

    • Isso mesmo – mas com cuidado, sempre! Não pode dar bobeira por aí, mas tem que se permitir! 🙂

  56. Nesses dias estava pensando nesta possibilidade. Já tive experiências como essas, mas ainda me vejo insegura. Perdemos oportunidades de momentos felizes por medos. O negócio e se jogar e aproveitar as oportunidades.

  57. Blog Pras Meninas

    Morro de preguiça de sair sozinha… 🙁 só de pensar em me arrumar, pegar um ônibus… dá uma preguiça e acabo desistindo.

  58. lurdes

    Muito bom o pots Thaís. Preciso muito aprender a fazer isso. Sou tímida e muito insegura. Isso tem me prejudicado. Quantas coisas deixem de fazer e que ainda estão pendentes por falta de companhia,coisas que eu poderia e até deveria estar fazendo sozinha. Isso me deixa muito triste,já pensei até em fazer terapia,hahaha,sério. Bjs

    • Poxa, não pensa assim não! Cada coisa a seu tempo. Acho que, com um passinho de cada vez, respeitando seus limites, você consegue – por que não? <3

  59. Zara

    Saio tanto sozinha que eu até esqueço que dá pra ter companhia hahaha. Mas falando sério, eu acabo nem ficando sozinha, porque as pessoas se aproximam, por pena ou por curiosidade rsrs. Esse fim de semana eu vou a um show sozinha.

  60. Marina

    Olá Thais, adorei o texto e o tema! Eu particularmente adoro ter meus momentos sozinha. Ter companhia é ótimo, mas saber ficar sozinha e ver que vc não depende de ninguém pra fazer algo que quer é fundamental também. Me identifiquei muito com vc falando dos shows que foi (vc até já viajou pra isso, parabéns!!) e eu tb fui a um nesse esquema: estava morta de vontade de ir e ninguém mais queria. Era um do Robbie Williams aqui no RJ mesmo e no começo eu estava até “meio assim”, mas acabou que conversei com quem estava perto e o show foi maravilhoso, tanto que nem senti falta de olhar pros lados , sério! Show eu prefiro ir acompanhada, confesso, mas ir sozinha não tirou pedaço nenhum.

    Já viajei sozinha a trabalho e fiquei uma semana inteira só. No evento até conheci gente super legal que inclusive estava no mesmo hotel e digo que deve ter sido uma das semanas que eu mais bati papo na vida – e tudo começou comigo sozinha num ônibus indo pra campos do Jordão. Conversei até nas rodoviárias, tanto na ida quanto na volta.

    Quanto a cinema, acho tão tranquilo! Ia muito na época de faculdade e lembro que ia numas sessões de tarde onde o que mais tinha era justamente gente sozinha indo numa boa. Aliás, vou até tentar fazer mais esse programa: ir de tardinha, vejo um filme, bato perna no shopping, vou comer alguma coisa depois e por aí vai. É tão bom pra ouvir os próprios pensamentos! 🙂

  61. Adorei este post, Thais! Concordo 100% com você!

    Acho legal ter um tempinho para si mesma, para refletir, se inspirar, pensar na vida e nos planos… Confesso que é durante minhas caminhadas solitárias e saídas sozinhas para tomar café e almoçar que escrevo minhas poesias e tenho ideias para os meus livros.
    Tinha um professor de publicidade que dizia que criava os comerciais enquanto passeava sozinho na feira rsrs.

    • Olha só, que coisa mais legal! Nossa, fiquei até com vontade de levar um caderninho pra anotar as coisas nas minhas aventuras solo. Acho que as ideias surgem bem nessa hora! Excelente dica 🙂

  62. Fernanda ribeiro

    Esse ano eu fui no meu terceiro show sozinha, um deles foi do coldplay e eu dancei, chorei, pulei…saí ourra pessoa se lá. Já domino a prática do cine sozinha, acho uma delícia, em janeiro eu vou viajar sozinha, ainda tô com medo, achando que meus pais vão achar super estranho. Mas tô animada para mais essa jornada/aventura comigo

  63. Fernanda Gabriela

    Já fiz isso… Mas nunca num dia bom. Sabe aquele dia q vc está feliz e realizada? Nesses dias não quero estar sozinha mesmo!
    Preciso de mais oportunidades. Haha
    Adorei o texto!

  64. Viviane

    Post muito legal!!! Pra mim, uma das melhores coisas que o tempo me trouxe foi a capacidade de me sentir bem sozinha. Lembro quando era adolescente de ficar com medo de sair só ou de sair acompanhada e por algum motivo me deixarem sozinha rsrsrs. Hoje acho graça disso e percebo aí imaturidade e bastante insegurança. Poi é, meus quase vinte e nove aninhos estão me proporcionando sensações que até um tempo atrás eram inimagináveis. Hahahah Acho que essa segurança só se consegue com o tempo mesmo <3

  65. Cynthia Rotondaro Koch

    Amei essa reflexão. Quantas vezes já me peguei pensando assim. Sou casada, mas independente (na medida do possível). A minha saga foi a do cinema…a primeira vez que fui sozinha me senti a pior e mais solitária das pessoas. Hoje, faço isso sozinha sem problemas…dou risada alto…choro…e ninguém ali pra me julgar. hahaha
    Ainda tem algumas coisas que me pego não querendo fazer, mas acho que é um passo de cada vez. A gente só tem a própria companha…isso é fato. E se não vivermos bem com a gente mesmo, como vamos viver bem com outra pessoa?
    Que inspirador! Obrigada!

    • Inspirador foi o que escreveu! Quando a gente ama a si próprio, tem muito mais capacidade para amar alguém. Lindo, lindo!

  66. Amanda Schulhan

    Thais, que delícia ler esse texto no momento que estou vivendo. É exatamente isso! “Descobri” recentemente como é libertador não “depender” de ninguém pra fazer alguma coisa ou ir a algum lugar, porque eu me sentia exatamente assim, DEPENDENTE. Sempre quando queria viajar, sair a noite, eu esperava a boa vontade de alguém para me acompanhar, e de uns tempos pra cá eu pensei: Pera aí, eu vou deixar de viver a minha vida, deixar de fazer as minhas vontades, por conta de outras pessoas? A vida é uma só, e a partir daquele momento eu me redescobri como ser humano, e deixe eu te falar, que sensação mais gostosa do mundo fazer o que se quer, na hora em que se quer, da maneira que se quer. Desfrutar da nossa própria companhia é fascinante!! Eu estou apaixonada por essa nova fase que estou vivendo, sinto que vivo verdadeiramente, sabe? Não preciso de mais nada além de mim e da minha coragem! Obrigada por dividir comigo suas experiências. Grande beijo 🙂

    • Amanda, que lindo o que você escreveu. Tá contratada, hahahaha! Mas sério, parabéns mesmo por ter tido esse estalo. <3

  67. Bruna

    Haha eu sou exatamente assim. Não deixo de fazer nada por falta de companhia, inclusive viajar :). Afinal, se queremos ir a algum lugar, eh para ver determinada coisa, então ter uma companhia eh indiferente já que o objetivo principal eh estar ali, sozinha ou não

  68. Eu gosto de sair sozinha e saio, mas não com super frequência, muitas vezes acabo tendo preguiça e desanimando. Mas adoro sair em dias mais quentes e bonitos pra um parque ou lugar agradável só pra ver a vida passar, já fui ao cinema sozinha algumas vezes também e viajei sozinha um vez (inclusive fui conhecer curitiba). Gosto bastante e me sinto livre, sem compromisso com mais ninguém, quando eu quiser ir embora vou, se quiser ficar, fico, enfim… não preciso chegar a nenhum consenso com ngm.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

    • Siiim, é uma forma tão gostosa de exercer a liberdade! 🙂

  69. Laura

    Você é das minhas! Já viajei muuuuito ( aqui e fora do país) sozinha!! E adorava.. Não precisava combinar roteiro com ninguém, se quisesse acordar cedo ou dormir até tarde podia, se quisesse conversar ou ficar quieta com meus pensamentos tb.. Nem sempre conseguimos combinar férias com os outros ( ou destinos) mas isso não é desculpa.. Fora que, pra quem (como eu) que gosta de ficar sozinha e colocar os pensamentos em dia, não tem coisa melhor..
    Muitas vezes também tive que viajar a trabalho e aprendi a ir em restaurante sozinha e tb não morri por isso. Se vc não se importa de ficar sozinha, ninguém tem nada com isso!

  70. Mônica Ramos

    Muito legal o seu texto, viu?! Eu acabei de fazer a minha primeira viagem internacional sozinha, fui à Santiago, e já estou planejando a segunda…. Fiquei hospedada em um hostel e conheci algumas pessoas do Japão, Austrália e Estados Unidos, mas foi uma redescoberta da minha capacidade de me entretendo um livro ; ir tomar café e ler um livro ; or ao cinema sozinha…..Não é um sozinho de solitário, mas de se entreter….. Uma vez fiquei num show sozinha, pois foram embora porque já tinham visto o que lhes interessavam e eu permaneci, dancei e cantei e aí passou um cara do meu lado e falou assim para mim: adorei a sua vibe, cem comigo conhecer a minha turma. E eu fui!!! E foi ótimo!!!

    • hahahahaha, que legal! Adoro fazer amigos assim!!!

  71. Carol

    Oi Thais
    Adorei o post! Também gosto de sair sozinha, mas assim como algumas leitoras tem lugares que ainda não tenho coragem. Queria sugerir que fizesse posts dando dicas sobre viajar e ir a shows sozinha.

    • Em breve, a Marina vai falar sobre viajar sozinha! Aguarde! 🙂

  72. Hellen

    Ain Thais, esse texto se encaixa bem no que eu tô vivendo agora, depois de muito tempo em relacionamento no qual eu ficava mais só do que tudo e em uma cidade na qual eu não tenho muitas amizades pra sair eu resolvi sair só, até agora só fui no cinema, mas pretendo fazer mais disso em lugares diferentes. Na adolescência quando morava em uma cidade pequena já fui até em festas sozinha, mas eu fiquei medrosa com o passar do tempo. Ler seu texto foi motivador (:

    • Fico tão feliz em ler isso! É o resgate da sua essência! <3

  73. Vanessa

    Thais, que ser lindo é você.
    Decidi comentar seu post hoje, mas observo seus snaps e matérias no blog a algum tempo.
    E me identifico muito com seu jeito de ser.
    Já fui a alguns shows sozinha.
    E você tem toda razão, quando diz que é libertador.
    A medida que vamos amadurecendo, vamos nos permitindo dizer não as pessoas, e sim pra nós mesmas.
    Caramba, queria te dizer mil coisas, sobre todos os temas que já vi você abordar.
    Mas vou me abster.
    Parabéns por tudo que você é,
    Sua franja está um arraso e enfim, também moro em Curitiba.
    Precisando de uma amiga nova, chama ai
    🙂

    • CATAPLOFT! Morri! Poxa, Vanessa, obrigada pelas palavras tão carinhosas. É uma alegria ver que o que escrevo mexe com as pessoas – esse é o objetivo! Beijo grandão pra você! 🙂

  74. Clarice

    adorei. É exatamente isso que eu penso. Eu não passo vontade por falta de companhia. Meu único medo ainda é viajar pro exterior sozinha…. um dia, quem sabe, eu me arrisco rs

    • PEGA ESSA FOTO COM O DANIEL – que malandriiinha, hahahaha! Também nunca viajei sozinha pro exterior, mas quem sabe em breve? 🙂

  75. Isabella

    Nossa que incrível ler isso Thais!!! É realmente algo libertador, eu mesma fazia isso com bastante frequência quando estava solteira, e amava!!! Ir ao cinema então, era o que eu mais fazia.. Você vai amar ter essa experiência! Todo mundo devia se encontrar primeiro, antes de encontrar alguém! Beijos

    • Com certeza, Isa! E ó, não deixe de manter o hábito quando quiser! Acho super importante a independência dentro de um relacionamento também! Beijão!

  76. Eve

    Seu post foi uma chacoalhada pra mim, eu estava precisando ter essa visão. Muitas vezes quero ir no cinema, depois tomar um chocolate quente no shopping, mas nunca cogitei ir sozinha e já cheguei a chantagear meu filho de 12 anos pra me acompanhar, tipo vamos comigo que te compro um lanche. Já deixei de ir quando não tinha companhia…
    Vou tentar ir sozinha. Amei seu post, mesmo! Beijos!!

    • HAHAHAHA, menina! Bora tentar! Vai ser bom, acredite. Beijo e boa sorte!!!

  77. Thais, é otimo sair sozinha. É libertador. Mas engraçado que ao contrário de você, nunca fui a um show sozinha, mas já fui várias vezes ao cinema sozinha. Ainda mais pra ver os filmes ~cult~ que eu adoro e são poucos os amigos que gostam.

    Beijos!

  78. Aline

    Thais, eu sempre saio sozinha pra ir em shows (tem gente que me acha louca…), mas acho ótimo! Eu já fui em shows acompanhada (por família e amigos) e adoro ter companhia pra ir em show, mas se não tem, eu vou sem neura sozinha. Recentemente o muso John Mayer (também fui no show dele em São Paulo em 2013 e levei minha mãe que se apaixonou pelas músicas dele depois do show!) e recentemente ele foi no Coachella sozinho e disse no Snapchat que não ter companhia não é motivo para não ir. Vamos nos inspirar nas palavras do muso! <3
    PS: acompanho o blog faz tempo mas acho que nunca comentei! Adoro o site, o Instagram e o Snap de vocês! 🙂

  79. Que post maravilhoso!

    Há 5 anos, minha banda favorita veio ao Brasil e eu saí de BH para o show em SP. Lembrei disso esses dias, que eu queria ir ao show da Clarice Falcão na minha própria cidade e fiquei esperando por companhia até quase não ter mais ingresso disponível (mas ainda consegui comprar). A gente vive arrumando desculpas, mas a verdade é que dá pra fazer muita coisa e se divertir muito sozinha, sim. Uma coisa que eu adoro fazer sozinha é almoçar. Eu adoro meus colegas de trabalho, mas a hora do almoço é só minha, a menos que haja algum motivo especial para ir em grupo. Cinema sozinha também é legal, eu iria mais, mas tenho preguiça de filmes em geral, então só vou acompanhada, porque minhas amigas é que me arrastam, hahah.

  80. […] Sobre sair sozinha e saber aproveitar a própria companhia […]

  81. Miriã Andrade

    Muito inspirador esse teu depoimento, Thais! Eu gosto de ficar sozinha e quando tenho oportunidade eu saio sozinha também, e fico bem tranquila quanto a isso, muito bom ter esse momento nosso! 😉

  82. Gabriela R. Salomon

    Parabéns pelo post, Thais 🙂
    Adoro minha companhia. ÀS vezes quero mesmo é ficar na boa, lendo, ou assistindo um filme, mas comigo mesma 🙂

  83. Kelly

    Amei o texto! Aconteceu o mesmo comigo final do no passado, tinha o show do David gilmour e ninguem que eu chamei quis ir comigo, mas era um sonho ouvir de pertinho as musicas do Pink floyd. Comprei meu ingresso e fui sozinha, foi uma das melhores experiencias da minha vida, fiz diversas amizades lá, o show ainda acabou tarde e o metro ja estava fechado, tive que esperar a noite toda ate abrir novamente, e la fiz outras amizades com pessoas na mesma situaçao que eu. Foi libertador!

  84. Aline

    Amei , vou fazer essa experiência

  85. Tatiana

    Ontem fui sozinha pra balada e adorei!

  86. Rayana

    Parei aqui por acaso… Viajo essa semana para um congresso que vou participar. Nenhuma das minhas amigas pode me acompanhar e nunca viajei sozinha, então to feito louca procurando dicas, o que fazer, experiências de outras pessoas etc… O Congresso dura 3 dias, mas acaba super cedo… To tomando coragem p ir p barzinhos, sair p jantar, mas até agora parece um bicho de 7 cabeças. Ainda mais que, em uma das pesquisas, encontrei experiências de pessoas que ja saíram sozinhas em bsb (vou p lá) e disseram ser desconfortável, pelo julgamento das pessoas… De qualquer forma, espero conseguir, seu texto ajudou muito, queria ter sua coragem kk!!

  87. Amanda

    Nossa obrigada por esse post.
    Eu inúmeras vezes já deixei de sair por medo,insegurança e simplesmente por não ter uma companhia 🙁 .Quantas coisas legais eu já perdi nessa vida.(perdi a conta ) haha .Mas agora vou colocar em prática tudo que li aqui.
    Obrigada por compartilhar suas experiências e ajudar outras garotas 😀
    Beijos to amando seu blog

  88. Eu me encaixo perfeitamente nesse Post. Sou casada e tenho um filho de 3 anos. Minha vida éresumida em ficar dentro de casa de segunda à segunda. Nunca saio por falta de companhia. É brigo com meu marido pq ele sempre joga bola nos finais de semana. Eu não tenho amizade nenhuma. Preciso sair mas fico receosa de ir só. Mas esse Post me deu uma visão bem aberta de tudo. Obrigada!

  89. Leticia Alves

    Passo exatamente por isso, que vontade que tenho de ir nos lugares mas me sinto derrotada por não ter ter companhia, mais eu vou tentar ir to cansada de ficar em casa olhando e vendo a vida passar…