Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Tudo começou numa quinta-feira. Me arrumei para sair e fui resolver um montão de coisa na rua. Voltei pra casa e a primeira coisa que fiz foi tirar o sutiã, como em todas as vezes. Trabalhei, cozinhei, arrumei. Hora de sair de novo, dessa vez pra um curso que estava fazendo. Não mudei de roupa, escovei os dentes, passei um perfume, calcei um sapato e… Sim, esqueci de colocar o sutiã de volta.

Todo o ~drama~ foi devidamente colocado no ar lá no meu Insta Stories – e o papo foi tão além que recebi, sem zoeira, uns 300 comentários de mulheres (talvez até de vocês, que estão me lendo agora!) sobre usar ou não sutiã – adianto que a esmagadora maioria que me escreveu detesta usar, assim como eu! Fiquei chocada com a repercussão do tema! Foi por isso que decidi gravar o vídeo a seguir:

É, minha gente, o movimento #freetitis (o nome MARAVILHOSO é obra da igualmente maravilhosa Marina Smith, do 2Beauty) está ganhando cada vez mais adeptas! Eu sou uma desde que me entendo por gente – ou melhor, por mulher. Nunca gostei de usar sutiã, NUNCA! Minha vida em casa sempre foi com os peitos livres, tanto pra permanecer nela quanto pra dormir. E tem um tempo já que tenho levado essa máxima pras ruas também – saio casualmente sem sutiã numa boa, mas nunca tinha acontecido de ir sem num compromisso mais ~público~, digamos assim.

E olhem só, foi bem menos estranho do que imaginei. Como é inverno em Curitiba, estava vestindo uma camisa jeans por baixo de um blusão de tricô bem grosso, então não teve farol aceso nem nada. Liberdade total! Aliás, falando em farol aceso, acho que aqui cabe um adendo bem importante!

Por que os mamilos femininos são tão polêmicos?

Isso é uma coisa que me incomoda MUITO! Infelizmente, apesar de movimentos bem legais por aí, grande parte das mulheres fica receosa de expor seus mamilos atrás de blusas (sejam mais grossas ou mais finas!). Isso acontece porque os seios são sexualizados pelos homens, especialmente na sociedade atual. Queria eu que tudo isso fosse mais naturalizado, sabem?

Mas até a gente desconstruir esse pensamento todo vai tempo. Há quem busque o enfrentamento, ou seja: sair de casa sem usar sutiã, não se importando com possíveis olhares maldosos ou de julgamento – e inclusive tendo excelentes argumentos para rebater eventuais desrespeitos. Acho isso fantástico e importante, mas não sei se tenho esse preparo ainda.

Digo isso porque, como comentei anteriormente, faço algumas coisas simples do dia-a-dia fora de casa sem sutiã, tipo ir ao supermercado (e agora fui até num curso sem e gostei). Mas sempre que essa prática ocorreu, estava me sentindo menos exposta com blusas de tecido grosso ou com algumas camadas de roupa ou ainda com um casaco. Gostaria de arriscar mais um dia, mas por enquanto é assim que tenho feito e isso já me alivia o incômodo causado pelo sutiã.

Pensando nisso, resolvi buscar alternativas para quem, como eu, ainda não se sente 100% segura para revelar os mamilos em blusinhas mais finas, mas já se sente bem em ficar sem aquela sustentação tradicional nos seios. O mercado está repleto de coisas, olhem só:

protetores para seios

Protetor Auto-Adesivo para os Seios That Girl SiliconeProtetor de Seios Lib Pétalas com HidratanteSilicone Nipple Cover Jogê | Protetor para Mamilos HopeModelador de Seios Lib 4 Estações PlusAdesivo Levanta Seios Bare LiftsAdesivos Descartáveis para Seios Fashion Up That Girl

Interessante, né? E aqui vale um reforço importantíssimo: minha opinião é só minha mesmo, não é um TEM que experimentar! Quem não se sente bem sem sutiã (e até dorme com ele) não está nada errada, está apenas fazendo aquilo que prefere! Ao passo que quem não é fã da peça e vive super bem sem ela, inclusive com os mamilos 100% livres, também não está errada, está apenas seguindo sua vontade, oras!

Enquanto isso, estou eu aqui no meio termo, buscando alternativas que me façam ficar feliz. A gente tem o maior direito do mundo de escolher o que faz melhor pra gente, não se esqueçam disso nunca! E se me virem por aí sem sutiã, lembrem-se: tamo junta de qualquer jeito! <3

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
52 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Carla H

    Eu era total Free tits ate uns 27 anos mas um dia eu saí de casa de manhã para trabalhar e depois fui parar numa balada louca de boa para dançar estava eu lá sem sutiã querendo pular e não tinha como porque meus bebê são grandes
    depois daquele dia eu decidir sempre usar sutiã porque eu nunca sei se eu vou parar numa balada, fiquei traumatizada com querer pular e dançar e não ser possível por estar sem sutiã !mas eu acho máximo, nunca tive problemas enquanto eu não usava sutiã ,nunca ouvi um comentário, nunca ninguém disse nada e nunca houve ninguém olhando de maneira de desrespeitosa (desresPEITOSa, hahaha). Hoje sou gorda e sutiã é amigo é necessário.

  2. Natalia

    Olha, Thais! Sou super adepta do #freetitis haha. Mas tenho um adendo a esse negócio de tapar mamilos do That Girl. Ao invés de ficar discreto, fica parecendo que eu tenho super mamilos! hahaha Será que isso acontece com mais alguém? Aí acabo apelando pra gambiarra milenar do band-aid, que a minha mãe me ensinou. hahaha
    Meu sonho é que parem de sexualizar mamilos e deixem a gente ficar de farol aceso em paz.
    Beijos, gata!

    • Jaqueline

      Tb não me entendo com o that girl, Natalia. Prefiro
      Lib ou band aid…é q band aid acho desconfortável na hora de remover…

    • Paula

      meninas, eu uso esparadrapo micropore pq é mais barato que bandaid!!!!
      o that girl marca mesmo!!!

    • Mary Marques

      Que massa essa idéia do band-aid nunca havia pensado nisso mas vou testar hehe

  3. Tati

    Gente, não dou conta de fretitis não, nunca fui. hahahahahahah
    Sou a loka de segurar os titis, uso até para dormir. As poucas vezes em que saio sem fico incomodada.

  4. Vou te falar que sutiã não me incomoda não, viu? Ou melhor: se um determinado sutiã machuca ou incomoda, sou adeus pra ele. Não tô nessa vida para sofrer. rs
    Sempre tive pouco peito então sustentação nunca foi um problema pra mim, mas sim os polêmicos mamilos que parecem gritar por baixo da blusa (não lembro onde li a expressão “twin peaks” pra falar de peitos pequenos, vou adotar). Então fora de casa estou sempre de sutiã, mas no conforto do meu lar… é #freetitis4ever, nem sei o que é usar sutiã em casa. hahaha

  5. Usar sutiã é incômodo mesmo, mas sem ele os peitos caem. É a lei da gravidade. kkk bjs

    • Paula

      Veronica, na verdade, é justamente o contrário.
      se nunca tivessemos usado sutia, nossos peitos teriam se fortalecido sozinhos e ficado firmes e fortes e em pé.
      como usamos sutiã, nosso corpo acostumou com aquele ”suporte” e relaxou. daí sim temos peitos mais caídos que teríamos.

    • Priscila

      Permita-me respeitosamente discordar por conta de uma observação que fiz por ter tido oportunidade de visitar comunidades indígenas. Nelas vi senhoras indígenas de uns 30 a 70 anos e mesmo as mais jovens já tinham seios mais caídos. Elas nunca usaram sutiãs.

    • Vanessa

      Concordo com vc, Priscila. Também já fiz trabalhos em comunidades indígenas e pude verificar que muitas senhoras tinham seios bem caídos e nenhuma delas usou sutiã algum dia, porque isso não faz parte na cultura de algumas etnias.

    • Paula

      sim, super válida a observação. mas eu acredito que indígenas tem outro tipo de seio mesmo, o ”seio pendular”, que é algo da genética deles e não é relacionável com o uso de sutiãs.

      o meu comentário foi baseado nesse estudo de um pesquisador francês, que durou muuuuuuitos anos… vocês podem ler aqui: http://www.csicop.org/specialarticles/show/dont_burn_your_bra_for_science_just_yet
      tem alguns artigos traduzidos no google também, caso prefiram!

      se funcionaria comigo, nunca saberei pois já é tarde demais pros meus mamás.

  6. Valéria

    Thais, também ODEIO usar sutiã. Um dia desses tava conversando sobre o assunto com o meu marido (meu melhor amigo <3), e falei sobre o sonho de andar por aí sem essa coisa apertando os seios!
    Tenho seios pequenos, portanto o sutiã não tem função de segurar- serve mesmo é pra disfarçar o farol que fica, 90% do tempo, aceso! São pequeninos, mas ficam MUITO ACESOS!
    Nós moramos em Alter do Chão, no Pará. Lugar quente pra caramba! Aqui é impossível usar roupas grossas e, mais impossível ainda é usar esses adesivos que disfarçam os mamilos- com o suor, eles descolam e caem sem piedade. Imagina o mico disso acontecer em público?
    Bom, contei essa história sobre a minha realidade porque não vejo como me sentir "livre" a curto prazo. Muita coisa precisa ser desconstruída na sociedade. Quando saio sem sutiã e o farol acende, as pessoas olham primeiro pros meus seios e, só depois, me olham (em cidade no interior, tudo chama atenção). Sem contar os olhares maldosos da ala masculina e o olhar das mulheres mais conservadoras que quase falam: "não tem sutiã em casa, fia?"
    Não sei se consigo viver ignorando isso :/

  7. Raissa

    Adorei o assunto! Se te incomoda, tá mais do que certa!
    Eu nunca me senti incomodada de usar sutiã, mas hoje em dia me acostumei a usar um da Trifill que tem tipo uma “espuma”, sem bojo e sem aro, e pra mim é muito mais confortável que não uso mais de outros tipos. Gosto dele pq não incomoda mas sustenta mais do que um que é só de tecido. É esse e top de academia, adoro kkk e por não ter bojo, às vezes fica de farol acesso, mas como ainda vai a blusa por cima não fica tão aparente.

  8. Sarah

    Guriaaaaa como assim sem sutiã? hahahaha meu sonho é ficar sem mas não consigo… acho meus seios com um formato e tamanho muito bons, mas tenho bloqueio! é tão bizarro que eu tenho de vez em quando um “pesadelo” que saio sem sutiã e todo mundo fica reparando nos meus mamilos hahahaha a mais loka né… e olha que me considero super de boa em relação a essas questões de corpo, roupas, etc… na real to rindo mas acho triste isso, realmente não devia ser assim! mas estamos na mesma ideia, sábado passado (na festa junina da cervejaria way) eu criei coragem e fui com um sutiã sem bojo… evolução master! tenha a coragem que eu ainda não tenho, quem sabe eu me inspiro e saio do casulo! beijoooooooooooo

  9. Lola

    Mesma coisa que a Valéria aqui. Também moro no Norte, então não tem como usar roupas grossas, vivo de farois acesos e os adesivos não dão conta por causa do calor. Mas apelo pros tipos adesivos que ficam só em uma parte dos seios, por exemplo em festas, quando não tem como usar sutiã com o vestido ou blusa.
    Não tem como não usar sutiã no trabalho, minha opinião.
    No dia a dia, pra ir no supermercado, por exemplo, não uso se não tiver com vontade, com camisetas um tiquinho mais grossinhas que não marcam os farois. Tem gente que olha? Tem. Minha reação? Não ligo. O povo olha de qualquer jeito, não importa o que você usa. Sempre tem alguém se importando com a sua vida e com o que você veste.

    Em casa, nunca uso. Nem calcinha.

  10. Veronica

    (Nunca mais desejei a morte por usar um sutiã desde que comecei a usar os da Loungerie, que tem todos os tamanhos possíveis. Usava 42 pq tenho seios pequenos e passava o dia sob tortura. Medi na loja e descobri que meu tamanho é 48 B (o número é o do tórax, a letra é do bojo), QUARENTA E OITO! Os sutiãs deles tem uma maciez e uma flexibilidade, parece que te abraçam!)

  11. Veronica

    (Nunca mais desejei a morte por usar um sutiã desde que comecei a usar os da Loungerie, que tem todos os tamanhos possíveis. Usava 42 pq tenho seios pequenos e passava o dia sob tortura. Medi na loja e descobri que meu tamanho é 48 B (o número é o do tórax, a letra é do bojo), QUARENTA E OITO! Os sutiãs deles tem uma maciez e uma flexibilidade, parece que te abraçam!)
    Confesso que fico meio constrangida com mamilos aparecendo ao estilo Friends (notaram isso nas primeiras temporadas?), mas uso sutiã sem bojo e estou voltando a achar normal os faróis acesos :). Com blusa de linha meo deos, é muita sensualidade para pouco local de trabalho. Mas uso. Que olhem pro meu rosto.

    • Heloisa Carvalho

      Loungerie é amor, só uso deles também!

    • Maria

      Gente, eu sonhava com o dia que essa loja ia chegar na minha cidade, chegou e n adiantou de mta coisa p mim. Tenho muito seio e as costas bem finas e n tem meu tamanho. Imagino q tenha pouca saída, n é do interesse deles ter em estoque. Preciso sempre apertar os que compro.

    • Heloisa Carvalho

      Maria, mas você viu se as suas medidas são compatíveis com alguma numeração deles? No site tem a tabela, talvez na loja realmente não tenha estoque, mas no site costumam ter todas as numerações.

  12. Heloisa Carvalho

    O que mais me deixou triste foi ver a quantidade de mulheres que O-D-E-I-A-M usar sutiã, mas se sentem “obrigadas” a usar… E essa “obrigação” vem de um fator externo, da hipersexualização dos nossos corpos e nem todas estão dispostas a aturar o enfrentamento diário que é não usar sutiã (e tudo bem).
    Eu não me incomodo em usar e fico sem quando acho conveniente, uma dica pra quem quer/gosta/precisa usar sutiã é procurar por marcas que tenham modelos com medidas diferentes para costas e bojo, isso aumenta muito o conforto das peças. Eu gosto de comprar na Loungerie, fui na loja pra que me medissem e até comprei algumas peças, mas fico sempre de olho no site porque dá pra encontrar peças em promoção.

  13. Andrezza

    Também acho sutiã muito incomodo, mas infelizmente não consigo ficar sem, mas nem é por vergonha ou por medo de farol aceso, é porque acho incomodo mesmo, o sutiã evita que os peitos fiquem balançando haha nem tem os seios grandes, são médios, mas sei lá, me dá uma gastura ficar com eles soltos haha
    Parabéns pelo texto, ficou muito bom, todo mundo que se sente bem deveria ser livre para não usar sutiã 🙂

  14. Thais

    Oi, Thais. Vi o seu stories nesse dia e super me identifico, só não respondi por lá porque sempre acho que a pessoa vai ficar meio louca com tanta gente mandando msg. Haha
    Eu até uso sutiã na vida, mas a alça me incomoda, o fecho, o bojo, tudo… quando chego em casa a primeira coisa que faço é jogar o bendito bem longe! Meus seios são de tamanho normal (??), nem grande nem pequenos, então se a roupa for mais justinha, uso fácil sem sutiã. Se for mas soltinha e eu não quiser usar sutiã mesmo assim, coloco um desses baratinhos de silicone. Adoraria me sentir livre pra não usar sutiã mesmo, um dia eu chego lá.

  15. Carol Correia

    Eu tenho os seios grandes e pesados … sou baixinha, uso Sutiãn 52 e tenho 1,54… então eles são até desproporcionais ao meu tipico físico…Odeio sutiãn, em casa não uso, mas pra sair, ou se chega alguma visita eu sempre coloco… pq pra mim tem a questão da sustentação.. não acho bonito visualmente quando estou com uma blusa e sem sutiãn , mas tenho algumas blusas e vestidos que o tecido e o modelo me dão uma sustentação e saio com eles problema algum.

  16. Mayara

    Hahaha adorei … eu odeio usar sutiã .. sempre odiei e faz anos que não uso os modelos mais tradicionais, com fecho, aro e bojo… uso tops, que acho confortáveis … apenas por razões de ~ farol aceso mesmo, já que tenho peito pequeno e sustentação não é o problema… mesmo assim, a primeira coisa que faço ao chegar em casa é tirar …
    Já aconteceu de eu estar na rua e ter que achar um banheiro pra tirar o sutiã, colocar na bolsa e sair total #freetitis .. tenho a sensação de sufocamento, falta até o ar .. kkkkk .. aloka… #freetitis já!!!

  17. seu video ficou sensacional
    beijos

  18. Mari

    Não consigo ficar sem. Não por inibição ou falta de sustentação (meus seios são pequenos/médios), mas por extrema sensibilidade mesmo. Dependendo a época do mês, a dor é muito forte, e só de pensar em andar de ônibus, por ex, sem sutiã eu já me arrepio. >.<
    Enfim, sutiã para mim acaba fornecendo MAIS conforto e liberdade de movimentos do que ficar sem. Por esse motivo, eu escolho muito bem os modelos que vou usar. Prefiro ter poucos e perfeitos do que vários que sejam 'ok' (a palavra é 'perfeitos' e não 'ok' ou 'bom')
    A parte ruim é que modelos bons, com tamanho de bojo e costas independentes, são caros e difíceis de encontrar. Por esse motivo os tops de ginástica são maioria aqui em casa. Compro os de lycra, sem bojo.
    Aliás, de repente o desconforto que algumas meninas sentem ao usar sutiã pode vir do fato de estarem usando modelos e tamanhos errados.
    Uma vez eu ouvi que o melhor tênis de corrida é aquele que você não se lembra de estar usando. Acho que sutiã é a mesma coisa: se vc percebeu que está usando, é porque ele está errado para você. E toda vez que vou experimentar um modelo novo, levo isso em consideração: estou sentindo? Não levo.

    • Inis Barbuio

      ia comentar sobre os tops agora mesmo, não uso mais sutiã no dia-a-dia faz MUITO tempo!
      tem uns tops super confortáveis que são minha vida agora, eu só não paro de usar de vez, pq gosto um pouco tbm da sustentação e a coisa do farol aceso me incomoda, mas de resto…só uso sutiã quando preciso sair/festa e a roupa não tem como ficar no top mesmo

  19. Paula

    eu ODEIO sutiã. só uso em horário comercial pq ainda não sou muito desconstruída (mas me aguardem, colegas de trabalho!!!!).
    mesmo assim, só uso sutiã sem aro e sem bojo. o meu é da scala mas a trifil tem um modelo ótimo tbm!

    uso mto esparadrapo pra tampar os mamilos quando saio… acho mais eficaz, discreto e bem mais barato que essas outras opções que você mostrou. quando estou sem sutia, dependendo do dia, oq passa a me incomodar é o peito suando pela roupa (pizza de peito) mas já aprendi a resolver usando desodorante de barra embaixo do peito. ajuda tbm a não dar assadura!!!!!!!

    beijos

  20. Rebecca

    A melhor dica de todas é usar uma regatinha justa por baixo da roupa. Aqui em Curitiba é super tranquilo pq sempre está frio. Elas custam em torno de 20 reais e eu compro nas americanas sempre, vc fica quentinha, não aparece mamilo e não precisa de sutiã. Parei de usar há quase 3 anos e estou muito feliz assim, pq também sempre detestei usar, mas usava os mais desconfortáveis possíveis, com aro, bojo, enchimento, tudo. O mais difícil foi aceitar que sim, eu tenho seios pequenos e não, não tem problema nenhum nisso, inclusive são lindos e amo.

  21. Dani

    Nossa .. soh eu gosto de usar sutiã? Pra mim usaria ate tomando banho.. haha.. brincadeiras a parte, acho q modela e fica muito mais bonito o corpo com a utilizacao de um bom sutiã.

  22. Dani regina

    Nossa .. soh eu gosto de usar sutiã? Pra mim usaria ate tomando banho.. haha.. brincadeiras a parte, acho q modela e fica muito mais bonito o corpo com a utilizacao de um bom sutiã.

  23. Márcia Daniella

    Eu já amooo sutiã. Não vivo sem. Me sinto bem confortável porque achei um modelo que me agrada mais.

  24. Clara

    Odeio sutiã, desde sempre! Espero o dia que as marcas façam blusas/regatas/alcinhas brancas com forro adequado. Em especial as de alça, porque não existe modelo pior do que sutiã tomara que caia >:(

  25. Xica

    Tenho seios mto pequenininhos, quase nada na verdade, mas não consigo ser team #freetitits hahaha
    O que eu faço é, quando vou sair de casa, SEMPRE uso sutiã com bojo/enchimento, mas quando estou em casa e até pra dormir fico de sutiã sem bojo, sem nada, bem simplezinho. Acho que é mais pela sensação de proteção mesmo, sei lá.. kkk apesar de ter pouquinho me dá impressão que se eu não usar sutiã vou me machucar, algo assim kkkk #alokaa
    Mas acho super confortável, se não fosse essa nóia minha seria total adepta! hahaha
    bjus

  26. MELINA B

    Uso sempre sutiã ou top, que me dão a sustentação que preciso pra me sentir confortável (tenho seios médios). Por exemplo, se tenho que dar uma corridinha pra pegar o ônibus e estou sem sutiã, fico com uma sensação desagradável de repuxamento nos seios. Portanto, sem sutiã eu fico com os movimentos mais restritos. Também me sinto mais bonita assim, e percebo que as roupas ficam com o caimento melhor. Até os 20 e poucos anos eu tinha as mamas menores e eventualmente não usava sutiã pra sair porque, com determinadas roupas, não via necessidade. Nunca mexeram na rua comigo por isso. Acho que muitas meninas criam paranóia e botam a culpa disso na “sociedade” (como se não fizessem parte dela). Que coisa mais banal andar sem sutiã, gente. É só uma peça que existe pra facilitar a nossa vida, e quem não quer e/ou não precisa usar não usa, é uma simples questão de BOM SENSO. Esse mimimi de “desconstruir” tudo já encheu o saco!

    • Heloisa Carvalho

      Que bom que pra você esse é um assunto banal, fico muito feliz que você não tenha sofrido nenhum tipo de assédio quando estava sem sutiã, mas isso não desqualifica a experiência das outras mulheres.
      Perceba que o que é “bom senso” pra você, pode não ser pros outros, que ainda tem gente que é assediada simplesmente por estar sem sutiã, que vai ser advertida no trabalho mesmo que a blusa não seja transparente… Temos que desconstruir sim, o que pra você é uma “encheção de saco”, pra outras mulheres é necessidade, liberdade. Chamar a dor dos outros de “mimimi” é o ápice da falta de empatia.

    • MELINA B

      Não concordo com você, especialmente com a parte em que fala sobre falta de empatia. Tive amigas que aderiram ao feminismo desenvolveram graves problemas psicológicos, inclusive com tendências suicidas. Meninas que queriam apontar erros no mundo todo, “desconstruir” tudo como você fala, mas não conseguiam nem gerenciar problemas simples de sua vida pessoal. É muito triste. Eram meninas normais, saudáveis e felizes, e hoje são escravas de psiquiatra e vivem dopadas com remédios fortes, mas continuam achando que tem autoridade pra dizer como cada mulher deve pensar e agir. Tudo isso porque caíram nessa conversinha mole de que tudo que as desagrada na vida é culpa desse ente abstrato chamado “sociedade” (como se elas fossem serem superiores que estão fora dela). Se você pensa que é melhor defender (e mais empático) essa lógica de “problematizar” tudo em vez de buscar resolver os problemas da forma mais simples possível (apelando ao bom e velho BOM SENSO), tudo bem. Mas a minha experiência REAL e DIRETA é de que isso é extremamente destrutivo para a saúde mental feminina, e só desconstrói mesmo a sanidade de quem entra nessa lógica.

    • Ana

      “Feminismo causando graves problemas psicológicos e tendências suicidas”, meu Deus, a gente morre e não ouve de tudo, mesmo. O que mais tem por aí são mulheres com graves problemas psicológicos e tendências suicidas por conta de todo o machismo e opressão a que somos submetidas a séculos. O controle da nossa sexualidade, imposição de padrões de beleza irreais, desigualdades e violência de todos os tipos, isso sim deprime e arrasa o psicológico das mulheres. E esses não são problemas que se resolve “da forma mais simples possível”. São estruturais. E quem é que há milênios mesmo pensa “que tem autoridade pra dizer como cada mulher deve pensar e agir”? Certeza que é o feminismo? Pensa direitinho. Mas é difícil sair da zona de conforto e abrir os olhos para a realidade, não é mesmo? Dói constatar a quantidade de injustiças a que somos submetidas o tempo todo somente por ser mulher, mais fácil pensar que não, olhar somente pro próprio umbigo e culpar o feminismo, essas feminazis loucas-peludas-odiadoras de homem. E outra, vai estudar um pouquinho, amiga. Feminismo não é religião, seita nem corrente filosófica pra ter “adesão”. Mas já que é pra dar exemplo pessoal, eu afirmo, sim, que o feminismo mudou a minha vida, e a de diversas mulheres que eu conheço, pra muito MELHOR. Hoje em dia me imponho muito mais, faço valer meus direitos e não aceito desaforo nem qualquer tipo de controle da minha vida somente por ser mulher. Em pleno 2017 ver homem falando mal do feminismo é dose, agora, mulher, é de lascar. Deprimente.

    • Ana

      Tava demorando pra aparecer uma esculachando o feminismo. “Feminismo causando graves problemas psicológicos e tendências suicidas”, meu Deus, a gente morre e não ouve de tudo, mesmo. O que mais tem por aí são mulheres com graves problemas psicológicos e tendências suicidas por conta de todo o machismo e opressão a que somos submetidas a séculos. O controle da nossa sexualidade, imposição de padrões de beleza irreais, desigualdades e violência de todos os tipos, isso sim deprime e arrasa o psicológico das mulheres. E esses não são problemas que se resolve “da forma mais simples possível”. São estruturais. E quem é que há milênios mesmo pensa “que tem autoridade pra dizer como cada mulher deve pensar e agir”? Certeza que é o feminismo? Pensa direitinho. Mas é difícil sair da zona de conforto e abrir os olhos para a realidade, não é mesmo? Dói constatar a quantidade de injustiças a que somos submetidas o tempo todo somente por ser mulher, mais fácil pensar que não, olhar somente pro próprio umbigo e culpar o feminismo, essas feminazis loucas-peludas-odiadoras de homem. E outra, vai estudar um pouquinho, amiga. Feminismo não é religião, seita nem corrente filosófica pra ter “adesão”. Mas já que é pra dar exemplo pessoal, eu afirmo, sim, que o feminismo mudou a minha vida, e a de diversas mulheres que eu conheço, pra muito MELHOR. Hoje em dia me imponho muito mais, faço valer meus direitos e não aceito desaforo nem qualquer tipo de controle da minha vida somente por ser mulher. Em pleno 2017 ver homem falando mal do feminismo é dose, agora, mulher, é de lascar. Deprimente.

    • MELINA B

      Sim, as feministas pensam ter autoridade pra dizer como cada mulher deve pensar e agir, tanto que você diz que minha opinião é “de lascar” e “deprimente”. Prefiro basear minhas opiniões na minha experiência real, e me espelhar em mulheres que admiro e realmente estiveram presentes na minha vida – mãe, irmã, tias, avós – e não em discursos abstratos que, a pretexto de deixarem as mulheres livres, as tornam escravas de um estilo de vida do qual não estavam cientes quando aderiram ao feminismo. Por isso é tão importante se informar BEM antes de defender qualquer coisa. Já fui feminista no passado e felizmente superei essa fase sem maiores danos, mas percebo que quem se aprofunda nisso, com o passar dos anos, fica com a vida cada vez mais vazia e sem sentido. Quem precisa repetir o tempo todo que “é feliz, é realizada, é empoderada” só está tentando convencer a si mesma. Se fosse verdade essa felicidade toda, as pessoas perceberiam naturalmente, simples assim.

    • Carolina

      Melina, uso sutiã sem bojo (aqueles que são só o tecido, molinhos) e já fui assediada algumas vezes por essa razão. Então não é paranoia, é experiência própria.
      Acho que falta bom senso realmente, por parte dos HOMENS, que hipersexualizam os mamilos femininos e tornam inviável que a mulher tome a decisão “banal” de deixar de usar sutiã.
      Acho que problematizar é extremamente necessário. Não temos que nos conformar com essa sociedade patriarcal da qual fazemos parte (e por fazermos parte é tão difícil desapegar de coisas que estão enraizadas, como vemos na sua fala mesmo).
      Não te conheço, mas por favor não use sua experiência de vida (aparentemente sem traumas com relação a assédios) para minimizar as experiências ruins que outras mulheres tiveram.
      Meu palpite é que suas amigas feministas desenvolveram graves problemas psicológicos porque é realmente difícil combater o machismo diariamente. É uma luta que parece não ter resultado imediato, é muito complicado porque o machismo é algo estrutural, como as meninas disseram. Sim, estamos inseridas nessa sociedade e aos poucos estamos aprendendo a reconhecer nossos direitos e lutar contra o que nos oprime.
      Não tenho intenção de te atacar com a minha fala, só penso que você não deve partir da sua opinião pra menosprezar a luta de outras mulheres.

  27. Jéssica Fernanda Silva

    Olha, um lugar que eu não gosto de usar sutia é na praia, sempre to de regata sem sutiã. Claro que devo isso ao fato de ser bem pqna e não me incomodar. Aqui em ctba ja é mais dificil afinal não me incomoda durante o dia ja q não esta calor, mas no calor pra mim é horrivel ficar usando.

  28. Juliana Paiva

    Também acho o máximo essa liberdade de estar sem sutiã. Mas acho que pra quem não tem o peitinho empinado ou próteses de silicone fica beeem mais difícil. Eu, por exemplo, tenho 34 anos e amamentei uma filha então, claro que minhas peitcholas já estão murchinhas. É só eu tirar o sutiã e sinto que, pouco a pouco, elas vão se aproximando do umbigo! Que aflição hahahahaha

  29. Se pudesse não usaria nunca… mas como tenho eles grandes, fica até complicado se eu precisar correr e não tiver nada segurando meus gêmeos.. hahahahahahaha

  30. Miriã Andrade

    Sou super adepta do sutiã, não me incomoda em nada, tem aqueles sem aro que são mara, acho que é só achar o que se adapte melhor. 😉

  31. Gabriela R. Salomon

    Depois de muiiito tempo voltei a comentar aqui kkk. Enfim, eu tenho inveja é de vocês que podem optar por não usar porque eu… se ficar sem sutiã aparece nada :'( (Um dia vou colocar um siliconão bem grande hahahaha) Então, eu uso sempre.. e se duvidar até para dormir eu uso 😀

  32. Myrian

    Me sinto mais confortável usando sutiã. Detesto a sensação de peitos balançando. Tenho seios médios e gosto da sustentação que o sutiã dá. Claro que existem modelos que incomodam. às vezes a gente faz escolhas erradas. Acho que a liberdade verdadeira é use ou não use, desde que faça a opção que a deixe mais confortável.

  33. Darlene

    Uso p sair, se a roupa for folgada e o pano fino. Em casa n uso. Certa vez, eu tinha uns 17 anos, tava c uma blusa justa, de alcinha e de um tecido bem grosso, na rua um Senhor q eu nunca tinha visto, me perguntou se “sutien dava câncer”, eu fiquei tão chocada q n consegui falar nada. Até hj qdo lembro me dá raiva da hipocrisia do sujeito.

  34. CAROLINE

    Andar sem sutiã é inviável pra uma mulher ativa, que trabalha fora, faz esportes, faz atividades domésticas… por uma simples questão estrutural do nosso corpo. Os seios doem se estão soltos nessas ocasiões, a não ser que a mulher tão tenha pouco peito que não precise mesmo. Andar sem sutiã é muito coisa de madame, de mulher que fica o dia todo parada e, nessa situação, não precisa mesmo. Ou de mulher que quer sair na rua e sensualizar, e depois fica “chocada” porque ela sensualizou e – que surpresa! – gerou atenção sensual indesejada.

    • Carolina

      As pessoas falando que se sentem desconfortáveis usando sutiã e você achando que a intenção delas é chamar a atenção na rua… Ok, né?