Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

botox

Uns meses atrás, uma amiga que não via tinha um tempo me contou que estava fazendo botox – algo que eu nem poderia prever ao olhar para o rosto dela (e que bom, afinal esse é o objetivo, mas já chego lá). Como ela tem mais ou menos a minha idade, fiquei tipo: “MAS JÁ???”.

É, amigas, a verdade é que eu sempre achei que botox fosse para mulheres mais velhas, com linhas de expressão já acentuadas. Como tenho um modo meio natureba de ver a beleza (mais ou menos assim: o que dá pra prevenir a gente previne, mas deixa a vida acontecer aí, hahahaha), confesso que rolava um certo preconceito com a coisa toda.

Sim, acho que a palavra – horrorosa, por sinal – era preconceito. Pré-concebi a ideia de mulheres super esticadas por procedimentos estéticos, naquela tentativa às vezes nociva de parecerem sempre jovens (atentem-se ao “às vezes”, só acho perigoso em alguns casos porque isso pode mascarar a pressão social injusta pela juventude eterna). Mas a verdade é que não é bem assim.

Antes que pareça contraditório eu agora achar que o botox é algo ok em vista aos padrões impostos pela sociedade, acho importante dizer que isso é e sempre será uma escolha pessoal. O que me guia é sempre o entendimento de aquilo ser uma opção interessante para algo que me incomoda (ou incomodará) de verdade ou apenas ser uma coisa que serve para atender ao que o mundo espera que eu faça porque “é assim que funciona”.

Voltando. Intrigada, fui buscar mais informações a respeito. O que descobri foi que, justamente, as tais agulhadas podem ser feitas em mulheres a partir dos 25 anos como forma de prevenção – opa, opa, já usei essa palavra antes! Foi aí que acionei uma chavinha de destrave no meu cérebro.

Um dos textos mais completos e interessantes sobre o tema que encontrei foi no blog da Paula Pfeifer, o Sweetest Person (essa é das antigas, que nem a gente! <3). Além de relatar seus 5 anos de botox, ela ainda fez uma entrevista com a médica responsável pelo procedimento. Está muito bacana e vale o clique! Durante as perguntas e respostas, algo me chamou a atenção:

Um exemplo comum que uso no meu consultório é o da folha de papel. Nas primeiras vezes que você amassa uma folha, se você esticar, ela volta praticamente ao normal. Mas após muitos “amassos” e “desamassos”, a folha já fica com vincos bem definidos, sendo quase impossível esticá-la completamente. Assim acontece com a nossa pele. Quando o procedimento é feito logo no início, é um “papel pouco amassado” mais fácil de tratar. Mas quando o paciente já tem rugas profundas e sulcos, além de ser mais difícil e exigir tratamentos complementares (preenchimento e lasers), o resultado nem sempre é natural. Afinal de contas, o ideal é você retardar o envelhecimento antes que ele chegue.

Dra. Leticia Castagna de Abreu

Achei isso muito interessante, afinal, se a gente passa anti-idade e não deixa de aplicar protetor solar mesmo nos dias nublados é para cuidar não apenas da saúde, mas da estética da pele, não é verdade? Com o botox é a mesma coisa: mais uma forma de prevenção que deve ser sempre assistida por um médico capacitado (essa parte é fundamental). A ideia não é deixar o rosto congelado e sem expressão, mas cuidar para que a expressão “machuque” menos o rosto. É assim que entendo agora.

Apesar de não ver linhas de expressão tão visíveis por enquanto (tenho a mania de franzir a testa quando estou falando e o cenho por causa da miopia), não sei exatamente como elas serão amanhã – tampouco se vão mesmo me incomodar. Mas ué, se existe uma opção para minimizá-las futuramente, não me custa tentar. Além do mais, algo que me incomoda muito é o fato de ter uma sobrancelha visivelmente mais alta do que a outra. Para minha surpresa, esse desalinho pode ser corrigido com botox.

Por isso, estou disposta a tentar. Se me sentir congelada, inexpressiva ou distante de como me enxergo nunca mais volto a fazer (a toxina botulínica é completamente absorvida pelo organismo em seis meses, por isso o lance de que botox “vence”). Por outro lado, se gostar, enquanto tiver condições ($), vou continuar fazendo. Mas, pra tudo isso acontecer, gostaria da indicação de vocês:

Meninas de Curitiba na faixa dos 30 que já aplicaram botox: alguma indicação de médico – e só médico pode fazer, hein? – confiável e com bom senso de estética? Minha amiga faz na GrafGuimarães e achei bacana a dica, mas queria ler mais opiniões!

Para quem nunca havia pensado no assunto ou torcia o nariz, feito eu, fica a reflexão a respeito. Vale ressaltar que o comentário de quem discorda da prática (com o porquê) é super válido! Quanto mais opiniões tivermos, melhor a conversa fica. Esse é meu modo atual de pensar – e me reservo sempre ao direito de experimentar e porventura mudar de ideia!

O intuito desse texto não é explicar os pormenores do botox (posso até fazer um depois da aplicação!), por isso deixo aqui outros materiais a respeito do tema:

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
40 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Isabel Roldo

    Oii! Primeiramente preciso desabafar que sou leitora assídua do blog e essa semana via Marina na rua e queria muito ter pulado ” Oii! Amo o blog de vcs!” Mas fiquei com vergonha.. Hehe..

    Segundo.. Sou médica — não da área do tal do botox — e tenho uma pessoa super bacana pra indicar: Dra Priscilla Balbinot. Ela é Cirurgiã Plástica e além de super competente tenho certeza que ela iria adorar conversar com vocês pra alguma matéria para o blog, tanto de botox como outros procedimentos que tenham dúvidas.
    Ela atende no Hospital Marcelino Champagnat, o tel para agendamento de consultas é 3011-9990 ou 3087-7600 e o insta dela é @plasticabalbinot .

    Um beijo grande!

    =D

  2. Confesso que sempre tive medo do tal botox, mas como estou batendo perto dos 30 já começo a pensar mais seriamente nisso. Ler esse relato me ajudou demais a perder um pouco medo do botox <3
    https://rachelsalvalaio.wordpress.com/

  3. Adriana Melonio

    Thais, faço botox há 4 anos….amo. Se pudesse, comia com feijao. Eu tb tinha um pouco de preconceito, mas conversei com minha derma e fiz…me arrependi de nao yer comecado maia cedo. Na minha primeira vez eu tinha 35.
    O lance é arrumar um derma criterioso e q se afine com suas intencoes. A minha é mto boa…e sempre diz q o queremos é revelar uma melhor versao da minha propria pessoa e nao me transformar na “namariabraga”. Acho q vale a pena tentar. Se nao gostar, o efeito passa antes de seis meses (no meu caso, infelizmentekkkkk) . A minha é no Rio, se nao, te passava o contato

    • Danielle de Sant'Anna

      Adriana, você pode passar o contato da sua dermatologista no Rio? Obrigada. 😉

    • Perfeito, adorei! 🙂

  4. Sacha Dourado

    Fim do ano passado eu fiz e fiquei totalmente apaixonada (tenho 28 anos). Uma marquinha entre as sobrancelhas me incomodava muito, pois ela já estava se acentuando e mesmo sem fazer nenhuma expressão ela ficava ali marcadinha.
    Chorei as pitangas pro meu sogro (que é cirurgião plastico, muito com por sinal – Antonio Dourado) e ele fez, aproveitou e tascou na testa também.
    Melhor coisa que fiz na vida. Como é de graça não posso exigir de 6 em 6 meses, mas como presente de Natal rola tranquilo.

  5. Aline

    Oi!! Confesso que sempre tive medo, preconceito…tenho 37 anos, no ano passado resolvi fazer o botox e amei!!! A maioria das pessoas que convivem comigo não perceberam nenhuma mudança expressiva, mas sutil e rejuvenescedora! Fiz por estética, mas o melhor foi que minhas dores de cabeça e enxaquecas semanais sumiram!! Agora que já se passaram mais de seis meses, infelizmente as dores estão voltando, mas já marquei uma nova aplicação. Super recomendo!!
    Obs. É indicado também para quem tem bruxismo.
    Beijinhos

  6. Aline

    Oi!! Confesso que sempre tive medo, preconceito…tenho 37 anos, no ano passado resolvi fazer o botox e amei!!! A maioria das pessoas que convivem comigo não perceberam nenhuma mudança expressiva, mas sutil e rejuvenescedora! Fiz por estética, mas o melhor foi que minhas dores de cabeça e enxaquecas semanais sumiram!! Agora que já se passaram mais de seis meses, infelizmente as dores estão voltando, mas já marquei uma nova aplicação. Super recomendo!!
    Obs. É indicado também para quem tem bruxismo.
    Beijinhos

  7. Liliane

    Oi Thaís! Adorei o post, confesso que eu também tinha preconceito e quando ouvia botox já pensava nas pessoas esticadas rs…mas de uns tempos pra cá comecei a pensar melhor, principalmente porque eu tenho o costume de franzir demais a testa…ainda não comecei a pesquisar os profissionais, então caso você encontre algum legal pode por favor compartilhar aqui com a gente? Vou adorar!!! Bjos e parabéns pelos textos que ultimamente também tem me feito refletir muito sobre a vida, quem sou, imagem…essas coisas! Bjos!

  8. Marjorie

    Thais, eu também tinha! Mas confesso que fiquei bem intrigada também quando soube que conhecidas minhas faziam com esse objetivo, da prevenção. E também fiquei com vontade de fazer! Agora, se vc levar seu plano à diante, conta tudo pra gente, viu? Aliás, seria bacana se vcs publicassem uma entrevista com alguma dermatologista sobre o tema, como já fizeram com outros, hehehe. Ou algo sobre preços, frequência e etc (olha a folgada querendo tudo mastigadinho hahahaha). Mas quem sabe não me encontro também, hum? Beijo!

  9. Thais

    Oi meninas, venho aqui contribuir com minha experiência: morro de enxaqueca e o botox no couro cabeludo é um alívio. Chorava e batia a cabeça na parede de dor, tenho até um lado da cabeça com menos cabelo de tanto puxar na crise. O botox mudou a minha vida! Não estou curada da dor, óbvio, mas agora aguento as crises só com remédio, sem precisar hospital. Então, trago aqui a questão de que temos preconceito estético (eu também tinha) mas às vezes alguns procedimentos nos salvam a qualidade de vida.

    • Xará, que doideira! Fico feliz que tenha ajudado você, porque pelo que relatou, essas crises eram péssimas! :O

  10. Paola Refinetti

    Uma pele bem cuidada desde sempre é bem resistente a amassos, avisa tua dermatologista ahahahahaha

  11. Isso é muito bonito!

  12. katia

    Oi, era super preconceituosa com botox, preenchimentos e afins, fiz com 44 botox e preenchimento aqui em Floripa, onde moro, e não me arrependo, natural e parece q estou sempre descansada, como farei 47 anos, faco tbem criofrequencia facial para flacidez todo mês. Bj

  13. Márcia Daniella

    Ótimo post. Tô bem interessada em ler mais sobre o assunto

  14. Bianca

    Thaís, também tinha esse preconceito, até descobrir há alguns meses que esse querido pode ajudar na enxaqueca! hahahaha Também tenho DTM (disfução temporomandibular – também dá mta dor de cabeça, estralos na mandíbula e dor facial) e vi que o botox também pode ser um aliado pra minimizar essas dores, pq ele ”paralisa” os músculos responsáveis pela dor (não sei se seria exatamente o termo a ser usado, mas foi o que entendi pelas minhas pesquisas hahahaha). Ainda não fiz e nem fui conversar com um dermato/dentista a respeito, mas já fiquei surpresa e feliz em saber que essas benditas dores podem ter uma salvação, ou pelo menos podem ser minimizadas, mesmo que temporariamente! <3

    • Super interessante saber disso, Bianca! Tomara que funcione para você! 🙂

  15. Clarice Petriw

    Dr Khaled Bazzi faz! Joga no google e veja o site dele 😉

    • Camila

      Eu também super recomendo o Dr Khaled Bazzi, ele atende na clínica Bioderma. Fiz com ele ano passado na ruguinha entre as sobrancelhas, agora já preciso fazer de novo.

    • Obrigada pela dica, meninas!

  16. Carol

    Thais!
    É exatamente esse o objetivo mais legal do botox, a prevenção!
    Mas gostaria de complementar seu texto.. não são apenas médicos que podem realizar o procedimento.
    Dentistas estão habilitados para exercer tal procedimento e inclusive com respaldo legal do CRO.
    Consulte a RESOLUÇÃO Nº 176, DE 6 DE SETEMBRO DE 2016 do CFO.

    • Então, vi que os dentistas são liberados para fazer em todo o rosto agora, não só para fins mais ligados à região bucal, mas, com todo respeito aos profissionais da área, prefiro fazer com um médico mesmo!

  17. Eu acredito que se é pra pessoa se sentir bem, tudo é válido… particularmente acho 30 anos muito nova pra fazer, mas cada um sabe de si… e ter na manga um método pra te deixar d bem com o espelho, é o que vale…

  18. monique

    Aqui em São Paulo, faço tratamento com a Dra Patrícia Rittes, ela só aplicou botox na minha mãe quando ela fez 50 anos, antes disso, só estimulação para fabricação de colágeno (um aparelho que tem milhares de micro agulhas que furam a pele e estimulam a fabricação do colágeno), eu tenho 30 anos e ela mal me deixa usar produtos anti envelhecimento, acredito que seja interessante pesquisar também outras opções além do botox.

  19. Ana

    O Biomédico esteta também pode realizar esse procedimento!

    • Olha, Ana, pelas minhas pesquisas esses limites são tão confusos e mudam tão rápido por meio da Justiça que sinceramente eu prefiro fazer com um médico mesmo!

  20. Eu não consigo ver como opinião pessoal ou opção uma coisa que é incutida na nossa cabeça desde que nascemos… a juventude é valorizada e a velhice vista como algo a se temer, principalmente para nós, mulheres (eu nunca vi um cara de 25 usando botox… claro que existem, mas certamente são bem mais raros do que as mulheres). Cada vez mais cedo a gente tá preocupada em tornar invisíveis os sinais do tempo, não basta protetor solar, tem que usar anti idade, não basta anti idade, tem que usar botox… enfim, não julgo quem usa pq não acho que seja essa a questão, a questão pra mim não é a mulher que usa, mas essa sociedade doente que não permite que a gente envelheça em paz… Nesse caso, a pessoa que usa é vítima dessa opressão insana que a gente sofre e não aguentou a pressão…

    • Ai, Julia, é realmente muito difícil dissociar aquilo que é imposição social daquilo que é desejo pessoal. Mas, no fim das contas, quem manda mesmo é cada uma, né?

  21. Gabriela R. Salomon

    Eu tenho 25 anos e já quero fazer! Tô doida! Tenho umas linhas finas há muito tempo e não gosto delas :/

  22. Danielle de Sant'Anna

    Thaís, bate aqui! o/
    Também tinha muito preconceito (coisa feia, né?), achava que botox era sinônimo de pele esticada, sem expressão e mudança “falsa”, sabe?
    Até que comecei a ler bastante sobre o assunto e me animei!
    Completo 27 anos agora em março, mas já tenho muitas marcas de expressão na testa porque sou muito expressiva. 🙁 É algo que me incomoda bastante, me olhar no espelho e ver aquelas marcas que acabam por me envelhecer.
    Gostaria sim de ter um post com dúvidas e esclarecimentos de um profissional. 🙂

  23. Josi

    Uma vez estava pensando em aplicar botox e conversei com um amigo meu que é formado em Farmácia e entende muito de Cosmetologia. Ele disse, “sim, você pode fazer, mas lembre-se do nome: é Toxina Botulínica, logo é uma toxina, você quer mesmo injetar uma toxina no seu corpo?”

    Fico com medo também por conta do procedimento ser recente e não sabermos exatamente o que ocorre a longo prazo, como essa toxina é absorvida em nosso corpo. Houve alguns casos em que a injeção de botox causou paralisia facial.

    Vale a reflexão, será que temos que injetar uma toxina para nos sentirmos mais jovens? No mínimo deve-se procurar um bom médico que faça o procedimento com cautela.

  24. carla

    Já fiz 2 vezes: em 2015, com 27 anos e em 2016, com 28 anos… esse ano quero fazer novamente. Fiz com uma médica da minha família. A primeira vez ficou ótimo, o produto durou uns 6 meses… na segunda vez não sei o que aconteceu, acho que ela usou um produto mais diluído, ou menos “forte”, não sei, mas não durou quase nada… uns 2 meses…

    Nos primeiros dias é horrível, parece que tá todo mundo reparando que vc tá se expressando mas não mexe nada… mas é só impressão mesmo, porque, se for sutil e bem feito, ninguém repara…

    Fiz na testa e nos pés de galinha… pra tirar foto fica ótimo…

    Vou esperar pra fazer esse ano perto de um casamento que tenho!

    A primeira vez que resolvi fazer foi quando voltei de uma viagem ao RJ e vi que em todas as fotos a minha testa ficava marcada em cima do nariz (no cenho, é esse o nome), especialmente nas fotos tiradas com o sol batendo no rosto (mesmo com óculos escuros).

    Botox é vida!

  25. Rafaela

    botox é ótimo! faço desde os 30 anos e acho sucesso!
    a primeira aplicação dura pouco, cerca de 3 a 4 meses… seu corpo não sabe o que está acontecendo, e tenta eliminar o toxina o mais rápido possível. depois, com aplicações mais frequentes, o toxina demora mais tempo para absorção e o músculo também a mexer menos e a pele enrruga menos.
    por exemplo comigo, as minhas rugas diminuíram a partir da segunda aplicação e o efeito também foi prolongado.
    pra mim, fazer botox, não tem a ver com ficar “mais jovem”, mas sim “manter” o aspecto jovem da pele e prevenir de querer fazer cirurgias mais agressivas no futuro!

  26. Miriã Andrade

    Eu também torcia um pouco o nariz pra esse assunto, hehe. Muito bom conhecer mais sobre o botox e seus benefícios! 😉