Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

pena de usar

Você vai a uma loja, compra o que gostou e leva pra casa. Aí fica morrendo de pena de usar e deixa o item quietinho, na sacola ou na caixa, ainda com etiqueta… Quem nunca? Eu muito! Mas passei a pensar nisso e mudar de atitude. Quem sabe não faço você refletir sobre o assunto também?

A verdade é que, olhando melhor, essa é uma mania de apego que mantenho desde pequena. Meus pais me educaram de um jeito em que sempre que podia ganhar ou comprar alguma coisa que queria muito a ocasião era especial: aniversário, dia das crianças e Natal, basicamente. Então o desejo de finalmente ter aquilo em mãos era muito grande – e eu acabava tratando o item como se fosse ouro.

Então cresci, comecei a trabalhar com 18 anos e a atitude se manteve. Lembro de ir até as lojas que moravam nos meus sonhos e, com meu suado dinheirinho, finalmente adquirir o que desejava. Era uma festa interior. Chegava até a pedir para presente quando ia pagar a compra, hahahaha! Então ia para casa, colocava em cima da cama, abria, olhava e… Devolvia para a caixa. Com direito a laço e tudo.

É claro que depois de um tempo usava o que tinha comprado, sempre com o maior cuidado e carinho. Mas, mesmo depois de adulta, já com uma certa estabilidade financeira, essa pena de usar algo novo permaneceu. Lembro que as coisas que comprei nas minhas viagens para a Itália e para os Estados Unidos ficaram SÉCULOS guardadas, de tão emocionada que estava.

Um belo dia, ainda esse ano (!), redescobri várias delas numa caixa no meu armário. Pensei: “meu Deus, mas por quê raios ainda não usei tudo isso?” – e resolvi mudar. Afinal de contas, se a gente compra é pra colocar, pra vestir, pra enfeitar, pra comer, pra fazer valer cada centavo investido. Não pra ter pena e deixar tudo enfiado no escuro, como me peguei fazendo.

Agora, tenho entrado em equilíbrio quanto a isso. Nunca fui de comprar em excesso (a não ser quando viajo e me apaixono por 500 coisas – mas ainda assim penso bem a respeito), mas percebi que também não dava para ficar protegendo o que escolhia, senão o ponto da aquisição se perdia. Sabe aquele ditado, “caixão não tem gaveta”? Então. Comecei a usá-lo no meu dia a dia.

Não há mal em prestigiar ao máximo cada compra – além de ser um processo super gostoso, faz bem ao bolso e ao mundo. Mas é preciso usar sem dó também. Porque a vida passa – e, se você não usar o que tem, as coisas ficam ali, num misto de significação excessiva e abandono permanente.

E você, me conta mais: é do tipo que sai da loja vestindo aquela roupa nova bem feliz ou faz todo um ritual que leva a deixá-la no armário ainda com a etiqueta?

Foto: Shutterstock

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
77 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Eu sou daquele tipo que já sai da loja vestindo a roupa ou o calçado novo hahaha… Não consigo deixar guardado. Adoro usar roupa nova! Beijos

    http://www.baudamaquiagem.com.br

  2. Cris

    Eu ja fui do tipo que tinha dó,até de forma exagerada. Hoje em dia eu uso tudo, vai que me acontece qualquer coisa, e eu não aproveitei o que comprei..daí acabam ficando jogadas fora ou prós outros usarem.

  3. Mari

    Compro e uso no dia seguinte, se der. Roupa nova queima no armário…..

  4. Marilyn

    Oi Thais! Como me identifiquei com seu texto… desde pequena fui educada a ter as roupas “de sair” e “de bater”, e até hoje mantenho esse hábito. E assim como você, coisas que adquiro em viagens (sejam roupas e até objetos de decoração, acredite!) eu deixo guardado para ocasiões especiais.
    Tenho até perfume que só uso em ocasiões especiais, e li em algum lugar que, algo que pode melhorar seu dia automaticamente é usar seu perfume favorito em um dia trivial, e olha, posso dizer que faz muita diferença! Comecei com o perfume, quem sabe logo consigo usar até minhas roupas favoritas em dias comuns… fica a esperança haha beijos

  5. Sabe qual é o exemplo clássico disso na minha vida? Ganhei dois aparelhos de talheres no meu casamento: um da Tramontina e um conjunto lindo de prata. Usei o Tramontina por muitos anos, até me deparar novamente com aquela caixa lustrosa e me dar conta exatamente disso: quanto tempo eu ainda ia levar para começar a usar o conjunto de prata? Por que não fosse agora?
    É um exemplo bobo, mas que me fez abrir os olhos também, Thais!
    Um grande beijo!

  6. Lourdes Leal

    Nossa…. tão eu… Thais, eu tbm comecei a mudar o meu jeito há pouco tempo. Vivia comprando coisas legais, ou mesmo quando ganhava e deixava lá. Cosméticos principalmente, ai usava algo mais barato, pra não gastar aquele caro e quando via, tinha que jogar fora porque estava vencido…
    Agora faço questão de usar tudinho até o final e assim que eu chego com o item!!!

  7. Fabiana

    OI Thais,
    Me identifiquei muito com o texto. Sempre fui assim, mas confesso que estou quase curada e a culpa em ser tão apegada é da minha mãe também.
    Lembro que quando era criança minha mãe guardava até nossos brinquedos, minha irmã ganhou uma boneca linda que minha mãe não deixou tirar da caixa. Quando minha irmã cresceu e resolveu abrir a boneca, ela se espatifou nas suas mãos, por

  8. Fabiana

    OI Thais,
    Me identifiquei muito com o texto. Sempre fui assim, mas confesso que estou quase curada e a culpa em ser tão apegada é da minha mãe também.
    Lembro que quando era criança minha mãe guardava até nossos brinquedos, minha irmã ganhou uma boneca linda que minha mãe não deixou tirar da caixa. Quando minha irmã cresceu e resolveu abrir a boneca, ela se espatifou nas suas mãos, porque o plástico ressecou.
    Eu sempre me lembro disso.
    Confesso que gosto de deixar as coisas que gosto mais para dias festivos, mas procuro usar tudo que compro o quanto antes. Também guardo as roupas com etiqueta, mas eu uso assim que posso.
    Quando compro maquiagem, perfume e cosmético eu uso no mesmo dia ou no dia seguinte.
    Mas é engraçado como os homens não tem nada disso, tenho dois meninos e eles são completamente desapegados, quando ganham uma roupa, querem colocar na hora e com brinquedos é a mesma coisa.
    Beijos
    Fabiana

    • Ai, Fabiana, que história mais triste! Ainda bem que com seus pequenos não tem essa!

  9. mari

    eitcha, falei que cada vez seus textos estão mais interessantes e criativos… eu uso logo, ganhei uma bolsa dos sonhos da minha mãe e uso sem parar, minha mãe, “nossa como vc usa essa bolsa!”, falei “Meu Deus, não é para usa-la, amo de paixão, vou usar até desintegrar”, acho que o intuito é esse, põe para jogo, comprar para guardar, não faz sentido. ter para dizer que tem, para mim não funciona… bj

  10. Carol

    Thais, super me identifiquei contigo! Mas ta difícil “me tirar” esse hábito! Aprendi a ter roupas de passear e de ficar em casa hahaahaha tenho muita roupa com etiqueta, paleta de sombras lacradas e por ai vai…to tentando desapegar e usar tudo e pronto mas é muito dificil! Bjs

  11. Carina Z.

    Eu não! Inclusive me seguro para não sair da loja já vestindo alguma coisa 😀

  12. Édina Massambani

    Nossa, juro que achei que era só comigo isso!! Sou assim, as vezes acho que é um “tique”, se compro algo fico esperando ocasião, e se compro parcelado então…..tenho que esperar pagar tudo pra depois usar! Isso me incomoda, mas não consigo mudar :/

    • MENINA, e se parcela em 10 vezes? Já pensou? hahahahaha Nada disso, vamos desapegar! 🙂

    • Sara

      Eu tive que rir da Thais imaginando se a compra for parcelada em 10 vezes, rss…

      Deixando o riso de lado, essa história da gente ser assim é triste, estou na metade do caminho disso de não deixar as coisas guardadas, minha mãe sempre dizia, quando eu comprava algo novo, “não sei para que você comprou mais isso, o guarda-roupa que vai usar mesmo”… 🙁

  13. Isabele

    ACHEI QUE ERA APENAS EU! HAHAHHAHAHAH Hoje mesmo estava analisando coisas que comprei e nunca usei por dó! Que lógica mais tola, não? Qual o sentido de guardar algo assim? Melhor deixar lá na loja ‘guardado’! As roupas fico guardando para ocasiões especiais (que nunca chegam), os sapatos eu tenho dó de gastar! kkkk SOCORRO! Preciso parar agora!

  14. Aline de Souza

    Sou daquelas que quando o produto ta acabando eu paro de usar antes, com dó de acabar de vez! kkkkkkkkkkkkk
    Quanto a roupa e sapato, por mim eu sairia da loja usando! Agora com maquiagem… tenho tantas que perdi até a conta! Ainda mais quando é mais carinha.. da aquela dor de acabar e ter que comprar outra que uso no maior racionamento. hahahaha

  15. Nossa, eu era assim de guardar, hj em dia e depois de mãe tento usar, o problema que nao sobra tempo, nem pra onde ir. kkkkkk

  16. Sylvia Aline Peinado

    Eu mal compro e já começo a usar. Sou bem econômica e não costumo comprar muita coisa, então quando compro já quero usar logo e aproveitar bastante

  17. Gili

    Taí um problema que eu não tenho. Compro as coisas e uso imediatamente, assim que tenho a oportunidade. Adoro! Minha mãe guarda tudo, tem coisas super antigas, mas que estão guardadas como novas. Vivo incentivando ela a fazer diferente, às vezes até consigo.
    A gente tem que aproveitar o que trabalhamos tanto para comprar né! 🙂

  18. Amei o post Thais! Eu me pegava fazendo isso porque minha vó colocava na cabeça “roupa nova é só para usar quando for sair”, e virou meio que ditado. De uns anos para cá qualquer saída é válida, tipo cinema, shopping ou restaurante, mas ainda assim espero o momento certo de estrear uma roupa, uma sandália ou até mesmo uma bolsa.
    No fim, acabo concordando com você, temos que usar aquilo que compramos para valer o investimento.

    http://www.ziperchique.com.br/2016/11/novidades-da-semana-novembro-1.html

  19. Já fui aquela que guardava pra usar e tals.. só que várias vezes deixei de lado e acabei esquecendo da existência do ser..
    perdi muita roupa e sapato por isso..

    Hj sou daquela que compra e usa na mesma semana se for o caso..

  20. Karla

    Sou suuuuper do tipo que já sai da loja usando as roupas/calçados/acessórios! Hahaha
    Não “dou conta” de guardar para “ocasiões especiais”… Vai que, justo na tal ocasião especial, não posso comparecer?
    Beijos Thais, sua linda!

  21. Silvia Duque

    kkkkk…..eu uso rapidinho, se bobear já saio da loja usando sapato, joia, bijuteria….rs…Penso: E se eu morrer agora? Amanhã? Nem terei chance de usar essa coisa linda? Por isso não deixo guardado não. As coisas foram feitas para serem usadas, lógico que tem roupas, acessórios, etc.. que não dão pra usar direto, esses são para ocasiões mais próprias como festas, baladas, etc. porque ocasiões especiais são todos os dias, toda hora, todo minuto….você faz as ocasiões especiais. Bjs

  22. Nathalia Oliveira

    Qd criança já saía da loja calçando o sapato novo (o velho ia na caixa do novo) e vestindo a roupa nova. Permaneço do mesmo jeito. Sou do tipo que se ganha um presente, abro na hora e já começo a usar. Não tenho pena de usar nada. Total desprendida hehe.

  23. Myrian

    Não tenho pena de usar nada não. Mas, confesso que algumas roupas que adoro, tenho pena de “acabar com elas”. Então lavo com o maior cuidado na mão (máquina nem pensar) para que a roupa duuuure…rs. As coisas que gosto mais sou mais cuidadosa com elas. Mas, pena de usar, não tenho não. Só fico arrasada quando perco, quando, por alguma razão estraga.

  24. Juliana

    Tão eu…mas aprendi a “perder” esse costume da pior maneira: antes de ir pra um intercâmbio passei meses comprando coisas, organizando tudo do que eu mais gostava e nunca usava, sempre guardando pra usar lá. Pois bem, a minha mala foi extraviada e jamais encontrada. Pensava em tantas coisas lindas e novinhas que nunca pude usar ou as roupas que só usava em ocasiões bem especiais. Hoje em dia, sou bem mais relaxada quanto a isso, penso sempre que a vida é curta demais pra guardar as roupas, rsrs. Sempre que percebo que estou usando pouco algo que realmente gosto, boto logo pra jogo.

    • Ai, Juliana, que tristeeeeeeeza! 🙁 Mas o bom é que você tirou um aprendizado bacana disso, né? 🙂

  25. Aline

    Eu tenho uma certa pena mas não no sentido de deixar tudo guardado sempre porque quero usar no mesmo dia se possível hahaha, mas de não “gastar” a roupa com ocasiões que não valem a pena. É o que já disseram aqui de “roupa de bater” e “roupa de sair”. Acho que isso também acontece porque não quero usar a mesma coisa em todas as ocasiões.

  26. Márcia Daniella

    Sabe, Thais, to até emocionada aqui com seu post. Sou viciada em compras on-line e to tentando vencer esse vicio aos poucos. Na condição de compradora compulsiva, tenho muita coisa guardada e intacta e meu maior desafio hj é dar sentido a essas compras. É difícil? Muitooooo. Mas to conseguindo. Me propus algumas tarefas como tentar só comprar roupas fisicamente e experimentando antes. O mesmo vale para qualquer acessório ou adereço. Também estou tentando usar logo o que compro. Exemplo: eu queria há muito tempo um colarzinho da H Stern. Se fosse antes, eu o teria comprado e o deixaria guardado e protegido na caixa de joias. Mas dessa vez não! Comprei o colar e o coloquei no pescoço no mesmo dia e até agora não tirei. To me sentido tão bem por ter conseguido.

  27. Monique

    Nossa, sou o extremo oposto. Hahaha inclusive esse texto foi uma descoberta nova pra mim, não imaginava que existiam pessoas que deixavam suas coisas guardadas por séculos com dó de usar! Hahahaha

    Eu sou do tipo que já sai da loja usando e ainda acho que quanto mais usar melhor, assim estarei valorizando ainda mais o meu suado dinheirinho. Sou do tipo que pensa isso custou X, já usei tanto que já “paguei” a peça.

    Engraçado ver esse outro ponto de vista.

    beijooo

  28. Julie

    Adorei o texto!
    Eu já fui muito de cometer esse erro, essa BOBAGEM no passado!
    Sim, considero hoje uma grande bobagem, até me irrita lembrar que já fui assim!
    Roupa, sapato, taças de cristal, não espero ocasião especial, uso no dia a dia!
    Perfume de sair? No way! Se gosto do cheiro e tive a grana pra comprar vou usar é hoje, todo dia!

  29. Nunca fui muito assim com roupas e acessórios (embora, confesso, ache bem mais interessante usar numa ocasião fora do cotidiano), mas com coisas… Preciso trabalhar mais isso, viu? Sou a louca da papelaria, adoro um caderninho, mas e o aperto pra começar os benditos? Aff.

    • Nossa, agora lembrei: eu tinha uns batons da Mac que até usava no dia a dia, mas de vez em quando, então eles estavam bastante novos. Tinha um Ruby Woo que nem tinha usado (em minha defesa, só não usei porque queria acabar outros batons antes). Não é que entraram na minha casa e roubaram, entre outras coisas, minha caixa de bijuterias com eles dentro? Até achei que fosse surtar mais, mas eu parei, pensei… e fiz ¯\_(?)_/¯ hahahaha

    • NEM ME FALE! Morro de peninha de começar a usar também, HAHAHAHA

  30. Alice

    Muito bom o texto! Eu sou do tipo que usa na hora. Aliás, costumo usar roupa nova várias vezes na mesma semana. Lavo e já quero usar novamente. Mas uma amiga da minha mãe costumava ser do tipo de pessoa que guardava e ficava com dó de usar qualquer coisa, até que ela teve um câncer. Ela sempre conta que, depois da doença, mudou essa mentalidade. Todos os dias são especiais e devem ser celebrados.

    • Nossa, Alice, que história! Mas ela tem razão, todo dia é dia! 🙂

  31. Caroline©

    Não tenho uma peça sequer que não tenha usado. Costumo comprar com bastante atenção, e só escolher coisas que amo e tem a ver com meu estilo de vida. E se cometo algum deslize de comprar equivocada, desapego do item assim que vejo que não estou aproveitando. Não tem essa de guardar até a ocasião especial. A gente tem é que valorizar a nossa vida com as coisas que mais gosta. E mais, aquelas coisas mais específicas, que naturalmente se usa menos, tipo itens de festa ou de viagem (botas, luvas, casacos – moro na Bahia!), faço questão de emprestar a quem precisar. Se eu não tenho como usar e alguém tem, as coisas têm que circular!

  32. Cibele

    Ih, acho que sou mais do time que tenta guardar para a ocasião especial sabe… mas a cada dia melhorando, com a cri$e, tento olhar mais para o que tenho guardado
    Mas confesso que tenho uma Beauty Blender que comprei já faz um ano e nunca usei com dó porque apaguei caro, uso as esponjas baratinhas mesmo, que vergonha.

  33. Iara

    Muito me identifico com esse post. Compro, tiro a etiqueta, dobro lindamente e coloco numa parte separada do armário. Cada vez que vou escolher minhas roupas, olho pras novas e penso que ainda não é a ocasião que merece uma peça nova (que no caso as ocasiões que merecem pra mim são: meu aniversário, Natal e Ano novo kkk). Semana passada comprei 4 blusinhas e 2 calçados que até hoje não usei nenhum deles ainda, é provável que fique pra dezembro.
    Quando morava com meus pais tinha alas separadas no armário para roupas de “usar em casa” = roupa velha) e “roupas de sair” = roupas novas.
    Mas vou tentar o desapego, juro juradinho, porque me acho relaxada quando uso roupas muito usadas, só que tenho pena de usar as novas haha Dá pra entender?

    Bjus!

    • Júlia Moreira

      Nossa, Iara, me identifiquei tanto.
      Também divido meu armário em partes.
      E minhas ocasiões também conto nos dedos de uma mão só.
      No fim das contas temos um monte enorme de roupas “especiais” e menos de meia dúzia de dias no ano para usar.
      E também fico me achando relaxada com as roupas de sempre, mas sem coragem para usar as novas.
      Só rindo para não chorar.
      Mas eu já comecei a mudar isso e você vai conseguir também.
      Boa sorte nessa luta Kkkk

  34. Júlia Moreira

    Thais,
    nunca um post me fez refletir tanto sobre eu mesma.
    De cara eu pensei: nossa, essa sou eu.
    Mas depois percebi que nem sempre fui assim.
    Quando era mais nova eu usava tudo. Nada meu ficava guardado, eu aproveitava as coisas ao máximo.
    A gente acha que com a idade vem a sabedoria. Doce ilusão. Para mim veio essa mania triste.
    Por coincidência, esse ano também resolvi mudar.
    Aos poucos vou me desprendendo desse costume chato que nada me trouxe de bom.
    Obrigada por dividir isso com a gente. Foi uma boa reflexão.

  35. Isabel

    Eu uso tudo rapidinho! Dependendo do meu humor, já saio da loja usando o que acabei de comprar! huahuahua

  36. Nat

    Faço o extremo oposto: compro e uso no dia seguinte, adoro!

  37. Flávia!

    Meu Deus!!!!! Sou muito assim também, desde pequena.
    Deixo de usar muita coisa por medo de acabar, já joguei muita coisa fora por perder o prazo de validade, doei muita roupa por não servir ou não ser mais o que eu gosto de vestir por pena de usar.
    Melhor dica é essa, Thais!!
    Beijos!!!

  38. Thaís

    Depende muito da roupa, mas em geral guardo por um booom tempo até chegar numa ocasião especial (q nunca chega). Mas eu tiro a etiqueta antes kkkk Mas assim como vc, estou aprendendo a lidar com isso (tive a mesma historia de só ganhar presente em data especial e ter mt zelo com isso kkk)

  39. Vania

    Obrigada Thais!
    Li esse post ontem antes de dormir e hoje cá estou eu de roupa nova, rsrsrsrs. Acabei me dando conta que comprei 4 blusas essa semana e estava com pena de colocar pra jogo! Graças a você vou passar o fim de semana todo de roupa nova!!!
    É incrível como a gente não se dá conta de certos hábitos, não é mesmo???

  40. Ana Paula Almeida

    Eu sou daquelas que se comprar um sapato, já saio da loja com o novo sapatinho. As roupas só não uso na mesma hora porque precisar lavar antes de vestir. Penso assim: VAI QUE MORRO HOJE e não usei kkkkkkk. Tudo que compro preciso usar urgentemente.

    Bjus meninas!

  41. Roberta

    Confesso que isso acontece comigo. Amo comprar, me faz feliz… mas tenho o habito de guardar algumas coisas com etiqueta e só tirar quando vou usar. E tem aquelas peças especiais que uso pouquíssimo porque amo tanto e sei que não existe outra igual. Mas ao meu ver a pior parte disso é quando você “perde” a peça, seja porque engordou/emagreceu, seu estilo mudou, a traça do armário estragou, etc… Conclusão, Comprou? Amou? Tem que usar agora! Bjss

  42. Tão eu! hahahahaha Eu fazia isso muito mais do que faço hoje, mas ainda assim tenho que me policiar pra não acontecer. Concordo super, comprou, tem que usar, e não ficar esperando ocasião especial por conta disso! Já perdi roupa praticamente nova porque ficava com dó de usar, e quando fui ver, já era, tinha engordado e perdi!
    Beijos

    http://www.simpleness.com.br

  43. Gabriela

    Hahaha achei muito divertidos os comentários! Engraçado ver que tanta gente “poupa” roupa! Sou do time que usa tudo na mesma semana, acho que principalmente porque sempre compro pensando em usar em uma situação que está próxima (seja um aniversário, uma festa ou, se é roupa de trabalho, já ponho pra jogo no dia seguinte hahah). Se o lema do blog é “use o que te faz feliz” temos que USAR, não é mesmo? beijos!

  44. Maíra

    Como li em alguns comentários minha mãe também me incentivava a guardar as compras e esperar por um momento “especial” para utilizar… Quando eu tinha uns 14 anos (hoje tenho 31) eu recebi de uma amiga um texto que contava a história de uma mulher que guardava as coisas para usar em um momento especial até que ela faleceu e o esposo encontrou uma caixa onde tinha perfume novo e outros itens, enfim, aos poucos após a leitura desse texto eu fui modificando a minha relação com minhas compras e sempre que eu compro algo quero inaugurar o quanto antes. É bobagem guardar roupa ou ter pena de usar, as coleções sempre mudam, e nos sempre teremos uma calça favorita, uma blusa, um batom… Enfim devemos usar e dar sempre oportunidade para o novo.

  45. Ana Carolina

    Adorei o posr e né identifiquei mto, pois faço exatamente isso, cômoro, acho lindo, idolatro e não uso!!!!!! Antes mesmo deste post já tinha pensado nisso, tenho que usar tudo oq compro, senão não teve porque a compra…. Eu acabo me acostumando com oq está na frente e só uso isso… Breno tempo estou tentando mudar para o menos é mais… Para que ter tanto a do uso o básico??? Mas verdade tenho roupa e sapato para usar mais de um ano…. Um bjo gde Thais!!! Adoro c!!!

  46. Aline Darc

    Oi Thais!! nossa, super te entendo pq eu tbm faço isso!!! desde pedir pra embrulhar pra presente até ter dó de usar!
    ps: adoro seus textos e seus snaps! beijão 🙂

  47. Anna

    Se não dá pra sair da loja usando, eu dou um jeito de usar o mais rápido possível! Fico muito ansiosa hahahahahaha

  48. Heloisa Carvalho

    Eu sou o oposto! Uso tudo o quanto antes! Meu marido ri, mas sou assim mesmo, rsrsrs, uso no mesmo dia se puder!

  49. Josi

    Nossa, fazia muito isso. As vezes de tanta dó de usar, a peça até saia de moda ou não me servia mais e ainda estava novinha….. Parei com isso! Hoje só compro o que uso mesmo e se der até já saio usando da loja….rs. Muitas vezes comprava um vestido mara, pra alguma ocasião especial que nunca vinha. Ou quando vinha, acabava indo com alguma roupa mais confortável ou mais sóbria….. Parei com isso tb! Ter peças especiais é uma coisa, mas nunca usar aí já é um problema….rs. Amei seu post! Me identifiquei!

  50. Josi

    Nossa, fazia muito isso. As vezes de tanta dó de usar, a peça até saia de moda ou não me servia mais e ainda estava novinha….. Parei com isso! Hoje só compro o que uso mesmo e se der até já saio usando da loja….rs. Muitas vezes comprava um vestido mara, pra alguma ocasião especial que nunca vinha. Ou quando vinha, acabava indo com alguma roupa mais confortável ou mais sóbria….. Parei com isso tb! Ter peças especiais é uma coisa, mas nunca usar aí já é um problema….rs. Amei seu post! Me identifiquei!n

  51. Miriã Andrade

    Eu já fiz muuuito isso, mas agora sou mais desencanada e se possível já abro e uso no meio do caminho mesmo. 😉

  52. Gabriela R. Salomon

    Gente, eu sou do tipo que se compra algo parcelado só usa quando pagar tudo! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK sério :'( E olha que morro de vontade de usar, mas deixo lá… esperando a pagar tudo para usar :'( Que feio isso kkkkkk
    Mas eu me superei com um tênis branco. É parcelado, mas tive que usar porque estava sem calçado para usar 😀

  53. […] Pena de usar algo novo? Tem textão pra te ajudar sair por ai linda e maravilhosa com suas compras. […]

  54. Priscila BArbosa

    Que engraçado..sou o oposto! Uso na primeira oportunidade, isso quando eu não crio a oportunidade pra não passar muito tempo! Roupa, sapato, bolsa..tudo isso um dia acaba, então aproveitemos até lá! Acho que tem que cuidar sim, mas se estragar, e daí? Quer dizer que você vive, só isso! Tenho uma amiga que se estiver de roupa branca não toma vinho..hahah Quem é dono de quem? Roupa foi feita pra ser usada, dinheiro pra ser gastado.. Eu não adio a (mini) felicidade de usar algo que comprei nem por um dia! Beijos!!!

  55. Priscila Barbosa

    Que engraçado..sou o oposto! Uso na primeira oportunidade, isso quando eu não crio a oportunidade pra não passar muito tempo! Roupa, sapato, bolsa..tudo isso um dia acaba, então aproveitemos até lá! Acho que tem que cuidar sim, mas se estragar, e daí? Quer dizer que você vive, só isso! Tenho uma amiga que se estiver de roupa branca não toma vinho..hahah Quem é dono de quem? Roupa foi feita pra ser usada, dinheiro pra ser gastado.. Eu não adio a (mini) felicidade de usar algo que comprei nem por um dia! Beijos!!!!!

  56. Camila RE

    Também comprava as coisas que desejava muito e tinha o maior cuidado, um carinho e até um apego negativo que me fazia mal rsrs. Essa criação de roupa especial, datas especiais… Hoje melhorei nisso. Mas uma coisa que nunca tive foi dó de usar, pelo contrário, usava o mais rápido que tivesse oportunidade e avisava pra minha mãe “vou usar logo né, vai que morro atravessando a rua e não usei ainda…” kkkkkk
    Numa ocasião, ganhei um chocolate maravilhoso e não comi por três semanas, pois eu fazia uma dieta restrita em qualidade por questão de saúde e já tinha alguns doces em casa, não poderia abrir mais um. Um dia a tarde eu desmaiei, bati muito forte a cabeça no banheiro e precisei passar a noite no hospital para fazer alguns exames, eu chorava pensando que poderia ter morrido sem comer o chocolate, logo eu que nunca espero pra usar nada que ganho/compro. Seria uma ironia eu morrer sem comer aquele chocolate kkkk. Cheguei do hospital e a primeira coisa que fiz foi comer um pedacinho do tal chocolate kkkk. Agora minha frase ficou ainda mais enfática “come/usa logo Camila, vai que você desmaia de novo, não quero ver ninguém fazendo drama no hospital kkkk”

  57. Camila RE

    Também comprava as coisas que desejava muito e tinha o maior cuidado, um carinho e até um apego negativo que me fazia mal rsrs. Essa criação de roupa especial, datas especiais… Hoje melhorei nisso. Mas uma coisa que nunca tive foi dó de usar, pelo contrário, usava o mais rápido que tivesse oportunidade e avisava pra minha mãe “vou usar logo né, vai que morro atravessando a rua e não usei ainda…” kkkkkk
    Numa ocasião, ganhei um chocolate maravilhoso e não comi por três semanas, pois eu fazia uma dieta restrita em qualidade por questão de saúde e já tinha alguns doces em casa, não poderia abrir mais um. Um dia a tarde eu desmaiei, bati muito forte a cabeça no banheiro e precisei passar a noite no hospital para fazer alguns exames, eu chorava pensando que poderia ter morrido sem comer o chocolate, logo eu que nunca espero pra usar nada que ganho/compro. Seria uma ironia eu morrer sem comer aquele chocolate kkkk. Cheguei do hospital e a primeira coisa que fiz foi comer um pedacinho do tal chocolate kkkk. Agora minha frase ficou ainda mais enfática na família, minha mãe fala “come/usa logo, Camila, vai que você desmaia de novo, não quero ver ninguém fazendo drama no hospital kkkk”

  58. Sou muito o contrário, do tipo que quase sai da loja usando. Aí por vezes me pego usando uma coisa nada a ver com a ocasião só pq é nova (tipo um sapato lindo novo pra ir na padaria). Por isso nunca entendi quem tem coisas nunca usadas no armário, ainda com etiqueta. Pode ser que eu só use a roupa uma vez por perceber que não faz meu estilo, mas pelo menos uma vez eu vou usar, só não uso logo o que compro pra alguma ocasião em especial mesmo.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com