Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Vamos combinar que o indicativo de que estarmos todas virando ~tiazonas na internet é que, tal qual nossas mães, participamos amarradonas de correntes nada a ver no Facebook, hahahaha! Então, celebrando esse lindo momento, que na verdade meio que já passou, resolvi postar por aqui 20 fatos aleatórios sobre mim por motivos de: 1) já passou das 23h de domingo e estou sem criatividade; 2) acho interessante contar pequenas coisas minhas para ver se alguém se identifica! Bora lá?

20 fatos aleatórios sobre mim

1) Eu nunca tive nenhum bichinho de estimação. Nem cachorro, nem gato, nem coelho, nem tartaruga, nenhum mesmo. E isso não significa que não goste de animais, mas que não tive a experiência de amor incondicional que vejo muita gente ter por eles – que acho linda, aliás!

Quem sabe um dia eu me inspire na Sá e adote um cachorrinho!

2) Já cheguei a pensar um dia que dirigir não era pra mim. Tirei carteira tarde e passei muito tempo sem treinar depois disso. Foi então que quis comprar um carro e, depois de um test drive tenebroso, meu pai chegou à conclusão de que eu precisava de um modelo automático. Comprei um usado e acho que é a oitava maravilha do mundo. Trocar marcha pra quê?

3) Por mais que trabalhe com internet, eu não sou o tipo de pessoa que deixa o celular sempre à vista. Sou dessas que desliga o 3G e que não mantém o wi-fi conectado o tempo inteiro em casa. Curto ficar offline, me sinto pressionada por ter que estar disponível o tempo todo.

4) Pareço muito eloquente e cara de pau, mas na verdade sou bem tímida – ninguém vai acreditar nessa, mas é verdade! Tem vezes em que tremo por dentro nas mais variadas situações, mas nunca demonstro. Pelo contrário: desando a falar mesmo!

5) Sou a louca dos signos desde que me entendo por gente. Paguei 10 reais (juro) num mapa astral encomendado pela internet com uns 15 anos. Lá já descobri o motivo de ser c*g*d* sentimentalmente: vênus em câncer.

6) Tenho um sexto sentido apurado. Consigo prever coisas em um instante, mesmo que seja lá no fundo da minha cabeça. Já aconteceu, por exemplo, de eu pensar numa pessoa que não via há anos numa situação corriqueira e ela cruzar comigo 5 minutos depois.

7) Não vejo filme de terror nem que me paguem. Odeio levar susto, acho perda de tempo gastar horas do meu dia pra ficar mal depois, detesto a sensação sombria. De resto, topo qualquer coisa. Mas terror nem a pau, obrigada.

Aproveitando a deixa, olhem só o post que fiz uma vez com os 10 filmes que eu sempre paro pra assistir!

8) Como boa nativa de gêmeos, sou a pessoa que mais muda de ideia na face da terra. Pode ser que hoje ache uma coisa bizarra e amanhã esteja adorando. E vice-versa. Culpem meu signo.

9) Se eu pudesse escolher qualquer lugar pra viver, moraria na Itália. Me apaixonei pelo país, já amava a língua e a comida, né – a comida. <3

Quem for apaixonada pela Itália, como eu, não pode perder os guias de viagem que fiz sobre Roma (aqui e aqui) e outros três destinos!

10) Escrever é a coisa que mais amo na vida. Aos sete anos, já fazia poesias. Nunca tive problemas em escolher minha profissão – tava na cara que ia ser jornalista mesmo! Sou a louca do português, gosto de ler e quem sabe, um dia, tome coragem pra lançar um livro. Ideias já tenho várias!

11) Tenho um vício bizarro por ver cravos e espinhas sendo espremidos. Até pesquisei pra ver se era algum tipo de doença (hahahaha), mas aí caí no canal da Dr. Pimple Popper e me senti abraçada como uma pessoa normal. Gente, limpeza! Não tenho nojo nenhum, acho até relaxante.

12) Tenho dois irmãos homens mais novos e a vida toda amei ser a única menina, a princesinha da casa. Mas hoje sinto falta de ter tido uma irmã. Acho que é uma das amizades mais bonitas que a gente pode cultivar.

13) Se fosse possível pedir pra ter um talento, já mandaria logo três: cantar, desenhar e tocar piano (bem).

Dizem que tudo isso é apenas questão de começar. Para inspirar, olhem só meu post sobre a importância de ter um hobby!

14) Sou chorona. Meus pontos fracos são, não necessariamente nessa ordem: coisas românticas, velhinhos e histórias de superação.

15) Fui insone minha infância toda. Achava que dormir era o mais puro desperdício de tempo. Aí cresci e virei uma dorminhoca. Amo minhas viagens astrais, adoro lembrar dos meus sonhos e pesquiso o significado de vários.

16) Uma das coisas que mais me irrita nas pessoas é elas se acharem “too cool for school” – não tenho uma expressão decente em português pra expressar, mas é isso. Para mim, esse lance de querer se superiorizar em cima dos outros é coisa de gente problemática consigo mesma.

17) Já amei alguém loucamente – e não no sentido figurado. Foi uma péssima época da minha vida, cheguei no fundo mais lamacento do poço por causa disso. Hoje o que quero é equilíbrio em toda e qualquer relação que cultivar, amorosa ou não. E me colocar em primeiro lugar, sempre.

Tem alguém aí passando por aquele luto de fim de relacionamento? Então não percam esse post!

18) Pouco tempo atrás eu morria de medo de viajar. Parece besteira agora, mas a verdade é que tinha dinheiro para fazer e ficava achando que não daria conta de me virar, de falar a língua do lugar, de conhecer pessoas novas. Ainda bem que parei com essa palhaçada e agora fico sonhando com muitos países pra conhecer!

Aqui, a Marina lista 5 motivos pelos quais viajar sozinha é uma ótima ideia!

19) Vario entre dois extremos deliciosos (ou não) na vida: bagunça absurda versus organização metódica. Não tem meio termo – culpem meu signo, mais uma vez.

Olhem só um post que fiz sobre organização de guarda-roupa!

20) Acho que sou meio surda até hoje. Quando era pequenininha, corrigi a audição com uma cirurgia e, segundo a minha mãe, ficou tudo ok. Mas falo alto pra caramba e não escuto direito o que as pessoas falam. De acordo também com o otorrino, tá tudo certo – mas sei lá, tenho as minhas dúvidas, risos.

Prontinho! E aí, algum traço da personalidade de vocês bate com o meu? Me contem nos comentários!

A foto do comecinho do post é da Maria Cristina Nadalin – Nadalin Fotografia e foi tirada na minha casa!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
50 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Natália

    Thais, escreva. Eu compraria seu livro!

  2. Sara

    Concordo com a Natália, escreva mais! Eu também compraria seu livro sem pensar duas vezes!
    Adoro vocês três e acompanho o blog há anos,
    beijos!

  3. Manuela Melo

    hahahaha… Sou extremamente tímida, mas, ninguém nota diante da minha eloquência e desembaraço ao falar. Mas, sou a tímida de não sair do lugar. kkkkkkkkkkkkkkkk
    outro fato… Filme de terror jamais, gosto de gastar minha adrenalina com outras coisas!!!!

  4. Achei que so eu nao consegui ver um cravo sem espremer kkkk
    Sou bem chorona tambem
    amei saber mais sobre vc
    Bjsss

  5. Lilian

    A da variação entre organização metódica e bagunça: menina! vc sou eu! hahaha. Até hoje não sei dizer se sou bagunceira ou organizada, e tem dias que do nada me dá a louca da organização, saio arrumando tudo. Outro dia, a organização vai por água abaixo porque eu tiro as coisas do lugar e largo em outros lugares. Ou seja, a arrumação não dura!

  6. Me identifico com vários, mas o 7 foi o melhor.
    Jamais pagaria pra ir no cinema e ficar com medo kkk.

    E por favor, escreva um livro, nunca te pedi nada 🙂

    Bjos!

  7. Tati

    Também adoro vídeos de extração de cravos!kkkkkk

  8. Nossa, me identifiquei demais com você, Thais!

    Não é a atoa que eu leio o Coisas de Diva diariamente!
    Também sou geminiana (e minha vênus é em gêmeos também… imagina os surtos de indecisão), também falo muito alto, também sou jornalista (e tenho um blog que escrevo com dois amigos, hehe), tenho sérios problemas com direção – só superei o medo esse ano de dirigir sozinha, porque fui obrigada. E filme de terror, nem que me paguem.

    Bjs!

  9. Lara

    Oi, Thais, tudo bem? Adorei o post e saber essas curiosidades sobre você! Fiquei surpresa com a parte da direção, achei que era só eu que pensava que “direção não é pra mim”, rs… Tirei carta há mais de dez anos e tb nunca dirigi, acredita? Cheguei a fazer mais algumas aulas anos depois e mesmo assim, nada! Fico nervosa só de pensar. Que tal fazer um post contando como foi o seu processo até passar a dirigir? Tenho certeza que ajudaria muitas leitoras, pois este é um “fenômeno” mais comum do que pensamos, ainda mais entre as mulheres. Obrigada!! Beijos!

    • Infelizmente, acontece pra caramba! As vezes em que eu vi isso se resolver foram 1) precisar dirigir na marra mesmo, por necessidade e 2) começar aos poucos, tipo pequenos trajetos no fim de semana, em ruas pouco movimentadas, até pegar o jeito. Para mim, foi um pouco dos dois, sabe? Mas o que ajudou mesmo foi ter comprado um carro automático. Sei que é mais caro, mas o meu é usado e não paguei um absurdo nele não. Aí fiquei mais tranquila com os pedais e com o fato de não precisar trocar marcha! Só assim pude prestar atenção no trânsito e nos espelhos, apenas freando e acelerando! 😉

  10. Danielle

    Me identifiquei com o 2, tirei minha habilitação com 18 anos, mas nunca pratiquei, medo terrível e marcha pra quê mesmo? Agora tive filho e meu marido e eu compramos um automático, protelei até o último dia, mas acabou a licença maternidade e me obriguei a dirigir. Fazer baliza ainda é um problema, eu queria era um carro do Google hahaha.
    Sobre o 19, eu nunca tinha pensado nisso, tem gente que me chama de metódica mas muitas coisas na minha casa são caóticas rs. Sobre virar tiazona da internet, rindo até agora dessa definição.

    • hahahahaha, também quero um carro que pense em tudo por mim!

  11. Jeanne Cunha

    ssa, eu adorei o post! Me identifiquei com duas coisas: tento espremer todos os cravos que vejo e sinto prazer com isso. Minha família sempre achou isso esquisito mas eu encaro como limpeza mesmo. E também sou meio surda e falo alto, porém minha audiometria sempre dá resultado normal. Vai entender, né? Beijinhos.

  12. Glau

    Adorei o post Thais. Às vezes achamos que sabemos tudo de pessoas da internet, que nada! Tem tanta coisa por trás…
    Essa onda de livros de youtubers/bloggers me desanimou tanto… tanto livro de péssima qualidade, que não reflete nada a pessoa… coisa feita pra vender mesmo… Mas o seu eu compraria facilmente, confio muito no seu trabalho (e da Sá e Marina também), sei que não lançaria algo sem nem saber o que tá escrito, sei que vcs tem respeito pelas pessoas…enfim, desculpe o desabafo rs
    bjinhos

    • <3 Meu Deus! Disse muito do que eu penso. Não podemos generalizar, mas esse lance dos livros feitos pra vender, e não para acrescentar nada além da curiosidade alheia, me deixam meio broxada também. Infelizmente, a tendência do momento é essa! Mas, com certeza, se eu e as meninas fôssemos lançar um livro, ele seria bem diferente do que temos visto por aí. :)

  13. Camila

    Menineee, vc me descreveu!
    Sou sagitariana, mas meu ascendente é em gêmeos com lua em câncer. Pensa em alguém aventureira, indecisa e chorona!
    Fora a do relacionamento também, idêntico! Estou me redescobrindo, após um período imenso num poço fundo e lamacento.
    Sucesso <3

  14. Julia

    Muito legal esse post! E super apoio as outras meninas fazerem também rsrsrs, é muito bom conhecer vocês mais intimamente já que acompanhamos há bastante tempo.

  15. Fernanda Gabriela

    Super me identifico com vaaarias!!!!
    Tb sou meio surda. Hahaha E tb pareço super desenrolada e eloquente, mas sou tímida que só eu sei. Ah e meu sonho tb é saber cantar bem, mas, certeza, que, nessa vida, não vai rolar. Haha
    Amei!
    Bjs

  16. Cris v.

    Bom, odeio filme de terror, sou meio surda também, apesar que o médico diz que tá tudo normal.. sou chorona demais, câncer né, signo bem emotivo. Sou organizada do tipo extremamente metódico. Também não tenho coragem de dirigir. Adorei o texto, muito bom poder conhecer um pouquinho mais de você.

  17. Eu amei o seu número 3, sou assim também e queria achar mais gente igual… Me sinto chateada de ficar numa roda com 6 pessoas e 5 estarem no celular =/

    Um beijo,
    Foca no Glitter

  18. Carol Magnani

    Thais, tbem odeio filme de terror. Aff..não entendo pq pagar para sofrer..rsrs..adorei saber mais sobre vc :*

  19. Rosane

    Thais ameu seu post!
    Temos muito em comum: Nunca tive animais de estimação, apesar de achar fofinhos e lindos!
    Continuo pensando que nunca vou conseguir dirigir. Tenho 34 anos e sem habilitação. Ano passado fiz auto escola, me senti livre, amei dirigir, porém reprovei na prova prática e desisti sem tentar de novo, zero pra mim!
    Eu tb não vejo filme de terro nem de graça e sou a Maria chorona!
    Legal a gente se identificar com outra pessoa em alguns aspectos 🙂

    • Rosane, não desista! Se é algo que realmente quer ou precisa, vai com fé! <3

  20. Raquel

    Ahhh irmã gemêa hahahah!

    Nossa Thais, quanta coisa incomum! Me identifiquei com vc! 🙂

    Pode escrever, mas promete sessão de autógrafos aqui em BH?

  21. Tamyres

    Também estou pensando em comprar um carro automático usado. Qual você comprou? Eu tirei a carteira há 6 anos, mas não dirijo desde então. Tenho bastante medo de dirigir, principalmente porque minha maior dificuldade é controlar a embreagem, trocar as marchas etc. Eu costumava deixar o carro morrer muitas vezes na auto escola, por conta disso. Carro automático já acabaria com grande parte do meu medo de dirigir.

    • Comprei um Honda Fit! É uma delícia de dirigir, viu? Recomendo!

  22. Amanda

    Thais, dei uma gargalhada a cada vez que você “culpava” seu signo em gêmeos por alguma coisa. Apesar de ser leonina, meu ascendente e minha lua são em gêmeos, então às vezes acabo empurrando a culpa de algo que faço pra esse lado geminiano também.

    • hahahahaha, menina, ter gêmeos no mapa é estar num cabo de guerra eterno!

  23. Camila

    Adorei! Em relação ao item 01: a sua vida vai ser outra após ter um bichinho de estimação. Tenho dois cachorrinhos (sempre tive desde pequena) e é um amor incondicional e inexplicável. É uma sinergia e uma energia que não dá pra descrever…Quando chegar o momento certo, espero que tenha a oportunidade de viver essa experiência!!! 🙂

    Sobre mapa astral: pago todo ano (após o aniversário) um estudo astrológico online da Aparecida Liberato…e vou te dizer: muita coisa acontece! hahahaha (sou sagitariana e adoro ler sobre o tema…). Muito legal o post.

  24. Vênus em câncer tbm (e marte em áries, mas juro que sou um amor hahahhaha), sou do tipo que não acredita em astrologia, mas ama culpar os signos qdo as coisas batem. Amo escrever desde criança tbm, minha mãe diz que quando pequena, antes de começar a brincar, eu sempre queiria “escrever a brincadeira” (sério, que criança louca rs), aí fui fazer letras, mas cheguei a cogitar jornalismo tbm. Me identifiquei com várias coisas =)
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

  25. Odete

    Meu Deus… hahaha acho que encontrei meu clone. Exceto pelo signo (o meu é câncer)… Suuuuuper me identifiquei. Não tenho irmãos, mas sempre tive vontade de ter um, só que mais velho Haha, não sei exatamente o porquê disso rs. Viajo em horóscopo, vejo o meu todos os dias. Sou muito chorona, minha mãe até se irrita com isso. Até hoje tenho medo de dirigir, mas estou superando aos poucos, considerando que já tem 8 anos que tenho habilitação kkk. Adorei o texto, bom saber que tem mais gente como a gente.

  26. Priscila

    Me identifiquei com quase tudo, mas me senti abraçada mesmo pela parte dos cravos e espinhas! Todo mundo sempre achou nojento, mas eu acho mais nojento ficar com eles, não sei explicar.

  27. Gabriela R. Salomon

    Se você escrever esse livro eu compro! hehehe 🙂
    Adorei os 20 fatos 😀

  28. Hahaha apesar de ser leonina, também tenho a vênus em câncer, e a lua também. Achava que isso era a razão das sofrências, rs mas se pensarmos bem, a vênus tem que estar em câncer mesmo, já que é o signo mais maternal e feminino…

    • O duro da vênus em câncer é que a gente sente tudo demais, guria! Somos EXTREMAMENTE sensíveis. E olha, pra mim, isso mexe pra caramba quando penso que sou geminiana, um signo que em tese é bem desprendido! Imagine pra você, que é leonina! DEUS É MAIS, HAHAHAHA!

  29. Verônica Fernandes

    Pra quem tava sem idéia. .. que ideia saborosa, boa de ler. Não podiamos ser mais diferentes a não ser pelo gosto por astrologia. Prazer conhecer dona Diva

  30. Miriã Andrade

    Me identifiquei em várias coisas, Thais, hehe, eu também fui tirar carteira com os meus vinte e muitos anos, haha e a ideia do carro automático é ótima! 😀