Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Vamos ver se esse assunto faz sentido para vocês: já aconteceu de estarem dando uma volta e baterem o olho num produto que parecia muito aquele que tanto queriam e, ao olhar mais de perto, viram que era de outra marca? Pois comigo já. O nome desse fenômeno, de acordo com o Branding (Gestão de Marcas), é mimetismo.

Para entender a palavra, basta lembrar das aulas de Biologia na escola. O mimetismo acontece quando determinado organismo possui características que podem confundi-lo com outro organismo. Um exemplo bem clássico é o bicho-folha, que se parece com a folha de uma determinada espécie de planta.

Nesse caso, dizem que se trata de uma vantagem adaptativa. Mas será que no mundo dos cosméticos isso realmente vale a pena ou tentar se parecer com a concorrência, especialmente no quesito embalagem, mostra que a marca não tem identidade – e, pior, está tentando ludibriar quem compra desavidamente?

Mimetismo nos cosméticos

Separei alguns exemplos que já me chamaram a atenção. O primeiro é relacionado ao Moroccanoil, que foi uma verdadeira febre tempos atrás. Desde que foi lançado, mantém as características da embalagem intactas: tem azul claro predominante e toques de laranja, branco e marrom.

Com a popularidade absurda da linha, muitas outras empresas correram atrás de sua formulação, baseada em óleo de Argan, e criaram linhas semelhantes. Até aí, tudo perfeito – afinal, o mundo é livre e a gente quer ter opções mesmo. Porém, algumas foram tão fundo que até a embalagem colocaram parecida.

mimetismo cosméticos

Qualquer semelhança é mera coincidência? Acho que não. Os comparativos mostram bem que, além de a Yenzah ter criado produtos com a mesma função, há também características gritantes nas embalagens que fazem lembrar a linha Moroccanoil. Lembrem-se de que o que está em pauta é a associação visual à marca original, não a qualidade dos produtos – que, aliás, já resenhei aqui.

Outro caso que notei é a nova linha de máscaras para cílios da Dailus Color. São quatro produtos para diferentes resultados: curvatura e volume, efeito boneca, alongamento e curvatura e volume e definição.

mimetismo cosméticos

Posso estar louca, mas as embalagens me remeteram automaticamente às máscaras para cílios da Maybelline, reconhecidamente entre as melhores do mercado com um preço bom. A primeira da montagem, resenhada (e elogiada, inclusive) pela Marina aqui, é muito semelhante à The Colossal.

As demais, pela minha percepção, usam as cores de outras máscaras famosas da Maybelline. Não estamos falando de cópia por aqui, mas de inspiração. O intuito, ao meu ver, é valer-se do imaginário das compradoras. Explico: ao verificarem as mesmas cores encontradas em produtos de boa qualidade (Maybelline), inconscientemente ficarão mais confiantes a experimentar os da Dailus Color. Entenderam?

É claro que ninguém é bocó para confundir 100% uma marca com a outra – todo mundo sabe ler e, com um pouquinho de atenção, dá para perceber as diferenças. Mas será que isso coloca em demérito a segunda marca, que lançou sua linha depois da que a inspirou?

É por isso que gostaria de opiniões aqui nos comentários. Vocês dão bola para esse mimetismo entre marcas? Já se confundiram ao comprar algum produto? Me contem aí!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
104 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Fernanda Gabriela

    Ok, ninguém vai deixar de ler o rótulo e escolher direito o que quer de verdade, mas a intenção por trás é o que vale: confundir a cabeça das consumidoras. :T
    Parece que o produto foi feito “nas coxas” para aproveitar o sucesso do outro e não deu tempo de desenvolver uma embalagem legal e competitiva.
    Não curto e não apoio.
    Adorei esse post, bem inusitado!

    • Ou foi justamente o que a marca concorrente queria: se parecer com o original pra ganhar consumidores, né?

  2. Não é que aconteceu isso comigo essa semana, quase comprei um sachê para hidratação capilar achando que era da Marca Aussie, fiquei desconfiada olhei bem, mas não vi nada referente a marca na embalagem. Deixei para lá. Pior que essa sachê estava do ladinho do condicionador Aussie ¬¬

  3. Alba

    Considero isso uma violação, tanto ao direito do consumidor, de ser corretamente apresentado a um produto/serviço, como à proteção de marcas e patentes. Isso pode ser, dependendo de até onde se vai com essa mimetização, até uma falsificação da marca original. Por quê eu digo isso? Vou esclarecer: na China há muita cópia de tudo o que é famoso e rentável no meio de consumo. Lá se replica desde o logo da Apple em lojas falsas, até produtos alimentícios. Não há limites. Se você, por exemplo, que gosta de comprar um cosmético asiático e não lê, nem fala nenhuma das línguas daquela parte do mundo, se a embalagem daquele seu produto de confiança for mimetizada, quem lhe garante que não te levará a adquirir gato, por lebre?
    Isso é um assunto muito sério e deveria ser levado à conhecimento das autoridades de proteção ao consumidor.
    Abraços,

    • Concordo com você, Alba, em especial se estivermos falando de uma compra internacional, por exemplo, onde a pessoa pode não saber falar a língua utilizada na embalagem.

  4. Márcia Daniella

    Já vi vários casos também. Minhas duas máscaras de tratamento de cabelo, a Mr.Coffee e a Mrs. Peach, tem embalagens que parecem demais com as da Lush.

  5. Julia W

    Nunca cheguei a comprar gato por lebre, mas várias vezes já me confundi com “genéricos”. Mesmo que o produto seja bom, acho que a intenção é meio que enganar o consumidor, então não compro em protesto haha
    Ótimo post!

  6. Camila C

    Por mais que seja uma cópia e que sempre vamos ler a embalagem antes de adquirir, eu acredito que as empresas estão tentando te induzir ao erro. Na pressa, qtas vezes não pegamos a embalagem ali, rapidinho, no mercado, na farmácia? E colocar os produtos lado a lado, tendo a mesma “idéia”, é querer ir de carona na fama do outro produto. Eu não concordo.

  7. Pedro

    Não compro nada de empresa que faz este tipo de coisa. Para mim a empresa que faz isto está passando um “atestado” de que é um fracasso de marketing. E se nem capacidade de fazer um bom marketing a empresa tem, por que teria capacidade de oferecer boas fórmulas?

  8. Lorenza

    Não acho isso legal, não. Acredito que possa induzir o consumidor a fazer uma compra errada.

    • Polyana

      Pensei a mesma coisa. Nas pressas e até por engano mesmo, o consumidor acaba levando a “imitação”.

  9. Emilene

    Já aconteceu comigo de levar gato por lebre. Comprei uma maionese de uma marca pensando que era de outra e só percebi depois de abrir a embalagem e notar que a consistência não era a esperada. Falta de atenção pura! Já estamos tão condicionados a fazermos certas coisas no automático que cair nessas “pegadinhas” é muito fácil!

    • Doido que isso acontece em outros tipos de produto, né? Inclusive nos alimentos, que às vezes a gente compra no automático MESMO!

  10. Heloisa Carvalho

    Também não gosto das empresas que abusam dessa jogada. Sinto que estão tentando me enganar, pegar carona no sucesso alheio. Não me importo que a marca use um ingrediente(como o óleo de argan, por exemplo) ou uma ideia igual , desde que criem sua própria identidade visual.

  11. Natalia

    Meninas, vou fazer um comentário de gente chata aqui. hehe
    Eu sou advogada especializada em propriedade intelectual.
    Quando imitam uma embalagem, sem necessariamente reproduzir a marca, mas usando elementos que confundam ou que se pareçam muito, fala-se que houve imitação do trade dress ou do conjunto visual do produto.
    O Brasil não tem lei específica para coibir este ato especificamente, então geralmente enquadramos imitação de trade dress como ato de concorrência desleal (que é coibida pela Lei da Propriedade Industrial).
    Esse é um assunto sério, pois, assim como a Thais falou, a gente tende a comprar o produto mais familiar. Essa associação é indevida, porque não é justa com as demais empresas (que não imitaram ninguém e estão concorrendo igualmente) e com o dono da embalagem imitada (já pensou você desenvolver um produto com todo o carinho do mundo e vem uma empresa aleatória e imita a sua embalagem?). O consumidor também sai prejudicado, pois pode comprar gato por lebre na afobação.
    O ideal é que as empresas ajam lealmente e criem sua própria identidade.
    Achei bem legal o blog levantar esse assunto. Com tantas imitações por aí, sempre bom chamar a atenção do público.
    Beijos!!

    • Natalia, não foi chata não! Aliás, obrigada por ter dado o parecer jurídico a respeito. Acho importante saber! 😉

    • Isabela

      Achei ótimo seu comentário, nada chata!

      É super errado copiar a identidade visual de outra marca. A original gasta dinheiro com isso, faz pesquisa de mercado, contrata designer, publicitário, vários profissionais, e a copiadora pega tudo isso de graça e ainda engana os consumidores mais desatentos!

    • Angela Cordeiro

      Muito apropriado seu comentário! Tanto consumidor quanto fabricante devem ser respeitados. Muitas pessoas não enxergam o que estão comprando e acabam levando gato por lebre (como minha mãe). Acho que cada fabricante deve imprimir sua marca pessoal em seus produtos. Se o produto for bom a imagem ficará conhecida.

  12. Priscila

    Acho feio quando as empresas fazem isso, pois confundir o consumidor pode ser “bom” para vender uma vez, mas quem foi enganado não vai querer comprar de novo, e como consequencia não vai se tornar fiel a marca, que é o objetivo de toda empresa.
    Outra marca que faz isso é a Lola Cosmetics, imitando descaradamente a Lush.

  13. Letícia D.W.

    Já cai nessa armadilha e só fui perceber quando cheguei em casa. Por sorte, o produto era ótimo. Minha opinião é que esse tipo de mimetismo confunde mesmo e o que fica no subconsciente é que pela aparência, deve ser tão bom quanto ao outro, ai ficamos tentadas a experimentar. Só que experimentar cosmético sem recomendação, principalmente do “Coisas de Diva” não rola meXXXmo…

  14. Mariana Dias

    Ei Thais, adorei o post, bem inusitado mesmo!
    Tem outras máscaras parecidas com a Colossal em temos de identidade visual, aquela da Tango e uma da Avon. Tem também aquele leave-in do Celso Kamura, que parece muito com o Uniq One.
    Não concordo com isso, uma coisa é, por coincidência, a marca lançar uma máscara com embalagem da mesma cor, outra coisa é lançar uma com a mesma cor, com o mesmo formato e as escritas parecidas.

    • Verdade! Mas olha, acho que nesse mundo não há coincidência não, infelizmente! O povo sabe mesmo o que tá fazendo. :\

  15. Julia

    Achei ótimo seu post, acho muita falta de criatividade imitar a embalagem da marca alheia e pegar carona no sucesso alheio, mas sinceramente? Não ia deixar de comprar um produto só por isso, a Lola por exemplo tem algumas embalagens parecidas com as da Lush e nem por isso o conteúdo é inferior, muito pelo contrário é de otima qualidade, é a mesma história de não devemos julgar um livro pela capa.

  16. Cris

    Oi Thaís, sabe o que eu observei na farmácia outro dia, tava olhando uma máscara de cílios da marca Max Love, a embalagem e amarela e gordinha e olha o nome dela “colosso” além de me lembrar a “TV colosso” (entreguei que tô ficando velha rss). Me lembrou também colossal da maybeline. Ou será q achei parecido demais.. bjinhos

    • GENTE, que ideia de jerico. Me faria lembrar TV Colosso também, certeza! HAHAHAH

  17. É um absurdo sem tamanho, né? No caso do Moroccanoil já vi tanta embalagem SUPER parecida, para aproveitar a fama da concorrência.
    Eu dou valor à criatividade e personalidade das marcas, então, meu dinheiro esses (quase) plágios não verão… Até porque, se não consegue se firmar por si, coisa boa não deve ter para oferecer.

    Adorei o post!

    =**
    Mani Piñeiro

  18. Sylvia Aline

    já aconteceu comigo, mas foi com produto alimentício. é muita falta de criatividade. não concordo com marcas que fazem isso

  19. Francielle Kistner

    Ótimo post!
    Também acho super desleal com a marca pioneira, que teve todo o trabalho de pesquisa de mercado, desenvolvimento do produto, desenvolvimento visual, etc etc.. Afinal, geralmente não se copia só a embalagem, mas o produto num todo!!
    Na verdade comigo a marca perde um ponto de credibilidade com essas cópias. Dificilmente me inspira confiança comprar algo “inspirado” em outro famoso. Não confio e não compro.

  20. Francielle Kistner

    Ótimo post!
    Também acho super desleal com a marca pioneira, que teve todo o trabalho de pesquisa de mercado, desenvolvimento do produto, desenvolvimento visual, etc etc.. Afinal, geralmente não se copia só a embalagem, mas o produto num todo!!
    Na verdade comigo a marca perde um ponto de credibilidade com essas cópias. Dificilmente me inspira confiança comprar algo “inspirado” em outro famoso. Não confio e não compro.
    Beijos suas lindas!

  21. I love Maybelline’s mascaras!

  22. Não gosto quando as marcas imitam embalagens de outras, parece que precisam “enganar” as consumidoras para vender. Dá a impressão de que o produto não venderia só pela qualidade que tem. http://www.alemdolookdodia.com

  23. Marina G.

    Me lembrei também do leave in do C. Kamura que tem a embalagem quase igual ao UniqOne e das embalagens da Lola que são super parecidas com as da Lush.
    Eu acho que o objetivo das empresas é fazer com que a pessoa compre pensando que o produto deve ser tão bom com o original, já que a embalagem é parecida. Mas, sinceramente, a mensagem que me passa é de que a empresa quer enganar os consumidores. Seria bem mais legal criar uma identidade própria.

  24. caroline viana

    Sinceramente não concordo com esse jogo de marketing que algumas marcas fazem. Já comprei produtos da Yenza que são “similares” ao Moroccanoil e me decepcionei. Tem outra marca baratinha de marquiagem, a Tango, que fez uma cópia, é cópia mesmo da embalagens das máscaras da Maybelline, e quase que comprei enganada de tão igual, exatamente o mesmo formato, tamanho e cor. Aí já acho um desrespeito com o consumidor, já que a Tango é uma marca muito inferior. Enfim, tem tanta coisa legal que pode ser feito para criar uma embalagem e se “inspirar” ou copiar mesmo, acaba sendo ruim para o consumidor
    Adorei a ideia deste post 😉

  25. Juliana

    Falei que nunca comentava e comento menos de uma semana depois em outro post de Thais hehe
    Como consumidora, o efeito pra mim é exatamente o contrário do pretendido: penso que algo meio aliexpress ou imitação mesmo. Tanto que me surpreendi com a resenha positiva da máscara Dailus.
    O interessante, por outro lado, é que nesse caso (do rímel) são dois produtos de preços parecidos, talvez por isso eu possa me dar “ao luxo” de ter essa escolha. Com as milhões de máscaras Moroccan Oil, provavelmente não me importaria de ter uma “cópia”, mesmo achando que é uma versão piorada (esse mimetismo exagerado sempre diminui meu conceito) do original. Outro exemplo disso: cópias das paletas naked feitas pela koloss.
    Resumindo: Acho desonesto e que coloca o produto/marca automaticamente em desvantagem, mas pode funcionar se o original não for concorrente no preço/disponibilidade.

  26. Nicole

    Para mim o principal exemplo disso é a marca Lola. O último produto que vi da marca era uma máscara de cabelo IGUALZINHA as da Lush! Parece que é para enganar mesmo!

  27. Clarissa Sozzo

    Thais, muito bom seu post. Realmente algumas marcas copiam descaradamente o design da embalagem de marcas lideres, acaba parecendo ate rixa de criança invejosa haha.. vc ja ouviu falar da mascara para cilios colossal da marca Tango? da pra brincar de joguinho dos sete erros com a colossal maybelline. Curiosa como sou acabei comprando pra ver com os proprios zoios, sabe.. o troço não é ruim, mas a similaridade com a maybelline acaba da embalagem pra fora, se é que me entende 😉 beijos, adoro o trabalho de vcs!

    • E diz que o nome do treco é COLOSSO, né? HAHAHAHA, AI, AI

    • Vanessa

      Eu acho que Colosso é a da Max Love.

    • Vanessa

      Ah, a pessoa falou da Maybelline, não tinha visto, foi mals kkkk

    • É verdade! COLOSSO é da Max Love e Colossal (na caruda mesmo) é da Tango!

  28. Fátima

    Pode até ser com má intenção. Mas “se colar, colou”. Não vejo muito problema nisso, no mercado o que importa é faturar, e qualquer jogada vale nesse sentido. Cabe aos consumidores ficarem atentos e saber o que está adquirindo na hora da compra.

  29. Fernanda

    Não gosto dessas embalagens que são “inspiradas” em produtos famosos. Pode ser algo super legal, original, de boa qualidade, mas que apenas por não ter uma identidade visual, passa a idéia de ser… Fake!

  30. Fernanda

    Assunto interessante que pode ser mais explorado no blog. Eu não tenho coragem de comprar no aliexpress nenhuma maquiagem. Também tenho receio daquele Bioré que vocês semprem indicam. Fico curiosa, com vontade de comprar, mas tenho medo. Agora estava doida por uma escova para o rosto da foreo: lumia. Na sephora R$700,00, no aliexpress R$ 100,00… rsrsrs. E pior quando a gente compra a coisa cara e vai ver na etiqueta: made in China kkkkk… óculos, pincéis de marcas famosas em sites super confiáveis. Meninas, façam um vídeo sobre o assunto… será bacana! Bjos

    • Fernanda, é importante perceber que não estamos falando de produtos falsificados nesse post, mas de marcas que se utilizam de embalagem semelhante a outros produtos famosos para promover seus itens. Realmente, há muita falsificação por aí. Quando a esmola é muita, todo santo desconfia! hahahaha

  31. Luciana

    Eu não gosto muito desta história de embalagens que são cópias descaradas, para mim o intuito é confundir o consumidor final. Uma vez minha mãe comprou pilhas que chamavam Duravell e meu irmão comprou um aparelho de barbear chamado Gillatte, que por sinal não cortava nem pensamento kkk. No caso deles compraram gatos por lebres,infelizmente.

    • HAHAHAHA, essa história me faz lembrar de um amigo meu que comprou um relógio ABIBAS, hahahahahaha!

  32. GENTE, ACABEI DE VER OS RÍMEIS DA TANGO:

    http://www.magzita.com/wp-content/uploads/2012/02/02_RimeisTango_pronta.jpg

    Cara, isso é CÓPIA DESLAVADA, não é nem mimetismo. Eles deviam era receber um processo da Maybelline.

    • Pra piorar colocaram os mesmos nomes da linha rsrs

    • Roberta Martins

      Impressionante.

    • Erika Silveira

      Me amarrota que eu tô passada!!! Óleo de peroba urgente pra essa Tango!!!

    • Polyana

      :O acho que estão reciclando as embalagens da maybelline e colocando e acrescentando o “tango”. A empresa deveria se envergonhar 🙁

    • Marina G.

      Que absurdo! Isso é cópia deslavada!!

    • Eu comprei a versão roxinha do rímel da Tango, porque era bem baratinho e percebi na hora que era cópia e queria mostrar para minha irmã hahahah.
      No fim acabei por testá-lo e gostei até, apesar de ser uma marca “inferior” é bonzinho e quebra um ganho para o dia a dia.
      Obs.: Ele tem um cheirinho de fruta. Sério! Nunca tinha visto um rímel com cheiro bom, posso dizer perfumado, esse foi o primeiro.
      Beijos meninas!

    • Nadiele

      A Tango não é brasileira, é ching ling gente por isso imita a Maybelline, na verdade imita outras marcas também mas tem uma qualidade bem bacaba levando em consideração o preço

  33. Roberta Martins

    Olá Thais!Como vai?
    É mesmo,se não prestar atenção,pode adquirir produto com embalagem bem parecida
    com a do outro.Também acho que a finalidade de enganar o consumidor,pura falta
    de criatividade,atitude feia!
    Beijos,
    Roberta.

  34. Oi Thais,
    Eu vejo tbm que as embalagens da Lolla são mto parecidas com a da Lush… muitas vezes eu confundo tbm….

  35. Raissa Franca

    Adorei o post, Thais.
    Mesmo não me achando nenhuma songa monga, que fica meia hora escolhendo cosmético e pesquisando antes na internet, já levei gato por lebre. 😐
    Quando a marca é boa e a gente percebe antes até vai, mas que dá raiva, dá.

    • Raissa Franca

      Me retratando: eu quis dizer que eu sempre tento prestar muita atenção na hora de comprar. Acho que acabei escrevendo de um jeito meio agressivo, desculpa se passei uma má impressão.

    • Fique tranquila, deu pra entender! 😉

  36. Bárbara

    Algumas meninas já disseram, mas a maior cópia de embalagem para mim são os rímeis da Tango mesmo. A textura é até ok, mas nada com um da Maybelline.

  37. Marina

    Tanto espaço para criar, inovar e certas marcas preferem isso? Eu não cairia muito fácil em comprar o produto errado porque sou meio TOC em conferir se peguei o produto certo, se o preço anunciado é igual ao que passa no registrador etc kkkk Mas acho sacanagem! Poxa vida, tanto espaço para fazer algo legal, diferenciar seu produto…

  38. Marcia

    Pensei na hora na Lola cosméticos, marca que tem a minha birra pela cópia deslavada da Lush. Simplesmente não levo. Um coisa é dupe (muito comum em maquiagem), mas copiar até a identidade visual eu acho desonesto. Tenho problema nenhum em levar o dupe do ruby woo da boticário que custa 1/6 do valo do original, mas levar o ‘mesmo produto’ com a ‘mesma embalagem’ aí já acho muita apelação e vontade de enganar o consumidor.

  39. nayana

    Os rimeis da Max love imitaram em tudo as embalagens da maybilline

    • Cris

      Verdade, até comentei que tem uma amarela com nome de colosso. Copiaram mesmo, até no formato da embalagem. Bk

    • Cris

      A embalagem dos batons líquidos da Max Love, se parecem muito com as embalagens dos batons líquidos dailus.

    • Vergonha alheia, viu?

  40. Olá meninas.
    Nunca me confundi ao ponto de levar um produto imaginando ser outro porém já encontrei diversas vezes um produto bem parecido com outro. Em um momento de pouca atenção realmente você pode sim trocar um pelo o outro e somente notar depois do produto aberto como relatado pela Emilene acima.Temos que ficar atentas!

    Bjs

  41. Juliana Gama

    Ao invés de fazer um bom produto pra conseguir consumidores fiéis as marcas preferem copiar as embalagens pra confundir! Ninguém merece!

  42. Ma SP

    Adorei o post Thais! Eu quando vejo que uma marca copia a embalagem da outra descaradamente fico com raiva e não compro nada da marca, justamente por isso, mesmo que o produto seja bom, é uma coisa que me irrita se aproveitar da fama dos outros que ralaram até chegar lá. Você disse bem, a mascara da Dailus confunde mesmo com a da Maybelline. Aconteceu comigo várias vezes. Via de longe e achava que era maybelline. Comigo essas marcas não tem vez. Beijos

    • Gente, esse caso nem eu tinha associado! Ai, ai, ai!

  43. Laura

    Que interessante o post Thais, nunca tinha visto nenhum blog explorar esse assunto!
    A máscaras da marca Matrix também copiam a identidade visual da linha profissional da L´oreal.

    • Pedro

      Matrix é da L´oréal…

    • Laura

      Nossa, não sabia que eram do mesmo grupo! Taí a explicação das embalagens semelhantes então hahaha
      Obrigada pela correção!

  44. Debora

    Adorei o post Thais!! Realmente acho muito chato essa coisa de copiar as embalagens dos outros. Minha mãe por exemplo, tem uma máscara tango que ela comprou achando que era maybelline… Ela nem se tocou em ler nada, simplesmente pegou e foi embora, o preço afinal não era tão diferente assim, mas ela achou que tava levando maybelline, no fim, ela usa a tango mesmo, mas né… Gato por lebre! Outra marca, como muitas meninas ai falaram é a Lola! Tenho uma máscara Lola aqui e tenho lush tb, os potes pretos são idênticos hahaha mas uma coisa boa que vi esses dias foi que a Lola esta aos poucos mudando sua identidade, a máscara mais famosa da marca tá de cara nova e os novos lançamentos estão com embalagens diferentes, que, agora, não lembram mais a lush… Ou eu me leva a crer que, talvez, a marca tenha se inspirado na lush e seu conceito para se lançar, atingido o sucesso, resolveu se desvincular dessa imagem, ambas as marcas, aliás, são muito boas, mas que é chato pra mim ficar lendo se to usando o produto Lola ou lush no meu cabelo, ahh isso é!!! Não concordo muito com essa coisa de imitação de embalagens, cadê a criatividade do povo??

    • Tadinha da sua mãe! Isso aí é pra mostrar que, na pressa, a gente acaba levando gato por lebre mesmo!

  45. Raquel

    Sempre fico com uma impressão ruim quando a marca faz isso, acho um marketing pobre. Mas acredito que funcione, pois é muito comum as pessoas não se informarem muito sobre o produto que elas querem e comprarem sem perceber.

  46. Kézia Dantas

    Amei o texto Thais, não tinha pensando nisso. As marcas podiam ser mais criativas e colocar sua identidade visual nos produtos sem copiar as marcas gringas. Parabéns pelo texto! É por isso que acesso o blog, vocês não tem “rabo preso”, não vivem fazendo publicidade o tempo todo. Beijos!

    • Rabo preso nenhum! 🙂 O que a gente quer é manter a credibilidade com vocês e sermos sempre fiéis à nossa honestidade! <3

  47. Ana

    Reparei esses dias num shampoo (não lembro a marca) que a embalagem era igualzinha a do Aussie, tinha até escrito “3 minutes miracle”.

    Algumas marcas fazem isso com cheiros tambem, por exemplo a lime crime, que copiou o cheiro de baunilha dos batons da mac porque as consumidoras já associam o cheirinho á qualidade. O que não deixa de ser uma tentativa de enganar né

  48. Fernanda K

    Se percebo que émimetismo, simplesmente não compro e passo a desconsiderar totalmente a marca copiadora. Inspiração pode acontecer na moda. Nos cosméticos, a inspiração pode ir, no máximo, até o tipo de produto. Por exemplo, água termal que várias marcas agora tem; ou mesmo bruma de hidratação e produtos com argan. Mas copiar embalagem no intuito claro que querer confundir o consumidor, pegar embalo no sucesso da identidade da marca, não aceito!

  49. O primeiro exemplo que me vem à mente é a máscara Morte Súbita da Lola cosmetics cuja embalagem se parece muito com os produtos da Lush. Amo o produto, mas acho uma mancada essa embalagem (e olha que a marca tem outras super bacanas!).
    Eu acho que a consumidora teria de ser muito ingênua de comprar o produto com embalagem igual achando que vai ter resultado igual somente por isso. Porém acho que isso funciona meio que como uma ~mensagem subliminar~, sei lá. E, como você acabou lembrando, às vezes na pressa a gente pode não olhar direito e comprar o produto errado sem querer.

  50. Tatá

    Parabéns ao blog por abordar essa tema ! Aqui temos 2 exemplos, mas é só olhar pelas prateleiras das lojas de cosméticos para vermos que tem muito mais. E não somente nessa área, mas em diversos setores temos casos de mimetismo ! Eu não acho que seja “falta de criatividade” da marca, acho que isso é feito de forma muito pensada, assim como na natureza, para alcançar uma vantagem adaptativa não em relação a marca “copiada” mas em relação aos seus outros concorrentes. Não compro nada de empresa que faz esse tipo de coisa. Prefiro escolher marcas autenticas que batalham para criarem sua própria identidade.
    Agora casos como a Tango, para mim já é outro assunto, beira a falsificação, cópia descarada, mimetismo ficou para trás faz tempo, é como disseram ai em cima, se assemelha a casos como Duravell, Gillatte, Abibas, Hi-phone, etc. Isso é desonestidade pura ! Ainda colocam um produto perto do outro ?!! Entao eu já desconfio do caráter da loja tb que coloca um produto Maybelline do lado de um Tango….

  51. Eu nunca comprei errado por isso não, mas não curto. Acho que uma marca vai, desenvolve todo um conceito visual, paga alguém pra fazer a logo, escolher cores, design de embalagens e etc e vai outra marca na caruda e copia tudo? Não consigo achar legal, acho melhor a marca desenvolver alguma coisa mais simples, mas que seja própria do que ficar copiando, não me parece honesto. A Lola é uma marca que faz isso direto. Custava desenvolver uma identidade própria?
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

  52. Pode até ser inspiração, mas que confunde ah confunde… rs

    Lola x Lush tb tá na mesma vibe neah?

  53. Renata

    Lola copiou total as embalagens da Lush, eu até tenho vontade de experimentar pq aparenta ser uma marca bacana, mas essa cópia das embalagens me desanima.

  54. Thais, excelente ideia de post! Acho super complicado a questão de copiar, mas a verdade é que nesse universo quase nada se “cria”, né? O que é uma pena!
    Também lembrei da Lola, que copiou na cara dura a embalagem da Lush, mas várias meninas já comentaram ^^

    http://gabivasconcellos.com.br/

    • Já diria o ditado: “nada se cria, tudo se copia”! Triste, né?

  55. mari

    hhahahahahah
    “mimetismo” foi bondade sua,ne?!
    isso e COPIA descarada!
    a Yenzah copiou no duro TODAS as embalagens do morrocanoil, acho ate meio feio isso, afinal e meio q induzir os incautos a erro….alem do q nao tenho mta simpatia com essa linha cheia de oleo mineral!
    a Dailus tbem meio babaca copiar tanto assim, podia ter feito alguma embalagem bonitinha, diferente e tals… mas resolveu copiar a lider de vendas!Nao e a primeira q copia as embalagens da maybelline, oq e uma besteira porq elas nem sao nada de mto bonitas e sao mto gorduchas, oq e ruim pra levar na necessaire! Perderam a chance de fazer melhor!

  56. Gili

    Gostei do post! Detesto marcas que fazem essa “quase cópia”. Não compro, por raiva de pensar que eles querem enganar o consumidor.

  57. Isabela

    Acho erradíssimo, e me recuso a comprar os produtos que imitam o original na embalagem. Pode até ser que a qualidade seja boa, mas passa uma impressão péssima, sinto, como consumidora, que a marca está querendo me enganar. Fica muito feio!

    Já li boas resenhas da máscara de cílios da Dailus, mas ME RECUSO a comprar essa cópia da Maybelline.

    Se a marca acredita em seu produto e sua qualidade, tem outros meios de ampliar a inserção no mercado, não precisa copiar embalagem dos outros.

    Tenho certeza de que se a Dailus tivesse feito uma embalagem bonita e original para as máscaras de cílios, após ler boas resenhas, eu teria comprado uma para experimentar.

    • Pois é… Acaba virando um demérito para a marca, né? :\

  58. Vanessa

    Eu QUASE já peguei o rímel da Tango achando que era o Colossal da Maybelline hahahaha
    Agora, o Colosso da Max Love na hora que vi me toquei que não era. De qlqr forma, acho bem feio pra uma marca fazer uma coisa dessas. É de uma cretinice sem tamanho.

  59. Luana Torres

    Ótimo post, Thais!
    É muito complicado ver isso passar batido. Deve ser horrível pra quem se deu o trabalho de desenvolver o visual do produto. E falo isso por conhecimento.
    Eu fazia parte de um grupo no Facebook chamado cronograma capilar. Lá nós trocávamos dicas de produtos para seguir essa técnica. O grupo cresceu bastante e a técnica ficou mais conhecida. Então a Lola Cosmetics convidou um dos fundadores para desenvolver uma linha de produtos pra ser utilizada nessa até qu convidou um dos fundadores para desenvolver uma linha de produtos pra ser utilizada nessa técnica. O produto foi o “Socorro” que vem numa latinha de ferro E tem uma embalagem que remete a remédios.
    Essa linha foi sendo anunciada sempre lá nesse grupo do Facebook, pois o pessoal fazia questão de pedir opiniões e avisar que seria lançada na Beauty Fair.
    E não é que sem nenhum alarde a Yenzah lançou na mesma feira uma linha praticamente igual? A linha de chama “Save” (socorro/save será só inspiração?) E também tinha embalagens que lembravam remédios. Foi tão absurdo que o pessoal desconfiou que houvesse um espião no grupo hahahaha.
    Enfim… Não é a primeira vez que essa marca faz isso

  60. Maria Carolina

    Ótimo post!
    Claro que isso é feito para enganar consumidores a “forçarem” levar gato por lebre. Deve funcionar, a contar o número de produtos que se aproveitam dessa artimanha.
    Mas quem engana também não respeita.
    Eu não confio! Não levo nada copiado descaradamente. Ainda que seja elogiado!

  61. Gabriela Ronchi Salomon

    Pois é, essa imitação de produtos é meramente para pegar a corda do sucesso de outras linhas mais caras, para aí a marca em questão se dar bem também. Não é a toa que ocorre nos animais, pois o que não possui um bom atrativo para os seus predadores acaba sendo imitado por outros (claro, isso pensando na evolução deles). Enfim, o exemplo é as paletas da koloss que imitou na cara a naked da urban decay. Confesso que compraria a da koloss por conta do preço e também da qualidade, pois os preços estão de matar ultimamente, mas com o tanto de falta de respeito que ocorre nesse mundo, é de se acreditar que as marcas também façam isso. Por um lado é bom que a gente, como consumidor, pode ter acesso à maquiagens que se assemelham às importadas e possamos, assim, comprar. Por outro lado, a questão do marketing e da empresa que lançou a marca primeiramente, sente-se “roubada”. Além disso, caímos na questão da qualidade: se é tãão barato e é igual a outra, será que possui algum ingrediente que possa fazer mal à nossa saúde?
    Ótimo post, Thais 🙂

  62. Bárbara Miranda

    Parabéns pelo post Thais!
    Acho isso uma falta de respeito tanto com o consumidor quanto com a marca copiada, pra mim a marca perde credibilidade!
    Na correria que vivemos no dia a dia muitas vezes quando vamos comprar algo que conhecemos só olhamos rapidamente a embalagem e compramos, afinal ela é a marca registrada do produto…
    Esses dias fui na perfumaria e quase dei uma dessas! Era uma paleta da Kiss new york com a embalagem igual da nyx! Letra, tamanho, nome… só percebi pq achei estranho uma perfumaria de bairro estar vendendo nyx, entao fui ler a embalagem! Tenho fraco por sombras e quando vi a embalagem igual e as cores me chamaram atenção o produto me “seduziu”, se estivesse um poquinho mais distraida tinha comprado gato por lebre!

  63. Renata

    Acho complicado…ou e para confundir os consumidores ou pra tentar ganhar novos consumidores pois se parecem por fora e faz com que as pessoas achem que parecem por dentro!

  64. Miriã Andrade

    Acho que confunde sim e devem fazer com esse propósito mesmo, não é possível, hehe.