Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

rainforest volume the body shop low-poo

Comprei o shampoo e condicionador Rainforest Volume da Body Shop por serem produtos pensados para os cabelos finos, que é o meu caso. Mas olhando a embalagem dos dois com mais atenção percebi que o shampoo não tem sulfatos e nem silicones, assim como o condicionador, então já aproveitei para testar como a técnica de low-poo funcionaria nos meus fios, que também são muito oleosos.

Expliquei tudo sobre a técnica de low-poo, no-poo e co-wash neste post aqui, se você se interessa pelo assunto capilar, vale a pena ler.

Como usar

Quem quer testar a técnica de low-poo nos fios deve usar shampoos sem sulfatos, que teoricamente agrediriam menos os fios, e condicionador sem silicones. O modo de usar é o mesmo que a gente já conhece. Lava o cabelo com o shampoo e passa o condicionador no comprimento enxaguando depois. Uma pequena diferença do condicionador é que ele deve ser misturado com um punhado de água antes de passar nos fios.

rainforest volume the body shop low-poo

O que a Body Shop promete

A promessa é de sensação de cabelo mais grosso e com mais volume, brilho e toque leve. Os produtos não tem colorantes e nem parabenos.

Minha experiência com os produtos e com o low-poo

Adorei o shampoo. Ele é leve, limpa o cabelo sem deixar duro, pesado ou ressecado. Demorei para me acostumar com o fato de que não faz muita espuma, uma das funções dos sulfatos que não estão presentes na fórmula, e as vezes até cheguei a usar mais shampoo do que o necessário. Mas depois de um tempo me acostumei com a pouca espuma.

Por outro lado, odiei o condicionador. Além de não desembaraçar os fios, deixou meu cabelo duro, opaco e até meio ensebado. Sei que a função dos silicones em produtos para cabelo é dar uma “maquiada” nos fios, deixando-os macios e brilhantes. Mas o susbstituto que a Body Shop encontrou para não usar os tais silicones não deu certo no meu cabelo. Queria testar a dupla para fazer resenha aqui no blog, mas ficava ~sofrida~ em me obrigar a usar um condicionador que deixava meu cabelo pesado e opaco. Durando o tempo de teste mal conseguia deixar o cabelo solto de tão pesado e feio que ficou.

rainforest volume the body shop low-poo

Acho que continuaria usando bem felizona o shampoo, mas como ele não tem sulfato, não pode ser usado com produtos que tenham silicones não soluvéis. Então a vida já começa a complicar um pouco. Na técnica de low-poo é possível usar silicones que são solúveis ou insoluvéis em água.

Não sei se a técnica do low-poo em si que não deu certo em mim ou se foi a dupla de produtos que não foi uma boa escolha, mas abandonei a experiência. Ufa!

Confira minha experiência com o cronograma capilar e com os produtos da Lola Cosméticos.

Preço e onde comprar

A linha Rainforest ainda não está disponível por aqui, apesar de já ter lojas da Body Shop no Brasil. Mas para quem se interessar e quiser trazer de viagem, o shampoo e o condicionador custam mais ou menos U$5 cada.

P.S.: Quem gosta da técnica de low-poo não precisa se ofender. Aqui no blog conto o que deu certo EM MIM. Isso não quer dizer que não vá dar certo para outras pessoas e em outros tipos de cabelo. 🙂

rainforest volume the body shop low-poo

Ingredientes do Shampoo e do Condicionador Rainforest Volume

Shampoo: Aqua (Solvent/Diluent), Disodium Cocoyl Glutamate (Surfactant), Lauryl Betaine (Surfactant), Mel (Natural Additive), Propylene Glycol (Humectant), PEG-55 Propylene Glycol Oleate (Surfactant), Sodium Chloride (Viscosity Modifier), Citric Acid (pH Adjuster), Glycerin (Humectant), Polyglyceryl-4 Caprate (Skin-Conditioning Agent), Parfum (Fragrance), Sodium Benzoate (Preservative), Sucrose Laurate (Skin-Conditioning Agent), Isopropyl Alcohol (Solvent), Polyquaternium-6 (Conditioner), Salicylic Acid (Preservative/Hair Conditioner), Linalool (Fragrance Ingredient), Aloe Barbadensis Leaf Juice (Skin Conditioning Agent), Paullinia Cupana Seed Extract (Skin-Conditioning Agent), Geraniol (Fragrance Ingredient), Panax Ginseng Root Extract (Natural Additive), Pentaclethra Macroloba Seed Oil (Skin-Conditioning Agent), Tocopherol (Antioxidant).

Condicionador: Aqua (Solvent/Diluent), Distearoylethyl Hydroxyethylmonium Methosulfate (Antistatic Agent), Cetearyl Alcohol (Emulsifier), Starch Acetate (Hair Conditioning Agent), Cetyl Esters (Emollient), Parfum (Fragrance), Hydroxypropyl Guar (Emulsion Stabilizer), Salicylic Acid (Preservative/Hair Conditioner), Sodium Benzoate (Preservative), Propylene Glycol (Humectant), Aloe Barbadensis Leaf Juice (Skin Conditioning Agent), Mel (Natural Additive), Pentaclethra Macroloba Seed Oil (Skin-Conditioning Agent), Linalool (Fragrance Ingredient), Paullinia Cupana Seed Extract (Skin-Conditioning Agent), Geraniol (Fragrance Ingredient), Panax Ginseng Root Extract (Natural Additive), Citric Acid (pH Adjuster), Tocopherol (Antioxidant).

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
80 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Gabrieli Borges

    Sá, no Low poo se pode usar silicones. O shampoo sem sulfato é suficiente para retirá-los dos fios, o que não pode são os derivados do petróleo. Adoro o blog.

  2. Heloisa Carvalho

    É estranho mesmo xampú com pouca espuma! Aquelas propagandas de xampú infantil com montes de espuma faz a gente acreditar que só assim vamos ficar limpinhos, rsrs. Acredito que você não se deu bem com o condicionador mesmo, não com a técnica, porque se na parte da lavagem tava tudo ok…

  3. Priscila

    Fui na loja esse último FDS e queria justamente shampoo, mas não tinha nenhum. Agora com sua opinião, acho que vou rifar esse da minha lista. To fora de produto que deixa meu cabelo duro.

  4. Márcia Daniella

    Talvez não funcione bem no meu cabelo que tem características parecidas com o seu em termos de oleosidade. No entanto, meu cabelo é bem volumoso e acho que esse condicionador ia realmente deixar ele bem pior nesse quesito 🙁

  5. lila

    Eu comecei o low poo e não vejo a hora desses produtos chegarem no Brasil! Quando você mostrou no instagram fiquei toda pimpona achando que eram de press kit de lançamento. Que pena que não :~

  6. Lucia

    Acho que não sou o tipo de pessoa mais indicada para esses métodos sem sulfatos, parabenos, whatever. É complicado né, e eu só muito preguiçosa para essas coisas, confesso. E ainda deixa o cabelo duro, fuén!

  7. Polyana

    Imagino que devia dar raiva quando chegava a hora de lavar o cabelo e saber que teria que usar o odiado condicionador rsrsrs

  8. Keilla Teixeira

    Tem algumas infos no texto que valem a correção:
    No NO POO não se deve usar silicones, só os que forem solúveis em água. No LOW POO pode usar silicones insolúveis em água, o que não pode são silicones derivados de petróleo (parafina líquida, vaselina, óleo mineral, isododecano). Você poderia usar esse xampu aí e condicionar com um Pantene, por exemplo.

    E sim, nem todos os xampus LOW POO são bons. Eu usei um da Surya que mesmo com uma composição linda, cheia de ativos herbais, deixava meu cabelo uma palha. É triste mas acontece.

  9. Roberta Martins

    Oi Sabrina!Tudo bem?
    Ih,muito desagradável quando shampoo e/ou condicionador não corresponde(m)às
    expectativas…
    Beijos,
    Roberta.

  10. Vanessa

    Sabrina, meu cabelo tbm é fino e oleoso, eu simplesmente não uso condicionador, isso diminui a oleosidade. Quando acho que precisa (geralmente 1x a cada 2 semanas, por aí), uso aqueles cremes de 3 min e pronto, já passo mais um tempo sem condicionador e assim vai. Meu cabelo fica mais limpo por mais tempo assim.

  11. Kamila Pestana

    Sá, acredito que tenha sido os produtos, assim como existem produtos que não funcionam no modo “convencional”. A técnica não pode ser julgada com base em dois produtos (sei que não foi essa a intenção, mas algumas meninas podem entender assim). A saga de encontrar produtos bons existem para todos os tipos de cabelos, e técnicas. sempre nos deparamos com produtos que os nossos cabelos não se dão bem e que não atendem nossas expectativas. Faço no poo há bastante tempo e uso vários produtos que amo, mas tbm já usei vários que detestei e, como disse no outro post sobre a técnica, moro em uma cidade quente, tenho o cabelo extremamente oleoso e fino. Como algumas meninas já falaram, no low pode usar silicones sim.
    Enfim, adeptas da técnica ou não, continuemos com a busca de produtos que se adequem a nós e sejamos felizes!
    Beijos, Sá! :*

  12. Mônica

    Bom Sá,continue com o shampoo,já que gostou,é só não usar petrolatos,como as meninas acima,já disseram!
    Bjs.

  13. interessante!
    mas pra mim nao funcionaria, pq meu cabelo embaraça mtoooo

    bjos
    kammy
    Comer, Blogar, Amar

  14. Alguns xampus mesmo sendo sem “sulfatos” fazem bastante espuma… Quando puder vou mandar amostra destes para vocês experimentarem (no meu cabelo não adianta tentar testar, é muito curto, quase raspado rs):

    http://cosmeasia.com/2015/01/23/kose-lanca-linha-je-laime-amino-produtos-para-cabelos-danificados/

  15. Nati Rios

    Curiosa, quero experimentar agora…rs

    Beijooos
    @natirios_blogidfashion
    @blog_idfashion
    https://blogidfashion.wordpress.com

  16. Bruna Farias

    Sá tu vê, achei que por ser transparente deixaria o cabelo oleoso com aspecto de limpinho…vai saber

  17. Duda Trevi

    Ai Sa, tb não gostei dessa dupla..e ao contrário de vc, o xampu TAMBÉM deixou
    meus cabelos secos e duros.. e eu gosto taaaanto da TBS q achei que era comigo a coisa..:(

  18. Ah Sá, eu tenho medo dessa técnica Low-poo e no-poo! Meu cabelo é mega oleoso e sempre tenho a sensação que eles não vão ficar devidamente limpos! Eu sei que tenho que testar para tirar a conclusão, mas é tenho medo mesmo, aí sempre acabo adiando a minha experiência essas técnicas! Mas me surpreendeu sua experiência positiva com o shampoo, já é um incentivo a mais para mim… heheheheheheh…

    Beijão lindona!!

    http://www.beautyterapia.com.br

  19. Mayara

    Bom, eu faço low poo há um tempinho e tenho algumas considerações a fazer.
    1 – Os silicones insolúveis, como outras meninas já comentaram, são sim retirados com shampoos sem sulfato ou no co-wash com anfótero.
    2 – Não vi referência, nem aqui nem no post original explicando sobre as técnicas, ao fato de não se poder usar cremes de pentear, leave-ins ou finalizadores que contenham parafina líquida, oléo mineral e outros petrolatos. Essa informação é importante, não é simplesmente trocar o shampoo e condicionador e pronto. Sinceramente, não ficou claro pra mim isso.
    3 – Outra coisa é que antes de começar a técnica, deve-se lavar com um shampoo com sulfato ou um antíresíduos, pra deixar o cabelo limpo. No caso, lava com o shampoo com sulfato, depois usa o condicionador liberado pra low/no poo, e na próxima lavagem já lava com o shampoo sem sulfato e continua a técnica. Porque se não fizer isso, o cabelo pode ficar pesado já que os petrolatos que não foram retirados do seu cabelo vão ficar lá pesando e acumulados na raiz e fios. Talvez por isso seu cabelo tenha ficado pesado nessa sua tentativa de seguir a técnica.
    4 – Acho prematuro desistir da técnica após usar apenas um par de produtos que não se deram com seu cabelo. Mesmo fora da técnica, temos produtos e produtos que dão certo e outros tantos que dão errado com nosso cabelo, então para passar uma experiência mais produtiva sobre o low poo aos seus leitores, acho que você devia ter trocado de condicionador. Principalmente, porque tem gente que passa por um período de adaptação à técnica, porque quando se retira pretolatos e afins, ou seja, quando se tira a “maquiagem” dos seus cabelos, às vezes o cabelo parece pior, quando na verdade, essa é a verdadeira situação dos fios, sem a capa ilusionária de saudável que os petrolatos dão. O que pode ou não ter sido seu caso.
    Enfim, escrevi uma bíblia, desculpa. Acho que sobrou boa intenção e faltou um pouquinho mais de pesquisa. Sou muito fã do trabalho de vocês, e se comento, é com boas intenções. Abraços.

    • Mayara

      Esse condicionador que você fala aqui que se deu bem pro seu cabelo (https://www.coisasdediva.com.br/2015/03/herbal-essences-naked-shampoo-e-condicionador-para-cabelos-finos-e-oleosos/), por exemplo, é liberado pra low poo e talvez te desse uma experiência no low poo diferente. Mas acho que vale e muito a intenção em ter tentado a técnica. =D

    • Lidi

      Concordo com vc Mayara, faço low poo a mais de ano e no início foi difícil a adaptação, mas hj meus cabelos agradecem, e acontece ao contrário meu cabelo não aceita quando uso sulfato, petrolatos, parafinas e óleo mineral.

    • Pollyana

      Concordo com a Mayara, a técnica tem um período de adaptação, eu por exemplo, já fui logo pro no poo, com um cabelo liso, fino e mega oleoso e as primeiras semanas foram péssimas, agora (cerca de 4 meses depois) é que consegui bons resultados

    • Oi Mayara
      Entendo o amor que as pessoas tem pelo low-poo mas isso não quer dizer que a técnica funciona para todos. Não curti a experiência e no momento não quero tentar novamente. Também não é minha vontade transformar o Coisas de Diva em um blog especialista em low-poo, então meus posts são mesmos superficiais para o público comum. Para quem se interessar, indico blogs e grupos no Facebook que entendem muito mais sobre o assunto e com materila mais aprofundado. Mas caso me anime novamente, volto para contar uma experiência futura.
      abçs

    • Mayara

      Então, Sabrina, acho que não tem problema nenhum seus posts serem superficiais sobre o low/no poo, desde que as informações estejam sendo dadas corretamente. Você afirma no post que silicones insolúveis não são retirados do cabelo com shampoo sem sulfato, mas são. As coisas que apontei, sobre os demais produtos da rotina capilar ou como começar a técnica, acho importantes mesmo para um post superficial, porque são informações básicas e necessárias para quem tem um primeiro contato com as técnicas. Minha preocupação é que lendo seu primeiro post sobre as técnicas, a ideia que me passou é que para fazer low poo, basta trocar o shampoo por um sem sulfatos e o condicionador por um sem petrolatos. E é muito mais que isso.
      Não acho que o Coisas de Diva tem que ser especialista em low poo, considerando que vocês tem um público amplo e que não segue a técnica. E você tem todo o direito de não tentar a técnica novamente, claro. Reitero que gosto muito do trabalho de vocês e vou continuar acompanhando o blog. Beijos.

    • Fran

      Sabrina, não pude deixar de comentar. Sou super fã do seu trabalho e admiro a sua paciência em ler e responder praticamente todos os comentários. Eu acho que a Mayara deu a sua opinião, por ser mais familiarizada com o assunto fez algumas críticas construtivas (ela deixou bem claro que não estava te afrontando de maneira alguma). Não gostei muito do jeito que vc a respondeu. Achei que vc não aceitou bem a opinião, me pareceu um tanto nervosa por ter percebido seus erros. Não tenho noção nenhuma de low-poo, etc. Mas caso fosse fazer uma resenha procuraria saber mais antes de compartilhar. Mas às vezes não ligamos o tico e o teco e acabamos omitindo informações, faz parte. Errar é humano mas assumir que errou é melhor. Espero que abra seu coração pois te admiro e passe a aceitar melhor críticas construtivas.

    • Oi Fran
      Na verdade estou com muitos problemas em casa no momento que são muito mais importantes para mim, confesso que estou meio sem paciência para coisas que agora me parecem meio bobas. Acredito que devo estar errada mesmo, mas todo mundo passa por momentos que não tem cabeça para algumas coisas, não é? Se alguém ficou ofendida comigo, peço perdão. Já arrumei a informação que estava errada hoje cedo e espero que a discussão esteja encerrada.
      bjs

    • Fran

      Sá como sempre lendo e respondendo os comentários (até de posts mais antigos, agora me surpreendi! Uau!! kk). Entendo muito bem, sei como é, é muito difícil trabalhar com problemas pessoais, familiares, ainda mais com críticas ou opiniões de pessoas mal educadas, é muito difícil manter a postura e não sair falando um monte. Meu comentário acima foi referente a sua resposta à Mayara (e não questionando sobre o low-poo, não entendo nada disso kkk). De início achei que vc a respondeu mal, visto que ela tinha dado apenas sua opinião e bons conselhos. Depois vi mais embaixo outros comentários da mesma Mayara falando de outros posts, todos sobre cabelos, falando mal do blog, que vcs estão pisando na bola e … Fiquei muito chateada, pode até ser que ela esteja correta em suas afirmações, afinal ela é mais familiarizada com o assunto, mas não gostei do jeito que ela se referiu ao blog. Como vc mesma disse, não somos especialistas no assunto, são apenas informações superficiais. Achei muito chato, se ela não gosta do blog, deveria parar de acompanhar. O Coisas de Diva foi o primeiro blog que acompanhei na vida, comecei em 2009 e ao longo do caminho vários outros blogs apareceram e que deixei de acompanhar depois. Só o Coisas de Diva permanece VIVO, entro no site todos os dias, pois vcs são “pessoas como a gente”, dão opiniões sinceras e realísticas. Peço desculpas pelo meu equívoco, achei que vc tinha a respondido mal mas foi o contrário que aconteceu. Sei que vc é super humana e sempre leva em consideração dicas e críticas construtivas. Não ligue para certas opiniões, o blog é o máximo, o melhor blog referente a beleza que existe no Brasil. Sucesso! E melhoras nos problemas com a sua família, todo mundo passa por altos e baixos, logo tudo melhorará. Aproveito para desejar melhoras para a Thaís também, estou sentido a falta dela, tenho certeza que logo ela voltará! Beijos.

    • Oi Fran, aqui no administrador os comentários entram na sequência que foram escritos, independente de quão antigos os posts são. Assim fica mais fácil ler tudo. 🙂

  20. Jacqueline

    Se fosse continuar com a técnica ia falar pra usar o Yamasterol que já apareceu por aqui, como condicionador, barato e eficiente. Ainda não pesquisei, mas me parece que as cacheadas se beneficiam melhor com a técnica, na grande maioria das pessoas que vejo é assim, eu pelo menos estou gostando muito de seguir!

  21. Ligia Grabauskas

    Sá, eu também tenho o cabelo bem oleoso e resolvi testar aquele condicionador Phytoervas de gengibre que vocês indicaram no post do low-poo.
    Estou gostando, ele é mais ralinho, por isso achei que não fosse dar certo, mas acho que está dando conta do recado.
    Só não gostei muito do cheiro, me lembrou uns remédios naturais pra resfriado que eu tomava quando era criança… xP
    Eu ia testar o shampoo junto, mas me distraí e alguns dias antes comprei o shampoo que eu usava sempre (fuén pra mim). Então vou esperar ele acabar pra comprar o da Phytoervas.

  22. Ana Carolina

    Também faço low poo há um tempo e deu super certo. Meu cabelo nunca esteve tão saudável. É visível. De qualquer maneira, reitero o comentário da Mayara.

    Adoro o blog! Beijos!

  23. Priscila

    Também já me decepcionei muito com a técnica ou com minha inabilidade de associar com o condicionador correto. Meu cabelo ficou duro, seco demais nas pontas (e eu possuo cabelo oleoso, liso e fininho).

  24. Não consigo lidar com shampoo sem espuma e condicionador que não amacia nada… Não sei se me acostumaria.

    • Mayara

      Fernanda, condicionadores liberados para Low poo amaciam sim, viu? Uso o Nutrição Intensa da L’Oreal e meu cabelo derrete, de tão macio. Meu cabelo parece outro desde que comecei o low poo. Quanto à falta de espuma, a gente acostuma, aconselho vc a fazer o teste 😀

    • Sylvia Aline

      também não gosto

  25. Andressa

    Uma vez eu ganhei a versão mini do shampoo, condicionador e hidratante dessa linha em uma viagem. Só testei quando voltei para o Brasil e eu amei essa linha. Meus fios são finos, porém meu cabelo é volumoso e cacheado. Senti que essa linha deixou meus cachos mais definidos e no lugar certo rs. Agora torço para essa linha chegar no Brasil. Beijos!

  26. Joyce

    Vou esperar o shampoo vim para o Brasil, deu vontade de experimentar.

  27. Miriã Andrade

    Eu já conhecia a técnica, mas não me adaptaria não, mas admiro quem consegue! 😉

  28. Thais

    Fiquei muito chateada com a Body Shop:passei em frente à loja e vi “sale 60% off” e perguntei à vendedora se estava em promoção,e ela disse que não,que na verdade,vai aumentar o preço,então o preço atual estaria em “promoção”.
    Achei enganosa a propaganda,e pior ainda,aumentar o preço em menos de 1 ano que a marca está no Brasil?

    • Pois é, o boato de aumento de preços era verdadeiro no final das contas. 🙁

    • Mah

      Ano passado nessa mesma época os quiosques da body store entraram com 60% de promoção e comprei muito, só não passei por nenhum porque estou tentando economizar…
      Muito estranho a moça falar que a promoção é porque o preço vai aumentar, as vezes esse quiosque que não quer abaixar o preço, pergunta se tem folheto com os produtos em promoção.

  29. Fernanda Penido

    Vish… Tenho cabelo fino e oleoso e por enquanto ainda não me animo nessas novas tendências capilares… Sou viciada em espuma! hahahaha… Para mim, se não fez espuma, não limpou, é como se através da espuma, eu conseguisse saber que alcancei todo o couro cabeludo, sabe?

  30. Marina G.

    Sá, você já experimentou o EverSleek da L’Oreal? É sem sulfatos também. Achei que o shampoo deixa o cabelo bem limpinho e o condicionador deixa o cabelo macio… Pelo menos em mim! Acho que ainda não tem no Brasil, mas se tiver a oportunidade de comprar lá fora, vale a pena experimentar! O meu eu comprei nos free shops de Rio Branco, no Uruguai.

  31. flavia bassi

    Meu comenário não é sobre o post, é um alerta a quem compra cosméticos na The Beauty Box: eles estão vendendo produto VENCIDO no outlet deles. Vejam: http://www.thebeautybox.com.br/base-clinique-even-better-makeup-spf-15.htm
    Que absurdo. Aonde eu denuncio isso, meninas? Vocês sabem?

    • Pollyana

      Faz a denúncia no Procon da sua cidade.

    • Sylvia Aline

      Coloca no site Reclame Aqui. a empresa tem que responder sua denúncia lá

  32. Rosane Passos

    Realmente a tecnica é fácil de ser confundida entre low poo e no poo e não dá pra testar a tecnica sem antes estudar bem sobre ela. Há uma infinidade de produtos liberados para ambos, marcas nacionais, importadas, pra todo tipo de cabelo. Da mesma forma que não é possível dizer que teve experiência com o Cromograma Capilar usando apenas o Kit da Lolla. Adoro o blog, alias, unico blog que considero confiável, mas meninas vcs estão pisando na bola na hora de passar informações mais complexas.

    • Mayara

      Pois é, lembro de um post sobre umectação que a Marina indicou às leitoras usar óleos como TREssemé, L’Olearl, Garnier (…) quando com um mínimo de pesquisa se sabe que umectação só se faz com óleos puros, de preferência extra virgem e prensado a frio ou mesmo o tradicional azeite de oliva extra virgem que a maioria das pessoas tem na cozinha. Além do que, ela colocou que pra fazer a umectação deve-se lavar com anti-resíduos e usar uma máscara reconstrutora depois. Eu, que faço umectação toda semana, se ñ tivesse mais conhecimentos sobre o assunto, acharia que ñ poderia mais fazer semanalmente já que reconstrução só preciso uma vez ao mês. E mesmo com as pessoas corrigindo nos comentários, o post não foi corrigido, o que é chato porque quem não tem costume de ler os comentários recebe uma informação errada.
      Nesse sentido, o blog vem pisando mesmo feio na bola.

    • Mayara
      Umectação não é uma ciência exata, cada pessoa faz como sentir melhor. Nós contamos nossa experiência no blog, com coisas que funcionam ou não para nós. Interpretação de texto é uma coisa que vem de cada pessoas e infelizmente isso eu não tenho como mudar.
      Neste post eu escrevi “Não sei se a técnica do low-poo em si que não deu certo em mim ou se foi a dupla de produtos que não foi uma boa escolha, mas abandonei a experiência. Ufa!”. Acredito que está bem claro que a técnica e os produtos não deram certo PARA MIM e que não quero continuar, mas para quem dá certo, não existe impedimento algum.
      abçs

    • Monique

      fuéé quando vi a indicação dos óleos não vegetais para umectação também fiquei assustada!

    • Rosane
      Eu testei UM cronograma capilar e testei UMA DUPLA de produtos para o low-poo. Contei minha experiência com ambos. Em nenhum momento falei que sou especialista nos dois assuntos ou que já tive uma ampla experiência com vários produtos. Acredito que ambas as resenhas deixam claro que a experiência foi com os produtos mostrados no post.
      abçs

    • Rosane Passos

      A questão é dizer que a tecnica não deu certo sendo que não foi testado o suficiente, isso que queremos dizer, eu nem sou adepta ao low poo, mas se eu fosse eu testaria vários produtos antes de dizer ” não deu certo”. Não deu certo pq produto X não foi bom. Então a culpa é do produto e não da tecnica. Ninguém quer que o blog seja expert nesses assuntos, até mesmo pq já tem outros para isso, mas se querem falar do assunto então procurem alguém pra ajudar, pra não passar informações confusas. E não é pessoal não viu, adoro vcs, é só uma dica de leitora mesmo!

    • Mayara

      Olha, Sabrina, a umectação não é uma ciência exata, mas o que estranhei é que nunca vi em lugar nenhum, ao não ser aqui no Coisas de Diva, que pode ser feita com qualquer óleo, sem ser vegetal. Isso porque os óleos do tipo que a Marina indicou têm poucos óleos vegetais e muitos silicones, que podem deixar o couro cabeludo entupido e o cabelo pesado. Considerando isso e que nesse post você passa uma informação errada sobre o low poo (o que pra mim demonstra que testou a técnica sem compreendê-la completamente direito), que pra mim vcs vêm pisando na bola. Como jornalista que também sou, acho preocupante passar informações erradas ou incorretas. Mas essa é minha opinião, o que não significa que está correta ou deve ser aceita universalmente. Apesar disso, continuo gostando muito do trabalho de vocês (comentei apenas com o sentido de ser uma crítica construtiva e espero que o encarem como tal). Abraços.

    • Mayara, depois de ler seus comentários até voltei no meu post para ver o que eu mesma tinha escrito – felizmente não achei em lugar nenhum do meu texto a frase que diz que a “umectação pode ser feita com qualquer óleo”. O que eu disse foi que eu EU, MARINA, costumo usar os óleos já prontos, mas que muita gente usa óleos puros, algo que eu deixei bem claro na época que não tinha feito. Em momento algum eu disse “USEM ESSE”, meu post era apenas para apresentar a técnica de forma simples.

    • Giovana

      Adoro o blog e o acho super sincero, além disso a minha opinião é: quer tentar? Pesquise. Ou tente do jeito de achar melhor.
      Às vezes faço umectação com óleos prontos, às vezes com óleos vegetais puros…
      Esse universo de beleza é assim, não é? Cada um vai testando aquilo que quer e como quer!
      Ok, elas poderiam dar maiores informações? Até poderiam, mas elas contam sobre como foi a experiência DELAS.
      Sinceramente, já comecei a técnica low poo sem esse processo de shampoo anti resíduo e tudo mais e deu certo.
      Assim como já dormi com óleos no cabelo (e não deixei pelo tempo de experiência da Marina, por exemplo) e deu certo também, e me deu vontade de tentar da forma que ela sugeriu!
      Oras, a graça é justamente essa, você pode fazer do jeito que achar melhor, pelo tempo que você quiser, com os produtos que quiser.
      Em nenhum momento li o post e decidi abandonar o que faço só por que a forma como a Sabrina utilizou não deu certo.
      Acho que o blog bate bem nessa tecla: use o que te faz feliz! (Mesmo que essa felicidade venha de uma invenção sua que deu certo, sem seguir receita de mais ninguém!)

    • Mayara

      Gente, não queria causar confusão ou polêmica com meus comentários não, viu?

      No primeiro, só falei que tinha uma informação que estava errada (e que a Sabrina já corrigiu) e fiz alguns comentários sobre a técnica que achava que eram informações importantes, mesmo em posts superficiais sobre ela. Não sou a maluca do low poo, não me acho especialista, nem saio pregando por aí que TODOS devem seguir a técnica.
      Depois, em réplica ao comentário da Rosane, comentei sobre uma informação que achava que estava errada no post da umectação (e como escrevi, “essa é minha opinião, o que não significa que está correta ou deve ser aceita universalmente”), e tanto a Sabrina como a Marina já me responderam.
      Vi uma pessoa dizendo que viu eu falando mal do blog (porque afirmei que as meninas vêm “pisando na bola”) e dizendo que se eu não gosto do CDD, deveria deixar de acompanhar o blog. Eu expliquei em que sentido achava que estavam pisando na bola e mais de uma vez ressaltei que gosto e muito do trabalho das meninas, inclusive acompanho o blog há anos. Ver um comentário desses só porque fiz algumas críticas (que na minha cabeça, eram construtivas e com o intuito de melhorar o blog), me deixou um pouco chateada.
      Enfim, nem ia falar escrever esse comentário, mas acho válido destacar que quando comentei foi com o intuito de fazer críticas construtivas, mas se não fui bem sucedida nesse sentido e soei como uma hater, peço desculpas à Marina e Sabrina.

  33. Monique

    Adorei o sincerão!

  34. Caciane

    Sabrina, nunca utilizei essa técnica, mas eu ainda quero testar.
    Bjussss.

  35. Karina Ayres

    Não tenho paciência para testar essas técnicas no meu cabelo, nem a hidratação semanal eu consigo fazer direito kkk

  36. Mah

    Sabrina estou com você sobre não me empolgar com o cronograma capilar. Na época que descobri até tentei fazer, não cheguei na técnica de low/no poo porque tem um monte de produto proibido para a técnica que funcionam super bem no meu cabelo.
    Eu já usei alguns shampoos e condicionadores da body store, não dá shop, e curti muito, principalmente o para cabelos oleosos, o condicionador deixava o cabelo macio e levinho.

  37. lila

    Esse post tá me lembrando a resenha da Glamglow onde a Sabrina usou o produto uma vez (2 vezes?) e fez a resenha dizendo que não gostou e que o produto não vale o preço. Sendo que não existe produto de pele algum que faça milagres na primeira aplicação. Muitos requerem algumas semanas de uso contínuo. Aqui ela se aventurou no low poo, aparentemente, sem todo o estudo necessário antes de começar na técnica e a atenção aos detalhes que a Mayara citou, que por sinal são fundamentais, e acabou que não deu certo e aí a resenha dizendo que não gostou. Não estou dizendo que todo mundo é obrigado a gostar de tudo que testa/usa, mas sim que talvez seja hora de vocês repensarem a metodologia de testes e de resenha de vocês já que o que vocês escrevem tem um grande impacto sobre a opinião dos leitores. Nem todo mundo vai ler uma resenha e pensar “ah, não deu certo com a Sabrina mas pode ser que pra mim funcione”, pelo contrário, a maioria já vai condenar o produto/serviço se vocês disserem que não gostaram por isso a importância de fundamentar bem a resenha de um determinado produto, serviço ou no caso, técnica.
    E também, só esclarecendo que sou fã do blog e gosto do trabalho de vocês e se criticamos é porque queremos que o blog melhore cada vez mais.

    • Lila, eu tenho 36 anos e não sou uma adolescente inconsequente que não pensa no que faz. Se em 6 anos de blog o Coisas de Diva é o que é, foi baseado em resenhas em plena consciência do que estava fazendo. Não vai ser nem nessa e nem em outra vida que eu vou dizer que uma máscara de R$200 vale o investimento. Se você voltar na resenha que fiz, verá que eu disse que gostei da GlamGlow, mas nada justifica o valor cobrado por um pote de 50 ml. Sei muito bem da importância de minhas palavras e do grau de influência que tenho. NUNCA fiz uma resenha sem pesquisar antes de escrever, NUNCA fiz uma resenha sem antes testar muito o produto resenhado (não é a toa que desenvolvi uma alergia a uma número muito grande de produtos) e se em algum momento cometi algum erro em algo que escrevi, voltei e alterei o texto com a informação correta. Aqui não tem ninguém escrevendo coisas sem pensar. abçs

  38. Danielle

    Entro diariamente aqui e nunca comentei…Na boa, me poupem…Eu insisti nesse desastre capilar (para mim!) que é o low poo e só me arrependi. E sim, não precisa de muito tempo pra ver que não vai rolar, fiquei 2 meses insistindo num negócio que não ia dar certo e que era um desastre anunciado desde o início.
    Enfim, dá certo para alguns e não dá para outros e as meninas não precisam ficar muito tempo sofrendo com o cabelo ruim (meu caso, em que ele é liso e fino) para saber que não vai rolar.
    É só a minha opinião, que é diferente de muitas outras e baseada na minha experiência (infelizmente) desastrada.
    Adoro vocês, meninas!! Beijos

  39. Sylvia Aline

    não gosto de produtos que dão volume no cabelo

  40. Carol

    Jesus!!! A Mayara poderia fazer um blog especialista nas técnicas que usa, que tal? Ficadica! Sabrina, te dou meus parabéns por tanta paciência!

  41. Sá, comecei o low poo há pouco tempo e ia falar isso, low poo pode usar silicones, não pode é derivados do petróleo e sulfatos, então continue com o shampoo e só pare com os cremes que têm derivados do petróleo. Ah, sempre dizem que tem um tempo (alguns meses, o tempo varia de pessoa pra pessoa) pro nosso cabelo acostumar com a técnica, então pode ser que seu cabelo ainda não esteja acostumado, mas também que você deve testar outros produtos liberados. Eu ainda não vi diferenças, nem para o bem, nem para o mal.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

  42. Ana Carolina

    A Mayara tá certíssima e tenho certeza de que teve boa intenção ao corrigir via comentário os equívocos do post. Foi só uma crítica construtiva, e um esclarecimento para as leitoras que não conhecem a técnica direito, já que as informações estavam claramente equivocadas no post, em relação ao condicionador. Até

  43. Renata

    Oi!! Alguém já experimentou shampoo em pó??

  44. Nathalia Escobar

    Sa, deixei um comentário no face falando sobre o erro no texto e eu gostaria de pedir desculpas. Eu faço low poo há mais de um ano e eu nunca vi uma bloqueará que não tem cabelo crespo e que não pretende aderir à técnica tentar por um período que fosse. E senti que o meu comentário somado com essa guerra que está rolando aqui nos comentários pode ter te irritado ou até mesmo te desestimulado. Não é essa minha intenção de forma alguma. Te admiro pela coragem de testar algo diferente e de tentar explicar uma técnica tão complexa para leigas em um texto só. Muito obrigada por inovar sempre no blog e por favor considere os elogios acima da crítica por um pequeno erro. Espero que consiga ler. Sou fã de vcs e não é a toa. Beijos

  45. Juliana Lustosa

    Oi Sá!
    Há alguns anos lavo meus cabelos com shampoo sem sulfato e sempre dissolvo na água, quanto o condicionador (minha mãe sempre fez isso). Faço a técnica LoW Poo sem saber… kkkkkkkkkkkkkkk!!

  46. Lucia

    Vish, voltei aqui e aquele comentário da menina entendida em técnicas cabelísticas rendeu, hein? Então vou dar meu pitaco: o blog é feito por meninas curiosas, com formações bem distantes das áreas estéticas. E o assunto aqui é variado. Nada aqui promete uma só especialidade. Em nenhum lugar no blog achei coisas do tipo “manjo dos paranauê, façam o que eu faço”. Só acho “tento assim dá certo, fiz assim deu errado, gostei, não gostei”, etc. Opiniões, coisa que a gente cansa de distribuir por aí a propósito de assuntos tão variados quanto porta giratória de banco, escolher um pé de alface na feira ou usar shampoo. Elas MOSTRAM o que ELAS fizeram. Se elas gostaram ou não gostaram é assunto delas, aí se a fera no quesito ler o post e quiser mostrar os caminho das pedras, ótimo, mas sem essa de ficar apontando o dedinho, ok? Achou algo (que você ache ser) errado? Então comenta aí, mas não diga que a blogueira é irresponsável. Ninguém que esteja querendo mesmo testar determinada técnica vai desistir somente por causa de um post, sequer lerá somente esse blog, aliás, não ficará contando apenas com blogs, então fiquem frios. Bote aí seu link para a terra do cabelo perfeito e aguarde os acessos.

  47. Bianca

    Oi, é bom ler resenhas de produtos liberados para low. Eu sou adepta da técnica e amo o resultado nos meus cachos. A questão é que leva um tempo para nossos cabelos se acostumarem, mas depois é só felicidade! Talvez, se você tem interesse em continuar com a técnica, experimentar por mais tempo, troque o condicionador, já que você gostou do shampoo. Existem vários condicionadores baratos e nacionais que são liberados, como o Yamasterol ou o novo da linha Dove baby, é ótimo e é liberado. Além disso, caso você não conheça, tem um grupo no face que é sobre as técnicas no e low-poo: https://www.facebook.com/groups/no.low.iniciantes/?fref=ts

    Abraços!

  48. Gabriela Ronchi Salomon

    Realmente é estranho usar um shampoo quando ele não faz espuma. Parece que ele não limpa o suficiente, hehehe. Acho a técnica legal, mas no momento, nem posso pensar nisso para meus cabelos :p

  49. Michele Bdz

    Fui lendo lendo lendo esperando O CONDICIONADOR, e fuéééén…
    que pena…

    nem vou testar, porque tenho cabelos oleosos e longos.. ou seja, imagino muita oleosidade e peso…
    sem chance

  50. Lorena B.

    Gente, voltei nesse post pra ler mais sobre essa técnica mas sinceramente, já desisti. Se for pra ficar fanática e intolerante como as adeptas que comentaram aqui criticando a Sabrina, que furada heim!
    Prefiro continuar sendo feliz com minha “maquiagem de cabelo” cheia de sulfatos e silicones que nunca mataram ninguém. Rs

  51. Mayara,
    Gostei dos seus comentários, achei que enriqueceram o post, nem sei se você está acompanhando, mas mesmo assim queria me manifestar.
    Também gosto muito do blog e não vejo problemas nessa troca de informações, afinal ninguém sabe tudo né 🙂
    Gostaria de saber, de quem pratica a técnica, onde posso encontrar mais informações a respeito, pois gostaria de tentar, mas não vivo sem creme de pentear porque tenho cabelo fino e cacheado hehe. Obrigada e um bjo para o CDD!

    Valeu!

    • Suzana

      Olá Michele! Existem alguns grupos no Facebook que falam sobre a técnica, como este p.ex. https://www.facebook.com/groups/noelowpooiniciantes/?fref=ts ou este https://www.facebook.com/groups/lowenopoolisoseondulados/?fref=ts (este segundo inclusive para pessoas de cabelos lisos, como o meu). Gostei dos comentários da Mayara, embora não tenham sido bem recebidos por várias pessoas. Realmente, a técnica não é tão simples assim. Não adianta usar UM produto liberado e achar que vai dar certo. Precisa de uma preparação, simples, para iniciar, como várias citaram, que é lavar os cabelos pela última vez com um shampoo que contenha sulfatos, capaz de limpar o couro e os fios, desses produtos (condicionadores, máscaras, leave-ins) que deixam resíduos que a gente nem sabe que existe, e daí em diante só utilizar os produtos liberados. O mais legal desses grupos é que vc não precisa ser expert nos componentes de nomes estranhos para saber o que comprar. Eles tem muitas listas com os liberados e o mais legal é que vários produtos baratinhos de perfumaria são liberados, mas a gente só consegue gostar deles depois que se livra desse monte de produto com componente que só serve pra mascarar o cabelo e parecer que ta bonito, quando no fundo, seu cabelo pode estar bem desidratado e carente de nutrientes, que não conseguem chegar no interior do fio por conta dos montes de silicones, óleos minerais, parafinas, etc. Sim, esses produtos deixam nosso cabelo bonito, porque encapam o fio. Mas na real seu cabelo não está sendo tratado. Vale a pena testar, com paciência porque no começo o cabelo pode demorar pra ficar bonito, e o investimento é bem amigável.