Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Ano passado Armani gerou um frenesi no mundo das maquiagens lançando a Maestro, uma base com óleos que evaporam quando entram em contato com a pele deixando sobre ela apenas o pigmento, sem textura alguma. Marina até mostrou a base neste link, lembra? Esta tecnologia resulta numa aparência leve, de pele uniformizada, natural e sem pesar no rosto.

Depois da Maestro, um monte de marcas correram atrás da novidade. Uma delas foi a L’Oreal, que lançou a Nude Magique Eau de Teint. O conceito é o mesmo da base Armani e algumas meninas até dizem que a Nude Magique é o “dupe”, a versão parecida – e mais em conta, da Maestro. Quer uma informação extra? Armani Beauty e L’Oreal Paris fazem parte do mesmo grupo, a L’Oreal. Acho que não é lá muito coincidência que as marcas estão usando a mesma tecnologia!

A diferença de nomes da base Nude Magique se deve a nomenclatura dos países. Nos Estados Unidos ela leva o “sobrenome” de Liquid Powder. No Reino Unido chama “Eau de Teint”.

Hoje esta nova modalidade de bases ainda não é vendida no Brasil, mas em terras estrangeiras já encontramos opções variadas. Entre as amigas do bolso estão a Maybelline Dream Wonder Fluid-Touch e a Nude Magique, que te mostro em detalhes mais abaixo. Já nas marcas mais caras tem a própria Maestro da Armani, a Miracle Air de Teint da Lancôme e a Fusion Ink da YSL. Ah sim, todas elas também do grupo L’Oreal. Assim que tiver a oportunidade quero muito testar a da YSL e ver se é melhor que a minha queridinha Touche Eclat.

A Nude Magique e bem líquida e não vem com um conta gotas como sua irmã rica, por isso é necessário cuidado na hora de usar. A minha eu comprei pelo eBay e escolhi meio na sorte a cor 110 Ivory Doré/Warm Ivory, que magicamente deu certo no tom da minha pele. Para comparação, uso a C2 da MAC.

A base é super leve e tem uma textura que me lembra bastante um sérum. Sabe quando a pele fica aveludada quando a gente aplica um primer? É essa a sensação ao toque que senti no meu rosto. Fora isso, não senti a pele pesada ou como se tivesse algo sobre ela. Ah, ela transfere bastante, viu!

Como a Marina comentou sobre a Maestro, a cobertura da Magique Nude também é leve e não chega a cobrir super bem as manchinhas. Senti que ela uniformiza o tom dando um acabamento natural, mas não “apagou” os vermelhinhos perto do nariz, por exemplo.

No rosto ela fica semi opaca, mas ao longo do dia não segura a oleosidade da pele (e nem é essa a proposta dela). A melhor forma de passar é chacoalhando bem o vidrinho e depois espalhando com os dedos no rosto. Mesmo tendo óleos na fórmula, ela não deixou meu rosto mais oleoso do que ele já é naturalmente.

Sem nada, só com a base e maquiada. O batom é o The Multiple na cor Maui da Nars.

Quem gosta de base leve e com cobertura transparente, vai gostar bastante da Nude Magique. Acredito que ela funciona bem para todos os tipos de pele. Infelizmente não tenho como comparar com a Maestro pois um oceano me separa de Marina, a dona da base Armani. 🙂

A minha eu comprei deste vendedor aqui, paguei mais ou menos 15 libras e a encomenda demorou quase 3 meses para chegar. Não fui taxada. Lembre-se que as encomendas demoram não por causa do vendedor, mas porque ficam paradas na alfândega aqui no Brasil. Ela ainda não está a venda por aqui, assim como as versões mais caras.

INGREDIENTS: DIMETHICONE, CYCLOHEXASILOXANE, ISODODECANE, ALCOHOL DENAT., VINYL DIMETHICONE/METHICONE SILSESQUIOXANE CROSSPOLYMER, ETHYLHEXYL METHOXYCINNAMATE,PHENYL TRIMETHICONE, ACRYLATES/POLYTRIMETHYLSILOXYMETHACRYLATE COPOLYMER, PEG-10 DIMETHICONE, DISTEARDIMONIUM HECTORITE, AQUA/WATER, PROPYLENE CARBONATE, DISODIUM STEAROYL GLUTAMATE, ALUMINUM HYDROXIDE, [+/- MAY CONTAIN: CI 77891 / TITANIUM DIOXIDE, CI 77491 , CI 77492, CI 77499 / IRON OXIDES] (FIL B160492/2). (Retirados daqui.)

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
46 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Sylvia Aline

    pelo seu post, não gostei dessa base. ela não cobre bem e transfere bastante, são duas coisas que eu fujo na hora de escolher base

  2. Hum, pelo jeito essa base não vai ser nada boa pra mim. Quando puder, testa a da maybelline! :*

  3. Geórgia Cabral

    Apesar de vc ter dito que a cobertura é leve – e realmente parece ser -, achei que deixou a sua pele bem linda, viu?!
    Mesmo assim, a palavra “transfere” já anulou todas as possibilidades de eu testá-la. Abraçar o marido e deixar carimbo de base na roupa não rola! hihi

  4. Mah

    Eu queria taaaaanto essa base, mas tem o problema que eu não acerto a base nem testando a cor no rosto e imagina por foto da internet? E make loreal nem está vendendo mais aqui 🙁

  5. Paloma

    A cobertura é boa pra quem quer uma base para usar durante o dia, mas não curti a parte da transferência, pra mim, a base não transferir ou transferir pouquíssimo é essencial, caso contrário fico agoniada. Mini decepção </3

  6. Oi sa, como a minha pele é bem marcada, acho que esta não vai ficar bacana na minha pele.u gosto de uma bem baratinha, com óleo de argan da Toque de Natureza, tem cobertura média e custa barato. Das mais caras, gosto da Diorskin Forever. Beijocas!

  7. eu gosto dessa base… uso no dia a dia quando não quero nada pesado
    Bjs
    Fê Pacheco
    http://www.fepacheco.com.br

  8. Fernanda Gabriela

    2 coisas que mais odeio em bases: falta de pump e transferir muito. Mas a cobertura natural tá linda. Mas… fica pra uma próxima vida.

  9. Letícia Lumi

    Hmmmmm…curioso! Mas não me animei muito, sabe?
    Ultimamente tô tão “de boa” quando se trada de base, depois que comecei a usar o bb cream da loreal + corretivo mineral, não consigo mais usar base! É tão prático, o acabamento fica tão natural que me conformei hahahahaha
    Eu era ALOKA das bases, mas cansei, quase sempre não dava certo pela minha pele ser oleosa, afinal, não existe milagres né?
    Mas achei legal a proposta deles!

  10. caroline cardoso

    Oi Sa tudo bem….essa base me lembrou a cobertura de um bb cream (depende de qual) tipo o da maybelline que uso …cobertura super leve sem cobrir os meus “defeitinhos ” no rosto…aguenta esse calorão de curitiba sera ?kkkk bjss sucesso para vocês no blog o melhor de todos..

  11. Priscila

    Achei a cobertura bonita e natural, pena que transfere.

    • Polyana

      Leu meu pensamento 🙂

  12. dani

    Tenho essa base, acho péssima.ruim de usar por ser muito líquida e não cobre nada. Muito menos que qualquer BB cream. Dinheiro no lixo.

  13. Camila Arcanjo

    Oi Sá…

    Eu tenho a Miracle Air de Teint, da Lancome, comprei na minha última viagem, e simplesmente me apaixonei. O atendente da loja me convenceu pela idéia do “base para o dia com toque leve”. E a da Lancome transfere muito pouco, além de cobrir bem as minhas manchinhas com um ar bem natural. Eu super recomendo. talvez essa da Lóreal transfira um pouco mais por ser o dupe da Maestro (tipo priminho pobre mas legal, sabe?)

    Ainda não tem aqui no Brasil, mas pra quem tá de viagem, acho que deveria provar…

  14. Michele Bdz

    Estava amando d paixão até ler que ‘ela transfere mto’.. Puxa vida…
    poderia segurar mais neah!?

  15. Márcia Daniella

    Realmente dá para notar que a cobertura é muito leve. No meu caso, que necessito de cobertura, é melhor não investir.

  16. Oi Sabrina!
    Gostei muito do post e tive as mesmas impressões que você! Eu até gosto da aparência mas ela transfere muuuuuito e não achei a duração muito boa.. Ou seja, ela está encostada =/
    Mas ainda assim fico curiosa pela versão da Maybelline e pelas “primas ricas” 😉
    Bjs
    P.s.: Sigo o CDD há anos, mas nunca comentei! Shame on me…

  17. Deve ser ótimo essa cobertura mais “leve” para o dia-a-dia… mas transferindo tanto é de se pensar no caso.
    Mesmo assim, ainda parece legal.

    Beijos
    http://www.sacoladecores.com.br

  18. Laura

    Não conheço essa, mas tenho a Maestro. Pela descrição, só a cobertura leve é comum às duas, mesmo assim a Maestro consegue cobrir as partes vermelhas do meu rosto (bem fortes até).
    A Maestro é bem boa para pele oleosa e fica invisível na pele.

  19. Bárbara

    Sá, amo sua sinceridade nos posts e isso já me fez desistir dessa base. Gosto de uma cobertura um pouquinho melhor, e a questão de transferir desanima muito.
    http://vidadecompras.blogspot.com.br/

  20. Cris

    Post legal, amo quando vocês fazem resenhas de produtos. Eu tenho essa base armani, pra mim ela não foi uma boa escolha, moro na bahia e aqui faz um calor senegalês, mesmo trabalhando no ar condicionado a base não se ajeita na pele, fica sambando, melequenta, horrivel. Ah, tenho pele oleosa no level 2467890, outro adendo: trabalho no ar condicionado e mesmo assim ela não fica aceitável. Resumo: gastei várias dilmas e a base ta encostada. N dá nem pra passar pra ir na padaria. Kkkkkkk

  21. didi

    comprei a magic nude da loreal nos eua e a embalagem é diferente dessa sua… a pele fica divina… uma vez eu tava usando ela, e me perguntaram o q eu tava fazendo na pela q ela tava tao bonita…. falei que tava de base e nao acreditaram, pq fica bem natural…. gosto muitooo dela!!! to torcendo pra vim pro brasil tb 😉
    ahh e nao achei que transfere muito nao.

  22. Tatá

    Sá, amei que vc fez post dessa base. Eu comprei a versão “americana”, Liquid Powder, nos EUA ano passado. Comprei pelo frenesi que seria a dupe da Maestro, tal, mas eu não gostei . Por não ter pump (e ser uma agua praticamente), desperdiça muito produto. Ela acumula nas minhas dobradinhas dos olhos tb. Qto a cobertura, eu ja esperava por uma base leve, só que em mim, ela fica muuuuito opaca, parece que passei pó mesmo. Não fica sequinha, nem pegajosa, fica como se eu tivesse passado aqueles primers com textura de silicone e não ter secado, entendem?! E outro ponto negativo e que transfere muuuuito, se eu estou com blusa mais fechada no pescoço, blusa polo por ex., qdo tiro, ela está com a gola suja !!! Já tentei usar o mínimo possível de produto e deu na mesma. Agora eu não sei se a versão americana e a europeia são as mesmas. A minha não tem composição na embalagem, só diz, Bare Skin Perfecting Makeup, e não achei na internet tb, e no site da Loreal EUA não diz que é a base de óleos como no site da marca nos países europeus…..

  23. Beatriz Martins

    Estava animada para adquirir essa base, ainda bem que li sua resenha! É meio dificil encontrar produtos que se dao bem em pele oleosa ne ¬¬
    ainda mais com esse calor que anda fazendo.
    Achei bem legal o fato de ter cobertura transparente, pois tem umas que fica bem tipo ” reboquei meu rosto” e eu odeio.

  24. Eliane Cunha

    Olá Sabrina tudo bom? Vi em algumas resenhas que a Rimmel Wake Me Up Foundation SPF 15 seria uma prima da sua queridinha Touche Eclat. Paguei pra ver, afinal vc é só elogios pra esta base. O problema é que já se passaram mais de 30 dias e nada dos correios entregar. Tomara que a demora compense a qualidade da base!

  25. Kathya Stryzak

    Oi Meninas…na Argentina ela ja esta vendendo ..ate tem a versao sun dela!!
    e sim..bem parecida com a da Armani!! 🙂

  26. Raíssa

    Fui uma das que ficou enchendo o saco para ter resenha dela desde que eu vi na internet as comparações entre essa base e a Maestro.
    Eu acho que essa “geração nova” de bases é mais um sinal de que tá caindo aquela ideia de “pele de porcelana”, cobertura alta etc. Enfim, essa já tá na minha listinha faz tempo, com certeza vou comprar.

  27. Ane Caroline

    Oi meninas, eu tenho sérios problemas com bases líquidas, na verdade não tenho nenhuma. Acabo usando apenas corretivo e base em pó, e bb cream quando a pele ta mais chatinha. Odeio base com cobertura pesada e me interessei por essa, mas como não tem aqui, ouvi falar muito bem da base ultraleve (não sei se é assim que fala ta) da Quem disse berenice, que é uma marca que eu gosto muito, alguem por acaso ja usou essa, se puder falar sobre ela, agradeço…
    Grande beijo meninas.

  28. Evelyn

    Estava muito curiosa por esa base, mas ela transfere… putz, ate agora eu estou usando a Revlon Nearly Naked (lembra alguma outra base esse nome? 😛 ) so nao indico pra experimentar por que sua pele e oleosa, e a minha e seca :/ A Marina vai amar a Nearly Naked 🙂

  29. Tenha mais tecnologia nessa base que tá pouca HAHAHAAHH http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  30. Carina

    Eu tenho e AMO! Eh exatamente o que eu queria, cobertura leve com textura “nada”, so pra dar aquela embelezada no rosto, sem parecer base. Amo amo amo. Nem lembro que estou de base, a pele fica linda! Transfere mesmo um pouco, mas num nível aceitável, ja tive bases piores.
    Pra quem gostou da ideia, mas não gostou da baixa cobertura, pelo que experimentei da Nude Miracle, da Lancome, ela cobre mais e transfere bem menos, parece que vira um pó bem suave na pele.

  31. Ninna

    Não me animou, não curto base que não cobre bem e transfere, para cobertura leve vou de BB cream da Loreal!

  32. Miriã Andrade

    Eu gosto de um pouco mais de cobertura, mas achei que ficou super natural e um resultado bonito! 😉

  33. Meriluce

    Olá! Poderia me tirar uma duvida em relação a essa comparação de cores com a MAC? Comprei a base Matchmaster e só encontro a cor de referência pelo número 2.0 nada de letras!

  34. Larisa

    Comprei essa base nos EUA e amo! Achei ótima pra usar no dia a dia, minha pele é oleosa e eu moro no rj… Ela tem uma cobertura levinha sim, mas acho q essa é a proposta, né? E comigo ela transfere absurdamente não… Talvez seja pq eu use o blot da mac por cima.

  35. Larisa

    Digo, e comigo ela não transfere absurdamente não…

  36. Fernanda Penido

    A maquiagem final ficou linda!

  37. Dany Stacy

    Ai cmo eu queria usar

    • Dany Stacy

      *como

  38. Bella Queiroz

    Acabei de comprar um no Chile, foi a melhor base que já usei na minha vida.

  39. […] tudo sobre a nova geração de bases neste post e aqui, vale a pena ler para saber tudo sobre esta nova tecnologia. Também já fiz a resenha da […]

  40. […] fluídas em conta gotas: em 2014 eu já tinha alertado que essa seria a nova geração das bases e foi neste ano que o negócio […]