Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Quantas vezes você já se viu perdida sobre que roupa vestir, como se maquiar e até o tipo de decoração que queria para sua casa? Com cada vez mais opções, é difícil mesmo escolher! Pensando nisso, trago no post de hoje algumas dicas de como encontrar seu estilo próprio!

Mas antes, uma pequena reflexão

Quando a gente era adolescente, fazer parte de uma ~tribo~ (ainda se fala isso em 2017? hahahaha) era fundamental. Tinham as patricinhas, os surfistas, os metaleiros, os nerds, enfim! Acabava que, por meio dos nossos gostos pessoais (ou até mesmo do simples desejo juvenil de pertencer), nos encaixávamos melhor em algum deles. E a partir disso não tinha muito o que se pensar, né?

Essa delimitação acabava facilitando pra caramba as coisas. Mas e agora que somos todas adultas e não nos importamos mais em nos encaixar num grupinho pré-definido? Como faz para se perceber dentro desse mundão, expressar individualidade, não se render a modismos? Vem comigo!

estilo próprio

#1 Olhe para trás

Ok, sei que talvez você, assim como eu, tenha tido uma adolescência meio nebulosa em termos de estilo – eu, por exemplo, sempre fui muito eclética, mas ao mesmo tempo era também super ligada no que estava em alta no momento. Mas tem certas coisas que não mudam! Pra mim é a franja: uso desde que tenho 14, 15 anos e, mesmo com mil e um formatos, ela continua aqui até hoje! Talvez nesse processo você descubra que, sei lá, veste muito bem azul marinho ou que brincos grandes ficam ótimos em relação a seu rosto. Então, a dica é olhar para suas fotos antigas e pensar a respeito do que vê!

#2 Olhe para o agora

Onde você mora? Com o que trabalha? De que jeito prefere passar os fins de semana? Parece óbvio que você tenha as respostas na ponta da língua, mas nem sempre isso significa que reconheça plenamente a quantas anda sua vida no momento. Nosso estilo precisa se encaixar com quem somos, claro, mas também com quem “estamos”, entende? Vamos dizer que você é toda praieira, pé na areia, sereia (até rimou), mas além de tudo isso é advogada. Não dá para ir de havaianas numa audiência, mas certamente dá para encontrar um meio termo entre os chinelos e um scarpin ultra desconfortável!

#3 Busque referências

Às vezes a gente não funciona com palavras, precisa de imagens! E o segredo está em expôr-se livremente, sem um motivo ou um prazo, às mais variadas formas de expressão que existem por aí: teatro, cinema, artes plásticas, revistas, blogs, perfis do Instagram ou do Pinterest… Cada coisinha dessas apresenta novas possibilidades! Fique atenta ao seu feeling quando vir algo novo: o que adora e o que rejeita? É possível que encontre coisas em comum naquilo que adora. Ah, e nem sempre isso é tão literal: são combinações de cores, formas, lugares…

estilo próprio

Lembre-se

A expressão “estilo próprio” já diz: ele é única e exclusivamente seu, só que isso não significa que jamais tenha sido visto em alguma pessoa ou lugar por aí! A grande verdade é que somos bombardeadas desde o nascimento com bilhões de informações – e é claro que muitas delas ficam represadas na nossa cabeça e determinam nossas escolhas. E tá tudo bem que seja assim! Pense só se todo mundo precisasse criar algo do zero para si no intuito de se diferenciar. Seria super legal, mas a vida pararia, não? E tem mais: mesmo que elementos de todos os cantos façam parte do seu gosto pessoal, a combinação deles é tão específica que só uma pessoa seria capaz de fazer.

Espero ter ajudado você a pensar a respeito e, quem sabe, colocar em prática! Encontrar seu estilo próprio não é algo do dia para a noite – precisa mesmo de autoconhecimento e referências, além, claro, de muita experimentação! Não tenha medo de errar se for para acertar depois. <3

PS: As fotos mais loucas que já encontrei são do Shutterstock, hahahaha!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
8 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. eu agora que estou me encontrando
    e descobri que sou básica rsrsrs
    quando coloco algo demais, fico parecendo nao ser eu
    beijos

  2. Márcia Daniella

    A maturidade me ajudou muito nesse processo de me sentir bem comigo mesma e curtir o meu próprio estilo. Hoje me visto e me arrumo pra me sentir bem e não pra agradar os outros. Foi libertador.E percebi que as pessoas começaram a comentar que eu estava até mais bonita. Quando a gente se sente bem, a beleza interior aflora ainda mais. 😉

  3. Claudia

    Gente que texto útil pra mim. Sempre tive essa dificuldade de me expressar por meio de roupa e decoração, meu sucesso nessa área é tipo manhã de julho em Curitiba, zero ou quase zero. Amei, amei, AMEI. Vou mergulhar nesse exercício de autoconhecimento, introspectiva que sou será um prazer. Que ideia boa esse post, gente!

    • Fico feliz da vida que tenha gostado, Claudia! Boa sorte! 🙂

  4. […] ? Como encontrar seu estilo próprio – para qualquer coisa! […]

  5. Vejo que tenho um estilo clássico misturado com casual… gosto de estar bem e confortável.. 🙂
    Adorei o post!

  6. Miriã Andrade

    Eu não tenho um estilo definido, mas tenho um estilo meu sim, uso o que me faz bem e me deixa feliz! 😉