Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Se você tem o costume de acompanhar o YouTube e conteúdo sobre maquiagem, já deve ter visto um monte de gente falando sobre a técnica coreana chamada Jamsu.

O que é a técnica Jamsu

Dizem os boatos que quem começou a falar maravilhas sobre esta técnica foi uma vlogger japonesa e as meninas coreanas ficaram enlouquecidas. Segundo as meninas o negócio funciona muito bem, principalmente nos dias super quentes que a maquiagem costuma derreter inteira.

A técnica consiste em fazer a rotina normal de preparação de pele com base e corretivo (e primer, se você quiser) e depois passar uma super camada de pó solto por cima do rosto. É necessário uma camada de pó bem mais exagerada do que o normal e esperar uns minutinhos antes de passar para a próxima etapa. Depois disso, vem a parte mais esquisita de todas, sim, é preciso mergulhar o rosto em água fria por uns 30 segundos. Estranho né?

A sensação é que a água vai melecar tudo, mas teoricamente, é isso que faz o negócio todo funcionar. Algumas pessoas que testaram dizem que o acabamento fica sensacional e que a pele fica perfeitinha por horas, sem sinal de brilho da pele oleosa ou que a maquiagem está saindo do lugar.

Testei!! E funciona?

Com a maquiagem normal (sem o pó ainda), depois de mergulhar na água e no final do dia.

Pois bem, curiosa que sou, resolvi que queria testar a modinha do momento. Fiz todo minha maquiagem normalmente com sombra, rímel, blush e tudo que tenho direito. Depois disso, passei uma camadona de pó facial solto no rosto, aplicando com batidinhas de esponja. Nessa hora vi que o pó acumulou bem no rosto, mas também que ele deu uma selada na pele. Ficou super exagerado, mas diz que é assim que funciona. Depois disso, mergulhei o rosto por 30 segundos e água gelada.

Minhas considerações são:

– É bem incômodo mergulhar o rosto em água gelada. A sensação é que a pele está queimando e, vou te falar, fiz a maior bagunça no banheiro. Foi água pra todo lado e molhei tudo. Nota mental, menos água no pote da próxima vez! A pele fica avermelhada, o nariz escorre e as vezes o olho fica vermelho, então tome cuidado.

– Fiquei na dúvida se deveria secar o rosto ou não. Algumas meninas recomendam encostar uma toalhinha de leve, outras dizem que é para secar naturalmente. Na dúvida, sequei um lado do rosto só.

– Tirando o rímel, que foi pro saco na água, de resto, a maquiagem ficou toda no lugar. Tanto a base, como o blush, não sairam da ple. Se for testar, deixe para fazer a maquiagem dos olhos depois da coisa toda.

– Depois que a pele seca, o rosto fica super opaco e com sensação aveludada. Não tinha nem sinal de brilho! Mas também reparei que a camada de pó ainda parecia meio exagerada em alguns pontos do rosto. Teoricamente, a água fria serve para fechar os poros e tirar o excesso de pó, mas acho que para minha pele, que já é mais madura, não saiu todo o pó que deveria e o resultado foi um craquelamento perto dos olhos.

– Senti que a pele ficou mega opaca, mas com uma aparência pesada, exagerada. Como se tivesse passado aquelas bases bem “reboco de parede”, que dá para ver nitidamente que ela está craquelando na pele. Mas vamos levar em consideração que não tenho mais a pele de uma menina. Os pontos ruins foram abaixo dos olho e no “bigode chinês”, mas na testa e na bochecha o visual era bom.

– Achei a função toda de mergulhar o rosto, secar, arrumar o cabelo de novo, limpar a bagunça que fiz no banheiro, um pouco demais. É muito empenho, entende? Algumas meninas sugeriram diminuir a quantidade de pó no rosto e borrifar um monte de água termal gelada depois do processo. Acho que deixa a técnica mais prática.

– De longe, a aparência dos poros fica suavizada, mas olhando de pertinho, não senti tanta diferença assim.

– No quesito duração da maquiagem, achei que o negócio realmente funciona. Normalmente o blush não dura na minha pele, mas na foto ali em cima, dá para ver que ele ficou no lugar. Achei bom que ao longo do tempo o excesso do pó foi saindo, assim no final do dia meu rosto estava com uma aparência mais natural do que depois de molhar.

– No final do dia, a pele começou a brilhar, mas achei que um pouquinho menos que o normal.

Resumindo, não gostei da aparência super opaca na pele logo depois de fazer o mergulho. Mas acho que a água gelada e uma camada de pó são bem interessantes para “selar” a pele e manter a maquiagem no lugar por mais tempo. Percebi que talvez tivesse que ter tirado o excesso de pó que estava me incomodando, assim não ia achar o acabamento opaco tão artificial.

Como fazer a técnica Jamsu

Abaixo tem 3 vídeos, de meninas que gosto muito, ensinando como fazer o Jamsu e mostrando os resultados finais. O legal disso é que a Juliana, a  Joyce e a Renata tiveram impressões diferentes, e dá para ver tudinho nas imagens.

E ai, vai testar em casa?

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
20 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Essa técnica está cada vez mais forte, obrigada pelas dicas e parabéns pelo blog 🙂

  2. Marcia Daniella

    Acho que eu testaria sim, mas já com essa dica de borrifar água termal gelada.

  3. Carina

    Gente, que divertido! Nunca tinha visto!
    Acredito que a durabilidade da make seja mais pelo pó do que pela técnica em si – a água gelada seria mais para fechar os poros depois da maquiagem e deixar a pele mais aveludada, né?
    De toda forma, apesar de muito interessante, acho que teria muita preguiça de fazer tudo isso todos os dias! rss

  4. Ana Paula Almeida

    Oi Sá, só pelo quesito “bagunça no banheiro” já me desestimula a testar, afinal quem limpa a própria bagunça, valoriza demais não fazer bagunça. Acho que é mais uma modinha e também acho muito esforço.
    bjus.

  5. gente
    nao tive a curiosidade de testar, mas é o que há no momento ne?
    bjs

  6. Daniele Rosa

    Achei que o resultado nao vale a trabalheira toda rsrs

  7. Julie

    Nunca tinha ouvido falar! rsrs
    Mas lendo o seu relato, já me deu uma preguiça gigantesca! hahaha
    Certo que não testaria, pela bagunça, achei muita mão de obra tb!
    Bjos 😉

  8. A gente tem q aproveitar enquanto não faz aquele frio aterrorizante aqui em Curitiba pra poder utilizar dessa técnica.. rsrsrssrs

    Achei mto show!!!

  9. Arashi

    Eita, mas você é rápida no gatilho, mulher! Hahaha
    Então, como havia dito, achei a técnica muito dolorosa e trabalhosa pra um resultado que pra mim não foi aqueele milagre.
    Tenho a pele mista e o lugar crítico é o nariz, onde a técnica não ajuda muito, creio que pela manipulação e por ser mais oleoso naturalmente. E eu ainda uso óculos.
    No restante do rosto, não gostei do aspecto da pele. Embaixo dos olhos não chegou a craquelar, mas ficou meio opaco demais, sem vida. E ficou com cara de pele feita mesmo. Eu prefiro mais natural, mesmo que apareçam um pouco as manchinhas e vasinhos.
    Quanto à durabilidade acho que contribui um pouco sim. No meu segundo dia de teste, suei de escorrer e a maquiagem não desabou!
    Agora, creio que vale um alerta pra quem tem problemas dermatológicos/reumatológicos desencadeados por mudanças bruscas de temperatura, além de rinite/sinusite e conjuntivite infecciosa.

  10. Keyla

    Sá, querida! Muito legal vc testar a técnica, achei bem interessante!
    Pela bagunça toda eu não testaria em mim não rsrsrsrs Prefiro as facilidades do dia-a-dia. Essa eu passo, mas adoro ver essas novidades. Dessas coisas molhadas e geladas eu gosto de água termal ou floral, amo de paixão.
    Beijos!

  11. Camila RE

    Sei que a água gelada contrai os poros e sempre usei compressa de chá de camomila bem gelado pra acalmar e melhorar a aparência da pele, mas faço isso antes de fazer o make… Agora, essa moda de mergulhar o rosto numa tigela de água gelada não me pega de jeito nenhum…

  12. Acho que o testei valeu pelo bem da ciência. XD Muita mão-de obra, ainda bem que você já testou e matei a curiosidade.
    A única técnica de maquiagem mais ~avançada~ que me disponho a fazer é o baking no corretivo abaixo dos olhos (isso quando estou a fim, e ainda faço bem mais ou menos rs).

  13. Nossa, muito trabalho, acho que não usaria não… No máximo em alguma ocasião muito especial pq imagina fazer isso todo dia hahahah

  14. Pollyana

    Que coragem Sá, com minha sinusite se eu fizesse isso teria de faltar ao trabalho/festa/compromisso rsrsrs

    • Pois é, diz que que tem esses problema,s não deve fazer a técnica.

  15. Miriã Andrade

    Eu também achei muito empenho, preguiça nesse caso é o meu sobrenome, haha.

  16. Marjorie

    Técnica interessante pra quem tem tempo e tá disposta a qualquer coisa por uma maquiagem perfeita… Que não é o meu caso! Hahahaha

    Outro dia vi um vídeo bem interessante da Lu Ferraes dando dicas pra maquiagem aguentar melhor no calor, bem mais acessíveis. Uma das que mais gostei foi justamente borrifar água termal gelada antes de começar. Pra mim deu uma segurada no suor e na oleosidade! E é um pouquinho mais prático, né? Hehehehe

    Obrigada pelo relato, Sá! Beijo!

  17. Soninha

    Sá,
    vou contar o q funciona prá mim.
    Vou trabalhar de bike e às vezes a pé e a coisa funciona.
    Prá “piorar” ainda moro no litoral (bem quente e úmido).
    Olha só:
    Passo protetor, espero secar/absorver e borrifo água termal.
    Quando a água seca, borrifo de novo (generosamente).
    Depois passo primer (qq um) e um tico de base líquida ou BBC cream ou qq produto com cor (tico mesmo).
    Depois passo base ou protetor em pó (aquele da Shiseido – ou o azul clarinho o azul mais forte).
    Mas passo com pincel fofo prá não ficar reboco.
    Borrifo mais água termal.
    Depois passo uma camada generosa de blot da Mac (também com pincel fofo).
    E mais uma borrifada generosa de água termal.
    Após todas as borrifadas eu não seco a pele – deixo secar sozinha.
    Pronto !
    É uma trabalheira ? até q não.
    O inconveniente é borrifar e esperar secar.
    Mas minha filha, fico com a pele intacta o dia todinho – vale a pena essa “trabalheira”.
    Ontem voltei cedo por volta de 12 horas andei aproximadamente 40 minutos debaixo do sol quente e nem assim a make derreteu.
    Faço este processo todos os dias no verão e quando vou tira a make à noite tá lá o lencinho/algodão marrom dos produtos.
    Outro inconveniente é gasto com água termal, já que essa borrifação toda de forma generosa, gasta produto.
    Mas para mim ou é isso, ou pele pelada sem nada ou pele escorrida.
    bjs