Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

dublin

Hoje completo exatas duas semanas de Dublin! Como não é tempo suficiente para dizer que já estou expert na cidade, esse post vai mostrar minhas impressões até o presente momento.

Confesso que não sabia muito bem o que esperar quando vim para cá – aconteceu tudo tão depressa que não tive tempo para pesquisar a fundo os detalhes sobre a capital irlandesa. O que tinha em mente era a carinha de felicidade das minhas amigas que já moraram aqui toda vez que falávamos sobre o assunto!

Por isso, sempre ficava me perguntando: “afinal, o que será que tem essa Dublin para deixar as pessoas que voltaram ao Brasil assim, tão saudosistas?” – e acho que já estou trilhando os caminhos para a resposta.

dublin

Dublin é uma cidade muito vibrante, especialmente no centro. Vejo pessoas caminhando pra lá e pra cá o tempo todo – e não somente irlandesas de fato, mas do mundo todo: tem japoneses, indianos, ingleses, croatas e, claro brasileiros. Mas não tantos quanto eu imaginei! Na minha escola e na primeira casa em que morei tem vários, mas nas ruas ouço português de vez em quando apenas.

Uma coisa muito gostosa daqui é que as pessoas são extremamente atenciosas, especialmente os locais! Até agora, não fui maltratada nenhuma vez: pelo contrário, aliás! É todo mundo alegre, gentil, aberto. Conversei diversas vezes com vizinhos e pessoas em frente aos bares, o que é bem legal.

dublin

A capital da Irlanda mistura bem tranquilidade e agito. Tem parques para ler um livro, dá para sentar às margens do Rio Liffey para relaxar, é possível sair para tomar uma pint em qualquer dia da semana num pub próximo, existem diversos restaurantes com culinária de vários países… Enfim, tem todas as coisas que a gente precisa de um jeito muito acessível.

dublin

Fora isso, Dublin possui as pontes, a arquitetura, os monumentos. E é uma delícia caminhar pela cidade e ir absorvendo tanta coisa! Falando em caminhar, é o que mais se faz por aqui. Há muitos carros, claro, mas o interessante é se deixar perder pelas ruas a pé ou de bicicleta – ciclistas são bem mais respeitados por aqui do que no Brasil, podem acreditar!

Sobre o clima, é aquela coisa: Curitiba feelings! hahahaha Mesmo agora no fim do verão, as temperaturas não passam dos 24 graus. No mesmo dia, dá para ver as 4 estações, como a gente costuma falar! Por isso, é legal ir bem preparada para qualquer mudança repentina.

É isso, então! Logo mais vou falar por aqui sobre o processo de vir estudar na Irlanda. Fiquem ligadas que ainda vai ter bastante material, combinado?

dublin

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
16 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Márcia Daniella

    Que experiência incrível! Aproveite muito, Thais.

  2. Vaness

    Visitei Dublin duas vezes, amo muito a noite da cidade e todo seu charme, espero que aproveite!

  3. Myrian

    Já fiquei louca para conhecer Dublin. (suspiros) Queria tanto ganhar na megasena..rs

    • Com organização não é tão difícil, te juro! Lá é um destino relativamente em conta comparando-se com outros países da Europa. <3

  4. Thaís estou adorando acompanhar essa sua experiência. Pretendo ir a Dublin em abril, ficar 6 meses estudando inglês. Me conta como você fez com a sua residência.. vi que você postou uma foto logo que chegou. É residencia estudantil? Conseguiu alugar algo? Bjos.

    • Paula Amorim

      Oi Juliana, vi que você perguntou sobre residência. Tenho acompanhado a Thais no snap e, como ela foi a convite da agência de turismo, toda a hospedagem dela está sendo oferecida pela empresa. mas ela explicou que primeiramente ficou em uma acomodação da própria agência com outros brasileiros e eles ficam lá ate conseguirem alugar algo na cidade, achar outros estudantes para dividir ape ou em anuncio de classificados de jornal.

    • Páginas no Face como o “Classificados Dublin” também podem ajudar nesse processo! 😉

  5. Thaís, eu vi vc no Snap outro dia falando que estava treinando o inglês, como é o sotaque deles? Difícil de entender? Alguém no nível básico conseguiria se virar, já que o povo parece ser gentil? Faz um post assim depois, falando as coisas que você aprendeu da língua deles, é diferente!

    http://www.ziperchique.com.br/2016/09/make-street-style-com-mary-kay.html

    • Oi, Vânia!

      Acabei comentando um pouco de tudo isso nos posts que escrevi sobre Dublin, mas vamos lá!

      O sotaque não é o mais fácil do mundo de entender não. Mas, se pararmos pra pensar, acho que cada país que fala inglês tem suas particularidades nesse sentido.

      Dá para se virar na mímica (na pior das hipóteses) se você for do nível básico. Eles são muito gentis, isso não será problema! 😉

      Beijo!

  6. Depois dessas fotos e de falar que o pessoal é atencioso, fiquei morrendo de vontade de ir pra Dublin.
    Ansiosa pelos próximos posts!
    Bjus
    Jaque
    http://www.quebreiaregra.com.br

  7. Nooooossa!!
    Que lugar!!!!!

  8. Fiama

    Curitiba feelings HAHAHAHAHA
    aproveite bastante, adoro os “diários de viagem” de vocês. 🙂

  9. Gabriela R. Salomon

    Comente mais no blog sobre as impressões! 🙂

  10. Miriã Andrade

    Aguardando as cenas dos próximos capítulos, hehe. Que cidade linda, sonho um dia conhecer! 😉

  11. Que fotos lindas, parece um amor a cidade mesmo. Eu adoro poder andar e me perder nas ruas dos lugares, costuma ser meu programa favorito mesmo.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com