Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

compras nos estados unidos

E chega ao fim a série de posts Thais in The USA! Para quem não acompanhou tudo, vamos relembrar: comecei dando um oi após meu retorno e pedi para vocês escolherem os temas que queriam ver primeiro; depois, comentei como foi viajar para os Estados Unidos em tempos de alta do dólar e mostrei minhas comprinhas; e, finalmente, apresentei um super roteiro pela Flórida para as viajantes de plantão!

Tudo sobre os parques da Flórida

parques da florida

O assunto de hoje é para quem adora se divertir. Vou contar, em detalhes, como foi minha segunda vez nos parques da Flórida, 15 anos depois da primeira. Posso dizer que curti o mesmo tanto aos 14 e aos 29! A verdade é que, na minha opinião, não tem idade pra essas coisas! Mas o melhor mesmo é ir com altura suficiente pra todos os brinquedos e com a saúde em dia para aguentar a adrenalina de alguns!

Eu e Mari tivemos apenas 3 dias inteiros em Kissimmee, que fica ao norte do estado e mais perto dos parques. Por esse motivo, tivemos que priorizar porque não dava para irmos em todos! Ela me deu carta branca pra escolher, baseada na minha experiência anterior e também no discernimento do que podia ser legal pra gente. Foi assim que escolhi Busch Gardens, Hollywood Studios e Magic Kingdom!

O Busch Gardens escolhi pelas montanhas-russas e brinquedos ~radicais (hahahaha, detesto essa palavra!). No Magic Kingdom simplesmente não dá para deixar de ir, né, afinal, a essência da Disney está lá. Aí tinham sobrado Animal Kingdom, Epcot e Hollywood Studios. Fiquei com o último depois de analisar as atrações, que me pareceram mais legais. É tenso escolher, porque né, tem muita coisa boa espalhada pelos parques! Ah, e Universal descartei de imediato – não curti tanto assim quando fui e não piro em Harry Potter – não me julguem, por favor! hahahaha

Dia 1: Busch Gardens

parques da florida

SheiKra e Falcon’s Fury

O Busch Gardens é um parque do grupo Sea World que fica em Tampa, a 1h30 de Orlando (de carro). Ele é conhecido pela boa quantidade de montanhas-russas e também pelo safári. Logo que fui comprar os ingressos pela internet, aqui no Brasil ainda, percebi que o site é uma porcaria. Tentei por dias fechar a transação e rolava um milhão de erros! Descobri então que era possível adquirir os tickets na hora e foi assim que fizemos. O valor para cada pessoa ficou em $ 105,93. Também pagamos $ 18 de estacionamento.

Como por lá o esquema “fura-filas” é pago à parte (e não quisemos gastar com isso), fomos logo de cara nos brinquedos mais concorridos. A primeira montanha-russa do dia foi a SheiKra – e, depois dela, parece que as outras eram fichinha, hahahaha! Gente, o negócio é tenso. Você vai com os pés para fora e o carrinho se movimenta em várias inclinações. Tem looping, tem altura e tem velocidade! Eu adorei, mas pra quem tem medinho, é melhor ficar com alguma das mais simples mesmo!

Outra atração muito louca é a Falcon’s Fury, uma torre de 102 metros de onde você despenca de cara pro chão. Gostosinho, né? hahahaha Mariana não quis ir e eu, muito da corajosa, enfrentei a fila enorme para experimentar. Sério, gente, foi a sensação mais próxima de morrer que eu já senti. Quando desci, comecei a beijar o chão e agradecer por estar viva (história real, a galera em volta se matou de rir). Se voltaria? Com certeza!

Notei que, além das montanhas-russas e da tal torre, não há muito o que os adultos possam fazer no Busch Gardens – 0 restante do direcionamento do parque é bem infantil! O safári é bonitinho, mas não achei nada de mais também. Acho que certas coisas são melhores de se fazer no lugar certo, né? Prefiro ir pra África um dia, por exemplo. Fora isso, também notei uma certa falta de manutenção no parque. Não digo nos brinquedos, mas na grama, na pintura dos lugares, no atendimento. Enfim, essas foram minhas impressões!

Indo para a Disney

Fazer todo o processo foi bem mais simples do que pensei. Primeiro, comprei o combo de ingressos para dois dias (em parques diferentes) pela internet – o site oficial funciona super bem, não tem segredo! Pagamos $ 192 cada (mais $ 20 de estacionamento lá por dia). Depois de receber a confirmação de compra por e-mail, imprimi o documento, que possui um código de barras, e levei comigo na entrada do primeiro parque (Hollywood Studios, no caso), onde há um lugar de atendimento chamado Will Call. É lá que você recebe os tickets de acesso ao próprio parque e também aos brinquedos com FastPass+!

Opa, não sabem o que é FastPass+? Pois eu explico: esse é o sistema “fura-filas” da Disney, disponível gratuitamente para os visitantes. Funciona assim: com antecedência, você acessa sua conta no site oficial, onde comprou os ingressos, e pode marcar os FastPass+. Cada um dá direito a passe livre, sem filas, durante um período de uma hora escolhido por você. Dá para agendar 3 atrações pela internet e, após ir em todas, marcar mais nos quiosques espalhados pelos parques. Funciona super bem!

Dia 2: Hollywood Studios

parques da florida

Rock ‘n’ Roller Coaster Starring Aerosmith e The Twilight Zone Tower of Terror

Lembro que a primeira vez em que estive na Disney não vi nada de mais no Hollywood Studios, na época chamado de MGM. Porém, dando uma olhada nas atrações, percebi que algumas coisas tinham mudado e que poderia ser uma ideia bacana voltar lá. O parque é relativamente pequeno, então não cansa tanto de andar. Se possível, recomendo que fique para o último dia, assim dá para ter aquela preguicinha sem culpa!

Das coisas que fiz por lá, posso citar algumas de que mais gostei. A primeira foi andar na montanha-russa do Aerosmith, que é completamente indoor – e no escuro! A sensação de não saber pra onde o carrinho vai é demais. Rolam músicas da banda e você só enxerga uns fachos de luz durante o percurso. Outra atração bacana é a torre do terror – não pelos sustos que você leva, mas pelo elevador que despenca – adoro esse perigo!

parques da florida

Atração do parque e Toy Story Midway Mania!

O brinquedo do Toy Story também é bacaninha. Mesmo que tenha uma orientação um tanto infantil, eu e Mari piramos nele! Basicamente, você senta com um colega no carrinho e passa a ser direcionado a telões, onde precisa atirar virtualmente em alvos. Tudo, claro, tem Woody, Buzz e companhia. Nosso espírito competitivo veio à tona e queríamos ser as rainhas da pontuação pra ver se rolava um prêmio depois – mas nem! Poxa, Disney! hahahaha

Dia 3: Magic Kingdom

parques da florida

Vista do castelo ao fundo antes de pegar o barco para chegar ao parque e ele visto pela lateral

A decisão de deixar o Magic Kingdom por último teve a ver com o dia da semana: fomos no Busch Gardens no domingo e, pelo que havia lido na internet, o MK às segundas era a primeira escolha de quem chegava em Orlando no fim de semana, então programamos a ida para terça-feira. O parque estava cheio, claro, mas não foi um terror de andar nem nada assim. Fomos focadas nos brinquedos com FastPass+ marcado e deu tudo certo!

parques da florida

Agora bem de pertinho

O castelo da Cinderella é a primeira coisa que se avista, logo na entrada do parque, e é impossível não se sentir no mundo mágico da Disney ao olhar pra ele. Dessa vez, pude entrar (não lá em cima, mas numa passagem do meio) e já fiquei toda feliz. Os detalhes da construção são impressionantes – aliás, tudo por lá é perfeito, né?

parques da florida

Placa para o Splash Mountain e carrinho de pipoca do Maurice, de A Bela e a Fera

Não consegui ir na Splash Mountain por motivos de: frio + água = péssima combinação. Então, partimos para a Big Thunder Mountain Railroad, que simula um carrinho desses de mina numa versão desgovernada. É uma montanha-russa que passa por áreas internas e externas bem legal! Falando nisso, a Space Mountain também é muito maneira. O passeio (para dizer o mínimo, porque a velocidade e os loopings são uma loucura) acontece todo indoor e no escuro, assim como na montanha-russa do Aerosmith, no HS.

2 coisas imperdíveis no MK

parques da florida

A primeira é ficar para ver a parada dos personagens, às 15h, em frente ao castelo. O espetáculo é muito bem-feito! Antes eu achava que era besteira, mas no fim adorei ver todos eles de pertinho.

parques da florida

E a outra é esperar até 20h para o show de luzes e fogos. Não imaginei que me emocionaria, mas nossa, acho que fui picada pelo espírito Disney! Poxa, até a Sininho desce voando do castelo! <3

Ufa! Espero que tenham gostado das dicas de parques da Flórida!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
27 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Fernanda Gabriela

    Adoro o Epcot. Acho uma experiência sempre incrível!!! Os brinquedos não são tão loucamente emocionantes, mas é o meu parque preferido e o das pessoas mais sussas. 🙂
    Já encarei algumas montanhas russas nessa vida e sério: nunca mais. Gosto nem de ver fotos. Hahaha

    • hahahaha, espero que nem tenha assistido os vídeos do Busch Gardens que eu coloquei, então! E guria, dizem que o Epcot é um parque mais pra adultos, né? Só fui com 14 anos e lembro de ter achado legal, mas priorizei pelos brinquedos mesmo!

  2. Priscila

    Ai que saudades da Disney!!
    Hoje em dia não encaro mais montanha russa, mas um elevador até vai.

  3. Márcia Daniella

    Maratona divertidíssima!!! Post tá ótimo e super completinho !

  4. Oh saudades desse lugar mágico

    bjs

    http://ladycatblog1.blogspot.com/

  5. Tammy

    Oi Thais!
    Lembra que também estava para ir pra Disney? Acabou que seu post com os parques saiu depois de eu já ter ido neles. Bom que posso contribuir agora! Hehe.
    Mesmo não sendo tão fã de Harry Portter (aliás, nada fã porque só fui ver os filmes um pouco antes de viajar), essa parte da Universal e do Islands os adventure encantam pelo cuidado com detalhes que eles tiveram. Muito bem feito, encantador. Muitos dos brinquedos desses parques são tipo simuladores, mas são sensacionais! Os do Harry Portter, da Múmia e o dos Simpsons são imperdíveis! O Universal foi o meu parque favorito!
    No Hollywood Studios eu acrescento a parte de Star Wars que está fantástica e o encontro com o Darth Vader é inesquecível! #nerdfellings. A montanha russa do Aerosmith é mesmo sensacional e o elevador da Twilling Tower muito bacana.
    O Busch Gardens só vale a pena para quem gosta de montanha russa mesmo. Achei divertido, mas quem não gosta de aventura fica bem deslocado.
    E por fim, o Magic Kingdom. Sim, é a Disney, com toda magia que isso tem. A Parada e os fogos do final valem mesmo a pena, mas tirando a atração do Piratas do Caribe, é um parque bem infantil. Só voltaria com meus filhos.
    Espero ter contribuído para viagem de alguém!
    Beijos

    • Com certeza, Tammy!

      Espero que tenha se divertido e agradeço suas dicas também!

      Guria, eu nem falei do simulador do Star Wars porque passei MUITO MAL naquele treco. Ok, diz a pessoa que despenca de uma torre de 102 metros, mas foi passar mal de enjoo mesmo! Fiquei super tonta! hehehe

  6. Camila

    Aaamooo Orlando e a Disney !!!! Nunca me canso de ir!!! Apesar dos 31 anos e de já ter ido 5x a esse lugar encantador e mágico, estou sempre disposta a ir novamente! Todos os parques são incríveis e únicos! Incluindo o Universal studios, Island of adventure e Busch Gardens.
    Sou fã número 1!!! É um caso de amor inexplicável! Where The dreams Come True S2

  7. Sou apaixonada pela Disney, já fui oito vezes e em nenhuma delas fui ao Busch Gardens, não é um parque que me atrai, engraçado isso.
    Vez ou outra eu posto umas fotos no meu blog.
    Beijos
    http://www.estilogisele.com.br

  8. Miriã Andrade

    Que viagem incrível, com certeza é a que mais tenho vontade de fazer e estou me programando pra isso! 😉 Adorei!

  9. Gabriela R. Salomon

    Eu adoro a Disney *o* Espero um dia ir por lá hehehe. Thais, só explica uma coisa: o preço que se paga para entrar nos parques já está incluso os brinquedos que a pessoa vai? Ou se paga uma taxa se a pessoa não vai a nenhum dos brinquedos.

    • Gabriela, você paga para entrar no parque e por lá tem direito a usar todos os brinquedos que quiser, ir a atrações, etc e tal!

  10. Beatriz Aguiar

    Ai que parque lindo. Meu sonho é conhecer 🙁

  11. Sobre a Falcon’s Fury, tive uma sensação parecida na Torre Eiffel do Hopi Hari. E, adivinhe só: voltei mais 4 vezes no mesmo dia rs Hoje não tenho mais coragem pra essas coisas, não.
    Um beijo!

    P.S.: meninas, estou sentindo falta do botão “receber respostas por e-mail”. Gostava muito de saber quando alguém enviava algum comentário em um post pelo qual me interessei. A Troca de informação dos visitantes é um dos pontos altos do blog de vocês pra mim 😉

    • Oi, Lívia! Esse é um ponto que ainda estamos verificando no layout novo! Mas obrigada pela dica! 🙂

  12. Heloisa Carvalho

    Na verdade, quem não gosta de “aventura” fica deslocada em praticamente todos os parques… Eu tenho labirintite e claustrofobia (que eu achava que estava sob controle), ou seja, nem que eu gostasse, essas coisas são um terror pra mim! Visitei a Universal e, por curiosidade, fui numa montanha-russa, do filme “A Múmia”, ela é toda fechada também e, gente… Nunca vi a morte tão de perto! Hahahaha. Foi uma experiência horrível! Nunca mais vou em nada parecido! Depois dessa, fomos só no barco do Jurassic Park (meu marido insistiu muito, mas foi horrível também) onde tive um leve ataque de pânico na saída… Acabou que ficamos mais olhando as atrações, assistimos alguns shows… Foi maravilhoso, tudo é muito bem feito! Mas deixei de ir em muita coisa porque TUDO tem montanha-russa, sério, TUDO.

  13. Nem me fale em Disney, fui duas vezes e confesso que iria muitas outras se pudesse. Gosto de tudo, me encantei por Orlando, é tudo muito perfeito, mas pra mim a melhor parte são os parques mesmo. Ainda não fui no Bush Gardens, mas tenho curiosidade, amei os da Universal, não sou fanática por Harry Potter, mas li e assisti os filmes para ir e fiquei impressionada com a perfeição, gostei dos simuladores também. Na Disney gostei de tudo, já fui nos 4 parques e não consigo avaliar o meu preferido, acredito que todos tem seu atrativo, para todos os públicos.

  14. Helaine

    AAAFFFF! Taí um empresário que iria à falência se dependesse de mim (e pessoas cagonas como eu) para o negócio dar certo.
    Admiro muito sua coragem e de tantas outras pessoas…Pra vc ter idéia meu único brinquedo “radical” que fui na vida e quase morrí, claro, foi o barco viking do Beto Carrero. Nesse vídeo do Falcon’s Fury que vc postou eu senti vontade de gorfar e estou com aquela sensação de “pós elevador”…só de ver o vídeo. Acho que só entraria nesses parques pra ver a galera berrando nos brinquedos e quem sabe procurar um menos pior (no meu caso, carrinho de bate-bate).

    • HAHAHAHAHAHA! Guria, mas são os limites de cada um, né? 🙂

  15. Pam

    Oi Thaís!
    Sou A LOCA da Disney, de Orlando, da Flórida, etc.
    Fui 3 vezes nos últimos 3 anos, e 5 vezes em toda vida.
    É o lugar da Terra que mais agrada todo mundo, de criancinhas a velhinhos, a felicidade por lá é garantida! hehehehe

    Mas poxa, Thaís! Se for voltar, não perca a chance de ir à Universal! Os dois parques tem montanhas-russas que são as melhores de Orlando, além de vários dos brinquedos mais legais, pra gente que está mais na nossa faixa-etária.
    É a Disney dos crescidinhos!
    No mais, estou adorando ler sobre a sua viagem =)
    Beijos!

    • Pam, quem sabe na próxima, com mais tempo, consiga dar outra chance pra Universal, sim! 🙂

    • Enzo

      Também sou… Kkkkkk passo até vergonha quando meus amigos me veem desenhando o elevador

  16. Mara

    Ai eu adoro o brinquedo do Aerosmith e a torre do terror! Até lembro da musiquinha da torre e comprei uma camiseta na lojinha, muito amor hahaha
    E também caiu uma lagriminha ao ver o show do castelo no Magic Kingdom.
    Adoro a Disney, espero poder voltar em breve!

  17. Elevador que despenca não é comigo. Adoro montanha russa, mas a sensação de simplesmente cair não gosto não rs.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

  18. Enzo

    Amo o Hollywood Studios. Meu favorito! Gosto de brinquedos radicais, amei o Tower of terror!!! Não gostei do Epcot

×