Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Opa, voltei! Depois de 15 dias de férias no Japão voltei cheia de experiências e uma mala abarrotada de cosméticos para testar. Farei posts contando tudinho sobre as cidades que passei, algumas curiosidades e também resenhas, mas tudo isso com calma e ao longo dos próximos meses. Se não daqui a pouco ninguém mais vai me aguentar falando diariamente do mesmo assunto, não é?

Aproveitando, meu amigo Xoia, que esteve comigo no Japão, já fez um post com 10 dicas para antes de viajar para lá, vale a pena conferir o texto no Viajão.

Sá, Xoia e Giu

Dentre as coisas que as meninas mais comentavam em minhas fotos no Instagram (me acompanhou lá no @coisasdediva?) estava os valores da viagem. Acho meio chato falar sobre isso, e pode até soar ~ostentativo~, mas como sei que para planejar uma viagem é preciso uma estimativa de custos, o bloguismo verdade fala mais alto. Então conto minha experiência para talvez você fazer melhor que eu, hum! Quando começo a pensar em uma viagem já vou guardando dinheiro desde o primeiro momento e passo quase um ano todo economizando. Só assim para poder viajar para tão longe!

Acredito que o que mais assusta é o preço da passagem. Mas planejando e comprando antes, o valor pode ficar mais interessante. Meus amigos compraram com bastante antecedência e aproveitaram uma promoção boa. A passagem saiu por R$2.800 ida e volta! Já eu me enrolei, comprei meses depois e me ferrei com o valor. Já vi passagens para lá custando R$7.000, tudo depende da época, promoção e tempo de antecedência na compra. No total são mais ou menos 26 horas de viagem.

Outro gasto grande que tive foi o Japan Rail Pass, que para 15 dias custou mais ou menos R$1.000. Com este passe é possível pegar trens, trem bala e até algumas linhas de metrô em Tóquio. Como viajamos o tempo todo de trem e fomos para várias cidades, acredito que valeu bastante a pena. Era só apresentar o passe nas estações e ser feliz. No metrô e nos ônibus o preço da passagem depende de quanto você vai andar. Para estações próximas custa em torno de R$3, para as mais afastadas, pode chegar a R$25/30.

Nas refeições o preço varia. Dá para encontrar pratos bem servidos de R$8 até R$25. Tudo depende do lugar, tipo de comida e restaurante. Se tiver com o orçamento apertado, as lojas de conveniências tem sanduíches e marmitinhas de pratos prontos. Elas são fresquinhas, bem gostosas e custam de R$8 a R$15. Um sanduíche no McDonalds custa mais ou menos R$7.

Ao longo do dia você pode querer fazer compras, daí a estimativa de orçamento varia conforme seu consumismo. Achei as roupas e calçados com valores equivalentes ao Brasil e nem me animei muito para rodar as lojas. Já os cosméticos de marcas japonesas tem um preço bem legal. Aqui o orçamento fica a cargo do freguês. Normalmente eu calculo uns R$150 por dia em compras, comida, transporte e entradas em museus/igrejas/pontos turísticos. Mas com esse valor dá para comprar bastante coisas, se quiser economizar, pode cortar gastos neste item.

Agora vou falar um pouquinho sobre cada hotel e quanto eles custaram, partiu?

Osaka – Capsule Hotel Asahi Plaza Shinsaibashi

Sim, sim, este é um hotel cápsula! Achamos que a experiência poderia ser interessante mas não gostei muito da coisa toda. A parte das camas até era legal, com cada cápsula montadinha para cada pessoa, me lembrou muito um albergue, só que com camas em forma de caixas. O problema maior era que tinha que tirar o calçado para entrar no hotel, deixar num armário da recepção, deixar a mala em outra sala – onde minha mala não cabia no armário e por isso tinha que deixar na recepção também, então tinha que lembrar de tudo que poderia precisar dentro da mala para não ficar voltando na recepção o tempo todo para pegar minhas coisas. Muito empenho para tudo, sabe? Ficamos uma noite lá, enchemos a paciência e resolvemos procurar outro hotel “normal” nas redondezas. O lado bom é que ele é muito bem localizado, pertinho da estação de Namba. Mas oh, não recomendo ele não!
Preço por dia por pessoa: US$29

Hiroshima – Mitsui Garden Hotel Hiroshima

Foto do Booking.com

Como estávamos em 3 pessoas, sempre pedíamos um quarto só para nós. Os hotéis normalmente tinham quartos com 2 camas de solteiro e disponibilizavam uma cama extra para gente. As vezes tudo ficava meio apertado com malas e mochilas para todos os lados, mas é o jeito de não gastar tanto! Este hotel em Hiroshima era bonitão, com camas confortáveis, chuveiro quentinho e super perto do Memorial da Paz.
Preço por dia por pessoa: US$41

Quioto – Gion Ryokan Q-beh 

A cidade estava um frenesi sem fim por causa do outono, todo mundo estava lá para ver as folhas vermelhas nas árvores! E o que aconteceu é que não achávamos hotéis disponíveis por um valor decente, então resolvemos ficar num albergue mesmo. Achamos que seria complicado ficar num quarto com 12 beliches, mas no fim foi super tranquilo. O albergue é bastante limpinho, todo em estilo tradicional e muito bem localizado bem no centrinho do bairro de Gion. Me surpreendi positivamente com o albergue! Eles tem também quartos individuais ou para até quatro pessoas, mas na época não estavam disponíveis.
Preço por dia por pessoa: US$30

Nara – Hotel Asyl Nara

Pegar uma hospedagem em Nara foi uma das poucas besteiras que fizemos na viagem. Na verdade a cidade é super pertinho de Quioto, e saindo cedo, dá para aproveitar o parque de Nara durante o dia e retornar num trem a noite. Não tinha necessidade de nos hospedarmos lá, entende? Mesmo tendo uma localização bacana, perto da estação de trem e do parque, este hotel está meio derrubadinho. Não recomendo a hospedagem, não.
Preço por dia por pessoa: US$86

Hakone – Mount View Hakone

Esta cidadezinha fica nas montanhas e dá para ver o Monte Fuji. Resolvemos ficar por lá para nos hospedarmos num hotel de estilo Ryokan, com banhos termais e poder vivenciar a experiência japonesa mais tradicional. Nosso quarto tinha chão de tatame e era preciso tirar os sapatos antes de entrar. As camas eram de futon, tinha uma mesinha para refeições rápidas e o banho tinha que ser feito no piso inferior, bem no estilo japonês (aguarde um possível vídeo sobre isso!). Curti bastante o hotel!
Preço por dia por pessoa: US$60

Tóquio – Hotel Metropolitan Tokyo

Foto do Tripadvisor

Mais uma vez escolhemos bem e não precisávamos andar nem meia quadra para pegar o metrô. Nosso hotel era bom pra caramba, até meio chique, com camas gostosas e banheiro espaçoso. Fica no bairro de Ikebukuro, cheio de lojinhas e movimentado a noite.
Preço por dia por pessoa: US$80

Em Hakone tentando dar um jeito na mala.

Ah, achamos todos os hotéis pelo Booking.com procurando sempre por preços bons e localização interessante. As fotos e comentários dos usuários ajudam bastante na hora de escolher. As reservas deram bem certinho e não tivemos nenhum problema com as hospedagens.

Espero que esse CONTAS ABERTAS seja útil e ajude quem pensa em visitar algum dia o Japão. Recomendo demais a experiência, viu! Se tiver alguma curiosidade ou pergunta sobre minha viagem, deixa aqui nos comentários. Volto em breve com mais Japão!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
115 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Oi Sá… Que legal a sua viagem! Deu pra perceber, pelo insta, que vc curtiu muito!
    A minha dúvida é em relação ao idioma. Dá pra se virar bem com inglês por lá!?

    Beijos!

    • Não é todo mundo que fala bem. Mas no geral, as pessoas entendem palavras chave como “saída”, “entrada”, “direção”, “frango”, “porco”, coisas assim. Não tivemos nenhum problema nesse sentido. 🙂

  2. Márcia Daniella

    Obrigada por compartilhar as informações, Sá! Já estou ansiosa sobre os próximos posts! Se puder, faz um sobre os kit kats!

  3. Roberta Martins

    Oi Sabrina!Tudo bem?
    Que bom você de volta!Com certeza aproveitou bastante suas férias no Japão!!
    Beijos,
    Roberta.

  4. Bruna

    Obrigada, Sá! Eu fui umas das pentelhas que ficou pedindo dica de hotel pelo instagram rs Valeu mesmo por dar sua opinião e colocar os preços também! 🙂

  5. Fernanda Penido

    Adorei o post, Sá! Pode continuar compartilhando as dicas! Quem sabe eu não me animo a economizar e conhecer o Japão! hehehehe…
    De qualquer forma isso já resolve um problema antigo aqui no blog: querer todos os cosméticos asiáticos! Com as suas dicas fica mais fácil resolver meu primeiro dilema: “só falta comprar minha passagem”!!! hehehe…

  6. Jade

    Amei as contas abertas, Sabrina!!! Muito obrigada por compartilhar com a gente. O Japão não é uma das minhas prioridades em viagem, mas o Sudeste Asiático sim! No dia que conseguir realizar esse sonho, tenho certeza que vou querer conhecer pessoalmente a Ásia como um todo e o Japão estará incluído =)
    Ansiosa pelos próximos posts sobre sua viagem.

  7. Raíssa

    Sabrina, achei maravilhoso que você foi e resolveu contar tudo para gente! Ir para o Japão é um sonho, vou aguardar ansiosa os próximos posts.

  8. Amo o bloguismo verdade ?
    Fiquei curiosa com esse das capsulas. Eu acho que eu morreria de agonia >.<

  9. Mah

    Ai Sá, acho tudo de bom falar sobre preços de viagem, porque estimula a galera sabe?!
    Muita gente acha que não pode viajar porque não consegue juntar dinheiro e tal.

    Ganho em média 3 salários, e ao longo de 7 meses de MUUUUUUUUUUUITA economia, juntei 10 mil reais para realizar uma viagem sonho de 15 dias. (e paguei caro na passagem ainda!)
    Minhas amigas que ganham o mesmo que eu ficaram boquiabertas quando botei as contas na roda hahahaha
    Acho super válido! Estimula, abre caminhos, nada ostentativo. (claro que não vale blogueira rhyca falando de viagem AAA para Paris, indo de First Class na Emirates né).

    Para quem quiser ver mais cálculos desse tipo, indico o blog 360 meridianos.
    Eles fizeram um cálculo de quanto sai DAR UMA VOLTA AO MUNDO! Na época o dólar era menos de R$2,30 (~saudades), e saía por volta de 30 mil reais.

    Quem quiser/puder tirar um período sabático de um ano, e ao invés de comprar um carrinho popular, fazer uma viagem dessas, vai ver que é SUPER POSSÍVEL.

    Eu tenho muita vontade de ir para o Japão, mas a questão comida na Ásia me preocupa. Sou vegetariana e o marido também, e morremos de medo de comer alguma coisa com carne por engano (porque tem gente que acha que presunto não é carne, kani, peixe, frutos do mar em geral… Daí eu pergunto “tem carne?” resposta: “não, é presunto com queijo” ¬¬) Imagina em outro idioma indecifrável!

    *** OFF TOPIC: VAI ABRIR LOJA DA THE BODY SHOP EM MARINGÁ – PR. ***

    • Mah

      Ah, e detalhe importante.
      Eu que pago minhas contas! Plano de saúde, combustível, seguro do carro e o caralho.
      Mas nesses 7 meses gastei tipo, 150 reais em compras somente…
      Milagre não existe! 😛

    • Helaine

      Mah…fiquei curiosa: pra onde vc viajou?! =)

    • Lilian

      Parabéns!! te admiro!!! tem gente que vai na balada todo final de semana, gasta horrores e ainda fica inconformado quando quem não vai compra alguma coisa!!

    • Mah

      Eu também teria receio de ir para o japão justamente pela comida, também não como carne.. E tem um monte de prato que eu não tenho a minima ideia do que seja, se já é difícil comer no brasil que a gente pode perguntar imagina no japão!

    • Sabrina

      Mah, vc gastou 10mil viajando sozinha ou com seu marido??

    • Viagens são caras, não tem como negar isso. Mas para quem tem oportunidade, apertando um tanto no orçamento do mês dá para planejar uma viagem bacana. 🙂

    • Mah

      Resposta à Sabrina 04/12/2014 | 22:01

      Na passagem paguei 3400 reais. Era cwb-mia, mia-lga, lga-mia, mia-cwb, fui de American Airlines.
      Hotel, saiu cerca de 250 dólares em Miami (5 dias), e 550 dólares em NY (6 dias).
      Orçamento para comida e extras, separamos cerca de 40 dólares por dia (por extra, entenda-se uma entrada para algum lugar, água no meio da rua, essas coisas – o café da manhã era de graça nos hotéis)
      Em NY gastamos cerca de 40 dólares com táxi de ida/volta para o aeroporto, mais 30 dólares com o metrocard.
      Cerca de 80 dólares o seguro viagem, mais uns 150 da locação de carro em Miami.
      O resto do dinheiro, cerca de 4 mil reais, gastei em compras.

      Todos os valores acima foram por pessoa. Eu e meu marido dividimos as contas metodicamente.
      Ou seja, gastei 10/11 mil reais sozinha, com o dólar turismo a R$2,37, incluindo passagem.

      Se eu for incluir o gasto do visto americano, de ir para SP (sou do interior do PR), e ir/voltar para CWB na viagem em si, tudo saiu em torno de 12500~13000

      Mas dá para viajar com menos [não com esse dólar atual… 🙁 ]
      Comprando passagem em promoção, dormindo em hostel e comendo “qualquer coisa”, como os dolars menu que tem por lá.
      Mas comida é algo que não economizamos MESMO.
      E meu marido odeia a idéia de hostel…

      É importante fazer planilhas no excel com os gastos previstos, e dar uma olhada em blogs especializados. Viagem não é só passagem/hotel/comida. Tem imprevistos, tem o surto consumista, tem táxi, tem extra.
      Melhor ir com certo dinheiro “sobrando” e não ter surpresas (ou usar o cartão de crédito, mas eu não quis arriscar por conta da cotação e estava certíssima. e ah, voltei com 40 dólares na carteira ainda rsrsrs).

      Desculpa utilizar tanto espaço para falar da minha viagem Sá (das divas).
      É que eu realmente sei que mais pessoas nem imaginam que podem ir também, é só saber economizar/priorizar os gastos.

    • Sylvia Aline

      é isso mesmo, tem mais é que viajar e aproveitar a vida

    • tatá

      mah, acho que é só uma questão de dar uma procuradinha nas opções vegetarianas n japão. tem muita opção de restaurante ocidental e eles comem muito tofu e conserva. O país é enorme e super comospolita. td que tem no mundo tem lá. só pra vc ter noção, eles adoram açaí. é totalmente diferente o gosto, parece uma geleinha, mas eles dizem que é importado do brasil. rsrsrsrsrsrs

    • Polyana

      É isso mesmo Mah. Vejo tanta gente se queixando que não tem condições de viajar, mas vive comendo em restaurante, comprando no shopping e assim vai. Desse jeito, realmente, não viaja nunca. Ano que vem viajarei com minha família para Gramado. Mas estamos economizando para no fim do ano irmos para os EUA. Se Deus quiser realizaremos esse sonho de levar nossa filha à Disney e conhecermos NY também. 🙂

    • Mila

      Acho super válido mostrar quanto custa uma viagem! Antes de ir fazer a viagem da minha vida, achava que ir pro exterior era coisa de gente que ganhava fortunas, se hospedava só em hotel top 5 estrelas e ia só em restaurantes chiques!
      Eu fiz a minha viagem pra Europa há uns 2 anos, e juntei sozinha tudo em 8 meses! Claro economizei muito e ainda tive a sorte de ganhar um aumento e o chefe começar a pagar comissão uns meses antes da decisão de ir.
      Fiquei em casa de amigos, hotel, ia nos mercados e fast foods comprar comida, me desloquei com trens e voos low cost, passeei muito e ainda emagreci de tanto que caminhei! hehehe
      Não foi impossível, quem realmente quer e sabe se planejar, dá certo! Pode demorar um pouco mais ou menos, mas um dia você vai sentir a emoção de realizar a viagem que você tanto desejou!
      Nunca quis visitar o Japão, e ainda não quero, mas adoro dicas de viagens. O que seria do Japão se todos fossem só pra EUA? hehehe
      Beijos..

    • Dany Stacy

      Mah aproveitando os seus comentários maravilhososssss, me fala uma coisa, tu já fosse pra Los Angeles? Se foi me conta tudo? kkkk

  10. Karina

    Que mundo pequeno: meus amigos do colégio num post do Coisas de Diva!!! Adorei ver as fotos da viagem, ainda mais aquela dos cosméticos comprados. E deve ter sido uma diversão viajar com o Xóia e o Giu! Beijos

  11. Paula

    Da procissão, direto pro Japão!
    Sa, manda o Tiago voltar já pro Bom Dia SP! Acabaram as férias! Rsrs…

    Que sonho! Fotos lindas!

    Beijo

    • Hahahaha, acabaram nada! Ele ta emendando uma semana com a família!
      🙂

  12. Luciana

    Bem vindaaaaaaaaa!

  13. Helaine

    Que maaaaassa esse post, Sá! Eu tinha uma visão tão diferente do Japão! Pensei que era só aquela loucurada que estamos acostumados a ver na tv e afins mas depois desse post (e de ver os posts no IG) minha visão mudou bastante. Parece ser uma país incrível!!!
    E olha…tiro o chapéu pra quem aguenta uma viagem de quase 30 horas! Eu não aguentaria :O

    • Mah

      Não consegui te responder lá em cima.
      Foi uma viagem bem arroz com feijão, mas como foi a primeira viagem a turismo internacional (Uruguai e Paraguai não entram na minha conta haha), foi importante.

      Fui para Miami e Nova Iorque!
      Desde que voltei já sonhei com NY umas 10 vezes ;(
      Minha alma pertence àquele lugar! hahaha

    • Helaine

      Arroz com feijão??? Capazzzzz!!! Deve ser incrível ir pra NY e Miami! Tenho muita curiosidade em conhecer =)
      Eu já fui pro Chile e Uruguai mas nem considero viagem internacional tbm pq fui de ônibus e navio…ehuehueheuh

  14. Dani

    Ai, Sá! Deu até clautrofobia só de ver esse hotel cápsula! kkkkkk

  15. Fiama

    Muito boas as dicas!

  16. Josiane

    Oi Sa, seja bem-vinda!!! Estou planejando minha próxima viagem e desde que vi seus posts sobre o Japão, fiquei muito interessada. Só tenho uma curiosidade, como foi com relação à comunicação de maneira Geral? A verbal e a visual? Sei que com o inglês dà para se virar, mas uma vez vi uma repostagem mostrando que a sinalização nos transportes e nas cidades é toda em japonês. E ai?? Como foi nessa parte?? Bjs

    • Karla Stabele

      Oi Josiane, hj em dia, pelo menos nas grandes cidades as placas de sinalização, transporte, etc estão em vários idiomas, até mesmo em português. Ou pelo menos em japonês e inglês.

    • No transporte tem instruções em inglês. Não tivemos nenhuma dificuldade com isso. Os atendentes nas estações também falavam bem inglês, então ajudam bastante.
      No resto das coisas é meio complicado, por exemplo, dentro do parque da Universal, tudo que é falado dentro dos brinquedos e nos auto-falantes é em japonês. Então a gente não entendia nada, nenhuma instrução, mas isso não tira a diversão dos brinquedos.
      O mais difícil é na comida, principalmente nos mercadinhos. Quase nada estava escrito em inglês, então ou a gente perguntava do que era feito o sanduíche ou comida, ou comprava no risco pela diversão da experiência. As vezes dava certo, em outras a gente se ferrava com sabores meio exóticos. 🙂

    • Sylvia Aline

      esse é meu medo. pior que nem inglês eu falo

    • tatá

      olha.. qto à comida eu não achei complicado. tem muito restaurante com cardápio ilustrado ou então com vitrines mostrando réplicas dos pratos. e a maioria entende um cadinho de ingles. eu fiquei num hostel em quioto que uma das recepcionistas falavam portugues muito bem: era o hostel sakura, muito bem localizado. tbm sempre compro um guia no lugar. com dicas de transporte, alimentação e hospedagem. agora, é bom aprender umas palavrinhas básica de ingles mesmo. adoooooooooro falar dessa viagem. rsrsrs

  17. Ligya

    Sá, bem vinda de volta!
    Acompanhei as fotos no insta e estou morrendo de curiosidade sobre tudo no Japão, principalmente sobre os cosméticos maravilhosos!
    Obrigada por compartilhar com a gente essa experiência e por mostrar que com planejamento e esforço é possível realizar esses sonhos!
    :*

  18. Vanessa

    Oooooh Sá, vc é phyna! Preocupada com um quarto com 12 camas…eu fui pra Irlanda esse ano, passei 1 mês em hostel em um quarto com 16…kkkkkk
    Fiquei preocupada a priori, mas foi infinitamente mais tranquilo do que qualquer coisa que eu tenha imaginado. Agora eu entendo que tem mais a ver com o tipo de estabelecimento em si do que com a quantidade de camas. Fiquei 2 dias em um hostel em Londres, eram apenas 6 pessoas no quarto, mas o hostel era horrível e a experiência foi desagradável.
    26 horas de vôo…eu odeio avião, passo mal a viagem toda, só respiro aliviada quando piso em terra firme. Fiquei mto interessada no Japão por causa dos seus posts, mas devido a duração da viagem, pra mim não dá, meu psicologico não conseguiria 🙁
    Mas tô adorando seus posts e aguardo com ansiedade as resenhas dos produtos! Bjos

    • Acho que demos sorte que a maioria das pessoas que estava no quarto era oriental, normalmente eles são mais quietinhos e discretos, então não tivemos problema com gente fazendo bagunça ou barulho quando estávamos dormindo.

  19. Lilian

    ueba!!! seja muito bem-vinda!!! saiba de uma coisa…foi na hora certa!!! para o próximo ano a previsão do valor do dólar vai ser nas alturas e o valor da viagem seria bem mais salgado…mas vale muito a pena, curta mesmo, aproveite o seu tempo e seja feliz. Achei que foi muito bom vc ter ido com rapazes, não achou não? parece que vc estava mais “protegida”.
    Eu seria uma séria candidata a fazer o mesmo não tivesse outras prioridades e um medão de avião…kkk

  20. Natali

    Oiii Sá, bom retorno!!!
    É um pouco tenso (pelo menos pra mim), ficar todo esse tempo dentro de um avião.
    E talvez a companhia aérea escolhida, possa trazer um pouco mais de segurança nessa questão.
    Seria possível você informar a companhia aérea que utilizou? Sei também que dependendo da companhia escolhida o país de conexão é diferente….vocês levaram isso em consideração?
    Excelente post 😉
    Bjos

  21. Andrea

    Amei esse post!!!

  22. Ana Flávia

    Adorei seus comentários!!! Conta mais!!

  23. Mah

    Eu adorei acompanhar sua viagem!
    Sobre os hotéis, muita coragem ir nesse de capsula, eu não ia conseguir dormir, parece aquela máquina de fazer ressonância.
    Eu quero um post sobre como foi se alimentar por lá, como vc fazia para escolher a comida.

  24. Gabriela

    Adoreeei! Sou louca para visitar o Japão, até mesmo morar…!!!! Quero mais posts!!! 😉

  25. Karla Stabele

    Olá Sabrina. Alguns cometários e possíveis dicas para quem quiser se aventurar pelo Japão, de duas pessoas que moraram lá (eu e a minha irmã). Os hotéis cápsulas não são para quem está fazendo turismo. São apenas para passar uma noite, qdo vc perdeu último trem ou bebeu d+ e ^n tem como ir pra casa e, geralmente ñ são frequentados por mulheres. A dica para se hospedar é procurar um business-hotel que são baratos e confortáveis. Sobre a alimentação as lojas de conveniência são uma boa opção e os restaurantes familiares (famiressu) que tem comida mais internacional. Para escolher, procurar restaurantes com foto do prato ou aqueles que tem a imitação do prato na vitrine. Trismo no Japão é sempre um pouco caro mas ñ impossível. Espero que as dica sirvam par alguma coisa. ps. Fiquei com saudades vendo as suas fotos. bj. Karla

  26. Tatá

    Sa, obrigada por compartilhar os valores com a gente. Algumas pessoas pensam que viajar é para quem tem dinheiro sobrando, enquanto que é só uma questão de planejamento e foco. Viajar é meu hobby, é o que eu gosto de fazer. Não é só passear, descansar, é algo que me move, que me incentiva, sabe. E sou daquelas que gosta tanto de planejar a viagem como a própria viagem, as vezes eu chego no lugar e parece que já conheço tudo de tanto que ja vi. Meu irmão é alucinado para conhecer o Japao e sempre pensei que a comida seria cara lá. Me surpreendi com os valores qe você falou. Hotéis tb, chegam a ser mais baratos que muitos países por ai. Enfim, o que pega mesmo é a passagem aérea, com disponibilidade para viajar em qq época do ano e aproveitar promoções, uma viagem para lá chega a ter valores para o Nordeste, na alta temporada.

    • Isso Tatá, o que pega mesmo é a passagem aérea. Negócio é planejar e ficar de olho em promoções.
      bjs

  27. Priscila

    Parabéns pelo post super completo, Sá!
    Fiquei meio ~em choque com esse hotel capsula, acho que eu não conseguiria dormir num treco desses hahaha

  28. Sá, estou feliz que você voltou 🙂 Visitar o Japão está nos meus planos, mas pra um futuro meio distante ainda. Com certeza vou voltar aqui nesse post quando estiver planejando tudo! Estou super ansiosa pelos outros posts. Beijo!

  29. Fabricia Figueira

    Olá Sabrina! Muito obrigada por dividir a sua experiência conosco, adorei! Eu imaginava que era bem mais caro ir para o Japão! Por falar em viajem, a sua câmera é uma GoPro? Parece que eu li por aqui que uma de vocês comprou uma, se não estiver enganada… Será que dava para fazer uma resenha sobre ela? Suas fotos ficaram todas lindas, parabéns! bjs

    • Isso, usei uma GoPro na viagem.
      Acredito que Marina falará mais sobre ela em breve. 🙂

  30. Vi que teve uma moça perguntando sobre a comida e a preocupação dela era sobre todos os tipos de carne.
    A minha é sobre peixe: tem peixe cru em tudo? AHAHA Sério! Eu não curto comida japonesa, e pelas fotos que você foi postando eu fui meio que confirmando meus temores.
    Então, há opções de comidas típicas de outros países por lá, além do fast food?
    A vontade de conhecer o Japão vem crescendo, mas tenho medo de não conseguir me alimentar direito por lá.

    • Não duvido que tenha mais restaurante de sushi no Brasil do que no Japão; sushi é apenas um das centenas de pratos típicos deles… Japão é cheio de restaurantes de quase todos os tipos de comundo no mundo… (a título de curiosidade, já houve mais restaurantes de comida francesa premiados pelo guia Michelin no Japão do que na França!).

    • É isso ai que o Pedro disse. Fazendo uma comparação, é o mesmo que falar que não vai pro Brasil porque não gosta de feijão, entende? Tem sushi e sashimi, mas só se você procurar por este tipo de restaurante. O mais comum é ver pratos de macarrão, arroz com curry ou aquela sopinha com macarrão e ingredientes diversos. Também tem toda rede de fast food que possa imaginar, de McDonalds a Krispy Kream, que vende donuts. Também tem italianos, franceses, coreanos, chineses, tudo bem fácil de achar. O Giu, que estava comigo na viagem, não come frango, nem peixes e frutos do mar e disse que achou tranquilo se alimentar por lá.
      bjs

    • tatá

      oi, td bem? olha, eu, particularmente, não gostei das comidas típicas. as frituras são muito gordas, os cozidos, sem sal e os doces insípidos. exceto o chocolate. pra comer aquele soba so enchendo de pimenta pra dar gosto. e o sushi tem realmente aquele gosto e cheiro de peixe bem fortes pq é bem fresco! os restaurantes de comida ocidental me salvaram muito pq não me adaptei. a comida foi a única coisa no japão que eu não gostei…. 🙁

    • Lilian

      Tatá, socorro!!! só entrando no clima do exótico mesmo….

    • Obrigada pelas respostas! É que eu pensava que esses pratos que não curto fossem bem mais comuns do que realmente são e que houvesse menos opções. Não gostaria de ter que comer o que meus amigos comem aqui quando pedem japa, por isso o medinho 😛

    • Não precisa ter medo, não. 🙂

  31. Sabrina

    Sá, mas se vc não se importa de responder, quanto foi o valor da viagem inteira?

  32. Miriã Andrade

    Sá, que experiência maravilhosa! Quero um dia ter essa oportunidade única também e conhecer esse país tão incrível que é o Japão! Super ansiosa pelas cenas dos próximos capítulos! 😉

  33. Lilian F

    uiiii que agonia desse hotel cápsula e do albergue. Tenho vários tipos de pânico só de pensar em dormir em caixinhas estreitas assim!
    Mas Sabrina, obrigada por ser uma blogueira-verdade assim! hoje em dia se vê muitas blogueiras por aí que fazem mil viagens cheias de glamour e ostentação pro exterior (muitas até patrocinadas) e falam disso como quem fala que vai ali na esquina e já volta, e acredito que a realidade da maioria das leitoras não é assim né? aposto que a maioria das leitoras é muito mais parecida com vc, que junta a grana pra viajar, planeja direitinho, pensa em como pode economizar no lugar etc. Bem mais pé-no-chão!

    • E com rombo no cartão de crédito depois! hahahahaha
      Mas acho que tudo isso vale a pena.
      🙂

  34. Paloma

    Ai Sá, que experiências incríveis! Deu pra ver que você aproveitou bastante. Ps.: que agonia desse hotel cápsula! Me imaginando entrando nesse cubículo e sos hahaha

  35. Tão bom encontrar postes assim quando você tá procurando informações sobre um país.
    Adorei o poste Sá

  36. Cynthia de Souza

    Sá obrigada por “abrir as contas” da sua viagem ao Japão. É um exemplo de que poupando, pensando bem nos gastos e priorizando dá para fazer uma viagem incrível como esta. Obrigada, obrigada, obrigada 🙂

  37. natalia brito

    Muito obrigada, Sá! Achei que teria que juntar muito pra ir no Japão, mas seu post me mostrou que é bem menos complicado do que imaginava!
    Bjos

  38. O Japão não é um destino que tenho vontade de ir não. É tudo muito estranho demais pra mim HAHAHAHAH mas adorei o post, saber mais é sempre bom! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  39. Aline Ferreira

    Sá, valeu demais!!!! Vc super me ajudou. Agora tenho uma noção de quanto vou ter q juntar para comemorar os meus 30 anos lá. Valeu pelas dicas e indicações. Agora é só planejamento!!! Bjs

  40. Sylvia Aline

    eu acho que vale super a pena fazer viagens. amo viajar, mas só fiz viagens nacionais (Paraguai e Argentina por um dia não conta, né?). meus parentes falam que gasto dinheiro a toa e que deveria comprar “coisas físicas” com o valor, mas eu discordo. gosto de aproveitar a vida!

    • tatá

      tbm sou assim. dizem que da vida nada se leva a não ser a vida que se leva. é por aí… coisas físicas não vão pro além. suas experiências sim. =)

  41. Sylvia Aline

    só mais uma coisa: não conseguiria ficar numa capsula de jeito nenhum. entraria em pânico

  42. Carol Magnani

    Sá, fiquei com medo daquele hotel de cápsula..parece caixão…medo!!!!! rsrs…adorei as dicas..bjsss

  43. tatá

    trocar os hotéis por albergues ajuda a economizar bastante. especialmente se o grupo for grande de 6 a 8 pessoas, dá pra fechar um quarto. fiquei em albergues muito bons por lá, outros nem tanto, mas nenhum ruim e todos muito prestativos e gentis. em nara tbm ficamos num ryokan em um templo e pela manhã assistimos à cerimônia do fogo. é uma experiência ótima. o hotel capsula pra mim tbm bastou uma noite. mas foi mais tranquila, eu tava de mochila e levei td pro cafofo. vale a pena prestar atenção às promoções.A minha custou por volta de 3500. fui e voltei pelos estados unidos, então precisava ter visto. Com as conexões foram dois dias pra ir e dois pra voltar. rsrsrsrs bjs

  44. Polyana

    Post muito útil, Sá. Valeu pelas dicas. Com certeza quem tá pensando em ir ao Japão, vai ler esse post bem direitinho 😀 Ansiosa pelo novos “posts japoneses” 🙂

  45. Bárbara

    Sá, você é muito linda mesmo. Voltou de férias e deve estar exausta, mas ainda assim veio aqui e escreveu esse super post explicando tudinho pra gente. Sou turismóloga, e amo viajar, acho que cada centavo gasto em uma viagem vale a pena, você ganha muito conhecimento.
    Claro, que viagens ainda custam caro, mas com planejamento e esforço vale muito a pena.

    http://vidadecompras.blogspot.com.br/

  46. Priscila

    Meu Deus, PÂNICO desse hotel cápsula! Super claustrofóbico hahaha 😀

    beijokas

    • Dany Stacy

      kkkkkkkkkkkkkkkkk é assustadorrrrrrrr kkkkkkkkkkkk

  47. jaq

    Amei o post, estou ansiosa por mais, o Japão é o país que mais quero visitar! Tudo parece lindo e super organizado, quero muito ver mais um pouco sobre sua experiência lá, e também pegar dicas de lugares para visitar! Obrigada por compartilhar com a gente!

  48. Michele Bdz

    Sá, a tag de Quioto está invertida a palavra “em”.. 🙂

  49. Michele Bdz

    Eu fiquei numa curiosidade imensa em conhecer o Japão..
    Amei as milhares de fotos e agora a descrição dos hotéis… 🙂

    Mal vejo a hora q surgir o post sobre a comida/guloseimas de lá.

  50. Fllávia Limma

    Muito legal Sabrina!!!E a questão do idioma? É fácil a comunicação? Beijinhos

  51. Dany Stacy

    Ela voltouuuuuuuuuuuuuu… Seja bem vida esse cocBrasil kkkk
    To besta com os preços dos hoteis.Eu acho que morreria dentro desse hotel capsula kkkkkk
    Sá você já foi pra os Angeles?

    • Nunca fui.
      🙂

    • Dany Stacy

      Mesmo assim muito obrigada!
      Bjssssssss maravilhosaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  52. luciana santos

    Olá Sah,ja que voce esta ai no japao traz um carregamento maximo do protetor solar “biore uv ac’qua rich” para nos vender ,realize o desejo de quem jamais podera atravessar o oceano para conseguir um desse . Preciso de um desse pois e o meu sonho de consumo ! *-* Beijos !

  53. Fernanda Gabriela

    Meu sonhooo!! Esse forum de comentário desse post está uma coisa riquíssima!!! Fiquei meio triste em saber que roupas são caras lá. Adoro alguns estilos japoneses, então tenho muito dinheiro para juntar. Falando nisso, sá, vc bem que podia fazer um post com dicas de como economizar para essas coisas. Sabemos que as blogueiras até que ganham mta coisa e tal, mas tb gastam mto e seria muito legal saber seus truques para o money render. Um bjo e beeem vinda de voltaaaa!!!

    • Não tem muito truque, Fer. Negócio é fechar a mão. Parei de almoçar fora, jantar em lugares muito caros, não gastava tanto em baladas e tentei passar longe da Farm. Negócio é economizar o quanto der para depois poder viajar tranquila, vale a pena!
      bjs

  54. Juliana

    Confesso q minha maior curiosidade sobre viagens é como fazer isso sem ter q ir em excursão. Excursões te levam para os locais mais caros, os turísticos, mas tenho medo de aventurar assim, sem um guia por aí. Será q podia rolar um post completinho com dicas de como fazer isso sem correr riscos, como guardar seu dinheiro, a quem pedir informações com segurança, como se orientar para visitar os pontos turísticos, etc e tal? Eu agradeço desde já a atenção.

    • Oi Juliana
      Nunca viajei de excursão!
      O negócio é planejar tudo com bastante antecedência. Você escolhe as cidades que quer visitar, escolhe hotel e depois pesquisa como faz para andar lá, se tem ônibus, trem, metrô. Nesse sentido o Google é muito bom para mostrar como chegar nos lugares. Ele dá até os horários do transporte público e quanto tempo vc vai demorar pra chegar.
      Depois vc pesquisa os locais que gostaria de visitar, nesse caso os blogs de viagem são ótimos para ver o que vale mesmo a pena. Tudo é uma questão de planejamento mesmo.
      bjs

  55. Beatriz Martins

    Pensei msmo que teria que juntar um caminhao de dinheiro.. Creio que por isso, algumas pessoas nao viajam, por pensar que vai sair mega caro e tals.
    Estou louca para ir para EUA, e Alemanha.
    Entao irei começar a economizar junto com a minha irma! (pque sozinha é triste) rs

  56. Blog Pras Meninas

    Que viagem mais deliciosa!!!!!!! 😀

  57. […] vale lembrar que já fiz um post contando sobre os custos da viagem e dos hotéis que fiquei e também já fiz um primeiro vídeos das comprinhas que trouxe de lá. Vale a pena ver! Já o Xoia […]

  58. […] Japão: custos e hospedagem […]

  59. Natasha Mouta

    Oi Sabrina,
    Sou Carioca, mora em Curitiba há dois anos e estou com passagem comprada para o Japão em junho de 2015 e com os hotéis reservados também. Paguei R$3700 de passagem ida e volta com uma paradinha em Miami na volta para descansar.

    Não é barato, mas acho que vale muito a pena. Acho que o que a gente aprende e vivencia durante a viagem não tem dinheiro que pague. Além disso a minha religião é Japonesa e eu estou ansiosa para conhecer os templos de lá 🙂

    Estou economizando dinheiro para a viagem há um ano e vale muito a pena. Vou passar o natal e ano novo em NY e as férias no Japão. As pessoas ficam me chamando de rica, mas ninguém sabe como foi dificil.

    Depois desse comentário gigante, tenho uma dúvida para tirar com você: como foi a questão do dinheiro no japão – dólar ou ienes? Vocês levaram em espécie ou levaram cartão? Cartão de crédito ou tipo travel money?

    Beijos e obrigada

  60. Ninna

    Quantas coisas exóticas rs Quero muito fazer uma viagem assim, só fiquei com claustrofobia na parte do hotel capsula kkkk

  61. Van

    AMEIIIIII o post!!!! bjos

  62. […] Está pensando em ir ao Japão? A Sá voltou de lá há pouco e fez um post completinho sobre os custos e hospedagem. […]

  63. Debora

    Oi Sá. Obrigada por compartilhar sobre sua viagem. Tenho certeza que vou amar ver os próximos posts. Sempre pensei em conhecer o Japão, mas achava qie seria impossível devido aos preços. Agora com seu post vejo que com certas economias dá para conseguir. Tenho muitas dúvidas sobre o Japão, algumas já foram até respondidas. O que quero saber:
    Em quais cidades você fez as escalas?
    Quais cidades valem a pena de serem visitadas?
    Qual a antecedência necessária ou ideal para comprar as passagens?
    Quais os cosmeticos que você comprou?Quais valem a pena?
    Obrigada por tudo

    • Lá vai:
      Em quais cidades você fez as escalas?
      Chegamos por Osaka e saímos por Tóquio. O resto da viagem foi feita de trem.

      Quais cidades valem a pena de serem visitadas?
      Isso depende do freguês. Não conheço todas as cidades e os atrativos delas, mas gostei de todas por onde passamos: Osaka, Hiroshima, Quioto, Nara, Hakone e Tóquio.

      Qual a antecedência necessária ou ideal para comprar as passagens?
      Não sei te dizer. Acho que pode comprar tanto com um ano de antecedência como 20 dias antes. Negócio é ficar de olho nos valores, sempre.

      Quais os cosmeticos que você comprou?Quais valem a pena?
      Tem dois vídeos no YouTube com algumas das comprinhas: https://www.youtube.com/user/CoisasDeDiva/

      bjs

  64. Juliana

    Acabei de ler o post do xóia sobre o hotel cápsula. O banheiro das mulheres tb funciona como o deles na hora do banho? Todo mundo pelado sentado nos banquinhos se lavando?

  65. Patricia

    Oi Sá!!
    Estou querendo ir pro Japão pra ver as folhinhas vermelhas, em que epoca vcs foram? Pensei em ir em meados de outubro mas ouvi dizer que em Quioto as folhinhas so aparecem em novembro…
    Bjs

  66. Carla

    Oi Sa! Esse ano vou ao Japão então suas dicas estão sendo ótimas!
    Eu tenho uma dúvida: como vocês fizeram para chegar ao Mount View Hakone? Eu vou comprar um Rail Pass, mas não vi nenhuma estação próxima ao hotel.
    Obrigada!

    Bjs

    • Fomos de trem bala até Toquio, se não me engano, e de lá pegamos um trem normal até Hakone. Dai na cidade pega o ônibus de linha normal, que para na frente do hotel. Joga no Google Maps que ele te dá o itinerário até com os horários dos trens e ônibus.

  67. kaka

    Olá, pode me dizer que período vc foi ao certo em novembro para ver essas folhas? estou querendo comprar hoje minhas passagens e estou na dúvida!