Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Perto do meu aniversário, em maio, fiz uma wishlist de coisas que estava realmente precisando e adoraria receber de presente. Tive sorte e ganhei algumas, mas ainda ficaram coisas a comprar. E aí que estamos em julho e até agora não fui atrás de nada…

Fiquei pensando no motivo disso e acho que descobri! Não é falta de dinheiro, porque fiz uma reserva para esse tipo de gasto, nem de tempo, porque trabalho em casa e posso me acertar para ir ao shopping. É pura falta de organização mesmo!

Adoro ver as vitrines das lojas, entrar, experimentar… E acabo sempre levando coisas bonitas, mas que não batem com aquilo que está faltando no armário. Aí pensei que esse dilema pode ser o de vocês também e criei um guia (que espero pôr em prática em breve) pras nossas compras ficarem mais inteligentes. Espero que gostem das dicas!

O primeiro passo para uma ida mais eficiente ao shopping é saber identificar quais são as coisas realmente importantes que a gente não tem. É surpreendente como em geral são aqueles básicos, que ficam para trás com a quantidade de tendências legais que curtimos comprar. A partir disso, dá para fazer uma lista de itens necessários para nortear o passeio (tipo de supermercado!).

Não sei como é para vocês, mas eu sempre deixo para comprar tudo de uma vez e acabo cansada, estressada e com preguiça de ver mais coisas. Por isso, indico compartimentar as idas ao shopping. Por exemplo: num dia dá para ver pijamas, meias e lingerie; no outro, roupas de academia; depois, calçados – e por aí vai! Sei que não parece muito prático, porém acho que funciona melhor porque o tempo gasto em cada ida é o mesmo de uma ida só, mas fracionado. O ideal é ir no tempo livre, em horários alternativos (o início de semana à noite e as manhãs do fim de semana são sempre melhores).

Muito importante também é colocar um teto para os gastos. Não dá pra fazer a louca e estourar o cartão, né? A gente sabe o valor do nosso dinheiro e, por isso, precisa ter em mente quanto dá para dispender em cada tipo de coisa. Outra sugestão é passear pelas lojas, ver tudo o que for desejado mas não comprar na mesma hora. Às vezes se encontra mais barato em outro lugar, mas com a peça já adquirida não tem como voltar atrás! Melhor tomar um café, repensar o que foi visto e voltar pelo que valeu mesmo a pena.

E, se der tudo certo e sobrar uma graninha, está permitido comprar alguma coisinha extra! Sei bem como é triste ver uma promoção imperdível ou algo lindo e especial mas fingir que não é comigo! hahahaha

E aí, meninas, gostaram dessa linha de raciocínio? Aguardem que esse mês vou seguir meu próprio guia e mostro para vocês minhas aventuras no shopping!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
58 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com