Um tempo atrás era impossível encontrar protetor solar para o rosto para quem tem pele oleosa. Não existia opções para este tipo de pele e o resultado era sempre o mesmo: muito brilho e muita oleosidade extra.

Até que, como um passe de mágica, vários fabricantes começaram a olhar para a gente e hoje já dá até para escolher o que mais gostamos. Todos com a promessa de proteger e ainda ajudar no controle do brilho. Já usei o Capital Soleil, o Sundown Facial Diário e o Toque Seco da L’Oreal e acho todos interessantes. Também já usei o Minesol Actif em versão de FPS 30, mas hoje te mostro a novidade da ROC, o Minesol Oil-Control com FPS 70.

Quando recebi o protetor aqui achei que ele seria igualzinho o Minesol que já usava, mas ele tem algumas características que valem ser mostradas.

A textura é fluida, mas assim que passo no rosto ele vai ganhando um textura de pó e “grudando” no rosto. Até precisa cuidar para não ficar espalhando muito, porque ele começa a esfarelar. A pele fica aveludada e com a sensação de pó por cima. Depois é só usar maquiagem (ou não), tranquilamente.

O grande ponto negativo dele é que deixa a pele esbranquiçada, não sei ao certo, mas acho que é por causa do FPS mais alto. Achei bem difícil usá-lo sem uma base por cima porque meu rosto ficou bem brancão. Outra coisa que não gostei, foi o cheiro forte de protetor, mas isso faz parte das minhas frescurites.

Sem nada na pele e com protetor: na foto quase não dá para perceber, mas na vida o esbranquiçado no rosto é bem evidente.

Mas por outro lado, ele segura bem a oleosidade do rosto. Só notei um brilho chatonildo lá pelas 20h, normalmente essa oleosidade extra costumava aparecer lá pelas 18h.

Resumindo, o protetor é bem bom para quem tem pele oleosa, mas não dá para usar sem maquiagem por cima por causa dessa tonalidade branca que deixa no rosto.

O preço sugerido é de R$62 com 50g. Semana que vem a Thais vai fazer um DUELO entre o Minesol e o produto da L’Oreal, aguarde as cenas dos próximos capítulos!

Compartilhe

×