Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Quem tem cabelos lisos e finos, como eu, sabe bem o sofrimento que é para dar um voluminho extra! Mas se tem uma coisa que pode ajudar nisso é o corte. Nesse post, comento sobre os curtos e os compridos: quais os prós e os contras de cada um? Acompanhe comigo!

Breve histórico capilar

cabelos lisos e finos

Quando era adolescente, seria impossível aderir à ideia de me desfazer do cabelão – eu amava o meu e corria da tesoura quase sempre! Com uns 14 anos, tinha ele bem reto e divido no meio, no melhor estilo Morticia Addams, hahahaha! Depois fui percebendo que repicar e ter franja poderia ser uma boa ideia para dar menos peso ao rosto. Fica realmente mais leve e, dependendo do caso, até mais volumoso!

Em 2010, pedi ao cabeleireiro meu primeiro corte ~radical~ em muito tempo. Ficou ótimo, eu gostei, mas acabei voltando ao cabelo comprido. Só que aí me dei conta, alguns anos depois, de que meus fios já não eram mais os mesmos – eles formavam uma ponta porque iam perdendo densidade com o passar do comprimento. Então, convencida pelo meu cabeleireiro na época, passei a tesoura!

Isso foi em 2013. O corte foi médio e eu amei. Prometi a mim mesma que não mudaria nunca mais, que aquele era o melhor jeito de dar um up nos meus cabelos lisos e finos. Só que aí, ano passado, inventei de fazer o granny hair, cansei das manutenções e agora está tudo mais comprido do que esperava – pelo menos até os fios crescerem o suficiente pra eu tirar as pontas descoloridas! E, quer saber? Gosto deles assim também! No fim das contas, pra tudo há coisas boas e alguns poréns. Dá só uma olhada!

cabelos lisos e finos

Prós e contras dos cabelos curtos

Prós: Acho os cortes curtos/médios uma excelente opção para quem tem cabelos lisos e finos. Dá para texturizar muito mais facilmente com produtos de volume e/ou babyliss. As versões mais geométricas (aquelas em que tudo é bem anguloso/retinho) ficam perfeitas também – e não requerem quase nenhum esforço, porque os fios já são naturalmente esticados e no lugar.

Contras: Minha maior tristeza é que, apesar de existirem infinitas possibilidades de estilizar um cabelo curto, quando estou com ele assim sinto a maior falta de prender com facilidade! Já tive alguns cortes que não possibilitavam nem o mais ínfimo rabo de cavalo, que é uma mão na roda pro calor (mesmo que o comprimento seja menor, de vez em quando dá vontade de deixar a nuca ~ventilada~, hahahaha!

Prós e contras dos cabelos compridos

Prós: Mesmo que meu cabelo de hoje esteja num meio termo entre médio e comprido (já deixou de ser um long bob, tá bem indefinido nesse momento!), consigo fazer muito mais coisas com ele: coques, tranças, rabos de cavalo e até mesmo prender com a própria mecha – coisa que amo! Os penteados ficam mais fáceis de fazer pra quem é leiga, como eu, porque há mais material.

Contras: Quase não uso os meus soltos porque 1) não investi num bom corte pra eles porque são temporários; 2) tô aproveitando muito que posso prender como quiser; 3) tem a bendita ponta que torna bem visível o quanto meus cabelos são lisos e finos. Para falar a verdade, minha desmotivação é que os fios compridos, mesmo que bem cortados, não ficam com aparência tão volumosa quanto curtos.

Não há veredito

Adoraria dar um, mas os prós e os contras de ambos pesam da mesma maneira para mim. O que rola, no fim das contas, é entender individualmente o que é mais bacana e o que faz menos falta. A gente não pode ter tudo, infelizmente! Hoje, aproveito bem a versatilidade dos compridos para fazer penteados. Quando for cortar, vou curtir não ter que pensar muito para deixar eles bonitinhos. Saca?

Tenho duas dicas de ouro para você, amiga dos cabelos lisos e finos: 1) cabelo cresce, então não se preocupe com as mudanças; 2) procure sempre um bom profissional – com ele, você conseguirá o melhor efeito possível seja para corte curto, seja para corte comprido.

Post em vídeo

Aqui vai o conteúdo desse post em outro formato!

PS: Não fiz nada pro meu cabelo crescer mais rápido do último ano para cá e, pessoalmente, acho perigoso qualquer método não-indicado por um profissional de saúde. Veja aqui, por exemplo, o caso do tal shampoo bomba.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
8 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. eu to vivendo um momento tenso com meu cabelo, cortei para tirar a quimica das luzes nas pontas e porq estava muito ralo, mais to com uma vontade agora deixar crescer pelo fato de ter mais opções de coisas para fazer nele
    beijos

  2. Márcia Daniella

    Meu problema já é o contrário. Tenho cabelo liso e volumoso e quero reduzir o volume. Como é difícil. Já pensei até em fazer aquele antigo corte que raspa as laterais e a nuca só pra reduzir o volume, kkk. Mas acabei desistindo, rs, rs.

  3. Ane

    Nossa você adivinhou os meus pensamentos! Eu estou justamente nessa dúvida de cortar mais curtinho para ver se ganho mais volume e para mudar um pouco a cara também! hahaha

  4. Lola

    Thais, acredite ou não, isso não é uma coisa só de quem tem cabelo liso. Tenho cabelo cacheado e ele é muito fino, quase não tem volume. Morro de inveja das cacheadas de volumão maravilhoso. Compro tudo que promete dar volume, faço a finalização correta, tenho um corte em camadas, mas nada dá volume nele. Tô esperando crescer um pouco (o que é muito difícil, ele tá nos ombros), para ir atrás de um salão que faça um corte melhor pra tentar ajudar, tô sofrendo com meu cabelo assim :'(
    E não gosto de cabelo longo hahah Desde os 15 anos corto curto, cabelo longo me dá agonia, trabalho, não sei, não tenho saco nem paciência pra isso hahaha

  5. juliana

    Prefiro seu cabelo mais comprido! Atualmente, mesmo, ele está lindo e com aparência de volume! (pelo menos nos vídeos)
    Uma vez eu li um cabeleireiro falando que cabelo curto acentua a largura dos ombros, devendo ser evitado por quem tem ombros largos, como nós, mas… “use o que te faz feliz!” =)

  6. Aline Camargo

    Oi, Thais. Adoro seus textos, e adoro coisas sobre cabelo. Meu cabelo é liso e hoje está mais fininho, então me identifiquei com o ~drama~, heheehehehe. Mas eu me encontrei nos curtinhos: já tive o cabelo beeem longo há alguns anos fui cortando até ele virar um pixie! Sim, ando por aí ostentando um corte joãozinho que hoje já meio que faz parte da minha personalidade. Vario o comprimento da franja, das laterais e das costeletas mas a regra é a nuca batida!

    Sobre prender quando está num comprimento meio termo, quando ainda tinha os fios mais compridinhos adorava fazer esse penteado aqui: https://www.youtube.com/watch?v=JPBFWXh6GRU . É um vídeo bem antigo, mas sempre me salvava quando não dava mais pra prender em rabo ou coque, e já usei até pra ir em casamento!

    Beijos!

  7. Eu prefiro seu cabelo mais curto e com franja!

    Acho que super combina….

  8. Miriã Andrade

    Eu não consigo desapegar do meu cabelo comprido, amo meus fios longos e cuido muito! 😉