Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Sim, sim, esse blog ficará meio temático nas próximas semanas. Mas como temos várias coisas legais para contar sobre as férias no Atacama, espero que possa usar as dicas de cuidados no deserto para seu próprio benefício –  ou quem sabe possa ajudar algum amigo que já tenha passagem marcada.

A  baixa umidade do ar é a grande culpada por mudarmos nossa rotina de cuidados no deserto. Tudo fica seco! Pele, cabelo, olhos, nariz, boca! Para quem vive em Curitiba, é uma baita diferença. Quando me contaram isso, achei que era exagero, mas minha pele ressecou e ficou automaticamente craquelando, assim como meu nariz que ardeu sem parar e até sangrava a noite. Mas calma, nada é muito problemático e pode ser contornado com alguns cuidados.

Atacama: cuidados com a pele e com o corpo no deserto

Veja aqui as resenhas de protetor solar para o corpo que fizemos recentemente.

01. Força na hidratação

Beba água o tempo todo, o dia todo, assim você não passa mal com a altitude e ainda mantém o corpo hidratado. Leve na mala um hidratante para o corpo e não esqueça o balm para os lábios. Ele vai se tornar um dos itens fundamentais na estadia no deserto. Também vale usar um colírio lubrificante sempre que os olhos começarem a coçar. Para o nariz, arranjei uma solução salina para aliviar a sensação de ardor, mas confesso que depois de 3 dias, já tinha me acostumado e o nariz parou de me incomodar. Nem precisei mais ficar borrifando a solução. Ah, hidratante para as mãos não é frescura, já que unhas e cutículas ressecam e começam a arrebentar. Leve tudo na mala, já que em San Pedro os preços não são lá muito amigos do bolso.

Para as meninas de pele oleosa, dá para deixar todos os matificantes de lado. A pele do rosto, assim como do corpo, também resseca bastante. Então é possível usar um produto mais hidratante sem medo. Só cuide para não escolher algo oleoso demais!

Atacama: cuidados com a pele e com o corpo no deserto

02. Se proteja do sol

Ouça mentalmente a voz da sua mãe dizendo para se cuidar com o sol e faça a Xuxa com Monange usando o protetor solar. Não economize! Escolha um protetor solar de fator alto e reaplique a cada 3 horas. Não esqueça da orelha, nuca, pé e todas essas partes que deixamos esquecidas. O sol vai carcomer tudo! Falo isso por experiência própria, lembra que comentei que me torrei? O sol no Atacama é forte para caramba e não dá trega. O vento frio pode enganar, mas ele continua lá queimando nossa pele. Também vale usar boné, chapéu ou um lenço para proteger a cabeça. Sim, também queimei o couro cabeludo no primeiro dia! Por isso meu look meio alternativo em todas as fotos do Instagram. 🙂 O óculos de sol é fundamental, não deixe ele em casa. Ah, se você sabe que deslizes podem acontecer, já leve o Bepantol e o Pós Sol na mala, vai que, né!

03. Água termal não é frescura – pelo menos nesse caso

Nada melhor que uma borrifada de água termal depois de ferver durante alguns minutos nas ruazinhas de San Pedro. Agora no verão, o calor é absurdo durante o dia, então uma sprayzada de água na cara é sempre bem-vinda.

Será que esqueci de algo? Se tiver mais alguma recomendação para os casos de baixa umidade, conta pra gente!

Não deixe de ver também os outros passeios que fizemos no Atacama:
– Dia 1: Vale da Lua e Vale da Morte
– Dia 2: Lagunas Altiplanicas
– Dia 2 (noite): Tour Astronomico
– Dia 3 (manhã): Termas de Puritama
– Dia 3 (tarde): Laguna Cejar
– Dia 4: Geisers el Tatio
– Dia 5: Salar de Tara
Informações gerais, onde ficar, o que levar e preços em San Pedro do Atacama
Cuidados com o corpo no Atacama
O que levar na mala para o Atacama

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
25 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Isadora Nascentes

    Meu dermatologista falou que não tem diferença nenhuma entre água termal e água mineral de boa qualidade, tipo a San Lorenzo.

  2. Priscila

    Quando fui ao Chile não visitei o Atacama, mas ainda assim tudo ficou ressecado…eu não estava acreditando. Rosto seco, mãos, pés, cutículas, cabelos. Tudo ficou um horror! Por mais que você tenha pele oleosa aqui no Brasil, se for à um lugar seco, leve hidratantes realmente potentes!

  3. Heloisa Carvalho

    O clima mais seco que já vivenciei foi o de Las Vegas. É muito louco! Seca tudo mesmo, mas o lado bom é que o cabelo fica incrível, hahaha. O meu, pelo menos, ficava maravilhoso =P Mas a parte do nariz é bem chata, o meu sangrava também.

  4. Fico pensando eu por lá… meu nariz já sangra normalmente em Jundiaí, que é uma cidade bem úmida até, imagine só por lá…
    Uso lentes de contato, então o colírio é meu melhor amigo, em qualquer lugar por qual eu vou XD
    Gostei muito do post, fica a dica, né?
    Beijo!

  5. Franciele

    Sá, companheira de pele oleosa rsrs Depois dos asiáticos, qual o protetor solar para o rosto favorito? Mas aquele mega favorito mesmo rsrs
    Bjss

  6. Juliana Gama

    Sá, fiquei babando com as fotos da viagem. Não imaginava que o Atacama era tão lindo assim.

  7. Gabriela R. Salomon

    Nossa, essas dicas são maravilhosas! Obrigada por compartilhar, Sá 😀

  8. Carina

    “Faça a Xuxa com Monange” ahahahahhaha ri horrores!

  9. Márcia Daniella

    Que viagem linda! E amei as dicas de cuidados!

  10. Bárbara

    Ótimas dicas, Sá! E essa era uma viagem que eu ainda não pensava, mas com os posts de vocês e as fotos, já mudei de ideia e o destino entrou pra lista de desejos.
    http://vidadecompras.blogspot.com.br/

  11. Tata

    Vixi, vc devia ter vindo passar uns dias em Brasília para se habituar à secura. Aqui o normal é 10%, 11% de umidade! Engraçado, como moro aqui minha vida toda (32 anos) não sinto nada, mas meus parentes de Belém quando estão aqui sofrem até! kkkkkk

  12. Ótimas dicas, Sá. Aqui no Rio não é o Atacama mas parece e eu tenho andado com água termal na bolsa! Me salva muito ^^

    http://gabivasconcellos.com.br/

  13. Água termal não é frescura MESMO! Comprei uma recentemente porque estava com a pele do rosto bem queimada de sol e não posso usar muito hidratante nela senão as espinhas aparecem rsrs… aí tenho borrifado uma vez ao dia e minha pele tá viçosa, uma beleza!!! E sinto que até o “bronze” tá durando mais! Adoro as dicas de vocês!

    Tenho um blog sobre emagrecimento, perdi 25 quilos depois de um pé na bunda e de perder o emprego, uma mudança radical na minha vida, sem remédio, sem dietas radicais, quem quiser visitar é http://www.marilianaopodeparar.wordpress.com

  14. Fernanda Gabriela

    Eu trabalho no interior do meu estado, onde o clima é semi árido. Considero que moro num semi deserto. Rsrs passo protetor como monange, bebo agua loucamente e vivo de nariz e olho coçando. Rsrs. Obviamente, que não deve se comparar ao atacama, mas tamo quaaaase la.
    Bjs, divas!

  15. Roberta Martins

    Oi Sabrina!Tudo bem??
    Ainda não usei água termal,mas,tenho muita
    vontade.
    Beijo,
    Roberta.

  16. Miriã Andrade

    Essa viagem está demais, hein?! Dicas ótimas! 😉

  17. Água termal é vida!!
    Desde que comecei a usar, nunca mais abandonei!!!

    E pelo visto, é uma saída e tanto para lugares bem mais secos!!!

  18. Paula

    Olá… Gostaria de saber se essa empresa q vcs fecharam, a Ayllu, tem como fechar com eles antes de chegar lá, tipo uma reserva… Como eu faço isso?
    Irei em março pra lá!

  19. Essa coisa de umidade é louca, morei em floripa e me sentia nadando no ar quase sempre, tudo mofava e a roupa levava eras pra secar. Nunca tive uma experiência longa com lugares tão secos (só a secura do verão no rio, mas não é desértico) e imagino que deve ser complicado, principalmente pra quem sofre de pele seca. Adorei as dicas.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

  20. […] Não deixe de ver também os outros passeios que fizemos no Atacama: – Dia 1: Vale da Lua e Vale da Morte – Dia 2: Lagunas Altiplanicas – Dia 2 (noite): Tour Astronomico – Dia 3 (manhã): Termas de Puritama – Dia 3 (tarde): Laguna Cejar – Dia 4: Geisers el Tatio – Dia 5: Salar de Tara – Informações gerais, onde ficar, o que levar e preços em San Pedro do Atacama – Cuidados com o corpo no Atacama […]

  21. […] Não deixe de ver também os outros passeios que fizemos no Atacama: – Dia 1: Vale da Lua e Vale da Morte – Dia 2: Lagunas Altiplanicas – Dia 2 (noite): Tour Astronomico – Dia 3 (manhã): Termas de Puritama – Dia 3 (tarde): Laguna Cejar – Dia 4: Geisers el Tatio – Dia 5: Salar de Tara – Informações gerais, onde ficar, o que levar e preços em San Pedro do Atacama – Cuidados com o corpo no Atacama […]

  22. […] Não deixe de ver também os outros passeios que fizemos no Atacama: – Dia 1: Vale da Lua e Vale da Morte – Dia 2: Lagunas Altiplanicas – Dia 2 (noite): Tour Astronomico – Dia 3 (manhã): Termas de Puritama – Dia 3 (tarde): Laguna Cejar – Dia 4: Geisers el Tatio – Dia 5: Salar de Tara – Informações gerais, onde ficar, o que levar e preços em San Pedro do Atacama – Cuidados com o corpo no Atacama […]

  23. […] de Tara – Informações gerais, onde ficar, o que levar e preços em San Pedro do Atacama – Cuidados com o corpo no Atacama – O que levar na mala para o […]

×