Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Ok, o título do post é brincadeira – não saí da casa dos meus pais desavisada sobre a vida (ainda bem)! De qualquer forma, tenho aprendido e descoberto muitas coisas com a experiência de morar sozinha. Para descontrair nesse final de semana, aí vão algumas delas!

#1 Cadê a fada?

Tenho uma amiga que sempre brinca falando da fada do dinheiro para descrever aquelas situações em que a pessoa está precisando de grana e magicamente alguém da família arranja. Pois é, no meu caso, estou até agora procurando as fadas da limpeza, da roupa lavada e da comida na geladeira. Cadê? hahahaha Sair da casa dos pais definitivamente significa que a mamata acabou, minha gente. Não que não ajudasse em casa antes, mas sem dúvida ter uma mãe que abraça o mundo ajuda a não se preocupar com os detalhes da rotina doméstica.

#2 Produtos de limpeza: os vilões da conta do supermercado

Fiz compras pra casinha nova no dia em que me instalei definitivamente. Aí fui no mercado, toda animada, e cheguei na parte de produtos de limpeza. Comecei a encontrar as coisas necessárias e colocar no carrinho. Quando me dei conta, só aquilo já tava dando 100 reais! Sério, como pode ser tão caro? [Falou a pessoa que gasta isso fácil, fácil em cosméticos, né! hahahaha]

#3 Quero café!

Tão ligadas nesse vídeo maravilhoso, né? hahahaha Pois então. Quando morava com os meus pais, eles sempre acordavam mais cedo do que eu – mesmo quando ainda trabalhava fora. E isso significava uma garrafa térmica cheia de café, feita para toda a família! Agora, quem tem que ~providenciar sou eu. Por isso, comprei uma cafeteira italiana que é bem prática de usar. Porém, contudo, todavia, na primeira semana de uso eu consegui colocar ela em cima de um pano de poliéster (#esperta) e agora ela tem plástico colado para todos os lados. Parabéns, Thais.

#4 Tem comida?

Não, não tem comida se a gente não se programar para ir ao supermercado com certa frequência. E pior: quando tem para cozinhar, talvez tenhamos que comer A MESMA COISA por uns três dias, pelo menos. Infelizmente, as porções são grandes dependendo dos produtos e deixar comida estragando não dá. Eu, por exemplo, abri um molho de tomate que já dura umas cinco refeições.

Falando em comida, que tal preparar um pavê de chocolate super fácil de fazer e super gostoso? A receita completa do pavê de chocolate com mousse, doce de leite e morangos está aqui.

#5 Disciplina, cadê

Eu dou conta de fazer meus compromissos, mas confesso que desde que me mudei ainda não consegui entrar num ritmo decente de sono. Vou dormir uma da manhã, coisa que nunca fazia, e claro que às vezes acordo às 10 no dia seguinte. Trabalhando em casa, a soneca do despertador está virando minha melhor amiga. Lá nos meus pais, a movimentação para dormir e acordar me mantinha bem mais regrada.

#6 All by myself

Morar sozinha é uma delícia – dá para fazer o que quiser, na hora que quiser, etc e tal. Mas vai vendo que tem uma hora que bate aquela solidão! Quando isso me acontece, tento me distrair. Ligo a TV, ouço música, falo com uma amiga… E por aí vai. Fora que dá para dar umas festinhas em casa, né? #homealone

#7 Cabelos por toda a parte

Juro que eu não me tocava disso quando morava com a minha família. Quer dizer, sempre recolhia uns fios perdidos no banheiro, mas como meu quarto tinha carpete não enxergava muito. Agora moro num apê com piso de madeira clara e – adivinhem – virei a maníaca caçadora de cabelos pelo chão. Fico morrendo de raiva porque eles caem, eu limpo, eles caem… Haja vassoura e aspirador.

Para quem está sem grana e querendo decorar a casa nova, que tal decorar seu próprio jogo de jantar, fazer você mesma um quadrinho fofo de recados ou imãs de geladeira com fotos do Instagram? Tem os tutoriais de tudo isso aqui no blog.

#8 As atividades domésticas não tem fim

Falando nisso, o tópico 8 é um dos mais impressionantes. Quase tudo que você faz em casa gera algum tipo de sujeira. Imaginem o meu dia: acordo, tomo café, lavo a louça, arrumo a cama, faço um lanchinho, depois almoço, lavo a louça, molho as plantas, limpo alguma coisa, tomo banho, seco o banheiro, lavo roupa, janto, lavo louça… É uma V1D4 L0K4 essa de dona de casa mesmo.

HAHAHAHA, entre exageros e verdades, morar sozinha é assim mesmo. Mas tem sido uma delícia também! Bom final de semana, meninas!

A foto do comecinho do post é da Maria Cristina Nadalin – Nadalin Fotografia e foi tirada na minha casa!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
122 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Bruna Lima

    As dores e delícias né Thaís ? Essa do café eu superei comprando uma cafeteira elétrica com timer. Programo na noite anterior e quando levanto o café já está sendo coado ou pronto. Mudou minha vida !! Beijos e aproveite a nova etapa.

  2. Márcia Daniella

    Saí da casa dos pais pra me casar e também me deparei com essa realidade se ter que cuidar do apê. Antes passava muitas horas no trabalho e nem me dava conta da trabalheira que uma casa pode dar, rs, rs. Claro que eu ajudava antes, mas ter que dar conta de administra um apê inteiro é barra! Ainda bem que meu marido ajuda. Super me identifiquei com várias das coisas que vc citou, hehehe. O cabelo no chão é mesmo um tormento! As compras de limpeza são super caras! E a comida por dias na geladeira é um fato incontestável, já que sou só eu e o marido, sem filhos! Dá trabalho demais, mas ter nossa casinha é realmente priceless!

  3. Fê R. de Souza

    Menina, agora imagina todo esse trabalho e vc ainda levar um moleque folgado pra morar com vc? Pois é, isso é casamento! hahahahahaaaaa. Mas as partes boa sempre são maiores que as ruins, vai por mim. Ter nossa, casa, nosso canto, do nosso jeito não tem preço. Espere 06 meses e vá passar uma noite na casa dos seu pais. Vc verá que lá REALMENTE virou CASA DOS PAIS, tipo, vc não se encaixa totalmente mais.
    Quer uma dica de um desorganizada desde o DNA? Bom, pra não enlouquecer com as coisas de casa, eu transformo a segunda-feira em “Dia da Ordem”: ordem na casa, ordem nas contas, ordem na semana de trabalho. Ah, e quando eu trabalhava em casa, eu estabelecia as horas de trabalho. No começo a gente burla as regras, mas com o tempo vira uma rotina natural. Ajuda também se vc optar por fazer os exercícios físicos cedo, antes das coisas de casa e trabalho. Bjs.

    • Bruna Lima

      Nossa, vc falou tudo agora !! A casa dos pais vira a casa dos pais mesmo. Moro sozinha há 7 anos, e quando vou visitá-los, sinto que não me encaixo mais lá !!

    • Comentário super válido, adorei! E bota teu moleque folgado pra trabalhar! hahahaha

  4. Carolina

    Thaís, esse ano completo 7 anos fora da casa dos meus pais (sai para fazer faculdade aos 18!)! E posso te garantir, depois que vc se acostumar, é uma delícia!
    Não tem nada melhor para o amadurecimento do que ter sua casa! É uma experiência incrível! Vc passa a ver o mundo de forma diferente!
    Boa sorte e aproveite!

  5. Heloisa Carvalho

    A comida me atormenta! Quando meu marido ta em casa não tem problema, consigo fazer porções pra dois, mas quando ele esta viajando… Xi, sobra mesmo! Passo dias comendo a mesma coisa, rsrs

  6. Polyana

    Como eu fazia muita coisa já na casa dos meus pais o choque foi maior na cozinha do dia a dia. Uma coisa é cozinhar, às vezes, outra é todo santo dia 😐
    Limpar a casa eu gosto 🙂
    E quanto aos produtos de limpeza, é caro mesmo. Sempre que tenho que comprar alguns itens, o valor da compra sobe bem. E olha que procuro sempre comprar nas promoções 🙂

  7. Fiama

    Que sonho morar sozinha! Mesmo com esses tópicos, é meu maior sonho. Boa sorte, Thaís!

  8. Regiane

    É.. Morar sozinha é fantástico, mas comida e limpeza…. São as partes tristes hehehe
    Mas é uma experiência ótima, fazer tudo do jeitinho que quer, a hora que quer sem ninguém falar nada, não tem preço =D

  9. Priscila

    Ainda não moro sozinha, mas já vivi algumas experiências de ter que me virar e fazer tudo em casa…não é fácil não. Ajudem as mamães, gente!

  10. Fui morar em república aos 19 anos por causa da faculdade, e no começo é assim mesmo!To com 25, ainda moro em república (hahaha), aprendi muito, e aprendo todos os dias com esta experiência! É uma delícia a ideia de você poder cuidar de você!

  11. E falando em supermercado, é assim mesmo! E está TUDO CAROOOO! TUDO MESMO! Você leva 50 reais e não compra NADA!!!!

    • Nem me fale! Cada comprinha de nada sai por 100 pila, no mínimo! 🙁

  12. Renata

    As roupas procriam no cesto kkkk

  13. Monica

    hahahahahaha itens 1 e 8 é o que eu falo pros meus amigos que moram com os pais e sempre escuto de volta, em tom revoltado “mas eu ajudo em casa!”. Acredite, minha gente! Uma coisa é vc ajudar em casa, outra é ser totalmente responsável por tudo! Administrar uma casa é bem mais trabalhoso que ser responsável, por exemplo, por lavar e passar as roupas.

  14. Daniella

    Adorei…. Fui morar sozinha com 20 anos e lá se foram 14 até eu me casar… Passei por td q vc está falando mais ainda acrescentaria que em casa sempre tem alguma coisa dando defeito ou quebrando, sendo assim, sempre tem algo para consertar ou para comprar…. As vezes grito mentalmente “eu quero minha maeeeeeeeeeee” !!!!!!!!!!!

  15. Bruna Marola

    Junte esses tópicos a um curso de engenharia civil numa cidade longe da casinha do papai e da mamãe e uma roomie: eu! hahahahaha
    Confesso que vivo muito de boa com a questão da comida, pq a amiga adora cozinhar, mas os cabelos… AI ESSES CABELOS!
    A faxina e as roupas ficam entre uma prova de cálculo e um trabalho imenso… E eu já disse que amo minha máquina de lavar? Pra mim, não há fada mais mágica que ela! hahahahaha
    Mas sim, é uma delícia ter um cantinho só nosso 🙂
    Adorei o post!
    Bjs!

  16. Eu brinco que moro sozinha 2 vezes. Durante a semana, eu moro numa cidade do interior do meu estado, onde trabalho. No fim de semana, vou para a cidade dos meus pais e marido e tenho outra casa. Thais, vc não tem ideeeia da minha trabalheira e minha angústia de cuidar de 2 casas. Meu marido e minha mãe ajudam mto, mas mta coisa eu que faço mesmo.
    Dramas à parte, preciso comentar que morar sozinha me fez ODIAR supermercados. Qd morava com meus pais, eu amava, era a hora de comprar as novidades, as coisas delicia. Hoje, tenho pavor de escolher cebolas, cenouras, comparar preço das carnes e etc… Eu brinco que o mercado é minha segunda casa. 😐 uó.

    • Nossa, eu amava ir comprar minhas besteiras no mercado antes também. Agora… Muita coisa pra pensar e cartão pronto pro abate! hahahaha

  17. tania

    Hum….pegando um ganchinho no seu post aproveito para mostrar minha indignação quando você comenta que é dona de casa e as pessoas traduzem como:não faz nada….:/
    Que a força esteja sempre você Thaís! 😀

    • Nem me fale! Dona de casa devia ser emprego de carteira assinada, hahahahaha!

  18. Fernanda

    Se você comprar um lava-louças, você vai colocando a louça dentro e dando pré-lavagens. Depois programa pra ela lavar tudo durante à noite e pela manhã você terá louça limpa.
    Acho uma perda de tempo enorme.

    • Ih, menina, aqui não tem espaço pra lava-louças não! Tem que ser na raça mesmo! hahahaha

  19. Monica

    Eu perdi muito molho de tomate até aprender que dá pra congelar.. você compra uma forma de gelo só pra ele e congela o que sobrar da primeira receita, aí só vai descongelando os cubinhos quando precisa (direto na panela mesmo). Uso uns 4 cubinhos pra 1 refeição, tipo macarrão ou frango desfiado… também tenho uma forminha pra congelar iogurte natural que vai direto pro liquidificador e faz o suco ficar parecido com smoothie e uma pra congelar café e fazer iced coffee =)

    • Jade

      Que genial! Vou anotar isso! hahaha

    • Muito show!

    • Andressa

      Gente que tudoo !!! hahaha

  20. Julia W

    Thais, eu te entendo! Haha
    Ainda me lembro da primeira vez que fui comprar papel higiênico pra minha casa, quase caí para trás.
    Quanto a alimentação, eu normalmente cozinho em grande quantidade e congelo as sobras para não ter que comer a mesma coisa durante uma semana. Assim sempre tem uma grande variedade no meu freezer, hehe.

    • Tania

      Hahaha O papel higiênico foi uma das minhas primeiras surpresa tb!!! $$$

  21. Anna

    Você só percebe que cresceu quando tem que fazer seu próprio café de manhã! hahaha
    Boa sorte Thaís!

  22. Mariana

    Thaís, a vida é deliciosa quando temos nosso cantinho….
    Sou casada faz quatro anos, e no começo eu jogava muita comida fora.
    Como as meninas dos comentários acima, também passei a congelar comida e o molho de tomate…
    É uma mão na roda ter comida congelada, até porque dessa maneira a gente sabe estaxatamente o que ta comendo…
    Inclusive, li uma vez em algum lugar, uma frase que marcou muito: “se for pra comer comida congelada, que seja a sua.”

    Uma dica legal que uma amiga me deu, foi congelar a comida em saquinhos plásticos, ocupa bem menos espaço!

    Aproveite essa fase que é uma delicia!

  23. Hoje sou casada, mas quando fui morar sozinha há 6 anos atrás fiquei chocada com a quantidade de coisas pra fazer. Como eu trabalha fora, a lástima era maior! hahahaha
    Só que me ajudou demais quando casei, já tinha estabelecido uma rotina doméstica.
    Meu medo era aparecer uma barata, mas sou grata porque nunca apareceu. hahahahaha

    Beijos!

  24. Clara

    Ainda fantasio sobre o dia em que sairei de casa (em tese, moro sem os meus pais, mas com todas as mordomias da minha babá e a visita deles aos finais de semana <3 #mimada). Essa questão da alimentação sempre foi a que mais me interessou, e desde que comecei a trabalhar em um local que não tem geladeira (!) nem local agradável para comer por perto (!!), resolvi investir nas saladas de pote. Ok, tem uma semana que faço isso, mas já deu tão certo que acho que vou levar para a vida! Tem gente que já faz 5 porções no domingo e já tem comida fresquinha ao chegar em casa. Além de salada já li relatos de macarrões prontinhos em pote.. Dá uma pesquisada =) tem várias receitas no pinteres hahaha.
    Beijos e boa sorte nessa empreitada <3

    • Essas saladinhas de pote são ótimas mesmo! A Rita Lobo ensinou várias no programa dela, depois dá uma pesquisada! 🙂

  25. Renata

    Gostei das dicas!!!

  26. Karena Fernandes

    Nossaaaa!!! Me identifiquei , foi totalmente assim quando morei sozinha. É bem difícil descobrir que não existe mais uma fada ( minha mãe) para limpar a casa, lavar louça , fazer meu café e lavar roupa. Mas é uma experiência gostosa e saber que vc pode fazer na sua hora tbm é bom , e essa hora vc descobre quando está sendo engolida pelas coisas na qual vc precisa arrumar. Voltei a morar com meus pais e estou de volta a mamata , mas as vezes sinto falta desse momento mais sozinha no qual vc pode fazer o que quiser pois está na SUA CASA.

  27. Larissa

    É isso mesmo e muito mais kkkk
    Ih Thais isso pq ainda não deve ter entrado nenhum bicho na sua casa, vc vai ter q tirar SOZINHA!
    Como uma boa mulher eu saio correndo de mariposas, baratas, borboletas, grilos, etc.
    Aqui em casa até morcego já entrou, ainda bem q minha mãe estava de visita aqui kkkk

    • hahahahaha, ainda bem que a supermãe tava aí pra te salvar! Já vou comprar um SBP pra deixar no arsenal aqui… Vai que!

  28. thais muniz

    Moro sozinha ha 10 anos… E a primeira coisa que a gente aprende é que PRODUTO DE LIMPEZA É CARO! huahuahua Adorei a dica nos comentários peã congelar molho de tomate! Faço comida e congelou sempre, principalmente sopa. Acho maia prático pra comer quando chego em casa cansada do trabalho. Tb acho que vc só tem noção doa cabelos que caem quando vc mora só E LIMPA SUA CASA. Pq é aquela coisa, várias pessoas moram só, mas não são donas de suas casas. Bem vinda ao mundo!

    • Bem-vinda ao mundo, é isso aí! Vou começar a fazer meus congeladinhos também.

  29. Jacqueline

    Sempre ajudei muito em casa quando morava com meus pais, já sabia que serviço de casa é muito ingrato, não termina nunca e mal terminou e precisamos limpar de novo…dps que casei, vi que as responsabilidades eram tantas…enfim, o preço de sair do conforto de morar com a família rssr

  30. Pra mim o 7 e o 8 são, de longe, os piores. Tanto que desde que saí da casa da minha mãe tenho mantido o cabelo curto. Já amo meu cabelo curtinho e o fato dele gerar menos “lixo capilar” é um plus fantástico.

    Outra coisa que eu senti é que jamais pensaríamos em comprar certas coisas. No meu primeiro mercado, eu e meu marido voltamos pra casa cheios de sacola, arrumamos tudo e fomos cozinhar nosso primeiro almoço na casa nova. Até que, na hora de colocar a mão na massa, cadê o sal? Dois seres humanos que moraram com a mãe a vida toda e nunca tinham reparado que sal não brota na cozinha, tem que comprar!

    • HAHAHAHAHA, pena que não brota sal dentro de casa, né?

  31. Agnes

    Moro sozinha desde os 18 (tenho 29) e ainda não me acostumei com os probleminhas domésticos como um chuveiro que entope uma tomada q não funciona uma lâmpada q queima e as benditas pilhas de controle remoto q nunca me lembro de comprar! Hahaha mas msmo assim não consigo mais me imagina morando com mais ninguém ????

  32. Hahahaha me identifiquei tanto com a parte dos cabelos! Também nunca me dei conta de que meu cabelo caia tanto! Agora tem que ficar limpando o quarto 3 vezes por dia! :((
    Mas é assim mesmo. Apesar de todo o trabalho depois que você acostuma não consegue mais voltar pra casa dos pais. Eu passo férias lá e já fico com vontade de voltar pra minha casa!
    Boa sorte Thais! <3

  33. Agnes

    Muito boa as dicas da Mônica ?????????

  34. Gili

    Hahahahhaha, Thais, morri com esse post porque passei por essas mesmas percepções quando casei! Eu falava que a gente comprou um apartamento com defeito, pq no apartamento da minha mãe, a roupa se lavava, a comida se fazia, a casase limpava… e no bosso nada disso acontecia! Hahhaha! Mas vou te contar, mesmo assim é uma delícia e só melhora com o tempo! Logo vc encontra um jeito mais prático de lidar com a limpeza e desencana de várias coisas, tipo catar o cabelo do chão toda hora (eu desisti pq ia viver pra isso. A cada varrida tenho a certeza de que vou abrir uma fábrica de perucas)… Boa sorte nessa adaptação! 😉

  35. Paula Cristina

    A parte dos cabelos é realmente a que me deixava louca… Um truque meu atual é usar em casa aquelas toquinhas cirúrgicas, nossa cara não fica muito bonita mas o chão fica limpinho!!!

  36. Priscila

    Nossa, me identifiquei muito tb, os tópicos são bem esses, faz um ano q me casei e saí de casa, p morar em outra cidade; pior do q vc limpar a sua sujeira é limpar a sujeira q outra pessoa fez, ela não percebe q faz e continua fazendo, sem maldade, aí vc tem q ficar brigando por isso e ela só vai aprender qdo ela limpar, como nós, só aprende fazendo. Diarista ficou barata, mais barato do q terapia de casal e a casa fica limpa!
    E bate aquele sentimento… Caraca, minha mãe me ama muuuito, ela nunca deixou eu cortar o cabelo, nunca deixou eu lavar louça e nem cozinhar, nem passar ou lavar roupa.
    Pensa no valor q vc dá p as pessoas, no mínimo dobrou.

    • Verdade, quando a gente sente na pele o trabalho que as coisas dão valorizamos muito mais quem faz isso pela gente! E boa teu marido pra arrumar, limpar e lavar, menina! hahahaha

  37. Lucimara.orto

    Nossa , amei esse post!
    Com certeza , as dicas das leitoras dariam um outro post muito bom ! Bjos
    Espero por mais desses !

  38. Mônica

    É uma nova experiência,que acredito ser muito válida!
    Tudo é questão de adaptação,mas que ter a mamãe para “cuidar” da gente é muito bom,isso é verdade!
    Bjs.

  39. Juliana Gama

    Adorei o post! Como tudo na vida, morar sozinha tem suas maravilhas e seus problemas.

  40. Karen Vieira

    Me diverti muito com esse post Thaís, é bem assim mesmo! Mas a gente acaba pegando o jeito!

  41. Isabel

    Adoro morar sozinha!! Nenhum desses perrengues é maior que a liberdade que se tem. É só uma questão de hábito e organização. Beijosss

  42. Patricia

    Nossa tô passando exatamente por isso, o que mais sinto falta é da fada do café e da roupa limpa, seca,e passada…beijos, adoro esse blog meninas, parabéns!

  43. Vanessa

    Nunca morei sozinha, mas já morei mto tempo em república, o que é qse a mesma coisa (apenas um pouco pior pois só eu limpava e tinha o restante todo pra sujar kkkk), mas é assim mesmo, conforme vc for se acostumando, tudo entra nos eixos.

  44. Atividades domesticas não tem fim MESMO! Todo dia, toda hora, tem alguma coisa para arrumar. Sobre os fios de cabelo, eu tenho 2 gatos, então a coisa é pior ainda na minha casa. Meu sonho é ter uma Roomba e deixar ligada o dia inteiro hahaha! Só assim pra ter paz.

  45. Mariana

    Bem isso mesmo!! Adorei

  46. Mariella Dias

    Vc é muito velha para esse tipo de comentário… parace uma menina de 17 anos que foi estudar fora. Se toca!

    • Renata

      Criatura, se toca vc! Onde tá escrito que alguém tem que sair de casa com 17 anos apenas???
      Thaís, acho que essa dai é a mesma recalcada de todo post, adora te alfinetar, deve morrer de inveja rs.

    • HAHAHAHAHAHAHA, só rindo alto mesmo.

    • Vivian

      Tem gente de mal com a vida que só se sente bem atacando os outros.
      Impressionante!
      Educaçao também manda lembranças…

  47. Oi Thais!! Superrrrr me identifiquei com vc agora!! Faz um tempinho que moro com meu marido e sei bem como é esse lance de administrar uma casa! Comida é um negócio que se for fazer em casa tem q ser rápido, que possa ser congelado se sobrar, e pouquinho (pra não ficar comendo a mesma coisa tds os dias). Mercado virou um lance de susto, qdo vc vai ver o valor mais que dobrou (culpa da inflação)! Mas a liberdade que se tem dentro da nossa própria casa não tem preço! Fora que vc mesma dita suas regras e quem vem te visitar tem que se adequar a elas. Disciplina e organização são essenciais pra viver sem stress num lar, pq senão td vira uma bola de problemas (tipo roupa pra lavar e passar, louças e bagunças, etc.). Boa sorte nessa nova empreitada, Thais! Beijos e bom feriadão!

  48. Ana

    Sai de casa com 16 anos pra vir fazer Positivo em Curitiba, naquela época não tinha o problema do dinheiro já que só me tornei independente nesse ponto ano passado, no mais me me identifiquei com tudo! No começo tambémsentia falta de ter um elfo doméstico (haha) porque eu saia de casa e quando voltava a bagunça estava exatamente do jeito que deixei! O problema dos cabelos é algo muito sério, ainda não aprendi a lidar com ele, meu piso é igual ao seu, acho que não tem solução! Mas boa sorte n casa nova, com certeza a independência compensa todos esses perrengues

  49. Jaqueline

    Apesar se alguns pesares, não há nada como a sensação de independência…sobre a questão solidão um gatinho irá lhe ajudar muito ????

  50. Marina

    Thaís, uma coisa que aprendi com a minha mãe é sempre fazer uma porção um pouco maior da comida e depois congelar em porções menores o que sobrar. Assim você pode ir variando a comida ao longo da semana e quando tiver com preguiça é só descongelar algo!

  51. Perla

    Morri de rir lendo a parte dos cabelos no piso kkkkk. Ainda mais os meus que são pretos e longos, um fio dele cobre um ladrilho inteiro, parece que tô ficando careca kkkkkk

  52. Mari

    sobre o cabelo no chão, a gente comprou um roomba, aquele robô aspirador. É caro, mas recomendo. Comprei refurbished no ebay e entrou pra parentes no EUA, aí foi mais batato

    • ROBÔ. ASPIRADOR. Um minuto de silêncio que morri aqui querendo um desse!

  53. Saí da casa dos meus pais ano passado e vim pra outro estado morar com meu namorado. Me identifiquei em várias partes, até que não detesto limpar a casa não (mas realmente a quantidade de cabelos é muito irritante, meu chão é branco, imagina em 2 pessoas), mas cozinhar é algo que eu prefiro sempre não fazer. Por sorte meu namorado gosta.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

  54. Imagino como deve ser puxado dar conta de tudo sozinha, mas também deve ser uma delícia “ter a sua casa”, meu sonho number one da vida! Beijos

  55. Viviane

    HEHEHE. Thais, é exatamente assim (ri alto dos cabelos espalhados, é um inferno isso!)!
    No meu caso isso aconteceu quando me casei (sim, a mulher é quem tem q fazer a maioria das coisas). Até hj quando vou lavar aquelas panelas grudadas eu penso alto “ai que saudade da minha mãe e do meu pai!”.Outra coisa que vc esqueceu de mencionar e que me intriga bastante: POR QUAL RAZÃO O CESTO DE ROUPA SUJA VIVE CHEIO, MESMO QD A GENTE ACABA DE LAVAR ROUPA? hehehe, isso, definitivamente, não acontecia na casa dos meus pais.

    Mas, o mais gostoso é ter uma coisa sua. Vc pode decorar como quiser, lavar vasilha quando quiser, lavar roupa no dia e horario que vc escolher. Essa é a parte boa de ter o seu proprio cantinho.

    PS: De vez em qd vc tb liga pra sua mãe pedindo explicações em algumas tarefas como cozinhar ou tirar mancha de roupa etc? Minha mãe tá se divertindo comigo.

    Leia esse texto aqui (vc vai se identificar e cair na gargalhada):

    http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/ruth-manus/relaxa-que-eu-sei-cuidar-da-casa/?hc_location=ufi

    • Vou ler o texto! E sim, ligo pra minha mãe chorando por socorro! Mas ela não vem, tenho que fazer sozinha!

  56. Ju Abreu

    Haha adorei Thais! !!
    Já faz oito anos que sai da casa dos meus pais! Acredito que isso nos faz amadurecer, né? ! E me fez dar muito mais valor na minha mãe! !!

    Mas queria adicionar uma 9° coisinha na sua lista: BARATAAAAA!!! Quem mata barata quando a gte mora sozinha?!?! Kkk Compre SP! ! Eu gasto meia embalagem de SBP pra matar, mas mato!!! #ficaadica #maisUmGastoNoMercado #odeio baratas! !

    • Guria, GRAÇAS A DEUS nenhuma entrou aqui ainda, mesmo morando no primeiro andar. Mas pode deixar que o SBP vai ficar no arsenal, porque senão terei que sair gritando pela vizinhança por ajuda, hahahahaha

  57. Marjorie

    Thais, ri demais com esse post, especialmente com a parte em que vc citou o video do café (até você?!?!?! Hahahahaha). Já disse antes que vou casar em breve, e um dos meus maiores sonhos é ter o meu cantinho. Mas estou me preparando psicologicamente para as dificuldades que, no meu caso, também incluem um maridão que ainda mora com a mãe 😛 Boa sorte pra nós!!!

  58. Carla

    Meu caso é um pouco diferente, porém, me identifico muito. Ainda moro com meus pais e enquanto ele trabalha fora o dia todo (mas quando está em casa, parece o Diabo da Tasmânia), minha mãe cuidaVA de tudo. Cuidava porque no ano passado ela teve um avc e ainda está em processo de recuperação.
    Como na época eu já trabalhava em home office, cuidava das minhas coisas e ajudava em casa. Mas, literalmente da noite para o dia, eu tive que assumir TUDO da casa: comida, faxina, roupas… E cuidar da minha mãe, que no começo sequer saía da cama. Isso sem deixar de trabalhar!
    Até sabia fazer algumas coisas, só que, pela comodidade de ter minha mãe fazendo tudo (e em família italiana isso é forte), deixava de lado. Ainda assim, foi o que me salvou, senão havia me desesperado.
    Isso foi no começo do ano passado e segue até hoje. Continuo não matando baratas ou trocando lâmpadas, por exemplo, mas me descobri gostando de cozinhar, sem reclamar tanto em lavar louça, criando uma rotina em casa (afinal, ainda há o trabalho e minha mãe, com fisioterapia, médicos e terapeutas) e me tornando uma pessoa bem mais firme e decidida.
    É impressionante o quanto a gente amadurece rápido quando temos essas situações, acho que me defino antes e depois do avc da minha mãe. Provavelmente vc chegará no final do ano e se sentirá muito mais confiante e madura, vendo que sim, é capaz de dar conta de tudo. A gente sofre, mas consegue.
    Vira e mexe me pego pensando que “ganhei” uma responsabilidade que não esperava (além de dois “filhos” de mais de 60 anos cada. Reparou que quanto mais velhas, mais tinhosas as pessoas ficam?). Mas que eu consigo tomar conta de uma casa e se fosse morar sozinha ou com alguém, também ia dar certo.
    Agora estamos em um processo de mudança. Sábado que vem vamos trocar a casa que moramos desde que meus pais se casaram para um apartamento. Ou seja, terei mais um teste de paciência e força, arrumando a mudança de todo mundo e organizando a casa nova. Mas eu consigo. Sei que vou.
    Adoro o blog e leio umas 3x ao dia, acho que desde 2010 (e recentemente fiz do CDD o exemplo de um site sério, em uma apresentação no trabalho). Muito sucesso para vcs 3!
    Beijos!

    Obs: Lembrei de mais uma coisa. Além do preço de tudo ter subido horrores, daqui a um tempo vc se pegará comentando com alguém que por x reais comprava algo e agora não dá mais, que a fruta de tal mercado é melhor, ouvindo as dicas de como limpar tudo mais fácil…
    E mais, vc vai perceber que há um buraco negro no fundo da sua máquina de lavar roupas. E que é um buraco seletivo: ele só engole meias. Hahahahaha

    • Carla, que linda a sua história! Saiba que seus pais têm uma filha abençoada e muito batalhadora. <3 Me emocionei aqui!

  59. Tatiana RV

    Meninas, apenas um conselho… Qdo ia a casa de uma amiga minha ela ficava catando cabelo o tempo inteiro que eu estava lá… É super desagradável uma atitude dessas para quem é a visita.

    • Nossa, péssimo! Eu limpo antes de as visitas chegarem, pra parecer que a casa esteve sempre assim, hahahahaha

  60. Evelyse

    Moro sozinha ha 8 anos, após passar em um concurso e ter que morar longe. Foi difícil no começo, principalmente a solidão dos quase mil km que me separavam da minha família. E o desespero se algo acontecesse? Foram 3 longos anos e consegui vir mais para perto, agora pego meu carrinho e venho pelo menos 3 vezes ao mês, já que em 2h chego em casa (Isso qdo eles não vão p lá). Trabalho em escala, então minha vida é uma baderna. Quando todos estão dormindo, estou lá acordada… e qdo preciso dormir o prédio inteiro conspira para não deixar. Qdo a folga cai no domingo, lá tô eu fazendo FAXINA. O drama com os cabelos desencanei total, simplesmente não tem jeito. Agora o café, a melhor compra foi a Dolce Gusto, pq mesmo sendo caras as benditas capsulas (qdo entra na promoção faço estoque), a praticidade é sensacional! Acrescente uma torradeira, pq ninguém merece ir na padaria todo dia para ter pão fresquinho, pega o pão de forma que tá na geladeira (dura muito mais), coloca uma manteiguinha… Delicia! Tb aconselho a colocar as “sobras” no freezer, é a melhor coisa da face da terra, tenho coleção de mini potinhos! Rs! Alem de dividir em mini porções tudo que vc comprar e congelar, fica muito mais facil (Use tb aqueles saquinhos q vão ao congelador). Lavar roupa é de boa, pois a maquina faz td, mas passar odeio. Não tenho tábua até hj, a cama é minha aliada. Kkkkkkkk! A parte de pagar as contas é o uó, quase caí de costas qdo vi a de energia DUPLICAR de valor em um ano, isso sem aumentar o consumo! Cruzes! E tb odeio ir no supermercado… Faço lista pq como meu apê é pequeno, não dá para estocar nada. Morar sozinha e ser independente foi e continua sendo a melhor experiencia da minha vida… Deixei de me preocupar com muita coisa que antes era o fim do mundo. Thais, em breve vc será outra pessoa! Ah… e sempre tenha um veneno a mão para matar bichos voadores que sempre escolhem a sua janela para entrar. Bjs!

  61. Renata C

    Adorei o post,
    sobre a vida doméstica já sabia, sempre ajudei na casa dos meus pais.
    No meu caso o cordão umbilical ainda não foi cortado totalmente, estou em dupla jornada, pois quase que diariamente tenho que estar na casa dos meu pais para ajudar na louça, limpeza, cuidados com os cachorros… E quando chego na minha casa já estou cansada para as tarefas domésticas, mesmo sendo uma casa menor e com ajuda do meu marido.
    Trabalho fora meio período, somente de manhã, ai que todos acham que já que estou à toa, tenho que fazer mais 🙁
    Casei recentemente, antes eu e meu marido já fizemos nossa divisões de tarefas e contas. Isso já facilitou muito e nos preparou.
    Sobre os cabelos, meu marido está preocupado, falando que vou ficar carecas aos 50 anos, kkk

    • Menina, que guerreira de tomar conta de duas casas! O bom é que o maridão ajuda, né! Deveres iguais!

  62. Gabriela Ronchi Salomon

    Vish, Thais, eu nem moro sozinha mas muitas coisas eu é quem faço aqui em casa :p Mas tenho muita vontade de morar sozinha (e mais uns 2 gatos) kkkk (:

  63. ana

    o pufe xadrez é de onde? obrigada!

    • É da Tok&Stok e ainda tem pra vender! Corre lá! #nãoépubli

  64. Marina G.

    Ainda não saí oficialmente da casa dos meus pais, mas moro a maior parte do tempo com meu namorado, e o que mais me chamou atenção nesse período é a quantidade absurda que produzimos de lixo! Sério, não acaba nunca! A certinha do lixo seco principalmente, enche muito rápido! E o que mais me incomoda é a bombona de água, que acaba muito rápido e se não me lembro de comprar, morro de sede! Estou pensando seriamente em instalar um filtro daqueles eletrônicos!

    • Lixo é impressionante mesmo! Recolho o meu três vezes por semana, porque não dá!

  65. Kris

    O item 7 é muuito verdade. Pensei que era só comigo isso!

  66. Miriã Andrade

    Essa vida de morar sozinha tem seus prós e contras mesmo, mas não troco por nada, amo demais! Em casa trabalhamos em parceria, eu e o meu marido fazemos tudo, sempre dividimos as tarefas e tem dado muito certo. Ainda bem que na parte da comida não temos que nos preocupar muito, pois minha sogra é dona de um restaurante, aí fica mais tranquilo, hehe. ^^

  67. Lucia

    Nossa, esse negócio de comida que dura dias é triste, né? Certas coisas são impossíveis, porque vem muito mesmo, tipo ricota, bisnaguinhas (amo!), frango congelado… E a cara da atendente da padaria quando você pede só 4 fatias de presunto? O material de limpeza é caro mesmo, aliás, mercado e açougue está falindo o cidadão.
    Achei ótimas dicas nos comentários das meninas, e desejo esse robô cata-cabelo fortemente!
    Vamo que vamo, meninas, mas me digam: como vocês assistem filmes de terror e depois conseguem dormir, sabendo que mamãe NÃO está no fim do corredor? Essa parte ainda não ajustei gente… rsrsrs

    • hahahahaha! Simples: não assisto filme de terror senão não durmo!

  68. Michele Bdz

    Adorei… vc falou e disse tudo mesmo!!!!!!

    A melhor parte de morar sozinha é que tudo fica onde está…
    A pior parte de morar sozinha é que tudo fica onde está…

    Não tem jeito, como vc falou, vc limpa limpa limpa e o serviço não tem fim,…rs

  69. Joana

    Nossa, me identifiquei MUITO! Achei que o problema com os fios de cabelo era só comigo hahahaahaha que alívio! Eu comprei um aspirador de pó assim que me mudei para facilitar na hora de removê-los, mas eles brotam por toda parte !

    Eu não tenho faxineira/diarista, então a parte mais chata para mim é ter que fazer faxina. Como trabalho de 9h às 19h durante a semana, acabo tendo que usar o fim de semana para isso, o que é chaaaato… Mas fazer o que?, super necessário!

    Outra coisa chata é quando começam a aparecer os problemas pela casa. Por exemplo: primeiro foi o meu chuveiro que deu ar, depois problema no gás da cozinha, agora a torneira do banheiro da vazando… E lá vai dinheiro para consertar! Sem contar as coisas “comuns” do dia a dia, tipo entupimento de ralos: Diabo verde virou meu melhor amigo (e caaaro).

    Coisas que ajudam demais na minha rotina:

    – Aspirador de pó
    – Higienizador portátil (não preciso ficar esfregando o piso e vidros e ainda economizo com produtos de limpeza)
    – Processador de alimentos (quebra um super galho na hora de cortar os legumes)
    – Potes para congelamento. Muitos potes para congelamento (alimentos como arroz, macarrão, feijão, lentilha… eu faço um pacote inteiro de uma vez e congelo em pequenas porções… quebra o maior galho para quem não gosta de cozinhar como eu… aí no dia a dia, só preparo as proteínas e a cada 3 dias, as saladas)
    – Clorin (por falar em saladas, não vivo mais sem clorin. coloco todos os legumes, verduras e frutas por 20 minutos de molho em água + clorin e é absurda a diferença na “vida útil” dos alimentos… deixo secar, coloco em potinho na geladeira, e eles duram muito mais tempo MESMO. vale a pena).

    • Joana, dicas ótimas! E dá-lhe DIABO VERDE, hahahahaha!

  70. Karina Ayres

    Louça suja, sempre surge do nada, você vai beber água e até a panela de pressão suja kkkkkkk é impressionante.

  71. Geórgia Cabral

    Eu morei só um mês fora de casa e achei esse o post mais VIDA REAL de quem ta saindo da casa dos pais, sério! ahuahah em um mês passei por tudo isso!

    Cansei de fazer comida pra mim e jogar fora porque não rolava comer tudo aquilo que eu preparava, acabava enjoando – acontecia muito com feijão, lentilha, molhos… Salada, verduras, nossa, eu não consegui aprender nem qual quantidade comprar nem qual quantidade preparar, sempre sobrava muito ou acabava antes do esperado ¬¬ organização zero! kk

    E aliás, a variedade maravilhosa de alimentos e firulas pra pôr no pão que tem na casa dos pais vira uma boa lembrança kk não adianta ter muita coisa, a gente sequer come as mesmas coisas todos os dias. No fim, eu passei a comer MUITO lanche e pedir marmitex no almoço, por puro desespero ahahah
    O silêncio em todas as refeições também passou a me incomodar. Na minha casa, fazemos as refeições juntos, é o nosso momento de conversar e trocar ideias, e isso fez mais falta do que eu imaginava…

    E sobre limpar: eu acordava e dormia tentando manter a casa em ordem! hahah e a gente percebe como uma chave fora do lugar pode tirar o equilíbrio e harmonia da casa AHAHAH Acho que é porque como somos nós que estamos fazendo o esforço, a obrigação de mantê-lo torna-se ainda maior. Poxa, tanto suor pra deixar o chão limpinho pra passar meia hora e ter areia ali DO NADA rsrsrs não é fácil. É impossível ignorar!

    Mas também é coisa do início, sabe? Eu tenho certeza disso. No início a gente tem um ideal de casa e nos agarramos àquilo com muita força, às regras que nós mesmos pré estabelecemos quando nos mudamos. Com o tempo e depois de tanto esforço vão, a rotina e flexibilidade surgem e ai sim a casa vira um lar 🙂

    Amando seus posts, Thais! <3

  72. Roberta

    O problema do café é fácil resolver: na minha casa tem uma cafeteira com timer, acho que é da Philco. Você programa a hora que quer que ela comece a funcionar e numa dose pra 2 demora 5 minutos para passar. Mas na verdade você só antecipa o problema para a noite anterior.
    Bjo e boa sorte na jornada!

  73. Raquel

    Amei essa postagem! Vou me certificar de apreder tudo antes de sair da casa dos meus pais. Rsrsrs

  74. Lorena

    Adorei! Me mudei no início do ano para outra cidade e estou na mesma situação… Tudo aí é verdade, comida eu tenho q jogar fora direto pq, como trabalho fora, acabo comendo muito na rua, mas acho q o FATO é o #7… Da pra fazer uma peruca a cada 15 dias!

  75. Bruna Farias

    Nossa Thais, me casei e também estou passando pelos teus “problemas” como o mr músculo pode ser tão caro e como ainda não fiquei careca??? Não gosto de cozinhas mas adoro limpar. Se as mulheres soubessem que ao igualar-se aos homens teriam de trabalhar fora and fazer todo o resto em casa, acho que pensariam melhor.

  76. Bruna Farias

    By the way, amo teus textos divertidos!

  77. Ana Paula

    Acabei de ler tudo! Ufa!! Não sei se sinto medo ou coragem!kkkkkkkkk
    Mas fora o ter que se virar nos 30 para dar conta dos afazeres, me diz, e os custos disso? Não digo do supermercado, mas sim da casa ou do apto mesmo. Comprar ou alugar? Como proceder nesse quesito?

  78. Adriana

    Nossa, é bem legal ver que tem sempre alguém passando pela mesma coisa que você! Então, eu sou de Brasília,mas passei em um concurso e minha vaga veio pra Vilhena, em Rondônia. No começo foi um choque, ir pro norte do país sem nenhum parente nem conhecido. Mas vou falar, foi a melhor coisa que aconteceu. Aprendi a dar valor nas coisas que minha mãe fazia em casa, porque cuidar de casa é muito difícil! Tudo é você que tem que fazer, pagar as contas em dia, verificar se as janelas estão fechadas,se colocou o lixo fora..hehehe mas sempre bate aquela solidão nos feriados e tal, até porque eu trabalho por escala.Dia de folga = faxina. E a maior dica é comprar uma geladeira com um congelador gigante! As comidas estragam muito rápido..até na geladeira. Ir ao supermercado é quase um ritual, além de procurar as promoções.Mas está valendo a pena. Nunca me senti tão responsável na vida!

  79. Eliza

    Então, Tais. Acho que vale a pena reservar algum money pra faxineira. Ela faz uma vez por semana e consigo manter o apto. limpo por 7 dias. Pra mim a pior parte eh estar alone. Mas não trocaria essa situação atualmente pra anterior. VC simplesmente eh dono de si e assume todas as responsabilidades. Pelo menos essa foi das lições que tive que aperfeiçoar, além, de ficar mais corajosa.
    Home hapy pra vc?!!

  80. […] no apartamento novo (que já não é mais tão novo assim, hahahaha), fiz um post com as 8 coisas sobre morar sozinha que ninguém me contou. Pois hoje, mais experiente e acostumada, vou falar sobre as 8 partes mais deliciosas desse […]

  81. Lara

    estou vivendo isso tudo e ainda não gosto tanto

  82. Giovanna

    Vai vendo…

  83. Sylvia Aline Peinado

    Não tive a oportunidade de morar sozinha, mas quando me casei senti muito a diferença, principalmente porque fiquei um tempo sem trabalhar fora e meu marido trabalhava 10h por dia. Ou seja, ficava muito sozinha. Mas é uma boa experiência

  84. Denise

    Thais,
    Muito bom o post!
    Uma vez li que morar sozinha é comprar o papel higiênico. É é isso mesmo! Hahaha
    Depois dá uma olhada na Rita Lobo. Ela ensina a porcionar a comida que a gente faz é congelar uma parte, pq aí sempre tem alguma coisa pra descongelar e a gente tb não fica comendo muito tempo a mesma coisa.