Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

phytoervas coco e algodão

Há algum tempo eu tinha usado – e postei aqui no blog sobre – o irmão desse shampoo seco Phytoervas coco e algodão e gostei bastante, lembram? A diferença era que o da embalagem verde, de gengibre, era voltado para cabelos oleosos, e esse, da embalagem branca, é para cabelos ressecados.

Shampoo seco Phytoervas coco e algodão

phytoervas coco e algodao

O shampoo seco Phytoervas coco e algodão promete cabelos renovados, hidratados e com brilho. Ele tem fórmula enriquecida com coco e algodão, que limpa e devolve a hidratação perdida. A fórmula também é livre de ingredientes animais. A utilização funciona como a de outro shampoo seco qualquer – você agita bem o frasco e borrifa na raiz do cabelo seco a uma distância de 10 a 15cm. Depois você massageia bem com as pontas dos dedos e escova os fios.

O que achei dele?

Pois então, sobre a questão dele ser voltado para cabelos ressecados e o outro para cabelos oleosos, vou admitir que não notei diferença. Achei a textura de ambos muito parecida, só mudando mesmo o perfume, que é de coco, bem gostoso (o fato de eles serem parecidos não é uma reclamação, achei que o produto foi bom – pelo menos durante um período de tempo, já já explico melhor – e gostei mais do cheiro desse do que do da embalagem verde).

Mesmo agitando bem a embalagem antes de usar, só sai a parte ‘líquida’ do shampoo seco.

Usei várias vezes e achei a eficácia bem boa – super parecido com o de gengibre. Só que aí, depois de um tempo usando, é como se a parte ‘seca’ do shampoo seco (aquela que deixa os fios brancos, tipo um pozinho) tivesse acabado. A lata ainda está cheia – mesmo sacudindo bem, quando tento aplicar no cabelo, ele apenas deixa os fios molhados. Não sei se foi um problema da minha embalagem em específico, mas simplesmente não consegui mais usar. Tanto que nem tenho foto dele no cabelo (mas, enquanto funcionou, era igual ao de gengibre – é só dar uma olhadinha nas fotos do post).

Ou seja, fuén. Fiquei triste porque tinha curtido – aconteceu com mais alguém?

Composição

phytoervas coco e algodão

Preço e onde comprar

O shampoo seco Phytoervas coco e algodão pode ser encontrado com facilidade em farmácias e perfumarias – o frasco de 150 ml custa em média R$ 28.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
15 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Nunca tinha visto o shampoo seco Phytoervas para vender – imagino que ele não tenha sido lançado há muito tempo, já que nem encontrei no site deles. De qualquer forma, como boa especialista no assunto (hahaha), já que testo vários, resolvi comprar para testar em nome do bloguísmo investigativo. Vamos?

shampoo seco phytoervas

Shampoo seco Phytoervas

O Shampoo Seco Phytoervas Controle de Oleosidade tem fórmula com ingredientes naturais como gengibre e menta, que prometem limpar suavemente o couro cabeludo, ajudando a controlar a oleosidade dos fios. A aplicação é igual aos demais shampoos do gênero que a gente já conhece – você agita a lata e aplica diretamente no couro cabeludo e com os fios secos, a uma distância de 15 cm. Depois, aguarda um minutinho enquanto o produto faz efeito, massageia levemente o couro cabeludo e depois penteia bem os cabelos para remover os resíduos do shampoo seco.

shampoo seco phytoervas

A composição é livre de ingredientes animais, sal, sulfato, corantes e parabenos. O produto também não é testado em animais. Além dessa versão que eu testei e mostro nesse post, existe outra voltada para cabelos secos, a Hidratação Intensiva.

O que achei dele?

Bom, vou começar dizendo que, quando vi as duas versões desse shampoo seco Phytoervas na prateleira, eu meio que fiquei confusa sobre qual escolher haha – tenho os cabelos normais, não sofro com oleosidade excessiva, ou seja, fiquei no meio do caminho entre uma e outra. Acabei escolhendo a versão para cabelos oleosos para testar antes justamente porque uso bastante na franja, que acaba ficando mais oleosa.

E olha, devo dizer que me surpreendi: em geral acho a maioria dos shampoos secos que eu testo menos ‘potente’ que os da Batiste, parece que são mais fraquinhos, têm menos desse pó branco que é o que suga a oleosidade dos fios. Mas esse é mais forte – vejam como deixa os fios MUITO brancos. Achei o efeito potente, eficiente e bem duradouro, talvez até mais do que eu precisava – ou seja, se você tem os cabelos bem oleosos, acredito que seja uma boa opção.

shampoo seco phytoervas

Entre os pontos negativos estão o fato de que ele realmente é bem branco – como meu cabelo não é muito escuro, eu consigo remover os resíduos escovando os fios sem problemas, mas sei que as morenas se incomodam bastante com isso. Outra coisa que eu não curti muito foi o cheiro, que eu não amei – é um perfume levemente masculino, que não é meu preferido, mas confesso que não é algo que impede de usar, porque só sinto na hora que aplico mesmo, depois do cabelo penteado ele meio que some.

Composição

Preço e onde comprar

Dá para encontrar o shampoo seco Phytoervas em farmácias ou perfumarias – eu comprei esse na Panvel por R$ 25 o frasco com 150 ml. Considerando que os da Batiste do mesmo tamanho em geral custam R$ 30, achei o preço ok.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
10 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

shampoo antirresiduos phytoervas

Ahá, falei que tinha ficado devendo a resenha do Shampoo Antirresíduos Phytoervas, então aqui está ela:

Shampoo Antirresíduos Phytoervas

O Shampoo Antirresíduos Phytoervas promete limpar profundamente os fios e o couro cabeludo sem ressecar ou danificar os cabelos, deixando-os leves e brilhantes. Ele não tem sal, sulfato, corantes nem parabenos. A fragrância dele é de lima da Pérsia.

shampoo antirresíduos phytoervas

Ah, a Phytoervas não testa em animais e a fórmula desse shampoo também é vegana.

Resenha: o que achei dele?

Bom, pela foto já dá para ver que ele não é um shampoo transparente (que, normalmente, costumam ser os que limpam mais profundamente), certo? Ele é meio esbranquiçado e tem a textura bem leve, mais líquida do que a maioria os shampoos. Além disso, a fórmula dele não tem sulfatos, que são conhecidos por serem bem potentes na limpeza (e também são os ingredientes que removem resíduos de óleos minerais ou parafinas), ou seja: ele é um shampoo antirresíduos mais suave.

shampoo antirresíduos phytoervas

E ele realmente é mais leve do que a maioria dos shampoos desse tipo que eu já usei – mas isso não é uma crítica, pelo contrário. Para mim, ele é muito bom justamente porque não resseca muito meus fios, que já tem tendência a serem mais secos por conta da descoloração. Eu acho ele bem eficiente, deixa os fios soltinhos e bem limpos. Eu costumo usá-lo a cada dez ou 15 dias, depende da minha vontade ou se acho que meu cabelo está precisando – uma coisa que sempre faço é tentar usá-lo no dia que eu quero fazer babyliss, porque produtos muito hidratantes deixam os fios mais lisos ainda (porque ficam muito macios e “escorridos”), e esse acaba ajudando a dar mais textura.

O perfume eu acho bem gostoso, é suave e bem cítrico, acho que combina com esse tipo de produto – contribui ainda mais para a sensação de “limpeza pesada”, hahaha.

Composição e onde comprar

shampoo antirresíduos phytoervas

Dá para encontrar o Shampoo Antirresíduos Phytoervas em farmácias, perfumarias e supermercados – o frasco de 250 ml custa em média R$ 15.

 

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
27 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Bom, se tem uma coisa que eu adoro testar e não resisto nunca são esses tratamentos intensivos para o cabelo – a de hoje é a Ampola Pós Progressiva Phytoervas.

Ampola Pós Progressiva Phytoervas

ampola pós progressiva phytoervas

A Ampola Pós Progressiva Phytoervas é um tratamento capilar instantâneo, com ação em três minutos. A composição tem óleo de Argan, lipídios e Vitamina E e a promessa é de fios regenerados, sedosos, macios, brilhantes e maleáveis. Segundo a Phytoervas, ela forma uma película protetora sobre o fio.

Para usar é só lavar os cabelos normalmente com shampoo, enxaguar e retirar o excesso de água e, em seguida, aplicar o conteúdo da ampola na extensão dos fios. Depois de deixar o produto agindo por três minutos, é só enxaguar.

Resenha: o que achei dela?

ampola pós progressiva phytoervas

O Babyliss que eu usei é esse aqui e aqui tem um post sobre meus cuidados com os cabelos.

Bom, a Phytoervas é, há muitos anos, uma marca que eu adoro – gosto muito da linha de camomila e amo especialmente o shampoo antirresíduos (que é o que eu tenho usado ultimamente). Além disso, desde minha adolescência, quando comecei a fazer luzes, eu sei que produtos para cabelos coloridos ou com alguma química como progressiva, por exemplo, costumam dar bastante certo para o meus fios, mesmo que eles não se enquadrem nessas características (meus cabelos são descoloridos, não são tingidos nem têm progressiva).

E foi o que aconteceu com a Ampola Pós Progressiva Phytoervas – apliquei como indicado na embalagem e gostei muito do resultado. Achei que o cabelo ficou muito macio mesmo e com um pouco menos de frizz do que costuma estar depois que eu lavo. Ouso dizer que ela está junto com minha favorita atual, que é essa aqui da Avon.

Ah, eu sempre reclamava dessa embalagem que você tem que ‘torcer’ a tampinha pra ela quebrar e liberar o produto – eu costumo usar uma ampola inteira mesmo, mas sei que tem gente que usa metade de cada vez – porque aí ela fica ‘sem tampa’ se você quiser guardar pra próxima lavagem. Mas uma leitora me alertou num post antigo que na verdade é só usar a tampinha ao contrário pra fechar o buraco e realmente dá certo, haha, nunca tinha prestado atenção nisso e achei legal.

Composição e onde comprar

ampola pós progressiva phytoervas

A Ampola Pós Progressiva Phytoervas custa, em média R$ 10 – dá para encontrar em farmácias e supermercados.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
9 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários