Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Tem um tempinho que finalmente voltei à dermatologista (quem cuida da minha pele agora é a Dra. Anelisa Ruaro, que atende pela Unimed lá na NutroDerma) e saí de lá com amostrinhas de vários novos produtos. Também mandei fazer algumas fórmulas específicas que ela me pediu para usar.

Entre as coisas que eu nunca havia testado mas me foram recomendadas pela médica, estava o sabonete em barra para pele oleosa Actine Control, da Darrow. Confesso pra vocês que de início fiquei meio resistente com ele por dois motivos: 1) sou sensível a produtos feitos para pele oleosa – a minha é mista, mas meio alérgica a certos componentes; e 2) não curto muito a meleca que o sabonete em barra faz.

Mas aí, né, já que estava com três amostrinhas na mão (uma está quase acabando e dura há mais de um mês!), resolvi dar uma chance. O que achei vocês conferem a seguir!

Sabonete Barra Pele Oleosa Actine Control

actine control

Um ponto importantíssimo sobre esse sabonete é que as fotos que estão aqui são de duas miniaturas com 16 gramas cada – o original possui 80 gramas e vem numa embalagem de caixinha, ok? De acordo com a marca, estamos falando de um produto que controla a oleosidade sem ressecar e previne o aparecimento da acne. Sua formulação contém nanocápsulas de melaleuca com comprovada ação antibacteriana. Tudo muito bom, tudo muito bem. Mas o que eu achei dele na prática?

O que achei do produto

actine control

Como comentei antes, minha primeira amostrinha está quase no fim – uso duas vezes por dia o sabonete para lavar o rosto, uma vez pela manhã e outra vez à noite. No começo, por medo de reação, não era assim, mas vi que minha pele se adaptou bem e aumentei a frequência sem nenhuma complicação.

O que noto é que o produto limpa bem a pele, deixando-a sequinha, sem oleosidade. Ela fica macia na medida e o aroma do sabonete é gostoso.

Procuro sempre usar a espuma formada para o rosto, sem nunca passar o sabonete direto nele. Antes de colocar na saboneteira que mantenho no box do banheiro, dou uma enxaguada e secada para que não fique melequento, coisa que eu odeio, hahahaha!

Posso dizer que esse cosmético é cremoso em seu toque e tem mesmo o poder de limpeza que as pessoas com pele oleosa/acne procuram. Ao mesmo tempo, ele não é agressivo para meu rosto sensível. O que notei algumas vezes, porque nem tudo são flores, é que as partes não-oleosas da face repuxaram nos dias mais frios, o que não aconteceu nos dias mais quentes. Deve ter a ver com a oleosidade produzida em função do calor e o ressecamento natural causado pelo frio, acredito eu.

No geral, é um bom produto. Vou continuar usando e, se os resultados forem se mantendo ou melhorando como parece que acontecerá, compraria a versão original, só que em versão líquida (é fácil controlar a BABA de uma barra pequena, mas grande cês sabem o drama, hahahaha).

Fórmula e onde comprar

A formulação contém:
Nanocápsulas de melaleuca: com propriedades antissépticas e ação antibacteriana comprovada, evitam o acúmulo de sujeira e o surgimento da acne;
Ácido salicílico: conta com ação anti-inflamatória e queratolítica, que promove uma esfoliação suave, prevenindo o surgimento da acne;
PCA de zinco: limpa e purifica a pele, elimina a oleosidade excessiva e reduz o brilho;
Extrato de aloe vera: hidrata e acelera o processo de regeneração celular da pele;
Vitamina E: antioxidante que protege e regenera as camadas da pele e promove efeito umectante;
Glicerina e propilenoglicol: agentes emolientes que conferem maciez e sedosidade à pele.

A versão de 80 gramas está à venda em vários sites e farmácias, mas a mais em conta que encontrei em site confiável foi na Magazine Luiza.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
19 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Novidade: testei o Photoderm Nude Touch FPS50 da Bioderma na pele oleosa

A resenha de hoje entra na categoria dos mais pedidos dos últimos tempos. Galera da pele oleosa está super curioso para saber mais do Photoderm Nude Touch FPS50, lançamento da Bioderma. Pois eu testei a novidade e te conto tudo nos mínimos detalhes.

Photoderm Nude Touch FPS50 da Bioderma

A alegação da Bioderma é de um protetor com textura ultraleve e sem perfume. A fórmula tem fltros 100% minerais, o que segundo a marca, garante proteção mais segura contra raios UVA, UVB, e luz visível a ainda oferecendo proteção muito resistente à água.

Bioderma também apresenta a tecnologia Liquid to Powder: uma textura que após 60 segundos o líquido evapora e o produto confere o acabamento pó, garantindo efeito pele mate aveludada.

Outra promessa do lançamento é “a regulagem  da produção de sebo, melhorando a textura da pele e conferindo ação antioxidante, garantindo resultados duradouros. Graças a exclusiva patente Fluidactiv®, presente em todos os produtos da linha Sébium para peles oleosas e acneicas, o produto age na qualidade do sebo produzido pela pele, o que evita a obstrução dos poros e o início do processo de formação da acne. Com o uso contínuo do produto é possível observar a redução de imperfeições a partir de 21 dias.”

Resenha: o que achei do protetor Photoderm Nude Touch cor Claro

O protetor é super líquido, fácil de passar e fácil de “esticar” na pele. Assim que aplicado, ele ganha uma textura de sérum, quase que lembrando aquele toque de primer, mas depois de alguns minutos, a pele fica mais aveludada lembrando o toque de pó. Mais ou menos como eles prometem em suas alegações. Encostando a mão, dá para sentir uma textura aveludada, já olhando no espelho, o acabamento é semi mate.

Novidade: testei o Photoderm Nude Touch FPS50 da Bioderma na pele oleosa

O Photoderm é um protetor bem leve, que não deixa a pele pegajosa e que tem um fator de proteção relativamente alto. Não é muito fácil de achar um protetor de FPS50 que não deixe a pele esbranquiçada ou engordurada! Acredito até que ele tenha cor para disfarçar o “whitecast” que os protetores físicos costumam deixar no rosto.

De modo geral, gostei dele e achei interessante para a pele oleosa, mas durante essa semana que testei, não percebi minha pele menos oleosa que o normal. Ao longo do dia, fui percebendo o brilho aparecendo aos poucos. Ou seja, nessas primeiras impressões, percebi que ele não controlou a oleosidade do meu rosto, vale dizer que também não piorou o problema.

Novidade: testei o Photoderm Nude Touch FPS50 da Bioderma na pele oleosa

Testei a cor Claro.

Testei a cor Claro, que é meio amarela demais para mim e também um pouco mais escura que meu tom de pele. Veja bem, o protetor não tem intenção de ser uma base e nem tem essa alegação, então não podemos esperar que ele substitua a maquiagem. Dá até para ver pelas minhas fotos, que o protetor tem uma cobertura bem baixa, mas mesmo sendo meio transparente, o Photoderm adiciona cor na pele. Eu tenho contornado esse problema passando minha base de costume por cima de tudo. Mas para quem pretende usar o protetor sem maquiagem por cima, pode ser que a cor não dê certo para muita gente. Ah, são 3 opções de cores no total. Testei a do meio.

Novidade: testei o Photoderm Nude Touch FPS50 da Bioderma na pele oleosa

Sem nada, com o protetor e maquiada sem base e sem pó compacto.

Como o protetor é bem líquido, seria melhor se o plástico da embalagem não fosse tão duro. Assim daria pra gente apertar a embalagem e conseguir tirar o produto mais facilmente.

O Bioderma é melhor que o… ?

Fazendo uma comparação, achei o Bioderma praticamente gêmeo do Physical Fusion da SkinCeuticals e do Solar Fluid da Adcos, ambos já resenhados aqui no blog. Que inclusive são protetores que entram na minha lista dos melhores protetores com cor que já usei para a pele oleosa.

Comparando com os protetores sem cor, acho que ele ficaria abaixo dos asiáticos, do Airlicium da La Roche Posay, do Fusion Water da Isdin e do Nivea Toque Seco porque ele não “some” completamente na pele. Diferente dos outros, a versão da Bioderma deixa uma certa textura no rosto. Ele não é tão mate quanto o protetor Filtrum e o ROC Minesol. Mas, de qualquer forma, já aparece na minha lista de melhores protetores para a pele oleosa – sim, a lista é atualizada a cada nova resenha positiva!

Resenha em vídeo

No vídeo tem todas as informações completas e em movimento sobre o Photoderm Nude Touch.

No nosso canal tem 6 vídeos por semana, se inscreva para não perder os conteúdos que criamos por lá.

Ingredientes da fórmula

Novidade: testei o Photoderm Nude Touch FPS50 da Bioderma na pele oleosa

Preço e onde comprar

O preço sugerido do protetor com 40ml é de R$ 89,90. Disponível nas versões Muito Claro, Claro e Dourado.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
11 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Óleo reparador nutritivo Boa Noite Marina Smith

Marina Smith abalou as estruturas da internet com o lançamento do seu óleo reparador facial. Pessoal estava super curioso para saber como ele funciona e ainda, se a galera de pele oleosa está liberada para usar.

Mas vamos partir do começo. A inspiração deste produto veio do Midnight Recovery Concentrate da Kiehl’s e tem uma fórmula livre de silicone, de óleo mineral, de conservantes e de perfume. A Marina conta ainda que ele tem toque seco, revigora, hidrata, suaviza e repara a barreira hidro-lipídica da pele.

Contém um mix restaurador com 4 óleos vegetais combinados com 6 tipos de óleos essenciais e vitamina E que tornam a pele do rosto, pescoço e colo macia e aveludada. Com óleo de semente de uva, rosa mosqueta, jojoba, girassol, óleo essencial de rosa de Damasco, óleo essencial de lavanda, óleo essencial de gerânio, óleo essencial de camomila, óleo essencial de alecrim e óleo essencial de eucalipto.

Óleo reparador nutritivo Boa Noite Marina Smith

Resenha: o que achei do óleo reparador Boa Noite

A embalagem do óleo é em formato de pump e uma apertada só já é suficiente para passar no rosto todo. Sei que parece absurdo, mas o Boa Noite não deixa a pele melecada ou oleosa. Ele parece mais um sérum, entende? Em vez de deixar toque oleoso na pele, ele deixa uma sensação aveludada de algo que lembra um sérum. Veja bem, não é um cosmético sequinho que a gente aplica e some na pele, dá sim para sentir que tem um produto sobre a face. Mas esse toque não é pegajoso, oleoso ou grudento, como podemos imaginar por ser um óleo. Não me incomodei com essa sensação e nem senti que ele estava deixando minha pele oleosa.

Óleo reparador nutritivo Boa Noite Marina Smith

Antes de usar e depois de aplicar o óleo (usando a quantidade de uma apertada na válvula).

Ao longo do uso não tive nenhuma espinha ou problemas com minha pele, mas preciso te lembrar que tomei o Roacutan e que, teoricamente, o medicamento continua agindo no corpo por bastante tempo.

Aqui você encontra um post completo com tudo sobre meu tratamento com Roacutan para as espinhas.

A sensação no dia seguinte é de pele hidratada, sem pegajosidade ou brilho excessivo do produto. Vou continuar usando até acabar! Ah, a Marina falou que o Boa Noite não foi pensado para isso, mas dá sim para usar nos cabelos se quiser.

Óleo reparador nutritivo Boa Noite Marina Smith

Ingredientes da fórmula

Óleo reparador nutritivo Boa Noite Marina Smith

Preço e onde comprar

O frasco com 30ml custa R$78,00 reais e é vendido exclusivamente no site da Sephora Brasil.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
17 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

A Quintal lançou novidades para o pessoal de pele oleosa e entre os produtos, está este Blemish Blur. Teoricamente, ele funciona como um escudo antipoluição e uniformiza a pele, disfarçando imperfeições e diminuindo os poros – a nível de tratamento, atingindo a causa dos poros dilatados. Com FPS+30, possui fórmula com arroz, que garante toque seco, além de Argilas e extratos de chá de hibiscus, baunilha e hidratante de algodão.

Ele é não comedogênico, livre de silicones, livre de corantes artificiais; livre de EDTA, BHT, DmDm e parabenos e livre de petrolatos.
É também um produto vegano: livre de testes em animais e substâncias de origem animal.

Resenha: o que achei do Blemish Blur

Este Blemish é diferente de qualquer coisa que já tenha usado e por mais que ele seja um “blur”, não lembra em nada os outros produtos que levam essa mesma denominação. Ele não tem silicone na fórmula, então não tem aquele toque de primer que a gente já espera nesse tipo de produto.

O creme tem uma cor bem marrom e uma textura meio arenosa. Assim que entra em contato com a pele, ele seca em segundos, deixando um toque aveludado no rosto. Parece até que tem um pó sobre a pele – acredito que seja por causa das argilas.

Veja que ele adiciona, sim, uma certa cor na pele, mas é quase transparente. Para quem tem a pele mais clara que a minha, isso pode ser um problema. Outra coisa interessante é que ele não “estica” muito na pele, na área que a gente passa, ele já seca, e não dá muito para ficar puxando o creme de um lado para o outro no rosto.

Depois de aplicado, ele deixa a pele sem brilho e com uma leve sensação de poros diminuídos. Também dá para sentir por quase o dia todo, uma sensação de pó, de que tem alguma coisa sobre a pele. Mas isso não incomoda. O bom dele é que ajuda a segurar a oleosidade e o brilho da pele por algum tempo, deixando o rosto sequinho por mais tempo que o normal. Eu gostei!

Dá para usar sozinho ou com maquiagem por cima, sem problemas.

Ingredientes da fórmula

Preço e onde comprar

O Blemish Blur com 50g custa R$149 e está disponível na Quintal e também na Sephora.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
25 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários