Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

óleo de tratamento capilar nativa spa

Não sei se vocês lembram, mas quando fiz a resenha do shampoo e condicionador da linha Terapia dos Óleos Indianos, de O Boticário, eu comentei que tinha gostado de três produtos capilares que fazem parte dela. Pois bem, os primeiros foram justamente o shampoo e o condicionador, então hoje é dia do terceiro, o Óleo de Tratamento Capilar.

Óleo de Tratamento Capilar Nativa Spa

Os produtos capilares dessa linha foram inspirados na força e beleza dos cabelos indianos. O Óleo de Tratamento Capilar promete combater o envelhecimento dos cabelos por meio da nutrição intensiva – promete também aumentar a espessura dos fios, reduzir a porosidade e dar força e brilho.

óleo de tratamento capilar nativa spa

O Boticário indica que ele pode ser usado nos fios tanto úmidos quanto secos – dá para passar antes de lavar, para um tratamento mais intensivo; durante o banho ou depois dos cabelos secos, como finalizador e reparador de pontas. A fragrância dele é um floriental especiado, com notas de Jasmim e o toque exótico da Davana da Índia, uma flor muito rica em nutrientes e que faz parte da cultura indiana.

Essa linha Terapia dos Óleos Indianos tem muita coisa, não só para os cabelos – aqui a gente já falou de esfoliantes e hidratantes.

Resenha: o que achei dele?

Bom, vou começar pela primeira coisa que a gente sente quando vai experimentar esse produto – o perfume! Eu adorei o cheiro dessa linha toda, então se você gosta de fragrâncias que lembrem mel e especiarias como eu, você tem bastante chance de gostar também.

óleo de tratamento capilar nativa spa

Agora sobre o óleo em si – a textura dele é bem líquida, mais líquida do que a gente costuma ver em produtos desse tipo. Mas isso, pra mim, é um fator positivo. Achei ele leve e ao mesmo tempo bastante eficiente, sabe? Costumo usá-lo tanto antes de lavar os cabelos (aplico uma boa quantidade nos fios secos e deixo agindo por pelo menos meia hora) quanto quando eles já estão secos (só um pouquinho, concentrando a aplicação nas pontas, para repará-las e diminuir o frizz) e me dei bem com ele.

Achei que não pesou nada e mesmo assim deixou os fios macios. Gostei!

Composição e onde comprar

óleo de tratamento capilar nativa spa

O frasco de 110 ml do Óleo de Tratamento Capilar Nativa Spa custa, normalmente, R$ 54,99 – atualmente ele está em promoção por R$ 46,74. Dá para comprar nas lojas de O Boticário, com consultoras ou no site deles.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
16 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Dove trouxe para o Brasil o Pure Care Dry Oil, nome chique para seu óleo capilar. Na fórmula tem óleo de macadâmia e segundo eles próprios, o lançamento tem rápida absorção, dá brilho, não pesa, tem alta propriedade nutritiva, penetra no interior dos fios nutrindo intensamente e repõe os lipídeos.

Na embalagem não indica quantas vezes ele pode ser usado na semana, mas sugere aplicar nos cableos úmidos antes de secar, antes de fazer escova e também como tratamento nutritivo antes de lavar.

O cheiro do óleo é bem forte e um tantinho doce, confesso que não curti muito. Mas como meu cabelo é curto, não preciso passar muito, então o cheiro não fica aparecido demais.

Testei a novidade nos cabelos secos, para ver se ajudava no frizz. Apertei a válvula duas vezes e espalhei a quantidade no comprimento dos fios. Percebi que como Dove promete, ele não pesa nas ~madeixas~ e nem deixa o cabelo grudado. Neste sentido achei um ponto muito positivo. Como meu cabelo é fininho, é fácil deixar ele escorridão, o que não aconteceu aqui. Sobre o frizz, achei que ajudou em uns 30%.

Teste no cabelo seco: sem o óleo e com o óleo.

Também testei nos cabelos úmidos após a lavagem. Espalhei a quantidade de 3 apertadas na válvula e notei que o cabelo ficou condicionado e fácil de pentear. Depois de seco notei os fios soltinhos, macios e até com um brilho bonito. Mas uma vez, percebi que ele não pesou e nem deixou o cabelo murchinho e escorrido.

Teste no cabelo molhado: sem o óleo e com o óleo.

Comparando com o Óleo Extraordinário de Elseve e com o Óleo Super 8 de Garnier (resenhas aqui), percebo que o de Dove é mais leve. Todos eles deixaram meus cabelos macios e brilhantes, mas o óleo de Dove não pesou tanto nos fios, o que para mim é uma ~benção~. Porém, sei que algumas meninas procuram óleo para diminuir o volume e deixar as madeixas no lugar, nesse caso, não sei se ele funcionaria tão bem.

Lembro que meu cabelo é bem fininho, tenho poucos fios e ele é bastante oleoso. Certamente usarei este de Dove mais vezes!

Comprei a embalagem de 98ml e tenho certeza que vou demorar uma vida até chegar ao fundo dela. Este eu paguei R$38,35 na farmácia Nissei.

Se você já usou, conta pra gente como é seu cabelo e qual foi o resultado encontrado com o uso!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
77 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Eu já havia feito a resenha do Óleo Extraordinário da Elseve e Marina já havia falado sobre o Super Óleo 8 da Fructis, mas algumas leitoras nos pediram uma comparação entre os dois. O que você não me pede que eu não faço, hum!

A ideia destes óleos finalizadores é deixar o cabelo mais brilhante, macio e levinho. Uns prometem benefícios diferentes dos outros, alguns tratam o fio, outros são mais uma “maquiagem” para deixá-los brilhantes por um tempo, a dureza é saber escolher entre tantas opções. Eu continuo gostanto mais do Moraccanoil, mas hoje te conto as semelhanças e diferenças entre a versão da Elseve e da Garnier. Primeira semelhança: os dois são feitos na mesma fábrica no Rio de Janeiro, ambas as marcas são da L’Oreal.

Do ponto de vista técnico, os dois tem a mesma quantidade na embalagem, 100 ml, e praticamente a mesma textura. Ambos são um líquido oleoso e transparente. Nos dedos não consegui sentir diferença entre eles. O da Elseve é R$10 mais caro que o da Garnier. A válvula pump dos dois funciona de forma equivalente.

Não entendo nada de ingredientes, mas dando uma conferida leiga no negócio, notei que o óleo Extraordinário tem um mix de vários óleos e extratos enquanto o da Fructis aposta no argan e na camélia. Marquei ali na tabelinha os ingredientes que são iguais nas duas fórmulas.

Os dois óleos na mão: iguaizinhos!

O cheiro do óleo da Garnier me lembra baunilha mas é bastante suave. Ele não fica por muito tempo nos cabelos e não incomoda os olfatos mais sensíveis. O da Elseve tem um cheiro mais docinho, mais de flor, mas também é suave e some rápido dos fios. Vale falar que o da Garnier não tem aquele cheiro característico que a linha Fructis tem.

Agora falando sobre minha experiência. Achei os dois bastante parecidos, os dois deixaram meus fios brilhantes e macios. Meu cabelo é fino e oleoso, então preciso tomar cuidado na hora de escolher a quantidade de produto. Normalmente passo 3 gotinhas no comprimento e pontas, com os fios ainda molhados. Depois seco normalmente. Se passo mais que isso, ambos começam a deixar os fios grudados nas pontas.

Senti que o óleo da Garnier deixou meu cabelo um pouco mais pesado, enquanto o da Elseve parece deixar meus fios mais naturais. Mas o da Garnier ajuda um pouquinho mais a controlar  o frizz e também notei que deixou os fios um tantinho mais brilhantes.

Ingredientes do Super Óleo 8

Ingredientes do Óleo Extraordinário

Não sei se é só marketing, mas o da Garnier também promete mais benefícios, incluindo a proteção térmica.

Resumindo, os dois são muito muito muito parecidos. A diferença que notei usando os dois por um tempo foi mínima. Gostei mais do da Garnier porque se saiu melhor no quesito anti-frizz e brilho. Mas o da Elseve também é muito bom. Esse negócio de ter vários óleos e extratos me parece interessante, mas ele é mais caro que seu primo da Fructis.

Nessa o Super Óleo 8 levou a melhor, mas foi por alguns décimos (imaginários) de diferença.

Você encontra os dois em farmácias, lojas de cosméticos e supermercados.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
100 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Tinha uma época em que eu era simplesmente viciada em óleo corporal – usava um de semente de uva, da Corpo a Corpo (alguém lembra?), que era muito cheiroso! Gostava de aplicar esse durante o banho mesmo, retirando o excesso com a água. Lembrei então desses tempos quando ganhei de presente o Óleo Hidratante Nutritivo Desodorante Corporal Açaí, da Nativa Spa (nome gigante!). A ideia dele é que seja passado após o banho, com a pele ainda úmida.

Pois é isso que tenho feito – e adorado! Primeiro porque o óleo é muito cheiroso, com aroma doce, que se espalha depois pelo quarto e fica na roupa de cama. No dia seguinte (tomo banho à noite), ainda sinto a fragrância em mim, o que é bem legal. E segundo porque o poder de hidratação dele é legal. Não substitui o hidratante, mas para as áreas em que ele fica esquecido, como o colo, é bom. A única coisa que tenho a reclamar é da absorção, um pouco lenta. Mas passo e logo deito, por isso não incomoda.

O meu óleo tem só 120 ml, porque era de um kit de Natal, mas o normal conta com 250 ml, saindo por R$ 44,99.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
22 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários