Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Você já sabe a historia toda do sonho de comprar meu apartamento e toda minha jornada até isso acontecer, não é? Pois quando consegui comprar o @meuapartamentinho e juntar um dinheiro para a reforma me veio um misto de alegria imensa com uma das maiores preocupações da vida. E se não tivesse dinheiro? E se não conseguisse tocar uma obra sozinha? E se me enrolarem? Como faço para contratar gente? Onde compra tudo?
Parecia que aquilo tudo era grande demais e que eu não daria conta. Até comentei aqui que “era só uma guriazinha” e levei um puxão de orelha de algumas leitoras que disseram que não, que eu era um mulherão e daria conta de tudo.

Aquele misto de alegria e preocupação.

Até já falei isso no blog, mas tenho horror de depender dos outros e nesse caso, nem tinha opção. Meu irmão trabalha o dia todo e está abarrotado com suas próprias coisas e meus pais passam praticamente a semana inteira na loja. Eu teria que encarar a coisa toda sozinha.

Eu poderia vir aqui contar uma história bonita e dizer que é tudo moleza, mas não é não. Pra começar, eu não sabia nem onde contratar pessoal, perguntei daqui e dali, peguei algumas indicações mas a verdade é que, os profissionais bons estão cheios de trabalho e mal respondem orçamentos. O que eu passei de raiva, minha amiga, você não acredita. Acho que 70% das pessoas que contatei pedindo orçamento, nem se deram ao trabalho de me responder. Passei alguns meses nessa de tentar contratar pessoal e percebi que, ou os profissionais não tinham interesse, ou os orçamentos eram astronômicos.

Foi nesse momento que comecei a ter vontade de contratar mão de obra feminina e por uma obra do universo (alguém acredita em coincidências?) o release sobre as Mari Donas veio parar na minha caixa de emails. Vai conversa daqui, negociação dali e no final das contas, consegui fechar com a Mel e a Guta e agendamos a data da obra. A partir dai, minha gente, consegui respirar aliviada e vi que a obra estaria em boas mãos. As Mari Donas fizeram tudo no apartamento, desde encanamento e rede elétrica até pintura e colocação dos revestimentos. Achei ótimo não ter que contratar a parte um encanador, um eletricista, um pedreiro e assim por diante. As meninas fazem tudo e eu só compro o que me pedem. RISOS

Ainda estamos trabalhando no apartamento mas o que posso concluir até agora é que não teve jeito, por mais que ficasse morrendo de medo e super preocupada com tudo, tive que abraçar esse projeto e fazer as coisas acontecerem. Passei noites sem dormir, tive dor de barriga de preocupação, fiz grandes manobras nas planilhas de orçamento e me irritei demais com um monte de coisas que simplesmente não iam pra frente. Mas também percebi que sou capaz de resolver problemas e me virar quando as coisas apertam. Se antes eu me sentia uma “guriazinha”, hoje eu vejo que sou uma mulher capaz de tocar o barco e fazer as coisas acontecerem. As coisas não foram fáceis, nem rápidas e nem tranquilas, mas aprendi a lidar com tudo e principalmente com minha preocupação, braveza e minha ansiedade. Como dizem, vivendo e aprendendo.

“Lute como uma garota”

E sobre minha mania de querer resolver tudo sozinha e gritar para o mundo que não preciso de ninguém para nada, aprendi uma lição. Certo dia precisava de pessoal para levar o carregamento de azulejos para cima e não consegui nem ajuda e nem contratar pessoal para isso. A história é longa, mas me vi diante de 2 toneladas de azulejo parados no meio da entrada do prédio. Não vou negar, tive vontade de sentar na frente daquelas caixas e chorar. Mas mais uma vez, consegui a ajuda do meu irmão, que se prontificou a carregar tudo comigo e ainda trouxe mais uma pessoa para nos ajudar. To anotando aqui no meu caderninho: pedir ajuda é ok, dona Sabrina, as pessoas ficam felizes de poder fazer algo pela gente. Lição aprendida.

E segue o baile que ainda tem piso para instalar e parede para pintar! E se alguém souber de gente procurando alguém para editar vídeos, me avisa que estou procurando uns frilas. 🙂

Vídeos: diários de reforma

A história da obra você encontra nos meus diários da reforma, a playlist com todos eles até agora estão aqui:

Se inscreva no nosso canal para acompanhar todos os nossos vídeos que são praticamente diários por lá.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
0 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários