Especial compras em São Paulo: Bom Retiro

Sabrina Olivetti POR Sabrina Olivetti
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: ComprasDicas
Curte aqui:

Como fomos convidadas pela Elseve para ir até SP para o lançamento do livro Orgulho dos Cachos (em breve conto detalhes por aqui), aproveitei para ficar mais alguns dias na capital para desvendar, pelo menos um pouco, a cidade.

Fui até a Liberdade, José Paulino, Galeria Ouro Fino e adjacências e farei uma série de posts deste “Especial de compras em São Paulo”.

Hoje começo com a rua José Paulino que reza a lenda, tem roupas boas por preços muito amigos do bolso da consumidora brasileira. Mas vamos por partes, a ideia deste guia é ajudar as colegas de outras cidades a se virar pelas ruas de São Paulo. Se eu que sou uma curitibana perdida consegui me locomover tranquilamente, certeza que você também consegue.

Para chegar até a rua José Paulino, basta pegar o metrô (R$2,90 a passagem) até a estação da Luz, descendo lá, você vai encontrar várias placas dentro da estação indicando o caminho para a rua. É só seguir a sinalização. Bem fácil e sossegado.

Saindo da estação você estará em frente ao Parque da Luz com a estação as suas costas, só seguir pela esquerda. Você vai ver lá na frente uma placa grandona escrito Bem-Vindo ao Bom Retiro e um monte de lojas com fachadas coloridas. E para lá que você vai.

Quando comecei a entrar nas lojas e dar uma olhada nas roupas, me decepcionei. Achei tudo meio “jovem senhora” e pensei que estava perdendo meu tempo. Mas lá para frente, por volta do n. 400, as lojas começam a ficar mais interessantes.

Todo o comércio de lá tem vitrines lindonas com sobreposições de peças super bonitas, mas quando entramos na loja, vemos que as peças não são tão estilosas assim. Muitas enganam com a super produção da vitrine. Palmas para quem faz o styling dos manequins!! Bem queria que o personal do lugar viesse junto para me ensinar a usar peças normais de uma maneira tão bacanuda.

Existem milhares de lojas na rua, mas a grande maioria tem roupas no estilo social ou senhorinha. Vi muitos terninhos, paletós, saias tipo lápis e camisas sociais. Mas também tem lojas com roupas mais modernas e antenadas , o negócio é que precisa andar bastante e garimpar. Meu conselho é que você dê uma pesquisada em blogs e vá direto nas lojas indicadas pelas meninas. Assim otimiza o tempo e vai direto nas mais interessantes.

Agora vem o fator preço, nas etiquetas você verá dois valores, o menor é para venda no atacado, o maior, é o valor para a gente, consumidor final. Existem coisas realmente muito baratas, mas geralmente são peças básicas como camisetinhas e leggings ou roupas da estação passada. Tinha muitos vestidos estilo bata, bem praianos, por preços baixos.

Porém, aquelas peças que a gente almeja não são TÃO mais baratas assim. Algumas lojas tinham preços iguais as de shopping. As blusinhas estampadas estilo “podrinha” iam de R$38 a R$60. Vestidos para o dia-a-dia de R$60 a R$140. Wet leggings com várias estampas por R$40 e casaquinhos de lã por R$100. Ou seja, um pouco caros para a rua que é conhecida pela barateza. Comprei várias peças mas não achei algo que foi realmente uma pechincha. Penso que os preços são equivalentes as peças de Renner e C&A.

Lá tem muita coisa com estampa de oncinha, xadrez e floral. Das peças mais legais vi camisetas estampadas, vestido estilo baladinha, colete de pelúcia, trench coat, coletinho de tricô, casaquinhos de lã estampados com coração, laço ou bolinha, calça jeans e vestidos para o dia-a-dia. Também tem muito blazer com estampa floral, vestido estilo camisa (vi em várias lojas por preços muito amigos), bastante peças com renda e vestidos de lã.


Casaquinhos de tricô que comprei. Vi a mesmíssima blusa de estrelinha na Galeria Ouro Fino por R$200.

Fui pegando o cartão das lojas que achei que tinha coisa bacana, só não vou me lembrar exatamente que estilo e peças tinha em cada uma.

Limelight Jeans - José Paulino 260 e 570- Tel: (11) 3361-5663
Triângulo - José Paulino, 256 – Tel: (11) 3223-7711
Escada (vestido de coração) - José Paulino, 504/506 – Tel: (11) 3222-6156
Amora Branca - José Paulino, 648 – Tel: (11) 3222-1223
Spot Shoes - Ribeiro de Lima, 665 – Tel: (11) 3333-2325
P.A. (caras mas bonitas) - José Paulino, 734/736 – Tel: (11) 3224-0555
Emanuelle ( bonitas e bem baratas da Talita Kume) - José Paulino, 512 – Tel: (11) 3333-7598
Malagueta (super coloridas e estampadas) - José Paulino, 541 – Tel: (11) 3331-6650
Wax Collection (mais sociais, vestido de oncinha) - José Paulino, 531 – Tel: (11) 3331-4917
AM - José Paulino, 454 – Tel: (11) 3337-4856
Kes (onde comprei os dois casaquinhos) - José paulino, 440 – Tel: (11) 3331-7005
Nina Cicci (onde comprei as bolsas) - Rua Ribeiro de Lima, 595 - Tel: (11) 3338-0524

Vestidos que comprei. Um para o dia-a-dia e um mais arrumadinho.

O forte das lojas do Bom Retiro é a venda no atacado, mas as lojas da José Paulino também vendem no varejo. Vale a pena ficar de olho nas vitrines para ver quais são as lojas que não vendem para o consumidor final, geralmente tem uma placa bem visível dizendo “Somente Atacado”. No sábado parece que tem mais lojas vendendo no varejo.

A grande maioria das lojas não permite que você prove as peças, mas algumas deixam que prove por cima da roupa que está. Então o conselho é, vá com roupas justas (piri-piri-pirigueti), ou com uma saia e camisa sequinha. Tem lojistas que só aceitam pagamento em dinheiro, então vá preparada. Também cuide para ver se colocaram na sua sacola a peça do tamanho e modelo correto. Como tem várias coisas com o mesmo tecido e estampa, podem acabar colocando algo que não era bem a peça que queria no seu pacote. Vi policiais por lá, então acho que não é um local perigoso. Mas sempre é válido ficar ligada nos acontecimentos a sua volta.

Bolsas que comprei: modelos parecidos com marcas famosas

Ao lado da José Paulino existem outras ruas, como a Aimoré, porém não recomendo que vá até lá, pois as lojas tem vitrines maravilhosas com roupas lindas, porém só vendem no atacado e para pessoas que tenham CNPJ. Por isso não vale a pena o “sofrimento” de ver tudo, sem poder comprar nada. Já as da Ribeiro Lima são interessantes.

Concluindo, acho que o Bom Retiro vale pelo passeio e para achar roupas um pouco mais baratas que nas lojas de shopping. Se procura peças mais básicas e também no estilo social, este é seu lugar. Mas não vá achando que vai achar aquele casaquinho por preço de banana ou aquele “it vestido”que viu nas páginas da revista que vai se decepcionar. Vá preparada para andar bastante!

Olhando e chorando por não poder comprar a sainha de renda!

Para ler mais sobre compras no Bom Retiro recomendo este post do Fashion Gazette, este da Claudinha Stoco e este blog chamado Bom Retiro for Dummies.

Por último, um vídeo rapidinho só para você sentir o clima nas redondezas:

Aqui o mapa da região.