Acho que estou ficando meio monotemática, mas não tenho culpa que as marcas estão lançando tanta coisa para a pele oleosa! Hoje te conto sobre a base Fit Me! Matte Maybelline, que estava deixando nossas leitoras com coceira de tanta curiosidade para saber se ela funciona de verdade.

Base Fit Me! Matte Maybelline: resenha na pele oleosa

Base Fit Me!

Lá no site da Maybelline está escrito que essa base tem micropartículas que absorvem a oleosidade e disfarçam as imperfeições, com efeito matificante e controle do brilho por 12 horas. Falam ainda que a novidade tem textura uniforme e reduz as aparências dos poros.

Base Fit Me! Matte Maybelline: resenha na pele oleosa

19 cores, estou sonhando?

Mas antes de começar a resenha, vem cá amiga, vamos nos abraçar e comemorar por motivos de: Maybelline lançou no Brasil 19 cores dessa base. Sim, DEZENOVE cores. Calma que me emocionei tanto que até caiu um negócio aqui no meu olho. Será que estamos dando adeus para aqueles lançamentos que traziam toda uma gama de TRÊS cores de base? Vamos acender uma vela para os deuses da maquiagem para que daqui para frente as marcas tragam cada vez mais cores para TODOS OS TONS DE PELE. Pela atenção, obrigada.

Ah, lá nos idos de 2011, cheguei a testar a versão americana da Fit Me!, mas acho que a fórmula não é a mesma que está sendo lançada aqui no Brasil, já que no site diz que ela foi feita exclusivamente para o tipo de pele brasileira.

Base Fit Me! Matte Maybelline: resenha na pele oleosa

A cor que comprei foi a 110, a segunda mais clara e que no final das contas, acho que ficou só um pouco mais escura do que gostaria. Algumas leitoras reclamaram que a cor mais clara ainda é escura para elas, mas não tinha a 100 na farmácia que eu comprei para ver com minhas próprias mãos. Ah, na Panvel só tinha umas 8 cores, tomara que as outras estejam chegando por lá.

Resenha: o que achei da Fit Me! Matte da Maybelline

A base é bastante líquida e fina. Ela não é difícil e nem chata de espalhar e assim que seca, dá um acabamento bem opaco no rosto. Mas ela não é grossa e nem craquela, o acabamento é natural e leve. Não é daquelas base estilo REBOCO, sabe?

A cobertura também é leve, achei que nesse sentido, ela poderia ser um pouco mais potente. Veja nas fotos que ela não chega a cobrir completamente as manchas da minha pele. Notei também que ao longo do dia meu rosto foi ganhando aquele brilho natural da pele oleosa. A base não chegou a controlar a oleosidade pelo dia todo, entende?

Base Fit Me! Matte Maybelline: resenha na pele oleosa

Sem nada, com a base e maquiada.

Mesmo sendo mate, senti que a Fit Me! não dá uma aparência artificial na pele, mas para mim que tenho cicatrizes e marcas de espinhas, a cobertura dela foi baixinha demais. Ela não tem cheiro forte e transfere um pouco ao encostar um guardanapo na pele. Comparando com uma base mais cara, acho que ela lembra a Naked da Urban Decay.

Resenha em vídeo

Para quem gosta de ver resenhas em vídeo, expliquei tudo certinho neste abaixo. O bacana dele é que dá para ver a textura e a cobertura na hora que estou passando a base. Vale a pena assistir.

Se inscreva no canal do Coisas De Diva.

Ingredientes da fórmula

Base Fit Me! Matte Maybelline: resenha na pele oleosa

Preço e onde comprar

A base custa em média R$38 com 35 ml e deve estar chegando nas drogarias e lojas de cosméticos de todo o país. Online tem aqui e aqui.

70 Respostas

Compartilhe

Resenha: Base Cushion Make B. Boticário

Resenha: Base Cushion Make B. Boticário

Vou te contar que fiquei meio impressionada quando soube do lançamento da Base Cushion Make B. do Boticário. Este tipo de maquiagem é super conhecida nos países asiáticos, mas nunca foi muito comentada por aqui. Por isso minha surpresa com a modernidade do Boticário. Até se quiserem continuar nesta onde de produtos orientais, fica o apelo pela produção de um óleo de limpeza, uma espuma de limpeza, um protetor solar sequinho, uma essencia facial… tá bom, parei! 🙂

Ah, também preciso dizer que ganhei o tom errado da base, que ficou bem escuro para mim. Mas como ia demorar muito até eu comprar outra cor pela internet e chegar na minha casa, resolvi fazer a resenha o mais rápido possível usando o tom errado mesmo. Fica aqui o pedido de desculpas antecipado.

Resenha: Base Cushion Make B. Boticário

O que é esse tal de cushion?

A tecnologia foi criada na Coréia e une fórmula leve com alta cobertura e grande fator de proteção. Pensa ai, é super difícil encontrar base com alta cobertura e textura que não craquela, não é? O mesmo acontece com produtos com FPS alto, que, geralmente, ou deixam a pele melecada, ou deixam o rosto esbranquiçado. Pois a maquiagem estilo cushion veio para resolver todos estes problemas. Essa nova tecnologia também permite que a base em creme, que geralmente tem uma certa viscosidade, ganhe textura leve e aveludada no rosto.

A embalagem lembra a de um pó, mas na verdade traz o produto em um creme líquido, com uma esponja que serve como dosador. Para usar, é só apertar seu pincel ou aplicador sobre a porta esponjosa e aplicar dando batidinhas no rosto. Não sei se será o caso da base do Boticário, mas normalmente os produtos em estilo cushion permitem o uso de refil.

O cushion mais famoso nos países asiáticos é o BB Cushion Laneige, que eu mesma revirei lojas procurando quando viajei, mas infelizmente não consegui encontrar. Já me animei e pedi um pelo eBay, quando chegar, faço resenha.

Resenha: Base Cushion Make B. Boticário

Base Cushion Make B. Boticário

O Boticário conta que a nova base junta o conforto base líquida, de textura oil free, com toque seco e FPS 40. Eles ressaltam também que a Base Cushion fica armazenada em uma esponja desenvolvida com tecnologia única, que absorve todo o produto e proporciona uma aplicação dosada. A marca tem 3 cores disponíveis: Bege Claro, Bege Médio (a que testei) e Mel.

Resenha: Base Cushion Make B. Boticário

Resenha: o que eu achei da Base Cushion Make B. Boticário

Deixando de lado o fato que a cor é completamente errada para mim, achei a textura no rosto genial. A base é cremosa, fácil de espalhar e um pouco só de produto já cobre o rosto com uma cobertura de média para alta. Tome cuidado para não se empolgar e acabar com base demais no rosto, não precisa de muita quantidade para ter uma cobertura boa.

Resenha: Base Cushion Make B. Boticário

Depois de espalhada, ela deixa o rosto semi opaco e aveludado. A sensação é de leveza, não senti aquele toque grudento ou melecado. Assim como não senti acúmulo de produto e nem efeito craquelado, que normalmente as bases mais opacas deixam.

Passando ao meio dia, só senti meu rosto começar a brilhar por volta das 21h da noite. Para quem tem pele oleosa, essa base é uma ótima opção. O porém são as poucas opções de cores e o preço salgado.

Ela transfere um pouco ao passar leve de lenço ou tecido no rosto.

Resenha: Base Cushion Make B. Boticário

Sem nada, com a base e maquiada. Sim, a cor da base está BEM errada, mas é o que temos para hoje. 🙂

Resenha em vídeo

Testei a base, mostrei o resultado e falei basicamente a mesma coisa que você leu aqui no vídeo abaixo. Mas acho que vale a pena você ver tudo isso em movimento! Não deixe de se inscrever no nosso canal para ver todos os vídeos antes!

Minha amiga Andreza Goulart testou a cor Bege Claro e mostrou em vídeo também, dê o play para ver a resenha dela.

Ingredientes da fórmula

Resenha: Base Cushion Make B. Boticário

Preço e onde comprar:

A Base Cushion de Make B. Boticário custa R$124 com 17g e está disponível em 3 cores: Bege Claro, Bege Médio e Mel. Acredito que para mim, a cor mais adequada seria a Bege Claro. Você encontra a Base Cushion nas lojas Boticário de São Paulo e no e-commerce da marca. Ainda este ano a novidade chega em todas as lojas do Brasil.

 

79 Respostas

Compartilhe

Não faz muito tempo, fiz um post com 7 produtos que dão muito certo na pele oleosa, que é o meu caso.

O post com a indicação dos 7 produtos  para pele muito oleosa é este aqui.

Porém, desde que este post foi ao ar, já testei outras coisas que também se sairam muito bem na minha pele, que costuma brilhar como uma frigideira de pastel lá pelas 18h. Veja bem, nenhum deles faz milagre, mas já são uma boa ajuda. Todos custam menos de R$50, então achei que valia a pena unir o útil ao agradável. Quem não gosta de fazer boas escolhas sem ter que penhorar as jóias da família?

Loção Matificante Antibrilho Mary Kay para pele oleosa

Este produto é um dos mais caros do post, mas achei que valia muito a pena incluir ele aqui. Por indicação das leitoras testei o bonitão e me surpreendi. O produto é leve e logo que aplicado, matifica a pele na hora. A sensação ao toque é de pele aveludada e sem pegajosidade. Ao longo do dia notei que minha pele ficou mais ou menos 60% menos oleosa que o normal. No final da tarde a testa ainda fica brilhando, mas bem menos do que quando não uso nada.

Link: A resenha completa com tudo sobre o produto está aqui.
Preço: A loção com 17ml custa R$49 e está à venda com revendedoras da marca. Aqui você pode encontraruma perto de sua casa.

LOÇÃO MATIFICANTE ANTIBRILHO E OLEOSIDADE MARY KAY

Base para pele oleosa Efeito Matte Vult

A textura é cremosa, mas fácil de espalhar e não esfarela. Assim que absorve, deixa um toque seco no rosto, sem ficar pegajosa ou com sensação oleosa. A base não segura a oleosidade ao longo do dia, mas também não piora a situação. A cobertura é média/baixa, com acabamento bastante natural e sem brilho. As pessoas que gostam do BB Cream da L’Oreal vão curtir esta base da Vult porque a textura e cobertura deles são bem parecidos.

Link: A resenha completa com tudo sobre o produto está aqui.
Preço:  R$28 com 8 opções de cores.

BASE PARA PELE OLEOSA: EFEITO MATTE VULT

Hidratante Antioleosidade Efeito Matte Granado

Os pontos positivos deste hidratante são: não esfarela, não deixa a pele repuxando, não tem cheiro, não é oleoso ou pegajoso, rende bem e deixa a pele com textura suave, como um primer. A embalagem também é bacana por ter válvula pump e plástico mole, a impressão é que dá para usar o hidratante até o último suspiro dele. O ponto negativo é que ele não controla a oleosidade TANTO assim. Eu sei que o que imagino é uma pele sem brilho o dia todo, mas acredito que nem um potinho vindo direto do céu faria um milagre destes. Passando o hidratante as 10h, noto minha testa começando a brilhar por volta das 14h.

Link: A resenha completa com tudo sobre o produto está aqui.
Preço:  R$29tem online na própria loja da marca.

HIDRATANTE ANTIOLEOSIDADE EFEITO MATTE GRANADO

Neste post tem uma seleção ótima dos melhores protetores para pele oleosa que já usei. Já neste link você pode ver as melhores bases que já testei para a pele oleosa.

Primer Blur Mágico L’Oreal

Testei o produto meio com birra porque ele dá a entender que é um tratamento, mas na verdade é apenas um primer, mas um bom primer, vale dizer. Lembre que dificilmente encontraremos um primer específico para pele oleosa por motivos de: eles são compostos basicamente de silicone. Você já deve imaginar por ai que silicone não é a coisa mais antioleosidade da face da terra, não é? Mas como este possui silica, ajudou a manter a oleosidade do meu rosto um pouquinho mais controlada que o normal. Nada milagroso, mas ajudou sim. Também funcionou muito bem para deixar a pele mais lisa e segurar a maquiagem no lugar. Lembre de usar só um tiquinho de nada no rosto!

Link: A resenha completa com tudo sobre o produto está aqui.
Preço:  R$39,90 com 27g e pode ser encontrado em farmácias, supermercados e lojas de cosméticos.

resenha BLUR MÁGICO REVITALIFT L’ORÉAL

Effaclar Gel Concentrado Desincrustante La Roche-Posay para pele oleosa

Gosto tanto da versão em barra como da líquida. O sabonete ajuda a tirar toda a oleosidade do rosto sem repuxar ou dar efeito rebote na pele oleosa.

Link: A resenha completa com tudo sobre o produto está aqui.
Preço: R$24,90 com 60g a venda em farmácias e no ecommerce da marca.

Effaclar Gel Concentrado Desincrustante La Roche-Posay para pele oleosa

Também vale a pena ver os 30 produtos preferidos da Marina que custam menos que R$30.

BB Creme quem disse, berenice? para pele oleosa

O creme é consistente mas tem fórmula bastante leve. A textura deixa o rosto aveludado, sem ficar brilhante. Mas ó, não espere acabamento opaco e completamente matificado. Percebi que minha pele ficou com uma textura e acabamento bonitos, quase como se eu não estivesse usando nada e ela fosse naturalmente assim. Mas como tenho o rosto bem oleoso, percebi que no final do dia, o brilho apareceu na zona T. Comparando ele com o BB Cream da L’Oreal, acredito que o da L’Oreal deixa a pele opaca e seca por mais tempo. Mas por outro lado, o da quem disse, berenice? tem uma opção a mais de cor e FPS maior: 35 contra os 20 da L’Oreal.

Link: A resenha completa com tudo sobre o produto está aqui.
Preço: R$37,90 no ecommerce da marca.

BB Creme quem disse, berenice? para pele oleosa

Agora já sabe né? Se tiver alguma dica preciosa para dividir com a gente, deixe aqui nos comentários!

86 Respostas

Compartilhe

Base Fusion Ink YSL

Tempos atrás comentei sobre a nova geração de bases que estão surgindo por aqui, lembra? São bases super leves, que praticamente não adicionam textura na pele mas mesmo assim, uniformizam o tom do rosto.

Nessa linha já mostramos a Maestro da Armani, a Nude da L’Oreal, a Dream Wonder Nude da Maybelline a e Air de Teint da Lancôme. Hoje é a vez de te mostrar a versão da Yves Saint Laurent.

Como suas primas, a promessa é de textura levíssima, com acabamento mate por 24 horas e absorção da oleosidade do rosto. A base tem FPS 18 e está disponível em 21 tons.

O aplicador dela é diferentão e deve ser usado com parcimônia e diretamente no rosto. Até arranjei este vídeo abaixo para mostrar como a marca recomenda que seja usado só um poquinho de nada de base. Eu mesma estava usando muito produto e não curtindo o resultado.

A base é realmente levíssima e depois de aplicada proporciona uma sensação de pele aveludada e sem brilho. Ela não é oleosa, nem pegajosa e não transfere. Mas como é a proposta deste tipo de base, tem cobertura bastante leve.  Ela uniformiza o tom do rosto, mas não chega a cobrir minhas manchas. Quem não procura tanta cobertura e tem pele oleosa, vai adorar este base. Já quem procura por cobertura alta, pode deixar para lá. A sensação e a textura no rosto é de como não tivesse nada sobre a pele.

Infelizmente a história de acabamento mate por 24 horas não deu muito certo. Neste verão minha pele está ainda mais oleosa que o normal e no final do dia a testa já estava bem brilhante. Ou seja,, a base não controlou a oleosidade por tanto tempo assim.

Eu gosto de usar a Fusion Ink no dia-a-dia para dar uma aparência mais decente ao meu rosto, mas com a sensação de que não estou usando nada. Sabe aquela maquiagem “não não, não estou maquiada, acordei assim mesmo”? Então, é isso que essa base faz. Quando a testa começa a brilhar, uso aqueles lencinhos removedores de oleosidade.

Para as bases YSL, uso a cor BR30 que tem fundo rosado. Como comparação, uso C2/C3 da MAC.

Sem maquiagem, com a base e maquiada (sem pó).

A base custa US$45 e infelizmente ainda não está à venda no Brasil.

Ingredientes: Octinoxate Dimethicone, Cyclohexasiloxane, Isododecane, Alcohol Denat, Vinyl Dimenthicone/Methicone, Silsequioxane, Crosspolymer, Phenyl, Trimethicone, Disteardimonium Hectorite, PEG-10 Dimethicone, Synthetic Fluorphlogopite, Water, Propylene Carbonate, Disodium Stearoyl Glutamate, Silica Silyate, Fragrance, Calophyllum Inophyllum Seed Oil, Aluminum Hydroxide, Benzyl Alcohol.

55 Respostas

Categorias

Nas Tags:

Compartilhe

Base em pó Lightful Marine-Bright Formula FPS25

Sabe o pó/base Studio Fix da MAC? Pois esta base é uma versão mais potente para peles oleosas e que só é vendido na Ásia, ahhhhhh! Coisas que ninguém entende, não é, minha gente?

A linha Lightful até é encontrada em outros países, mas a base, só na Ásia mesmo. Nhé!

Pelo pouco que o Google me ajudou a traduzir do site japonês da MAC diz que o pó tem uma tecnologia que absorve a oleosidade da pele e também contém fator de proteção solar 25 PA+++. O que é bem interessante para retoques ao longo do dia.

Senti que aplicando a base com uma esponjinha – vem uma dentro da embalagem, a cobertura fica boa. Já com um pincel, ela fica mais levinha e transparente. Logo na sequência da aplicação, a textura fica meio estranha, meio “tem pó no meu rosto HALP”. Mas depois de um tempinho parece que a base ~assenta~ e começa a se fundir com a pele, dando um acabamento mais natural.

Para quem gosta de acabamento opaco, essa base é uma maravilha. Ela tira o brilho do rosto e fica sequinha por umas 6 horas.

Sem nada, com base e maquiada.

Mas Sá, eu quero agora como faço ai meu Deus!? Calma! A Lightful é uma maravilha para pele oleosa, mas ela não é assim tão mais absurdamente melhor que a Studio Fix, sabe? Se você gosta da Studio Fix, fica de boa que não vale a pena virar o mundo atrás dessa versão aqui. Ela é genial sim, sem dúvida, mas se não tiver como comprar de uma forma fácil, nem esquente que a Studio Fix também é interessante.

Essa cor é a NC20, que acabou ficando meio clarinha para mim. O refil custa mais ou menos uns US$45 e o estojinho custa US$10. Esta eu ganhei de presente da minha amiga Karina, mas acho que se procurar, pode ser que encontre no eBay (não achei nenhum vendedor antes de eu sair de férias, perdão).

Ingredientes: Synthetic fluorphlogopite, Ethylhexyl methoxycinnamate, Talc, Silica, Celullose, Polymethyl Methacrylate, Titanium Dioxide, Dimethicone, Phenyl Trimethicone, Tocopherol, Hydrangea serrata, Elder, Phytosteryl/Octyldodecyl Lauroyl Glutamate, Lauroyl lysine, Sodium stearoyl glutamate, Stearyl Glycyrrhetinate, Petrolatum, C9-15 Fluoroalcohol Phosphate, Synthetic wax, Dimethicone/methicone copolymer,Dimethicone/Vinyl Dimethicone Crosspolymer, Hydroxyapatite, Barium Sulfate, Magnesium sulfate, Magnesium Myristate, Alumina, Trimethylsiloxysilicate, Potassium Sorbate, Phenoxyethanol, Mica, Iron Oxides (CI 77491, CI 77492, CI 77499), Zinc Oxide (CI 77947).

22 Respostas

Compartilhe

Página 1 de 512345

×