Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

oils of life

Já até comentei por aqui antes, né? Que – ainda bem! – criei o hábito de usar produtos para área dos olhos e hoje não fico sem, nunca! Sinto que minha pele mudou para melhor desde comecei a fazer isso – e hoje eu mostro um dos produtos que estou usando para esse fim, o gel revitalizante da linha Oils of Life, da The Body Shop.

Gel para a área dos olhos linha Oils of Life

oils of life

Esse produto da linha Oils of Life é um gel refrescante que promete revitalizar o contorno dos olhos e reduzir os sinais de envelhecimento, combinando 3 preciosos óleos de sementes com cafeína e partículas refletoras de luz. Sua textura exclusiva dissolve na pele, deixando-a hidratada, suave e aveludada.

oils of life

Ele realmente é um gel bem leve, levemente brilhante e refrescante – eles indicam que você pode usar aplicando normalmente um pouquinho na região dos olhos ou então aplicar uma quantidade maior, como se fosse uma máscara, e deixar agindo por cinco minutos (faço muito isso em domingos de ressaca – quem nunca? – mas não enxáguo o rosto, não, deixo agindo mesmo até a pele absorver tudo).

Acho que ele hidrata bem a pele e gosto desse efeito geladinho e iluminador dele – acho que é o produto perfeito para usar de manhã, e é o que eu faço (alterno com esse aqui, da Ivy C, que uso à noite). Além disso, gosto muito da embalagem – é claro que você tem que cuidar para estar sempre com as mãos limpas na hora de aplicar, mas ele também garante que vou usar tudinho, até o final, sem desperdício! Super aprovado!

Composição

oils of life

Preço e onde comprar

O gel para a área dos olhos da linha Oils of Life custa R$ 150 o potinho com 20 ml – não é exatamente barato, mas se você for analisar, a grande maioria dos produtos para essa região custa isso ou mais e vem com menor produto, em geral 15 ml. Ou essa, esse vem com 1/4 a mais pelo mesmo preço. Dá para comprar nas lojas e quiosques da marca e também no site deles.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
10 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Eu sempre fico com um pouco de dúvida ao resenhar os produtos Normaderm porque eles são muitas coisas em um item só. Esse Skin Corrector, por exemplo, promete ser uma solução para pele com acnes, manchas, brilho excessivo e poros dilatados. Eu não consigo colocar eles dentro de uma categoria de produtos para fazer uma comparação, entende?

Testei o Skin Corrector Normaderm da Vichy

A marca conta que ” com textura gel-creme, é o primeiro cuidado antiacne capaz  de atenuar queixas de uma pele mais oleosa, com brilho insistente, poros dilatados e áreas escuras. Seu efeito clareador proporciona um resultado uniforme, deixando a textura da pele macia, suave e com uma única tonalidade”.

Resenha: o que eu achei do Skin Corrector

Levando em consideração a descrição do produto, não vou assumir que ele é um hidratante, e sim um produto de tratamento para acne, combinado? Como tomei o Roacutan no ano passado, faz tempo que não tenho espinhas, então vou pular a parte de tratamento. Se você já usou o produto e sentiu uma diferença nesse sentido, me conta?

Se você procura um hidratante, leia a resenha que fiz do Skin Balance, também da linha Normaderm da Vichy.

Testei o Skin Corrector Normaderm da Vichy

Quando ao brilho da pele, não senti que seja um produto matificante. Ele não deixa a pele opaca quando a gente aplica, até pelo contrário, percebi um leve brilhinho de que “tem um creme levinho sobre minha pele”. Não é um brilho oleoso, mas se você procura por algo bem matificante, melhor deixar para lá. Sobre a sensação de diminuição dos poros, senti que na hora da aplicação até que ele dá uma leve disfarçadinha, mas nada assim MEGA VISÍVEL. Ao longo do dia, percebi que o disfarce dos poros não se manteve.

Testei o Skin Corrector Normaderm da Vichy

Tenho várias manchas vermelhas e arroxeadas na pele por causa das cicatrizes de espinha, mas não senti uma diminuição delas com o uso do Skin Corrector. Talvez ele seja muito suave para minhas manchas, que já estão ai desde a adolescência. Mas caso seu dermatologista tenha recomendado o uso, talvez seja uma boa seguir a indicação dele.

Ah, ele não deixou minha pele oleosa, não piorou o brilho do rosto ao longo do dia e não esfarelou na aplicação.

Aqui estão os meus hidratantes preferidos para a pele oleosa em um post super atualizado.

Ingredientes da fórmula

Alguém tem a foto da caixa para me mandar? Perdi a minha e fiquem sem a lista de ingredientes por aqui.

Preço e onde comprar

O Skin Corrector da Vichy custa mais ou menos R$90 com 50 ml.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
24 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

E você acha MESMO que a gente não ia contar como é voar na classe executiva? Capaz, né! hahahaha Afinal de contas, não é sempre que dá para viajar em condições tão favoráveis, digamos assim. Bora lá!

Eis que a gente estava aqui, vivendo nossas vidas, e surge a American Airlines com uma proposta irrecusável: viajar na business class (seria um sonho?) para os Estados Unidos – mais precisamente, para a região das Montanhas Rochosas, no Colorado!

Eu que nunca tinha visto a neve fiquei enlouquecida. Já a Sá estava dando pulinhos de alegria com a possibilidade de esquiar! E assim arrumamos as malas com as roupas mais quentinhas que pudemos pegar e partimos para essa aventura.

O começo da viagem

Nosso esquema de viagem foi assim: Curitiba/São Paulo, São Paulo/Dallas e Dallas/Denver. Chegamos em SP às 11h15 e nosso voo para Dallas era só às 20h50. Isso foi ótimo porque fizemos tudo com calma – nosso foco estava em curtir ao máximo o momento! E não teve marasmo não, como você vai ver a seguir!

classe executiva

Assim que pudemos, entramos na área de embarque e já tratamos de procurar a sala VIP da companhia, que na American Airlines se chama Admirals Club. Primeiro, ficamos meio assim pensando: “ah, ok, é um lounge com cadeiras mais confortáveis”. Ledo engano, aviadoras de primeira viagem!

Tem um UNIVERSO PARALELO naquele lugar. Eu e a Sá piramos! Sério, o espaço é todo novinho e moderno, cheio de ambientes para o maior conforto dos passageiros. Lá tem muitas coisinhas para distrair quem está de bilhetes na mão: wi-fi liberado (a gente até trabalhou!), televisões, espaço kids, dois buffets com comidinhas e bebidas (nossa parte preferida, hahahaha) e, atenção: até banheiros completos equipados com chuveiros!

classe executiva

E o legal é que tem vários Admirals Club espalhados pelos aeroportos onde a American Airlines opera, então, mesmo que role uma conexão dentro dos EUA, dá para ficar lá curtindo enquanto o próximo voo não chega. Lembrando que esse acesso é para quem viaja de primeira classe ou de classe executiva!

Um jeitinho bom de curtir essa mordomia toda pode ser pagando uma anuidade e tornando-se sócia do Admirals Club. Outra opção é o One Day Pass, que pode ser comprado e dá acesso a qualquer uma das salas VIP da American Airlines por 24 horas. Legal, né?

O voo

classe executiva

As duas já estavam elétricas só com a sala Admirals Club, mas mal podiam esperar pelo que viria a seguir: o voo em si! Juro pra você que eu nunca fiquei tão ansiosa por ficar horas dentro um avião, viu?

Quando adentramos a classe executiva, não conseguimos fingir costume coisa nenhuma! hahahaha A gente parecia criança querendo apertar todos os botões, gravando vídeos para a família e olhando tudo aquilo sem quase nem acreditar. Do momento em que pisamos no avião até a chegada, fomos extremamente bem tratadas e, passado o frenesi, pudemos descansar super bem para os dias que viriam.

classe executiva

A primeira coisa que já acelerou nossos corações foram as cabines individuais, com assentos 100% reclináveis e acesso livre ao corredor – o que é aperto mesmo? hahahaha Havia – claro – travesseiro em tamanho grande e cobertor nos esperando, além de um kit de amenidades completo, com tudo o que poderia ser necessário usar durante o voo.

Para completar, ainda tinha um monitor touch screen de 15 polegadas com uma seleção de filmes e séries que me deixou de boca aberta! Tanto que consegui assistir dois longas que foram lançados recentemente: A Chegada e Beleza Oculta! Ah, e ainda deu para checar como andavam as coisas no Brasil com o wi-fi que a American Airlines disponibiliza a bordo.

classe executiva

E as comilonas ainda ficaram bobas com o serviço de bordo da classe executiva, com direito a aperitivo e Champagne (SIM, O REAL), jantar – servido em pratos de louça e com talheres de metal, veja bem! – e café da manhã completo! Nesse meio tempo, se batesse uma fominha ainda dava para se servir à vontade no snack bar do voo – sério, quando eu poderia imaginar que esse tipo de coisa existiria?

Tudo em vídeo

Se você quiser ver o registro dessa farra toda, aí vai o vlog que fizemos até a chegada em Breckenridge, nosso primeiro destino na neve! Fique ligada porque vai rolar post sobre a região das Rochosas e tudo o que ela tem a oferecer – já adianto que, além de esqui, tem hotéis incríveis e paisagens de tirar o fôlego!

E não poderíamos deixar de agradecer à American Airlines pela oportunidade inesquecível, claro! Vocês foram sensacionais do início ao fim, obrigada! <3

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
18 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

dinheiro

A palavra dinheiro é cheia de sinônimos na língua portuguesa, mas tenho certeza de que remete a um significado único para cada um de nós. Há quem se arrepie só de ouvir falar, quem abra um sorriso quando pensa a respeito e até quem não dê a mínima pra isso.

A verdade inegável é que precisamos dele no mundo de hoje – se isso está certo ou errado não me cabe julgar! Eu sou o tipo de pessoa que dança conforme a música. Se necessito ter dinheiro para viver, não vejo mal em correr atrás e ganhar, certo? O que não combina muito comigo é ser extremista: acho desnecessário guardar por guardar e, ao mesmo tempo, não gosto mais da ideia de gastar sem critério.

Entendo o dinheiro como um meio para que possa chegar a um fim – e que esse fim seja algo que foi pensado com esmero, com menos influência dos outros e com mais respeito aos meus valores pessoais. Ok, mas essa é a minha forma de enxergar. No fim das contas, cada um faz aquilo que quiser com o que tem. E essa escolha é muito mais complexa do que imaginamos!

Percebo que as influências de fora mexem muito com a nossa maneira de lidar com os ganhos que temos. E se abster disso é extremamente complicado – eu mesmo ainda tenho dificuldades nas minhas avaliações! Mas o post de hoje é um convite para todo mundo tentar se quiser.

Sabem aquela velha história do ter versus ser? Pois então. Além de o mundo exigir que tenhamos determinadas coisas, ainda tem o agravante de tudo mudar o tempo todo (nada surpreendente quando falamos do modelo capitalista, não é?). E a gente vai responder de que jeito a isso, afinal?

O dinheiro já foi, para mim, uma maneira de me encaixar num grupo social, de estar na moda, de preencher a vida com coisas que no fim não me trouxeram muita satisfação. Hoje, vejo que é uma maneira de eu poder ter experiências das mais variadas (viajar, por exemplo), de ter mais conforto (como quando cansei do assédio e da lotação dos ônibus e consegui comprar um carro) e também de ter segurança para um futuro incerto (sou jovem e disposta agora, mas como será o dia de amanhã?).

Fora uma quarta questão que é ainda mais importante para mim atualmente do que já foi no passado: repassar para a sociedade uma parte daquilo que tenho. O capitalismo é por essência a base da desigualdade, certo? Justamente por isso é que a gente precisa olhar para as necessidades de quem tem menos. Se cada um fizesse a sua parte… Sim, é um discurso sonhador, mas no qual eu acredito.

Dinheiro não é caminho para a felicidade, mas também não é vilão. Dinheiro não é para subir à cabeça, mas também não é para ficar parado. Dinheiro é para usar com sabedoria e consciência.

Assim é que vejo esse assunto! Aproveitando a deixa, aqui embaixo tem um vídeo que gravei pro nosso canal no Youtube respondendo a uma tag sobre dinheiro:

E quanto a vocês, como anda a relação com o dinheiro?

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
12 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários