Coisas de Diva entre os 99 blogs de moda e beleza mais influentes do mundo

Sabrina Olivetti POR Sabrina Olivetti
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: Resenha
Curte aqui:

É com muita felicidade (mesmo!) e uns ciscos nos olhos (cof, cof, #lágrimas) que a gente vem aqui anunciar para vocês que o Coisas de Diva entrou na lista do Signature9 dos 99 ‘Style Blogs’ mais influentes do mundo desse semestre (http://www.signature9.com/style-99).

Essa é a primeira vez que entramos na lista – estamos em 97º – e ficamos muito felizes e emocionadas em ver o Coisas de Diva ser reconhecido desse jeito não só por eles, que fazem o ranking, mas especialmente por vocês, que nos acompanham aqui todos os dias e acreditam no que a gente faz de coração.

Além disso, é muito legal ver o Brasil ser representado por tantas blogueiras legais entre gente do mundo todo. Muito obrigada, gente! <3

Dicas gastronômicas e culturais de setembro

Sabrina, Marina e Thais POR Sabrina, Marina e Thais
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: Dicas culturais e gastronômicas
Curte aqui:

Hora das nossas dicas culturais e gastronômicas do mês! Vamos lá?

09_2014_Dicas

Bicho de pé Brunella: Toda vez que vou pra São Paulo, é batata – vou na Brunella do aeroporto de Congonhas (ou em alguma que encontro pelo caminho) e compro um bicho de pé. Pra quem não sabe, o docinho nada mais é que brigadeiro de morango, tipo com Quick! Esse aí é tão delícia que fica difícil comer um só, porque não tem enganação, é cor-de-rosa mas com o gosto mesmo da fruta (artificial, claro)!

Limoeiro Casa de Comidas: Demorei uma vida para ir conhecer o Limoeiro, mas bastou uma vez para me apaixonar. Foi num sábado, quando andei um monte de bicicleta (uns bons 10 km, talvez até mais!) e parei lá para almoçar. Que lugar mais gostosinho! Estava sol e ficamos numa mesa na varanda. A comida é ótima – esse prato da foto foi o que pedi, salmão grelhado com legumes e purê de mandioquinha.

Filme A Fita Azul: Imaginem a situação – uma adolescente mórmon vive numa comunidade isolada nos Estados Unidos, cheia de regras e proibições, e encontra um cassete, com o qual ouve rock pela primeira vez. Tempos depois, ela descobre que está grávida e acredita que foi a fita a responsável por tal feito (!!!). Parece louco, mas é genial. A inocência da protagonista é linda de se ver. Pode ser que algumas de vocês não gostem, pois é um filme bem linear, sem grandes altos e baixos, mas eu adorei. Se tivesse mais espaço, poderia fazer uma resenha completa sobre ele, de tanto que pirei com alguns pontos da história! Trailer aqui.

Bolos do Frei: Sabe aquele bolo de vó, bem simples mas delicioso? São quitutes assim que a gente encontra na lojinha da Bolos do Frei. Tudo sem muito enfeite e invenção, mas com capricho e sabor gostoso. O meu preferido no momento é o mini bolo “red velvet”, aquele com massa de cor vermelho intenso. Ainda quero provar o de fubá com queijo! O endereço é Al. Prudente de Moraes 1293, aqui em Curitiba.

Trilha sonora de A Culpa é das Estrelas: Sei que já falei do livro, sei que já falei do filme, mas da trilha sonora ainda não! Dia desses ganhei o CD com as músicas do filme e adorei. São bem gostosas para ouvir durante o trabalho (fiz o teste ontem). Se estiver curiosa, dá para ouvir aqui.

Tasty Salad Shop: Ah loco, pega essa informação Brasil: além de besteiras, também como salada! É sim! Sei que só falo de gostosuras, mas também como essas coisas de gente saudável. Dia desses descobri a Tasty Salad Shop, que tem saladas, sopas, sucos e comidinhas mais leves.  A cada dia o cardápio muda, então vale ficar de olho nas redes sociais deles. Fica na Al. Prudente de Moraes, 1195. Isso ai, é do lado da Bolos do Frei, NÃO ME JULGUE!

dicas

Blog Conexão Paris: Eu já conhecia esse blog e lia há um tempo, mas agora que estou aqui ele tem sido ainda melhor e mais útil – tem muita informação legal e sempre bem atualizada, eles sempre informam eventos legais que estão rolando pela cidade (fora as dicas ótimas de restaurantes). Recomendo bastante para quem vem para Paris (ou mesmo para a França, já que tem informações de outras cidades também).

Gepetto no Restaurant Week: Tudo bem, não estou em Curitiba, mas já fui algumas vezes provar o menu do Gepetto no Restaurant Week e sempre gosto, por isso resolvi indicar aqui. Um dos pratos desse ano é esse aí da foto – mignon ao molho de funghi porcini e pimenta?verde com milfolhas de batata gratinado – mas também dá para escolher as pizzas, que são ótimas. O Restaurant Week começa semana que vem para quem tem cartões Mastercard e na outra semana para todo mundo – vai até dia 12 de outubro e o valor é de almoço por R$ 37,90 + R$ 1 e jantar por R$ 49,90 + R$ 1 (esse R$ 1 é uma doação opcional para uma instituição).

Livro Zazie no Metrô, Raymond Queneau: Tô meio monotemática, mas a verdade é que vim para cá com vários livros que se passam em Paris ou que foram escritos por escritores que moraram aqui. Um que acabei hoje mesmo foi Zazie no Metrô, que é muito divertido e bem rápido de ler. Aliás, se quiserem post com as dicas de livros, me peçam que eu faço :) (sei que tem muita gente que gosta das minhas dicas francesas!).

Tirando dúvidas sobre rosácea (+ produtos para quem tem!)

Thais Marques POR Thais Marques
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: DicasEntrevistaPele
Curte aqui:

No comecinho do mês, recebi um e-mail da Ju Oliveira, que é nossa leitora, pedindo dicas de produtos para quem tem rosácea. Como é um assunto bem pertinente, prometi para ela que faria um post sobre o assunto e consultei a Dra. Flávia Bolzani, que é minha dermatologista (ela atende aqui em Curitiba, no IDC!), para esclarecer dúvidas! Vejam na entrevista:

Coisas de Diva: O que é rosácea?

Dra. Flávia Bolzani: A rosácea é uma inflamação da pele da face, cuja característica mais frequente é a vermelhidão na região das bochechas. Podem ocorrer também vasinhos aparentes, ardência, sensação de calor no local e lesões semelhantes a espinhas.

CDD: Quais fatores predispõem seu aparecimento?

FB: Existe história familiar em até 30% dos casos. A vermelhidão e as sensações de calor e ardência pioram com o consumo de bebidas alcoólicas, bebidas quentes, pimenta, cafeína, chocolate, nozes, queijo, algumas medicações, exposição solar, variações climáticas, vento, estresse, menstruação, gravidez e o uso de determinados cosméticos irritantes.

CDD: Como deve ser tratada?

FB: Antes de mais nada, tentar evitar os fatores de piora é bastante importante, pois eles geram maior dilatação dos vasos, agravando a inflamação e a crise. Assim, deve-se evitar tudo que possa irritar a pele. Dependendo do caso, podem ser indicados antibióticos via oral ou tópica, medicamentos tópicos com ação anti-inflamatória e para redução da vermelhidão e até luz intensa pulsada. Filtro solar é essencial.

CDD: Ela é reversível?

FB: A rosácea é crônica e os cuidados devem ser contínuos para evitar as crises.

CDD: É verdade que, dependendo da fórmula do produto, pode-se ativar ainda mais o vermelhidão no rosto? Quais são os componentes que devem ser evitados?

FB: Sem dúvida, a pele de quem tem rosácea é mais sensível. É indicado evitar adstringentes, tônicos, esfoliantes, cosméticos que contenham álcool, mentol, fragrâncias e antissépticos. Pode-se usar maquiagem, no entanto é melhor evitar as que são à prova d’água (inclusive rímel) e bases muito aderentes, pois são difíceis de remover sem agentes irritantes e sem esfregar. No caso de quem tem rosácea, quanto menor o número de cosméticos, melhor, pois isso diminui a chance de irritação. Qualquer produto que dê sensação de ardência deve ser suspenso. Também não são indicados peelings químicos ou físicos.

CDD: E, por outro lado, quais são os componentes que devem ser procurados nos produtos por quem tem o problema?

FB: Limpadores sem sabonete, com pH balanceado; filtros solares preferencialmente físicos com dióxido de titânio e/ou óxido de zinco (melhor tolerância); maquiagem mineral, com pigmentos verdes para disfarçar a vermelhidão (melhor em pó – inclusive sombra); hidratantes para recuperar a barreira da pele e protegê-la (glicerina, dimethicone).

Pedi para a Dra. Flávia indicar produtos específicos para quem tem rosácea. Vejam só a seleção dela:

Rosácea

A Avène possui uma linha bem completinha – se chama AntiRougeurs – para cuidados com quem tem rosáceas. Para ver todos os produtos (creme hidratante protetor, máscara calmante reparadora, concentrado intensivo calmante, emulsão hidratante protetora e fluido de limpeza facial calmante), é só clicar aqui.

A Aché tem o Eucerin Anti-Redness, que é um multiuso, com hidratante, calmante e pigmento verde para neutralizar a vermelhidão. Na Clinique, dá para encontrar a linha Redness Solutions, com gel-creme de limpeza facial, primer esverdeado com FPS 15, hidratante em creme oil-free e pó compacto.

Já a La Roche-Posay conta com a linha Rosaliac, que possui hidratante fortificante com FPS 15, hidratante fortificante rico com FPS 15 e CC Cream, estes todos disponíveis apenas no exterior (aqui). No Brasil, está disponível o AR Intense, um calmante intensivo para o rosto. Vale investir também em água termal para acalmar a pele (coloquei a da Vichy na montagem, que vem em vários tamanhos).

No quesito maquiagem, a linha da bareMinerals é indicada pela médica. Inseri a base original, com FPS 15. E, para a proteção da face, entram na lista os filtros da Skinceuticals (Sheer Physical UV Defense FPS 50, com versões com e sem cor), Sun Max Sensitive FPS 30Isdin Fusion Fluid Mineral FPS 50, que está à venda no Brasil, apesar do site em espanhol – que eles devem considerar ser nossa língua nativa, hahahaha!

Dra. Flávia, obrigada pelo help! Ju Oliveira, espero ter ajudado nas suas dúvidas! E, para quem também sofre com o problema, que as informações possam ser úteis! Se tiverem mais dicas, por favor, contem nos comentários!

Estudando na França: a parte burocrática

Marina Fabri POR Marina Fabri
Gostou?
| Este post está dentro das categorias: Marina na França
Curte aqui:

Desde que anunciei que vinha estudar na França, tenho recebido vários comentários, emails e mensagens perguntando detalhes sobre o assunto, então resolvi fazer um post sobre a parte acadêmica/burocrática da viagem. Como comecei a pesquisar e planejar justamente em setembro do ano passado, achei que era iambos ideia postar agora.

Bom, começando pelo básico: eu faço pós graduação (Master, mais precisamente o M2, segundo ano da pós) em Comunicação Política e Instituições Públicas na Celsa, a faculdade de comunicação da Paris-Sorbonne (também conhecida como Paris IV). Logo, já adianto que só posso falar sobre minha experiência com isso – não sei falar sobre outras áreas ou países.

celsa

Entrei no segundo ano porque aqui, ao menos na minha área, eles fazem graduação de três anos e depois dois anos de pós (ou Master). Como a minha graduação no Brasil é de quatro anos, posso entrar direto no segundo. Aqui existem dois tipos de Master, recherche (pesquisa, ou seja, mais voltado para quem quer ser pesquisador/acadêmico) ou professionnel (profissional, mais focado em quem quer trabalhar na área escolhida). A minha pós é a professionnel, o que significa que meu curso é mais curto (5 meses), mas tenho um estágio obrigatório a cumprir depois.

Como funciona a seleção?
Para se candidatar a uma vaga, você precisa de um dossiê de candidatura composto por vários documentos para enviar às faculdades. Isso deve ser feito no site do Campus France, obrigatoriamente. Aqui tem o manual explicando certinho como faz e o que é necessário.

Infelizmente não existe caminho fácil/rápido. É preciso “perder” várias horas pesquisando cursos, faculdade, grade horária e como é a inscrição que a instituição pede. Algumas faculdades são conectadas ao Campus France, o que significa que elas conferem os seus documentos cadastrados diretamente no site. Outras não são, o que significa que você deve enviar os documentos diretamente à instituição. Mas a obrigatoriedade do cadastro no Campus France ainda vale, tem que fazer porque o número de cadastro nesse site é pedido depois pra tirar o visto e se matricular na faculdade. Aliás, absolutamente tudo é feito via Campus France.

Em geral, o prazo para se candidatar vai de janeiro a março, mas pode variar. O indicado é você se inscrever em, no máximo, cinco faculdades. Eu me inscrevi em três, mas minha preferida era a Celsa mesmo.

Nível de francês (e inglês)
Bom, como minha pós é em francês, era obrigatório que eu fizesse um teste de proficiência. O resultado dos testes de proficiência podem ser entregues, se não me engano, até abril (tudo pelo Campus France também). Eu fiz o TCF de francês e o TOEFL de inglês (não é obrigatório fazer esse, mas se você fala inglês, é bom fazer porque conta uns pontos a mais).

E o visto?
Recebi minha carta de aceitação da faculdade no fim de maio – depois disso, você precisa aceitar sua vaga no site da Campus France para poder agendar a entrevista do visto. Tal qual todas as etapas, também é burocrático e você precisa apresentar um milhão de documentos. No meu caso, tive que marcar em São Paulo, mas pude pegar o passaporte de volta em Curitiba mesmo. Lembrando que a França não pede visto de turista (até três meses), eu só tive que tirar porque vou ficar quase um ano.

Quanto custa?

Na França, existem faculdades públicas e particulares. No caso, a minha é uma faculdade pública, o que significa que eu pago apenas uma taxa (em média 250 euros) pelo meu ano de estudos.

E para conseguir bolsa de estudos?

Eu não tenho bolsa de estudos, então vou confessar que não sei falar muito sobre como funciona para conseguir uma. Mas, como absolutamente tudo envolvendo estudar na França, você encontra essas informações no site da Campus France.

Ufa, e é isso, depois do visto em mãos, pude embarcar.

celsa2

(Essa é a vizinhança da minha faculdade, em Neuilly Sur Seine, ao lado de Paris)

Adendo: onde estudar francês?

Muita gente também tem me perguntado onde estudar francês. Em Curitiba, estudei no centro de línguas da PUCPR, na Aliança Francesa e, mais recentemente, no Atelier do Francês. Em Paris, estudei na France Langue, uma escola de francês para estrangeiros onde você pode estudar quanto tempo quiser – uma semana, um mês, três meses… – e também pode começar quando quiser. Recomendo todas que citei nesse post.

Ps.: Sei que não falei de tudo que estão me perguntando, mas por razões práticas (= tamanho do post), não consigo falar de tudo de uma vez. Peço um pouco de paciência, aos poucos vou respondendo todas as dúvidas :). 

Quer ver o conteúdo mais antigo? Navegue em posts anteriores!
Página 2 de 1.29812345