Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Uma das coisas que estou me prometendo para o Inverno 2016 é comprar um par de botas over the knee – aquelas que vão até acima dos joelhos, sabem? Acho que, quando escuras e usadas com meia calça (ou mesmo calça) preta, dão um efeito alongador bem bacana para as pernas. Bom, pelo menos é assim que eu planejo calçá-las!

Para verem ideias de como usar esse tipo de calçado, aqui tem um post bem legal feito pela Sá em maio do ano passado – as sugestões continuam valendo!

Como as marcas já lançaram suas novas coleções para esse ano, resolvi fazer uma pesquisa e encontrei modelos de várias marcas que são lançamento. Fica a dica para quem pensa em arrematar um par para chamar de seu!

Lançamentos em botas over the knee

botas over the knee

#1 Tanara, R$ 329,90 | #2 Arezzo, R$ 559,90 | #3 Dumond, preço sob consulta | #4 Bottero, R$ 449,99 | #5 Corello, R$ 469,00 | #6 Schutz, R$ 680 | #7 Dafiti Shoes, R$ 279,90 | #8 FiveBlu, R$ 199,90 | #9 Ramarim, R$ 229,90 | #10 Tanara, R$ 349,90 | #11 Schutz, R$ 650,00 | #12 Corello, R$ 489,90 | #13 Capodarte, preço sob consulta | #14 Dumond, preço sob consulta

O que deu pra notar é que, para o Inverno 2016, os modelos vêm bem ajustados às panturrilhas, com a ajuda de couro ou camurça com stretch. Isso faz com que as botas over the knee fiquem um pouquinho mais democráticas, servindo em variados formatos de pernas! Outro ponto é que todas estão com saltos quadrados, sejam baixinhos ou altos, e bicos arredondados. Ufa, ainda bem, porque isso traz um conforto ótimo!

Só os preços que andam nas alturas, né? Ainda bem que consegui garimpar algumas opções mais acessíveis para ninguém que queira usar a tendência deixar ela pra lá por falta de dinheiro!

PS: Meninas, estou um pouco atrasada para responder os comentários de vocês por conta de uma amigdalite bem forte e persistente que está me acompanhando desde segunda-feira. Mesmo com a recomendação médica para ficar em repouso, vou continuar postando. O post de hoje veio atrasadinho justamente pelo meu mal-estar. Espero que entendam!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
55 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Pois é, minha gente: a proliferação de mosquitos transmissores de doenças não está fácil no Brasil! Fora isso, ainda temos que conviver com os demais tipos de insetos cuja picada pode causar reações alérgicas na pele (já me coço inteira só de pensar!). Uma das maneiras de nos protegermos é lançar mão dos repelentes. Porém, com a onda de dengue, chikungunya e zika, os preços aumentaram consideravelmente. É a lei da oferta e da demanda, que – na minha humilde opinião – não deveria valer nesse caso, já que estamos falando de uma questão de saúde pública.

Infelizmente, a solução é entrarmos no jogo para cuidarmos da pele e da saúde. Mas sem antes dar uma pesquisada, não é mesmo? Por isso, apresento uma seleção de repelentes, todos com preço e quantidade por frasco. Vale dizer que, por aqui, são apenas alguns princípios ativos que possuem aval da Anvisa para comercialização: DEET (também conhecido como N,N-dimetil-meta-toluamida ou N,N-dimetil-3-metilbenzamida), IR3535 (também conhecido como etil butilacetilaminopropionato ou EBAAP), icaridina (também conhecida como hidroxietil isobutil-piperidina carboxilato ou picaridina) e plantas do gênero Cymbopogon (citronela).

A dica é ficar sempre de olho na concentração de cada princípio ativo – quanto maior for, mais horas de proteção vamos garantir. A Anvisa só registra produtos que garantidamente protegem o usuário. Para quem se interessa sobre o assunto, eis a lista divulgada por eles de marcas aprovadas. Bom, agora sem mais delongas, aí vai então o Tá Quanto? versão repelentes para fins de comparativo!

Repelentes para o verão: os preços

repelentes

[Vale lembrar que todos os produtos apresentados aqui estão na lista da Anvisa!]

Off Family | Repelex Citronela | Out Inset Radical | Exposis Extreme | Loção Antimosquito | Xô Inseto | Off Cosmetic | Loção Pós-Sol com Repelente

Complementando o assunto do post, aqui tem um vídeo do programa Bem-Estar sobre repelentes com a opinião de especialistas. Outro link interessante é esse, que comenta sobre os princípios ativos dos produtos. Vale mencionar que, de acordo com os médicos, é preciso ficar atento às instruções da embalagem sobre o período de eficácia: tem que reaplicar! E, para quem tem dúvida, a ordem correta é: protetor solar, que age nas camadas mais profundas da pele, e depois repelente, que afasta os mosquitos por meio da superfície. Ah, mais uma informação: de acordo com os profissionais, não importa se o produto for em spray, aerosol ou gel, o importante é que ele esteja bem espalhado, de maneira a formar uma película sobre a pele!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
38 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Eu sou daquelas que, quando vai se perfumar, taca cheiro bom em tudo quanto é canto! hahahaha Deve ser por causa desse tipo de comportamento que a indústria cosmética começou a desenvolver perfumes para os cabelos, também chamados de hair mists. A fórmula é parecida com a de uma fragrância normal, mas algumas marcas também colocam agentes de selagem dos fios, para eliminar o frizz, por exemplo.

Vale dizer que perfumes para os cabelos não são a mesma coisa que shampoos a seco! As composições, intuitos e resultados são diferentes. Porém, em ambos os casos, as borrifadas não substituem a lavagem tradicional. No caso dos hair mists, a vantagem é se livrar de cheiros ruins instantaneamente, como fumaça, fritura e suor. Tem também quem use para dar aquela levantada no perfume de todo dia ou para disfarçar o aroma da escova progressiva.

Para mais informações sobre shampoo a seco, é só clicar aqui!

É uma frescurinha? Confirmado, produção! É sim. Mas, se as marcas estão fazendo, há quem compre, não é? Eu mesma gosto de usar de vez em quando, naquele caso de os cabelos não estarem mais com o frescor de recém-lavados. Abaixo, coloco algumas marcas que disponibilizam o produto para todos os gostos e bolsos:

perfumes para os cabelos

Natura Plant Inspira, R$ 49,80 | Dior J’Adore, R$ 155,00 | Eudora, R$ 64,90 | Miss Dior, R$ 155,00 | Acquaflora Número 1, R$ 45,90 | Acquaflora Número 2, R$ 45,90 | C.Kamura Love My Hair, R$ 35,90 | Thierry Mugler Angel, R$ 191,20

O Just Confess You’re Obsessed, da linha Bathina, da Benefit, também pode ser usado nos cabelos!

Para aplicar, é necessário manter uma distância de mais ou menos 20 centímetros entre o borrifador e os cabelos, de maneira que não seja o jato que os atinja, mas a nuvem perfumada! Outra coisa importante é só usar por volta de uma vez ao dia, pois o residual de fragrância pode deixar os fios duros e pesados.

Para quem curte ficar com os cabelos sempre cheirosos, ficam aí as opções! E vocês, acham bacana ou completamente desnecessário? hahahaha

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
30 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Desde que o Clarisonic foi lançado, a febre da escova de limpeza facial se instaurou. Depois dele, vieram versões de muitas outras marcas também. Algumas dizem que só o original é que presta e, apesar de nunca ter testado para ver qual é, acho um pouco de exagero (quem já usou alguns pode me desmentir nos comentários, hahahaha!). Portanto, vamos ver opções agora mesmo para todos os bolsos!

Aqui tem resenha da Marina sobre o Clarisonic Mia II!

escova de limpeza facial

Clinique | Clarisonic | Relax Beauty | Relax Medic

[Confesso que fiquei surpresa com a pouca quantidade de produtos dessa categoria que encontrei na internet! Muita coisa só está à venda no exterior e alguns itens estão indisponíveis nas lojas online brasileiras.]

A grande questão que envolve escovas de limpeza facial é que elas têm o poder de limpar mais profundamente a pele do rosto, removendo oleosidade e impurezas. Algumas marcas disponibilizam escovinhas para variados fins, inclusive! Vale dizer também que alguns aparelhos rotacionam e outros vibram efetivamente, como o Clarisonic.

Antes de decidir por algum, é legal pesquisar resenhas e ver o que outras pessoas estão comentando. Também vale ficar de olho se as escovas para reposição são fáceis de encontrar, pois precisam ser trocadas a cada três meses, mais ou menos. Assistência técnica também é outro ponto importante!

Ganhei recentemente a versão da Clinique e em breve vou começar a usá-la para contar a experiência pra vocês. O único cuidado que vou tomar é usar dia sim, dia não, pois soube que lavar demais a face com escova de limpeza facial pode causar o temido efeito rebote, aumentando a oleosidade da pele!

Para descontrair nesse domingo, saquem só o ~Clarisonic dos tempos da minha vó!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
29 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

×