Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

O meu quadro Sessão Pijama no Youtube (estreia amanhã!) rendeu até uma dúvida bastante específica: que roupa usar para parecer mais ~adulta? Quem me enviou o e-mail foi a Fernanda, que tem 25 anos, já tem mestrado na área dela e dá aulas! Puta orgulho dessa mulher, hein? <3

Achei que a questão se encaixava melhor num post do que num vídeo, por isso, estoy aquí! hahahaha Já até falei sobre roupas boas para quem dá aulas, mas sinto que esse dilema é um pouquinho diferente e sei que muitas de vocês também passam por ele – infelizmente.

Acho um SACO que a competência da gente seja medida pela idade aparente (por isso o til na frente do adulta!). Lembro bem de quando era recém-formada, mas bastante competente no que fazia – sim, minha autoestima profissional sempre foi muito boa, hahahaha! Agora, sério, eu sentia mesmo que já tinha uma cabeça e uma postura bacanas pro trabalho naquela época.

Só que isso não parecia suficiente para ninguém porque tinha cara de novinha. Lembro de chegar em situações profissionais em que precisava entrevistar um presidente de empresa, por exemplo. Queria MORRER quando o funcionário – e quase sempre era homem mesmo – dele dizia, ao chamá-lo: “fulano, tem uma MENINA aqui querendo falar com você”. Me revirava inteira de ódio.

Por isso, comecei a mexer no meu guarda-roupa em função da vida profissional. E já errei muito por pensar que credibilidade era usar salto alto e terninho sem-graça. O grande lance é que a gente possa, sim, ser a gente mesma, imprimir nossos gostos pessoais e ainda assim parecer mais ~adulta. Mas nada substitui uma atitude assertiva, de quem entende do que está falando, claro!

Pensando em tudo isso, vou dar algumas dicas para quem mora no calor, como a Fernanda, que é lá do Mato Grosso, e para quem mora no frio, como eu. Bora!

Roupa de trabalho no calor

Minha opção #1 de look é um pouquinho mais sóbria, mas bem chique

Trabalhar no calor é dose, mas é a realidade de muita gente por aí! Ao mesmo tempo em que rola a preocupação de não revelar demais o corpo (aquela hiper-sexualização básica da mulher que ainda acontece muito, infelizmente!), a temperatura alta pega. Minha primeira sugestão são os vestidos, bem fáceis de usar – a gente não precisa pensar muito com eles!

Os de malha são super confortáveis, porém, quase sempre não tão elegantes para um ambiente mais formal como um escritório ou uma sala de aula. Por isso, minha dica é investir em tecidos planos, aqueles que não esticam, que ficam estruturados no corpo, sabem? Mesmo que eu ache uma besteira a preocupação com o comprimento, melhor se forem na altura do joelho, pelo menos. As versões midi também são lindas. Se houver vontade de equilibrar as proporções, basta contar com um saltinho.

A combinação #2 é com vestido branco e um toque de cor

Importante ficar de olho também nas modelagens: podem ser do tipo tubinho, em A, evasê… Tudo depende do que a pessoa em questão gosta ou se sente melhor usando! Quanto às estampas, fica interessante usar as geométricas e até uns florais mais “crescidos”, como esse. Lacinhos, babados e frufrus em geral costumam deixar a gente com mais carinha de menina!

Nos pés, vale sandália rasteira ou alta, sapatilha, scarpin. Os saltos podem ser grossos para dar mais conforto, especialmente no caso da Fernanda, que fica mais tempo de pé. A atenção com os acessórios também é bacana – por exemplo, se o vestido for liso, dá pra investir num colar poderoso. Pessoalmente, acho que tem alguma coisa de muita credibilidade em usar relógios, mas isso pode ser só pira minha, hahahaha! Pulseiras, anéis, brincos, tudo isso é bem-vindo, desde que possam exprimir algo mais contemporâneo e menos romântico.

Ah! A Fernanda falou também que sofre com o vai-e-vem do ar-condicionado. Um complemento ideal para vestidos planos são casaquinhos leves, curtos ou compridos, de tricô fininho. Sabem, tipo cardigã? Funcionam bem! Um cinto por cima deles, na altura da cintura, fica excelente para acentuar a forma.

Roupa de trabalho no frio

Sério, dá até vontade de voltar a trabalhar fora só pra usar o visual #3

Sobre trabalhar no frio eu entendo bem! hahahaha Aqui, continua a ideia dos tecidos planos, especialmente em peças de alfaiataria, como calças e blazers. Mas ninguém precisa combinar os dois, não, isso é coisa do passado! Dá até para comprar em conjunto, mas usando cada coisa em separado.

Calças em alfaiataria ficam bonitas com camisas (incluindo estampadas), blusas soltinhas com aquele tecido que imita seda e também com tricôs. No caso das duas primeiras, é bacana colocá-las por dentro das calças, deixando tudo mais arrumadinho. Por cima de qualquer um dos tops, um casaco de lã, tipo sobretudo, fica excelente – o ar estruturado é super conveniente para o caso colocado aqui!

O que vai nos pés depende do modelo da calça. Se ela for reta, pantalona ou flare, o lance são os saltos (botas, scarpins). Se ela for afunilada embaixo ou skinny, rola muito usar com uma sapatilha de bico fino, que dá um tom mais formal do que aquela de bico redondo.

A prova de que blazer + calça jeans foram feitos um para o outro no look #4

Sobre os blazers, vejo que eles ficam maravilhosos quando usados com calças jeans. Para deixar o visual mais sóbrio, a dica é que o modelo não tenha rasgos/lavagens/enfeites, mas que seja um jeans básico, monocromático, em azul (independentemente do tom). Sobre acessórios, o mesmo que disse ali em cima está valendo. O que não vale é sentir como se a gente estivesse usando uma fantasia!

Caramba, esse post já tá enorme! hahahaha É duro montar um ~guia pra quem deseja usar roupas que passem a ideia de experiência/competência, porque as variáveis são infinitas. Por isso, digo à Fernanda e a vocês: busquem referências, observem, conheçam a si próprias! Alguns modelos podem ser usados como base, mas quem dá o toque final são vocês.

Espero ter ajudado!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
21 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Truques para combinar estampas!

Sou entusiasta das estampas e, mesmo parecendo ousado demais, ando conseguindo até combinar estampa com estampa. Estou até tentando mostrar mais as roupas que uso no dia a dia lá no nosso Instagram, segue a gente no @coisasdediva!

Como meu orçamento anda contadinho ultimamente, estou tirando do armários todas as minhas roupas que ficam meio encostadas. Estou fazendo um esforço para usá-las de um jeito mais criativo porque percebi que para mim era fácil sempre usar a mesma camiseta cinza, mas uma hora a gente enjoa, né?

Como combinar estampas: listras vão com tudo!

Truques para combinar estampas!

Listras em preto e branco combinam com o estampado em verde e preto. 🙂

Uma coisa que descobri recentemente foi que a estampa de listras é praticamente um coringa. Ela combina fácil com florais e até desenhos mais pequeninhos. O negócio é fazer aquele esforço criativo e colocar a peça listrada lado a lado com outras estampas. Se elas tiverem tons parecidos, fica ainda mais fácil. Mas tudo é uma questão de gosto mesmo. Tirar uma foto da combinação para ficar olhando depois também ajuda a te dizer se você gosta ou não da combinação.

Estampas que conversam ou que tem cores parecidas

Truques para combinar estampas!

Se reparar, dá para ver que na blusa tem umas voltinhas parecidas com as da saia.

Você já deve ter me visto em fotos com uma saia estampada preto e branco (Zara), não? Ela é fácil de combinar por causa das cores e também do desenho com curvinhas. Veja que teoricamente ela não tem nada a ver com a camiseta estampadona da Farm na foto acima, mas na camiseta tem esse mesmo desenho de curvas da saia, consegue ver? Isso ajuda as peças a combinarem entre si e teve gente que até achou que o look era um vestido.

Truques para combinar estampas!

Com essa mesma saia, consigo usar uma camisa preta que tem desenhos de corações. Como tudo é branco e preto, fica legal. veja na foto acima.

Galeria de fotos: como combinar estampas

Na galeria abaixo tem mais sugestões de como combinar estampas. O negócio é tentar ser criativa e ir testando aos poucos.

E fica aqui meu desejo de um bom final de semana para você!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
13 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Eles são quentinhos, confortáveis e não dão o menor trabalho pra usar. Sim, estou falando dos tricôs! Todo inverno os meus estão ali, prontinhos para alegrar os dias frios. <3

tricôs

O tricô verde é da Marialícia (é dessa coleção!) e o creme é da H&M (comprei em Dublin ano passado)

Tricôs não saem de moda

Como vocês sabem, tenho procurado consumir menos e mais conscientemente nos últimos tempos. E aí poder contar com peças atemporais, dessas que nunca saem de moda, é uma belezinha! Esse é o caso dos tricôs: por mais que inventem uma modelagem aqui ou um enfeite acolá, aquelas versões básicas estão sempre presentes. Minhas favoritas são aqueles que parecem feitas pela vovó, com lã (quer dizer, em geral o que usam é fibra sintética, mas ok, hahahaha) mais grossa e pontos largos. Também curto gola redonda e um estilo mais soltinho.

Como usar blusas de tricô

tricôs

Fotos: Gary Pepper | Bows & Sequins | Lovely Pepa

Dá para fazer mil e uma coisas com um bom tricô! Meu jeito preferido de usar é com calça – em geral legging ou jeans. Conforto puro! Outra maneira que eu acho uma graça é colocar por cima de vestidos (um excelente jeito de aproveitar os modelos de verão) ou com saias. Ah! E por baixo de camisas acho o máximo também – gosto de deixar a gola e os punhos aparentes, fica lindo.

Onde comprar tricôs?

Existem tricôs à venda em diversos lugares! Aliás, toda coleção inverno tem pelo menos um. Aqui embaixo, vou deixar uma super seleção pra ajudar vocês. Pessoalmente, gostei dos que comprei na H&M e na Topshop (nenhuma está no Brasil, mas pra quem for viajar é uma boa). Das marcas nacionais, sou fã da Maria Filó e uma coisa ou outra compro na Zara, na Renner, na Marisa (mas sempre dando aquele checada no sensorial, porque às vezes tem uns super duros e que fazem bolinha rápido)…

 

E então, gostaram? Pra quem for prendada, vale até se arriscar a tricotar uma blusa!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
22 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Eu dei essa letra quase um ano atrás num post aqui no blog – e não é que acertei mesmo? A moda dos anos 2000 está voltando, sorrateira e silenciosamente. E TÔ COM MEDO, hahahaha!

Quando os anos 90 viraram tendência, até voltei a tolerar algumas coisas (vejam bem, fiz o impensável e comprei uma MULE – não é assim linda, mas é confortável que só) e torci o nariz sem dó pra outras. Mas agora PERAÍ QUE NÃO TÁ DANDO. Anos 2000 é sinônimo de:

#1 Óculos de lente colorida

anos 2000

E sem ser espelhada, como as que andamos vendo por aí uns tempos atrás. Tô falando de lentes transparentes, mas em tons como cor-de-rosa, azul, amarelo… Sabem? Na foto, temos a influenciadora das influenciadoras, Chiara Ferragni, usando o seu par.

#2 Calça de cintura baixa

A mãe de vocês também falava que calça de cintura baixa deformava o corpo? hahahaha Eu ouvi isso durante praticamente os anos 2000 inteiros. Felizmente, a bênção das calças de cintura média/alta aconteceu e eu só uso assim mesmo – anotem: vocês JAMAIS vão me ver com algo diferente disso.

#3 Conjuntinhos de plush/moletom

Esses eu nunca tive, mas que eram moda, isso eram. Tão ligadas naquele famoso, da JUICY COUTURE (achei que jamais ouviria falar dessa marca, hahahaha)? Pois então. Eles vão ser de plush pink e vão ter uns bordados bem ~lindos~ perto do bumbum. Ou então serão como esses da Gigi Hadid.

#4 Strass em todos os lugares

No bordado da calça jeans, na capinha do celular, no PIERCING DE UMBIGO (tem coisa mais anos 2000 do que piercing de umbigo com strass?) e, segundo Paris Hilton, especialmente na tiara – dessas de princesa mesmo, que a gente usa em festa à fantasia ou em despedida de solteira.

#5 Minissaias curtas tipo cinto

anos 2000

Usei muito na adolescência, confesso. E devo dizer também que tenho um fraco por saias curtas, hahahaha! Só que essas jeans curtíssimas me dão vinte e cinco tipos de arrepio. Elas ficam grudadas no corpo e se abaixar sem mostrar nada indesejado é um desafio.

Além de estar comprovando em ~IBAGENS~ que tem gente em 2017 usando tudo isso aí, ainda deixo vocês com um belíssimo post/vídeo de Paris dizendo que essas modas todas foram inventadas por ela (HAHAHAHA, eu adoro a autoestima dessa mulher!).

Agora falando sério: cada uma usa o que quiser! Eu tô brincando com o assunto porque, pra mim, os anos 2000 foram meio traumáticos em termos de estilo – BEM MAIS do que os anos 90, devo dizer. Então é bastante provável que não use nada disso. Mas né, vamos deixar em aberto aquela chance de 1% – vai que dão um jeito de melhorar essas coisas todas? Sei lá.

O importante é que a moda tá aí pra todo mundo brincar, relembrar e reinventar sua própria expressão! O negócio é estar de bem consigo mesma e mandar bala – seja lá com que roupa ou acessório for! 😉

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
26 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários