Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Eles são quentinhos, confortáveis e não dão o menor trabalho pra usar. Sim, estou falando dos tricôs! Todo inverno os meus estão ali, prontinhos para alegrar os dias frios. <3

tricôs

O tricô verde é da Marialícia (é dessa coleção!) e o creme é da H&M (comprei em Dublin ano passado)

Tricôs não saem de moda

Como vocês sabem, tenho procurado consumir menos e mais conscientemente nos últimos tempos. E aí poder contar com peças atemporais, dessas que nunca saem de moda, é uma belezinha! Esse é o caso dos tricôs: por mais que inventem uma modelagem aqui ou um enfeite acolá, aquelas versões básicas estão sempre presentes. Minhas favoritas são aqueles que parecem feitas pela vovó, com lã (quer dizer, em geral o que usam é fibra sintética, mas ok, hahahaha) mais grossa e pontos largos. Também curto gola redonda e um estilo mais soltinho.

Como usar blusas de tricô

tricôs

Fotos: Gary Pepper | Bows & Sequins | Lovely Pepa

Dá para fazer mil e uma coisas com um bom tricô! Meu jeito preferido de usar é com calça – em geral legging ou jeans. Conforto puro! Outra maneira que eu acho uma graça é colocar por cima de vestidos (um excelente jeito de aproveitar os modelos de verão) ou com saias. Ah! E por baixo de camisas acho o máximo também – gosto de deixar a gola e os punhos aparentes, fica lindo.

Onde comprar tricôs?

Existem tricôs à venda em diversos lugares! Aliás, toda coleção inverno tem pelo menos um. Aqui embaixo, vou deixar uma super seleção pra ajudar vocês. Pessoalmente, gostei dos que comprei na H&M e na Topshop (nenhuma está no Brasil, mas pra quem for viajar é uma boa). Das marcas nacionais, sou fã da Maria Filó e uma coisa ou outra compro na Zara, na Renner, na Marisa (mas sempre dando aquele checada no sensorial, porque às vezes tem uns super duros e que fazem bolinha rápido)…

 

E então, gostaram? Pra quem for prendada, vale até se arriscar a tricotar uma blusa!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
11 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Dia desses, postei uma foto minha no nosso Instagram e muita gente veio me pedir pra ensinar como fazer o rabo de cavalo podrinho (não sou fã desse nome, mas na falta de um melhor vai assim mesmo, hahahaha) que estava usando. Como o pedido de vocês é uma ordem, aí vai o post!

Rabo de cavalo podrinho

rabo de cavalo podrinho

O batom é o Lip Matte Latika 35 e o tricô é Marialícia!

Sempre gostei de rabo de cavalo mais alto, mas em geral esticava o cabelo com a ajuda de uma escova. De uns tempos pra cá, tenho gostado da textura que os fios desordenados deixam! Então assim: o que vou ensinar é uma coisa que faço ~organicamente~, por isso não esperem nenhuma dica muito miraculosa porque o lance é tudo ficar bagunçado mesmo, belê?

Esse rabo de cavalo podrinho fica uma belezinha quando o cabelo não está nem muito limpo, nem muito oleoso. Vamos dizer que lavei os fios numa segunda de manhã – na terça à tarde rola o momento ideal pro penteado! Se por acaso vejo que a oleosidade está pegando mais que o normal, trato logo de tacar um shampoo a seco na raiz, o que já ajuda no volume e no visual desgrenhado.

Eu continuo usando uma escova para ajudar a reunir todas as mechas e colocá-las para cima, mas faço isso de uma maneira bem leve, sem ficar esticando o cabelo. O pulo do gato pra que o visual fique mais bacaninha é prender lateralmente os fios (eu gosto do meu lado esquerdo do rosto, por isso coloco pra lá, hahahaha). Isso dá a sensação de que o cabelo é mais cheio, fica super bom.

Sempre prendo BEM com o elástico, mesmo que alguns fiozinhos estejam meio soltos, especialmente no alto da cabeça porque puxo minha franja levemente para trás. Aí gosto de puxar aleatoriamente algumas das mechas que estão presas para cima, de maneira a deixar os comprimentos do rabo de cavalo podrinho bem variados (na foto dá para ver isso!).

Pronto! Não tem muito segredo, hahahaha! Aproveitando o tema, deixo aqui dois vídeos ótimos que ensinam mais alguns truques para os presos ficarem mais interessantes:

Os presos da Julia Faria são famosos e, nesse vídeo, ela ensina seus truques para quem quiser tentar em casa. Já usei algumas dessas dicas!

A Bia Jiacomine mostra como dar mais comprimento e volume para o rabo de cavalo aqui. O super truque de puxar as mechas pra cima eu aprendi com ela! <3

Ah! Vale dizer que pro rabo de cavalo podrinho dar mais certo, o cabelo precisa estar num comprimento médio, como o meu, ou maior!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
6 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

A dica do meu post de hoje é para quem, assim como eu, está vendo esse primeiro semestre do ano voar e simplesmente não conseguiu comprar nem uma agenda, hahahaha! Por sorte, fui contatada pela Evertop Papelaria Fina no mês passado e descobri que meu caso tinha solução, sim! <3

planner 2017

Eles me ofereceram algum dos produtos que estão à venda no site e, quando vi o MyPlanner, não tive a menor dúvida de que era exatamente isso que precisava! O que acontece é que esse é um planner 2017 que lembra bastante uma agenda, por ter impressos todos os dias do mês e da semana nas páginas.

Pelo que vi, a Evertop tem também opções de planner permanente, que são aqueles em que a própria dona anota a data em questão.

planner 2017

Mas o que eu achei legal mesmo foi que deu para escolher um que começasse a partir de abril, já que não usaria as páginas anteriores se ele viesse para o ano inteiro (lá no site da marca as opções são a partir de maio/junho agora). E todos os meses têm divisórias com abas para facilitar o acesso!

Pois bem, no fim das contas, percebi que ainda dá tempo, sim, de me organizar. Além de um lugar para anotar não só meus lembretes e compromissos, esse planner 2017 tem espaços muito legais para colocar informações relevantes, notas, planejamentos do mês, objetivos, checklists, feedbacks mensais, anotações de coisas para ver/ler, controles financeiros… Tudo muito caprichado e bacana!

planner 2017

Estou usando o meu desde que chegou aqui em casa, no finzinho do mês passado, e tenho achado uma mão na roda. No fim, ele fica sobre minha mesa do escritório e toda manhã sento para ver o que preciso fazer no dia. Da mesma maneira, toda noite, anoto as coisas para o dia seguinte.

E assim vai, né! Além do mais, consegui montar para cada mês (até agora, abril e maio, mas pretendo fazer durante o ano todo) uma boa lista de coisas mais macro para realizar, que vou dividindo então ao longo dos 30 dias que tenho pela frente. E aí é muito gostoso perceber que, de pouquinho em pouquinho, estou dando conta do que me propus a fazer!

planner 2017

O interessante de usar um planner é que esse ano – ou ao menos boa parte dele! – vou conseguir ficar atenta às coisas que a vida me pede (tipo trabalho, convivência social) mas, ao mesmo tempo, estarei mais afinada com a realização dos meus sonhos!

Como bem diz a primeira página dele: “Planeje o amanhã, viva agora”!

Planner 2017 em vídeo

Para complementar esse post, gravei um vídeo que é praticamente um tour pelo meu planner 2017. Nele falo mais sobre como tem sido a experiência também. Para quem quiser assistir, basta dar o play aqui:

Espero ter demonstrado que nunca é tarde pra ter uma vida mais planejada! Ah! Se o intuito for não gastar nada de dinheiro, não tem problema: temos posts com planners gratuitos para download e impressão aqui (esse é especial do Coisas de Diva!) e aqui. Bom proveito!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
7 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Tenho um mais novo vício televisivo, minha gente! E ele atende pelo nome Reforma de Casais, do GNT! Para quem nunca assistiu, um breve resumo: a cada programa, um casal que discorda radicalmente em termos decorativos separa-se e forma dupla com um(a) arquiteto(a). Cada um, então, cria em tamanho real o cômodo dos sonhos, que é avaliado por 2 jurados e o público da internet. Eles só descobrem o vencedor quando pisam na casa e veem o ambiente transformado! Sensacional, né?

Já assisti TODOS os episódios que saíram até agora e olha, dei boas risadas com a disputa! O importante, nesse caso, é levar na esportiva, claro! Mas e quando, na ~vida real, não é só você quem decide a decoração, como faz? De que jeito é possível conciliar os gostos sem querer trucidar o companheiro(a)? hahahaha Vem comigo que eu – mesmo sem experiência prática – conto o que faria!

quem decide a decoração

#1 Arquiteto, vem cá!

Essa primeira opção é mais cara, mas deve ser considerada, talvez, como um investimento pela paz de espírito do casal, hahahaha! Um profissional da área vai, com certeza, trazer ideias e soluções novas, que nenhum dos dois jamais pensou – e que possam agradar a ambos! Vejo muito a figura de um arquiteto como um juiz de conciliação, sabe? Até meio psicólogo ele é!

#2 Falta grana?

Não tem problema. Criem uma conta conjunta no Pinterest (amado, idolatrado, salve, salve) com duas pastas, uma para cada. Coloquem lá tudo o que acharem bacana para o espaço da discórdia. Depois, sentem juntos, com muita calma e amor no coração, e vão encontrando pontos em comum – sempre existem coisas que agradam a ambos, não é possível!

Falando em Pinterest, na conta do Coisas de Diva temos MUITAS inspirações bacanas para você decorar a sua casa! Segue a gente! <3

quem decide a decoração

#3 Abra mão

“Let it go, let it gooooo…” – já canta muito sabiamente a Frozen. Saber abrir mão quando não é somente você quem decide a decoração se faz essencial! Mas isso precisa partir de ambos os lados, né? Busque um sistema de troca, por exemplo: se você quer muito um buffet para guardar todas as suas louças e ele acha desnecessário, permita-se tê-la dando um sim ao home theater que ele tanto deseja ter na sala.

#4 Defina áreas

Uma dica que vejo meus pais usando (tão aí casados há 33 anos, então acho que funciona, hahahaha) é delimitar espaços de um ou de outro na casa. Exemplo: lá no apartamento deles, a sala é TODINHA da minha mãe, por isso não tem tralha nenhuma do meu pai. Já no quarto do casal a história é outra – as coleções de carrinhos, revistas, vinis, CDs e até PEDRAS estão lá.

Acho que é isso! Como disse, nunca senti na pele essa emoção (talvez nem queira, HAHAHAHA), mas busquei pensar no que eu faria para resolver a pendenga. Gostou das dicas? Me conte nos comentários se já teve esse tipo de problema e como fez pra resolver!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
14 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários