Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Não só de cosméticos vive a menina Sabrina, por isso, hoje te indico 10 coisas legais que testei recentemente. Tem filme, comidinhas, canal no YouTube, lugares bacanas e veja só, também tem cosméticos!

Se inscreva no nosso canal para ver os 6 vídeos que publicamos toda semana!

10 coisas legais que testei recentemente

Sempre acho mais legal o vídeo, onde dá para explicar melhor as coisas, mas caso você não possa assistir agora, lá vai um resumo do que falei.

Filme Um Contratempo na Netflix: falei sobre ele num Dicas Gastronômicas e Culturais, mas fica novamente a indicação desse longa espanhol que desenrola a história de um assassinato. O filme começa com um rapaz acordando num quarto de hotel, com tudo fechado por dentro, sem sinais de arrombamento, e sua amante morta no banheiro. Quem matou ela? Isso a gente descobre no final do filme.

Documentário Embrace na Netflix: aquele mesmo que comentei por aqui esses dias. Deixo o link do post escrito para você entender melhor.

Canal TheSorryGirls: Becky e Kelsey, duas moças canadenses, fazem projetos de DIY e dão novos usos para itens de lojas de R$1,99 e de brechó. Acho sensacional a criatividade que elas tem!

Foto: Histórias de Casa

Site Histórias de Casa: é um blog de decoração com conteúdo 100% autoral, ou seja, as fotos e a curadoria dos ambientes são feitas por eles mesmo. Gosto demais das inspirações que tem por lá, sempre com casas com cara de que tem gente de verdade morando lá. Não parece ambiente de “capa de revista”, sabe?

Mercado das Pulgas em Curitiba: seguindo essa vibe de decoração, gosto bastante dessa loja que é praticamente um brechó de móveis, utensílios para casa e cacarecos em geral. Adoro ficar garimpando por lá para tentar achar algo bacana, e em conta, pro apartamentinho.

Mercado das Pulgas

Bubble Tea da Poá em Curitiba: sabe aqueles chás com bolotas tipo sagu? É isso, gosto demais da versão que vem chá mate e as bolotas tradicionais, sem nenhuma frescurinha extra.

Gel para bolhas e calos Granado: nós já até falamos sobre ele aqui com seu uso original, mas estou achando sensacional para passar nas coxas nos dias quentes. Quem tem coxa grossa sabe a tristeza que é a combinação de suor com vestido. To fugindo de assaduras, sim!

Mineral 89 Vichy: essa é uma novidade da Vichy que combina água termal mineralizante com ácido hialurônico. Ainda vou fazer uma resenha completa mas adianto que estou adorando usar como um hidratante suave.

Lumea da Philips: nem sei se podia dar o spoiler, porque meu tratamento ainda não acabou, mas já adianto que estou começando a ver diferença no crescimento dos meus pelos. Mais informações em breve!

Chocolates Nugali: Pomerode está de parabéns pela produção desses chocolates que são sensacionais. Recomendo demais as versões amargas!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
20 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Meu post de hoje tem tudo a ver com feriado: vim aqui indicar para vocês cinco séries dramáticas para se jogar no sofá e curtir essa folguinha. Ah, se você perdeu, ontem fiz outro post pensando nesses dias de descanso, só que sobre livros – dá uma olhadinha.

5 séries dramáticas para ver já!

The Young Pope

séries dramaticas

A primeira série dramática da vez é uma que descobri no Net Now e comecei a ver recentemente. É uma série que estreou ano passado e que causou um burburinho pelo tema polêmico, mas acabei não conseguindo ver na época. É a história, como indica o próprio nome, de um papa jovem. Não só jovem, mas também bem diferente da imagem que a gente faz de um papa – ele é meio desbocado, fuma, bebe Coca-cola… Um tema bem controverso e, como a série é da HBO, uma produção impecável. Tem o Jude Law como papa e a Diane Keaton como a freira assistente dele.

Corleone

séries dramáticas

Essa série é um tiquinho mais antiga, tem dez anos. Na verdade, ela é uma mini-série – com produção italiana, ela conta a história real da máfia na Sicília. Foi um amigo meu que é italiano que me indicou, inclusive – e se um italiano curtiu, acho que é série deve ser bem fiel. Também tem no Net Now, mas por alguma razão, falta o segundos dos 12 capítulos (também não entendi porque).

The Keepers

séries dramáticas

Essa é uma série documental da Netflix – se você curtiu Making a Murderer, corre para ver essa. A série mostra todo o processo que começa com a investigação do assassinato de uma freira, irmã Cathy. Só que esse era só a pontinha de uma meada que envolvia pedofilia na igreja católica em Baltimore na década de 1960.

This is Us

Já indiquei essa por aqui, é uma das minhas favoritas dos últimos tempos e agora tá passando na Fox. É a história de uma família – dos pais e seus três filhos – contada entre o passado e o presente. É emocionante, uma série que toca em vários pontos importantes, como adoção, aceitação do corpo, racismo, relação entre pais e filhos. Acho que chorei em quase todos os episódios – e de bônus ainda tem o Jess de Gilmore Girls usando roupas dos anos 1970, NÃO ME VAI PERDER!

Billions

séries dramáticas

Para terminar, outra que também tem na Netflix. Acho que nunca tinha ouvido falar de Billions, até que um dia descobri que um dos criadores era Aaron Sorkin, uma das pessoas de quem sou mais fã nesse mundo do entretenimento. Para quem não conhece ele, ele é o roteirista daquele filme sobre o Facebook (só que os melhores trabalhos dele na realidade são The West Wing, Studio 60 e The Newsroom – séries maravilhosas que eu amo amo AMO MESMO). Enfim, voltando ao tema principal, Billions. A história tem a ver com mercado financeiro – é o embate entre o Brody, de Homeland, que tem uma corretora de ações, e um procurador da república, vivido pelo Paul Giamatti. Não precisa entender nada sobre o assunto (eu não entendo lhufas) para amar os diálogos de Sorkin.

E aí, quem já assistiu alguma?

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
12 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Que tal aproveitar esse feriado para escolher alguns livros para ler em um dia? Já que alguns dias de folga se aproximam, resolvi aproveitar e reunir cinco sugestões de títulos rapidinhos de ler. Ah, se você não gosta de ler, calmE: amanhã tem o parzinho desse meu post, com indicações de séries. 🙂

Livros para ler em um dia

livros para ler em um dia

Uma pequena curiosidade sobre mim: tenho 6 graus de miopia.

Para Educar Crianças Feministas, Chimamanda Ngozi Adichie: um livrinho (inho só no tamanho mesmo) incrível, que com certeza vai te fazer enxergar o mundo de forma ao menos um pouquinho diferente. Ah, serve pra todo mundo, viu? Não só para quem é pai ou mãe – eu não tenho filhos e tô aqui indicado.

Bonsai, A Vida Privada das Árvores, Meus Documentos, Formas de Voltar para Casa, todos do Alejandro Zambra: esse autor é chileno e tem uma série de livros rapidinhos de ler – no caso, esses quatro aí de cima. Eu ia indicar o Bonsai, que é o mais famoso dele, mas aparentemente a edição se esgotou :(. Então vou falar especificamente de Formas de Voltar para Casa, que ainda pode ser facilmente encontrado. Na história, um personagem relembra sua infância na época da ditadura de Pinochet, enquanto, no presente, tenta finalizar um livro.

Outros Jeitos de Usar a Boca, Rupi Kaur: já falei desse livro algumas vezes aqui neste humilde blog, e se você não leu ainda esse livro, leia! Especialmente se estiver se sentindo meio pra baixo – além de ser rapidinho de ler, ainda é um ótimo livro de cabeceira, daqueles para marcar as páginas e ler de novo quando precisar se sentir melhor. É um livro de pequenos textos – ou poemas mais moderninhos, como preferirem chamar.

Memória de Minhas Putas Tristes, Gabriel Gárcia Márques: Gabo é um dos meus autores favoritos da vida e esse livro é incrível, tem um dos trechos mais bonitos que já li. É a história de um senhor que vai narrar as aventuras de sua vida – desde a época que frequentava bordeis até quando se apaixona de verdade.

Amsterdam, Ian McEwan: outro dos meus autores favoritíssimos por aqui. Esse livro é a história de dois amigos, um compositor e um jornalista. Ambos estão em momentos críticos da vida e fazem uma promessa um ao outro depois de um funeral – caso um deles precise, o outro deve facilitar uma eutanásia. É um livro muito irônico, com um final surpreendente. 

E aí, quem já leu ou pretende ler alguma desses? São livros para ler em um dia (ou mais) mas são todos maravilhosos! Ah, não esquece que a gente não para de atualizar o blog, hein? Os posts continuam normalmente por aqui e amanhã tem indicação de séries.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
9 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Partiu ressuscitar um 3 em 1 que a gente sabe que vocês adoram! Apesar das dicas gastronômicas e culturais que colocamos vez ou outra por aqui, fazia tempo que o post em versão tripla não aparecia. Então bora ver o que recomendamos nesse mês de agosto!

Shutterstock

Arancini do Bobardí: Arancini é o nome chique (na real, italiano!) para os famosos bolinhos de arroz. Na receita desses, do Bobardí, restaurante aqui de Curitiba, o preparo é com risoto para a massa e muçarela de búfala para o recheio. Apesar de nada low carb, são absolutamente deliciosos!

Josephina Café, em Gramado: Quando estive em Gramado, fui a um café (com jeitinho e cardápio de bistrô) chamado Josephina, bem perto da igreja. Os pratos de lá são deliciosos e a decoração é um destaque à parte. Vale a pena experimentar se estiver de viagem marcada para a charmosa cidade.

Filme Fome de Poder: BOTE REPARO que até o filme indicado esse mês tem a ver com comida! Aliás: tem e não tem. A base é a história do McDonald’s desde sua fundação, pelos irmãos de mesmo sobrenome, até a pulverização mundial da marca pelo vendedor Ray Kroc. Fiquei com sentimentos dúbios em relação ao que conta o longa, mas ele é bom de qualquer maneira. Tem na Netflix.

Filme The Invisible Guest (Contratiempo): É um filme espanhol daquele estilo policial / mistério / suspense que eu tanto gosto. A história é de um jovem empresário que acorda num hotel ao lado do corpo da sua amante. Todas as janelas e portas estão fechadas por dentro e ninguém sabe o que aconteceu. Ao longo do tempo, e durante uma conversa com a advogada, o rapaz conta a história toda. Talvez seja o que você estava imaginando, talvez não… 🙂

La Guapa em São Paulo: Semana passada tive oportunidade de provar as empanadas da Paola Carossela e recomendo bastante para quem procura “comida de rua” em São Paulo. Minhas preferidas foram a de cebola caramelizada e a de milho, sim, de milho! Ah, o sorvete de doce de leite é do tipo TEM QUE PROVAR.

Filme Ruby Sparks: Esse é outro tipo de filme que gosto bastante, o romance fofo alternativinho. Nesse, Calvin é um escritor famoso que está sendo pressionado a escrever um livro depois de seu primeiro grande sucesso literário. Depois de uma crise de criatividade, ele começa a dar vida – literalmente – a Ruby Sparks, a personagem dos seus sonhos. Ruby sai do papel e aparece em carne e osso na vida de Calvin. Não posso contar mais para não estragar o filme.

Paterson: para quem faz parte do grupo “Adam Driver: bonito, feio ou ambos?”, Paterson é uma ótima opção para ver no final de semana (tem no Net Now). O filme é sobre um motorista de ônibus que faz poemas sobre coisas cotidianas – outro dia, inclusive, li a melhor descrição sobre: “é o oposto de um filme de ação”. Adorei o filme, achei bonito e sensível.

Ponto Gin: esse bar abriu tem algumas semanas, ali no Shopping Hauer (no Batel, em Curitiba), e tem muitos drinks delícia – como o nome do lugar indica, eles são todos com gin. Além disso, a decoração é linda!

Ozark: essa é uma série da Netflix, comecei a ver porque vi algumas pessoas elogiando, mas não achei que ia curtir tanto. É daquele tipo que a gente não consegue parar de ver porque precisa saber o que acontece, sabe? A série é sobre um consultor financeiro que lava dinheiro para um cartel – só que dá ruim no negócio e ele acaba fugindo para uma cidadezinha. Lá, precisa dar um jeito de lavar US$ 8 milhões. Apesar de o tema ser diferente, acho que quem curtiu Breaking Bad vai gostar dessa também.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
8 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários