Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

ATENÇÃO: as fotos que você verá a seguir vão te deixar com uma gula incontrolável!

Mary Ann

Se você acompanha o blog, deve saber que existe um lugarzinho aqui em Curitiba que pode ser chamado, de boca cheia (preferencialmente com alguma daquelas delícias, hahahaha), de paraíso das maçãs! Sim, estou falando da Mary Ann Apple Factory, que conhecemos há um bom tempo e seguimos adorando!

Mary Ann

Aliás, um lugarzinho não: são dois! Além da primeira unidade no Centro Cívico, agora quem mora ou trabalha na região do Batel tem uma loja novinha a seu dispor. O lugar é espaçoso e muito aconchegante, perfeito para uma pausa gostosa no dia útil ou no fim de semana.

Mary Ann

A decoração segue o mesmo estilo da outra loja: aquele ar rústico, com jeitinho de casa de vó! Inclusive, para quem gosta de reparar nesse tipo de coisa (eu, por exemplo, hahahaha), lá é um prato cheio para se inspirar com tantos detalhes cuidadosamente pensados.

E as maçãs?

Mary Ann

Esqueça aquelas maçãs do amor de festa junina! Na Mary Ann elas ganham uma infinidade de coberturas, mas todas têm algo em comum: o caramelo macio (deu água na boca já) e um pauzinho de canela, que dá aquele toque especial no interior da fruta.

Mary Ann

São muitos sabores (incluindo edições limitadas feitas carinhosamente pela equipe da cozinha), mas meu preferido é, sem dúvida, a Apple Pie. Ela leva cobertura de chocolate belga branco e farofinha de açúcar e canela. Essa é um clássico e recomendo que você experimente!

Mary Ann

Além dela, curto muito também a Dulce de Leche (ALÔ, SABRINA!), que leva, evidentemente, doce de leite, chocolate belga branco e um biscoitinho para dar aquele toque crocante.

Para comer, o pessoal da Mary Ann indica que você corte a maçã em formato de cerquilha (#), assim vai pegar proporcionalmente partes da fruta e da cobertura. Ai, já tô aqui sofrendo de vontade!

O que mais tem lá?

Mary Ann

O espaço tem muita coisa gostosa além das maçãs carameladas! Você vai encontrar também café expresso ou chá pros dias friozinhos, sodas italianas pros dias ensolarados, torta de maçã, cookies diversos, brownie, blondie, muffins de vários sabores…

Mary Ann

E, viu, todas as fotos desse post fui eu quem tirei – passei uma tarde bem agradável por lá algumas semanas atrás! Imagine se não fui à loucura, né? Tem muita coisa boa!

Como já citei, a Mary Ann é amiga do blog de longa data – a Sabrina conheceu os idealizadores numa feira tem alguns anos e, logo em seguida, fui conferir também. Vimos o pessoal crescendo ao longo desse tempo e é um prazer falar dessas maçãs, de verdade! <3

Se você não for de Curitiba mas planeja visitar a cidade, SÉRIO, inclua uma paradinha em alguma das lojas no roteiro! Tenho certeza de que vai adorar – e, quem sabe, pode ainda levar de lembrança para pessoas queridas algumas dessas maçãs!

É DE SÃO PAULO? Então pega essa: a Mary Ann está planejando abrir uma loja na cidade e você pode ajudar nisso! Indique aqui nos comentários algum ponto comercial bacana e espaçoso que tenha visto esses tempos. O pessoal de lá vai ficar super feliz com suas dicas!

Mais informações

Mary Ann

Loja Centro Cívico: Rua Vieira dos Santos, 158

Horários de atendimento:

Terça a sexta-feira, das 12h às 19h
Sábado e domingo, das 13h às 19h30

Loja Batel: Alameda Augusto Stellfeld, 1649

Horários de atendimento:

Terça a sexta-feira, das 11h às 20h
Sábado e domingo, das 13h às 20h

Telefone: (41) 3117-1649

Valor das maçãs: A partir de R$ 15,90

Siga as redes sociais da Mary Ann Apple Factory para novidades:

Facebook | Instagram

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
19 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

O que fazer em Curitiba: Feirinha do Largo da Ordem

Todo domingo acontece aqui em Curitiba a Feirinha do Largo da Ordem. É uma feira enorme com um monte de barraquinhas vendendo principalmente artesanato. Mas lá também tem algumas opções de quitutes, que como você pode imaginar, é minha parte favorita!

No vídeo abaixo, que é super rapidinho, eu te mostro a feira e tudo de mais bacana que tem nela. Vale dar o play!

Se inscreva no nosso canal para ver todos os nossos vídeos!

Essa feirinha é super famosa, então vá com bastante paciência pois ela costuma ser lotada de gente. Uma dica boa é tentar chegar cedo, por volta das 10h e evitar o movimento do meio dia. Mas se prepare para uma multidão passeando sem muita preocupação. 🙂

Ah, muitas barraquinhas aceitam cartão, mas é sempre bom ter um dinheirinho no bolso.

O que fazer em Curitiba: Feirinha do Largo da Ordem

Feirinha do Largo da Ordem

Onde: Centro histórico de Curitiba, inicia na Rua São Francisco e termina na rua Doutor Kellers.
Horário: todo domingo das 9:00 às 14:00

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
16 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Dia desses fiz uma piadinha no Snapchat dizendo que tinha uma obrigação moral comigo mesma sempre que passava em frente de algumas confeitarias curitibanas: eu era OBRIGADA a parar e comprar o negócio. Claro que isso é uma brincadeira, mas sempre que posso e estou por perto do local, não deixo de adquirir meus doces peferidos em Curitiba.

Mary Ann Aple Factory

Já provei de outras marcas, mas continuo achando que a maçã caramelada da Mary Ann é a melhor do Brasil e além. A minha preferida é essa da foto, que é a mais simples, e tem camada de caramelo, chocolate e farofinha. Sempre que estou para os lados do MOM, dou um desviada no percurso para arrematar uma, ou oito. 🙂

Serviço: Rua Vieira dos Santos, 158 – Centro Cívico – Curitiba – PR

Meu roteiro: doces preferidos em Curitiba

O Famoso Brigadeiro

Ah, mas brigadeiro é tudo igual! Não é não! Te juro que O Famoso Brigadeiro tem a melhor versão de brigadeiro de doce de leite que já provei e tenho quase certeza que eles fazem a bolotinha com leite condensado cozido na panela de pressão. Sérião, vale a pena provar os docinhos, que são Pinteristicamente  enrolados na hora em bolinhas perfeitas.

Serviço:  Rua Fernandes de Barros, 1554, Hugo Lange – Curitiba
Av. Iguaçu, 2301, Água Verde – Curitiba 

Meu roteiro: doces preferidos em Curitiba

Não mora em Curitiba? Então que tal aprender 7 receitas deliciosas de doces que ficam prontos em minutos? Confira aqui.

Edelweiss

Uma das confeitarias mais tradicionais de Curitiba e minha parada obrigatória sempre que estou na Angelo Sampaio. Acho que nunca disse nesse blog que algo é MUST HAVE, mas este bombom de morango espelhado vale a primeira vez. Se tiver a oportunidade, experimente – e me mande uma foto para eu poder lamber o celular. Ah, leve dinheiro porque eles não aceitam cartão.

Serviço: Augusto Stellfeld, 1631 – Curitiba – PR – (41) 3232-1625

Meu roteiro: doces preferidos em Curitiba

Sodiê Doces

Esse é um amor recente e já fico triste pelos anos de vida perdidos sem comer o bolo de morango com leite condensado, também conhecido como um dos meus bolos preferidos da vida. A franquia está presente em várias cidades brasileiras com bolos simples, mas muito gostosos. Se passar em frente de uma loja, confira por favor!

Serviços: veja os endereços aqui.

Meu roteiro: doces preferidos em Curitiba

Goodies Cookies

“Ah, lá vem a Sabrina com indicação manjada!”, mas gente, olha a carinha desses cupcakes. Como resistir? Tem gente que não gosta muito dos bolinhos porque a maioria tem cobertura de buttercream, mas eu gosto bastante e acho todos muito lindinhos. A boa notícia é que agora tem uma Goodies um pouco mais central, na Vicente Machado. Preste atenção na escolha do horário, porque nos finais de semana as lojas costumam estar cheinhas.

Serviço: R. Brasilino Moura, 382 – São Lourenço e Av. Vicente Machado, 2012 – Batel.

Meu roteiro: doces preferidos em Curitiba

Agora já sabe né, tem alguma indicação boa pra me dar? Conta nos comentários.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
29 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários

Cês nem venham querer me enganar porque, mesmo que a cidade não seja exatamente uma GRANDE METRÓPOLE, sei que muitas têm bastante vontade de fazer uma viagem para Curitiba! Afinal de contas, nessa época do ano o friozinho começa a surgir e, com ele, a vontade de usar casacões pesados, comer um pinhão, tomar um quentão e se tremer inteira nos parques por causa do vento gelado vem com tudo. Por isso, no post de hoje vou dar algumas dicas da mala ideal para quem está de passagem marcada para a bela capital do Paraná!

#1 As quatro estações num dia só

viagem para curitiba

É bordão de todo curitibano: “aqui faz as quatro estações num dia só” – e taí uma verdade, pelo menos em partes. Claro que não faz um calor de matar, aí chove, depois neva e as flores desabrocham no fim do dia, mas realmente a cidade nos brinda com mudanças meio loucas de temperatura. Curitiba é úmida, chuvosa e tem um vento gelado nessa época do ano (pelo menos quando o El Niño não vem dar uma de louco por aqui). Por isso, vale sempre – como em qualquer viagem – dar aquela checada básica na previsão do tempo antes de fazer a mala. E sempre com aquele pezinho atrás e alguma garantia, porque tudo pode mudar!

#2 Na dúvida? Técnica da cebola!

viagem para curitiba

Isso toda pessoa que mora aqui acaba aprendendo. Às vezes tá aquele frio lazarento (#curitibanices) de manhã, mas ao meio dia o sol dá o ar da graça e derrete a gente por dentro. Aí volta a esfriar à noite. Então, na dúvida, melhor usar a maravilhosa técnica da cebola e criar camadas. Num dia típico de outono/inverno, eu usaria, por exemplo, um calçado fechado (bota, sapatinho masculino), calça jeans (que eu acho a coisa mais versátil de todos os tempos) ou de sarja, uma blusa mais levinha de manga curta, uma blusa de lãzinha por cima, um casaco mais pesado e um cachecol. Aconteça o que acontecer, essa ideia de visual permite que eu vá construindo ou desconstruindo as camadas!

#3 Chove, chuva, chove sem parar

viagem para curitiba

Como disse, em Curitiba chove. Então não há cidadão que saia na rua sem estar preparado pra isso. Eu, por exemplo, vivo com uma sombrinha dentro do carro. Minha sugestão é: se estiverem com viagem marcada pra cá, tragam também. E, por mais chato que pareça, carreguem a bendita para tudo que é canto! Vai salvar vidas! Outra dica para evitar a chatice que é molhar os pés nas poças do petit-pavé é usar sempre calçados fechados, da forma como comentei ali em cima: botas, sapatinhos masculinos e até tênis. Galochas eu acho exagero comprar – nem eu que vivo há quase 30 anos aqui tenho, apesar de que às vezes até acho uma boa ideia porque né, chuva eterna.

#4 “As curitibanas são muito chiques!”

viagem para curitiba

Sempre acho que essas generalizações são muito relativas. De qualquer forma, talvez a ideia de que as mulheres daqui se vestem bem seja justamente por causa do clima, uma coisa assim meio cinza, meio clássica, meio europeia, hahahaha! Mas, sinceramente, acho que cada uma deve se vestir como quiser e como ficar mais confortável, sem essa preocupação demasiada em se encaixar no estilo da mulherada daqui (se é que existe de fato algum). Se usar botas e cachecóis for mesmo um sonho, uma combinação bonita e boa para o frio é saia ou vestido com meia calça grossa e um casaco quentinho por cima. Eu curto bastante usar esse tipo de roupa nos meses gelados!

Para outras dicas relacionadas à cidade, não deixem de conferir a seção Em Curitiba!

Bom, espero ter dado uma luz pra quem deseja fazer uma viagem para Curitiba! Se precisarem de mais ideias, mandem nos comentários que eu faço consultoria – dez pila! Mentira, hahahaha!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
52 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários