Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Sempre me incomodei com a oleosidade do meu rosto e com as espinhas ocasionais. E desde que comecei o blog, venho falando dessa característica da minha pele e de produtos que testo e que funcionam bem. Curto compartilhar meus achados por aqui e recebo bastante dicas e opiniões de meninas que tem o mesmo tipo de pele.

Com poros aparentes, sem poros aparentes, isso realmente importa?

Junto com essa troca de informações, sempre aparecem pedidos de sugestões para disfarçar o tamanho dos poros do rosto e confesso que isso me incomoda um pouco. Gente, será que ficamos tão perfeccionistas que precisamos diminuir o tamanho dos nossos poros? POROS! POOOROOOOS! A única pessoa que pode um dia reparar no tamanho dos seus poros é a que dorme do seu lado ou a que vai lhe dar um belo beijão na boca, e vem cá, duvido que essa pessoa estará preocupada com poros nesse momento. #prioridades

Pensa comigo, a gente “precisa” (com muitas aspas em volta) se preocupar em deixar o cabelo bonitão, a pele sem brilho, o corpo macio, as unhas bem feitas e além de tudo isso, ainda TEM QUE deixar os poros imperceptíveis? Ahhh vamos relaxar um pouco? Só um pouquinho? Já não tem padrão de beleza demais em cima da nossa cabeça, não?

Se o tamanho dos seus poros é realmente algo que te incomoda de verdade e te faz sentir infeliz, tudo bem buscar por produtos que minimizem essa aparência, mas pensa ai se isso é realmente essencial na sua vida e se vale mesmo a pena colocar uma preocupação extra e mais uma cobrança em cima dessa característica. Que tal abrir mão dessa ou de outra neura em 2017 e começar o ano um pouco mais leve?

A gente precisa né, já que todos os outros lados da vida já estão pesados demais.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
34 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Estela

    Por isso os meus são enormes e eu não ligo. Há uns anos ninguém nem lembrava que tinha poros, mas veio a indústria e criou essa “necessidade”

  2. Manuela

    Isso é culpa das blogueiras (a maioria). Depois que ensinaram contorno pra pescoço (PESCOÇO!!!), nada mais me espanta…

    • Keyla

      Tenho que concordar contigo, Manuela. (Não é uma crítica ao blog Coisas de Diva que é o único que leio desde que comecei a ler blogs, amo muito vcs meninas). Comentei em outro post. O fato é que a maioria das blogueiras têm culpa por essa cobrança desenfreada que em nós foi repassada. “Têm que ter pra disfarçar tal coisa…” Coisas que nem sabíamos que tinha que disfarçar… E por aí vai.
      Felizmente, estamos acordando.

    • Do lado de cá da tela, não tiro a culpa da mídia ou dos blogs. Mas acredito que existe público para esse tipo de coisa e quanto mais audiência o post de “contorno para o antebraço para ficar mais magra” tiver, mais as pessoas vão produzir este tipo de conteúdo. Me parece um ciclo sem fim.

  3. Luciane

    A cada dia aumenta a lista de coisas que a mulher “tem que” disfarçar: maquiagem para TUDO (até poros!), roupas ideais para esconder “defeitos”, sapatos que “alongam” a silhueta, produtos pra mudar o cabelo (o SEU cabelo nunca é bom suficiente… precisa luzes, mega hair), exercicios para definir cada centímetro do corpo… Resumindo, querem nos convencer a acreditar que nascemos todas erradas e precisamos consertar tudo. Pior que na maior parte das vezes é uma luta enorme contrariar tudo isso 🙁

    • Tatiana

      é isso. ensinaram a gente a consertar/disfarçar até a própria vagina – CAREFREE e sua ~onda de frescor ‘tão aí p’ra não me deixar mentir.

    • Bruna

      É bem esse o sentimento. A gente começa a questionar tudo o que é dito diariamente que PRECISAMOS e percebemos que no fundo nada disso importa. Aprender a filtrar oq é legal pra gente é fundamental, que cosméticos/roupas realmente gostamos de usar e que fazem bem pra gente, por dentro e por fora. Auto-conhecimento, tudo parte daí.

  4. Márcia Daniella

    ADOREI o post! Tanta coisa mais importante mesmo que os poros. E mesmo assim, se pararmos pra pensar, tem coisas que não são tão relevantes assim. Eu prefiro ter um sorriso no rosto do que cabelo brilhando o tempo todo. Eu prefiro ter saúde do que unhas impecáveis todos os dias.

  5. Ane

    Hahaha muito bom o comentário do carefree! Confesso que já fiquei incomodada com o tamanho dos meus poros, mas já caí na real hoje em dia. Acho que ninguém reparava nisso até surgir a onda dos primers e, consequentemente, a onda publicitária de “tem que ter” alavancada por muitas blogueiras (e, claro, não estou falando daqui! Aqui é só amor <3)

  6. Andreia

    Onde fica a tecla de palmas no teclado do computador??? Super concordo! Deixem meus poros em paz! eles não fazem nada de mal a ninguém!

  7. Cris

    Hahaha eu só lembrei que tinha poros quando uma base entrou neles e fiquei toda pintadinha kkkkk comprei outra base q não fez isso e ja esqueci deles.

  8. Ana Carolina de Moraes Luccarelli

    Tenho 27 anos e de um tempo pra cá tenho percebido que as espinhas tem voltado a aparecer… Acompanhei sua saga e o uso do Rokutan…. Quando você percebeu que as espinhas não eram mais normais e precisavam de uma intervenção? Amo vc Sá! Um beijo!

    • Quando elas começaram a deixar cicatrizes profundas, Ana. As espinhas estavam tão grandes que parecia que tinha 4, uma em cima da outra. E como já tinha feito mil coisas para as cicatrizes, achei que estava jogando todos esses tratamentos no lixo.

  9. Ana Nery

    Parabéns Sá! Sou sua fã. Há tempos me libertei dos padrões ditados pela sociedade…não posso mudar meu DNA, então aprendi que eu tenho que olhar no espelho e gostar do que vejo, me tornei muito mais feliz e segura!

  10. Marina P.

    Oi Sá!
    Vejo muito sentido na sua reflexão! Também acredito que devem existir limites para “disfarçar” nossas “imperfeições”… mas a chave para um equilíbrio saudável na nossa vaidade e na busca incessante pela perfeição é o fortalecimento do amor próprio e da auto estima!

    Nunca me esqueço uma vez que fui fazer depilação com cera e limpeza de pele em uma clinica de estética. Estava fazendo estes procedimentos porque ia me casar, pois normalmente me cuido apenas em casa.
    A moça que me atendeu ia me colocando tantos defeitos, e ia emendando tratamentos, que saí desapontada do local, quase me sentindo feia.
    Tudo era problema e tinha um remédio: dermaroller para os poros do meu rosto, pigmentação fio a fio para minhas sobrancelhas clarinhas, depilação a laser para as minhas axilas, banho de lua para minhas coxas e barriga…

    • Fran

      Ai, ODEIO quando fazem isso! Faz uns 4 anos que fui deixando de ir cada vez mais ao salão e com certeza essa questão colaborou, você vai cortar o cabelo, aí a cabeleireira acha tanto defeito nos seus fios (desnutrição, elasticidade, pontas duplas, ressecamento, etc…), que você sai de lá achando que precisa fazer 500 tratamentos, enquanto até meia hora antes achava que só precisava de um corte. Ainda não tenho um psicológico TÃO evoluído pra não me importar, sabe? Embora minha auto estima tenha melhorado um pouco nos últimos anos, infelizmente ainda me sinto atingida por esse tipo de coisa. Fiz umas limpezas de pele no começo do ano passado porque estava cheia de acne, cada uma custou 230 reais, eu tive que ficar apertada pra pagar, aí na segunda sessão a esteticista diz que pra obter resultados eu teria que fazer mensalmente, pra sempre! Sabendo que não tinha condições financeiras, saí de lá me sentindo um lixo, acreditando que minha pele seria empipocada pra vida toda…

    • Isso é bem chato mesmo, é tipo aquelas vendedoras de loja que te empurram de meia a casaco de pele quando você só quer um presente para a sogra.
      Mas não se deixe abater, não. Pense mais que ela deve ganhar comissão pelos tratamentos e menos que você tem muitos “defeitos a serem arrumados”.

  11. Karina

    Eu nem sei se tenho poros! kkkkkk Acho que tem gente usando demais aquele espelho com lupa, prefiro um espelho que mostre menos! Agora, quanto à crítica que li de algumas meninas sobre “isso ser culpa da maioria das blogueiras”, me desculpem, mas ngm é obrigada a concordar com tudo que escrevem por aí. Vamos usar mais cérebro e menos produtos cosméticos!

    • Ane

      E vamos ser mais gentis com as outras mulheres também! Todas usamos o cérebro, mas temos pensamentos diferentes! 😉

  12. Raquel

    Primeiramente: Que minina bunita, genteee!! rsrs.

    Segundamente: A busca pela perfeição nos torna pessoas fúteis e tristes. Sinceramente, prefiro ser feliz e com os poros abertos! 🙂

  13. Rafaela

    Obrigada pela sua reflexão!
    Eu me sentia incomodada pelos meus poros, mas isso não faz sentido mesmo!

  14. Ariana

    Para mim importa e muito! Pode parecer pouca coisa mas quando se olha o conjunto sabemos e é visível que tem alguma coisa ‘estranha’, tipo quando estamos um tempo sem fazer a sobrancelha e qdo fazemos o nosso rosto brilha, fica mais ‘limpo’.

    Consegui reduzir os tamanhos com o uso do Effaclar Anti-Age, uso toda manhã antes do filtro solar, e a noite revezo com ácido (suavicid/vitacid plus).

  15. Eu peguei pra mim que nesse ano vou desencanar das coisas que não são importantes..,

    vou ser mais egoísta e pensar em mim.. não o q os outros pensam sobre mim… afinal isso é problema deles…

  16. MURIEL

    SHOW!!!

  17. Ariane Machado

    Sabrina, concordo com vc é entende o sue

    • Ariane Machado

      Sabrina, concordo e te compreendo!! Mas pra quem tem poros dilatados, mesmo desapegada da maquiagem, é desconfortável no dia a dia, parece que sua pele fica sugando toda a sujeira do mundo kkkkk Já até pensei em comprar aquele blur da loreal e usar todo dia depois do protetor solar, pra pele absorver menos coisa e ficar um pouco mais digna.

  18. Sabrina, concordo plenamente com você! Também tenho a pele super oleosa e não tenho essa neura com os poros graças a Deus. Muito obrigada pelos seus post, adoro!!

  19. Luciana

    Acho que o ponto é: o que te incomoda são os poros dilatados OU o que os outros acham dos seus poros dilatados? No meu caso é o primeiro. EU não gosto, EU acho feio, EU quero disfarçar pra não ver base acumulada. A pele das outras não me importa, mas a minha sim. O problema é justamente esse, se incomodar com a opinião alheia e isso em relação a tudo na vida.

    • Exatamente isso, Luciana. Se é algo que te incomoda, acho válido ir atrás de uma ajuda. Mas se a preocupação é “oq os outros vão pensar?”, é o caso de refletir e ver se vale a pena essa preocupação.

  20. Miriã Andrade

    Sabrina sempre linda! Eu nunca me preocupei com os meus poros, haha, sou muito tranquila e deixo eles aqui bem quietinhos.

  21. Alessandra


    Seus olhos são lindos! Parabéns
    Obrigada por me ajudar… sempre que preciso de um produto eu vejo as resenhas de vcs!
    Beijo grande

  22. Pois é, mas aí tem milhões de produtos que prometem diminuir os poros ou não acumular nos poros ou deixar os poros imperceptíveis e… pronto, mais um padrão nos empurrado goela abaixo que a gente acaba se preocupando, afinal, bonita é pele lisa, igual de photoshop… alguém consegue imaginar um homem padrão (sem ser muito metrosexual) se preocupando com os poros? ou só saindo de casa com maquiagem pra deixar a pele perfeita? por que a gente tem que se submeter a isso?

  23. Bethânia

    Sabrina, obrigada pelo post. Também tenho os poros dilatados. Aliás, comecei a ser leitora diária quando percebi que temos várias semelhanças em relação à pele, cabelo, olhos, essas coisas. Então, seus testes de produtos acabam sempre sendo valiosos para mim. Mas queria dizer mesmo que o batom que estás usando é lindo!!!! Please, diz qual é!!! Grande beijo.

    • Não lembro exatamente, mas deve ser o Perfect Nude da Eudora.

AULA MAQUIAGEM!!!