Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Sim minha gente, me sinto boba em dizer isso, mas depois daquele meu post felizão contando que estava namorando, preciso dizer que meu namoro terminou. Daquela vez eu quis dividir minha alegria e fiquei imensamente feliz com o número de comentários de pessoas mostrando que estavam felizes junto comigo, mas no final das contas, o relacionamento não deu certo.

Depois de muito chorar, agora estou melhor e durante este processo de fim de namoro, descobri algumas coisas que talvez ajudem quem está passando por isso agora.

foto

Saber a hora de desistir

É normal, principalmente quando não é a gente que termina, querer conversar, ir atrás, tentar resolver, chorar, se descabelar, pedir para voltar. Não é bonito, mas pelo menos para mim, faz parte do processo. Se não fizesse tudo que podia, depois eu iria ficar me perguntando “e se?”. E se eu tivesse falado isso, se tivesse argumentado aquilo, se tivesse ido conversar de cabeça fria, e por ai vai. Fiz tudo que achei que podia fazer, mas uma hora percebi que não adiantava mais, que tudo que eu estava fazendo não ia fazer ele mudar de ideia. Então desisti. Ficar remoendo, indo atrás e choramingando só estava me desgastando e fazendo eu sofrer mais ainda.

Não existe atalho para diminuir a dor

Percebi que ficar indo atrás para conversar era uma forma de eu tentar diminuir meu sofrimento. Eu sabia que meu namoro não era do jeito que eu queria, mas ao mesmo tempo, não queria sofrer. Então ir atrás para voltar era uma forma de eu acabar com minha tristeza. Mas veja só, isso não existe. O fim de um namoro é triste, é dolorido, é sofrido, e absolutamente nada vai fazer com que esse sentimento suma de um dia para o outro. Não tem como a gente deixar de gostar de alguém em 72 horas. Tive que aceitar que meus dias seriam tristes, que eu ia chorar, não ia ter vontade de fazer nada e que aquilo ia doer por um bom tempo. É uma droga, mas é como as coisas são. Como um amigo me disse uma vez, somos adultos e temos que resolver nossos problemas como adultos. Tive que encarar que seria difícil e é isso, a vida continua e uma hora tudo passa.

Amigos e família são tudo na vida

Nessas horas tristes, contar com quem gosta da gente é o melhor a fazer. Eu tenho uma tendência a não falar muito sobre meus problemas e não querer incomodar os outros com isso. Mas tive que pedir ajuda para meus pais e amigos, estava me sentindo o último ser humano da face da terra me culpando por tudo, eles foram a coisa mais importante do mundo para me mostrar que opa, não é bem assim. Estava triste, mas com essas pessoas pude sentir que sou querida e amada. Agradeço de todo meu coração pela paciência, atenção e carinho que recebi. Obrigada por tudo. <3

Distância e tempo

Com isso tudo, percebi que para mim, é melhor criar a maior distância possível da outra pessoa. Esse negócio de bisbilhotar a vida nas redes sociais e saber o que ele estava fazendo me atingia em cheio e me levava para baixo novamente. Por isso, bloqueei em todas as redes sociais possíveis, não para ele não me procurar, mas para eu não cair em tentação de bisbilhotar e correr atrás de novo. É bastante imaturo, mas para mim, é a melhor coisa para começar a esquecer e seguir em frente.

Ocupar os dias

Tinha dias que, por mais que eu quisesse me distrair, não conseguia. Mas ultimamente ando me sentindo melhor, então estou aproveitando isso para ocupar cada minuto do meu dia. Quanto mais coisas tenho para fazer, menos tempo tenho para deixar minha cabeça vagando e pensando em coisas que me entristecem. Estou fazendo mil cursos, indo em restaurantes, lojas, feirinhas, vendo todas as séries da Netflix, juntando uma pilha de livros para ler e descobrindo 79 hobbies diferentes. As vezes todas essas atividades funcionam que é uma maravilha, em outros dias, não adianta nada e acabo ficando triste do mesmo jeito. Mas percebi que a cada dia estou um pouco melhor.

Como todo mundo bem sabe, já tive um fim de namoro muito pior, então sei que com o tempo, tudo passa e fica bem novamente. Por isso, estou aqui bem sentadinha esperando que isso passe e daqui um tempo eu possa falar sobre isso sem nenhum fiozinho de tristeza.

 

 

P.S.: Meninas, gradeço a força e todos os puxões de orelha também, todos os comentários são super importantes para mim, mas nesse momento preciso esfriar a cabeça para colocar as coisas no lugar. Por isso fecharei os comentários por um tempo, tudo bem? Agradeço de coração a compreensão.<3

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
136 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários