Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Quem aí leu esse post completíssimo da Sá e ficou louquinha para aderir ao cabelo colorido? A tendência é tão democrática que (quase) todo mundo acaba se apaixonando por alguma cor ou mistura de cores, né? Mas aí bate aquele medinho de não gostar do resultado, de estragar muito os fios, de pirar demais com o visual e depois ter que frequentar um ambiente de trabalho mais formal em que ninguém vai entender seus gostos capilares – e assim por diante.

Mas eu tenho uma solução! Que tal se aventurar, sim, no cabelo colorido, só que aos pouquinhos? Ninguém precisa sair decapando os fios e tacando tonalizante arco-íris de uma vez se não estiver se sentindo 100% segura, oras! O negócio é começar devagar, de repente fazendo apenas algumas mechas, escolhendo a região da nuca ou então concentrando nas pontas… Tem jeito e fica bonito também!

Acompanhem comigo, a seguir, inspirações mais light para começar a saga do cabelo colorido!

Para quem tem medo de não gostar

cabelo colorido

Se a questão é essa, melhor experimentar o processo antes de passar definitivamente a tesoura no cabelo! Dá para ir ao salão, cortar só para dar acabamento e planejar com o profissional de confiança a transformação. Com o descolorante e o tonalizante concentrados apenas nas pontas, se o resultado não agradar, basta cortar tudo fora e continuar a vida sem a noia do “e se eu tivesse cabelo colorido?”.

A Marina tonalizou de rosa somente as pontinhas do cabelo dela – nem foi necessário descolorir primeiro porque ela já é loira! Para ver, basta clicar aqui.

Para quem não quer estragar os fios

cabelo colorido

Ter que descolorir geral parece meio assustador mesmo, devo concordar. Foi por isso mesmo que eu, quando escolhi aderir ao granny hair, quis fazer num estilo ombré, mais mechado e com a raiz intacta. Isso ajudou a preservar uma parte dos meus fios naturais e recuperar os que tinham passado por química foi bem mais tranquilo do que eu pensava. Fora que fica super lindo!

Para quem fica insegura com o trabalho

cabelo colorido

Acho que muitas convenções deveriam ser quebradas porque não definem nossa capacidade enquanto profissionais. Mas, infelizmente, para sobreviver a gente dança conforme a música, né? Um jeito de chegar ao meio termo – e até de sentir o terreno para dar um passo a mais, caso a recepção não seja o bicho de sete cabeças que costumamos criar – é colorindo apenas a região da nuca. Deixando uma boa quantidade de cabelo natural por cima, o colorido só vai aparecer quando e do jeito que a dona quiser.

E então, quem aí se sente mais preparada para encarar o cabelo colorido depois desse post?

Fotos: Pinterest

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
13 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Eu acho mega estiloso..porem tem que ter um super estilo ne?
    Grande beijo

  2. Gabriela R. Salomon

    Ah, eu não conseguiria fazer mechas coloridas no meu cabelo hehehe

  3. Acho super estiloso! Mas tenho medo! bjs

    http://www.bloggeucerqueira.com

  4. Eu conheço muita ararinhas que usam peruca para trabalhar, mesmo as sintéticas, se tu comprar uma de fibra e souber como lavar e manusear, fica super natural!
    Uma boa saída para quem trabalha em ambientes inadequados para cabelo colorido ^^

    Um beijo,
    Foca no Glitter

  5. Márcia Daniella

    Que ideias lindas! Eu acho maravilhoso um cabelo com mechas coloridas

  6. Já tive a ponta dos cabelos rosa (há uns 16 anos!) e mooooorro de vontade de colorir de novo… mas meu trabalho me impede!
    Adorei o post, vou repensar as cores e discutir com meu cabelereiro o que posso passar que não danifique meu cabelo (que é descolorido por luzes)!

    • Então, Ju, se ele já é descolorido você tem meio caminho andado! Os tonalizantes coloridos costumam tratar o cabelo e saem de acordo com as lavagens – ou seja, se você vir que não é nada disso, pode ir lavando que sai! 😉

  7. Bruna

    Adooroo cabelos coloridos… e leio tudo sobre kk…. Já tinha lido o post da Sa e adorei tbm!!!!
    Tenho cabelo azul há 4 anos. Comecei com californianas e aos poucos fui fazendo mais luzes próximas à raiz.
    Não tive problema quanto ao meu trabalho, pois sou da área de moda, as coisas são menos complicadas no quesito fora do padrão rsrsr, mas não significa que você não tenha que se acostumar com os olhares de canto, com o preconceito de algumas pessoas achando que somos “infantis” quando não temos idade para tal, acostumar tbm com as perguntas inconvenientes rsrs.. e tbm com as “nossa, é tinta de verdade?” … “mas como vc fez?”… é até engraçado, mas tem que ter paciência kkk…

    Minha dica para quem pretende se aventurar: pesquise muito bem antes, faça com um profissional adequado para cores fantasias, não se aventure tentando descolorir as madeixas em casa, não corra o risco de ter um corte químico! Tenha em mente que vai investir muito mais em produtos para hidratação e nos retoques (tipo quem tem cabelo branco, no mínimo uma vez ao mês), pesquisar também cores, pois você pode até querer um azul, mas se der errado pode ter um verde indesejado rsrsr…

    Adorei o post de vocês! Estou sempre de olho no blog e nos produtos que testam, amo tudo kkk!!!!
    Bjooss

  8. Miriã Andrade

    Adorei as dicas e as inspirações, cabelo colorido é lindo! 😉