Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Por mais que eu procure fazer bastante coisa em casa, chega sempre aquele momento em que a ida ao salão de beleza se torna inevitável. Aí é marcar um bom horário, escolher aquele profissional de confiança e ir para deixar que ele cuide de mim. Quer dizer, pelo menos na maioria das vezes. O post de hoje é sobre situações que me fazem querer sair correndo da porta para fora cheia de bobes no cabelo ou com cera na metade da perna! hahahaha

Situação #1: a manicure estressada

salão de beleza

Imagine só: você não conseguiu marcar horário com a sua manicure do coração e topa pegar alguma da vez porque as suas unhas estão um caos. Até aí, tudo bem: é só sentar na poltrona, dar um oi pra moça, relaxar e… Se preparar para a sessão de tortura. Oi? Pois é, dependendo da manicure, o que era pra ser um momento só seu vira uma contagem regressiva angustiante para que termine logo. Tem umas que parecem colocar toda a força do universo na pazinha que empurra as cutículas. Outras apertam seus dedos tão forte que dá vontade de tirar a mão do lugar. E aquelas que não se contentam em tirar um, mas três bifes (história real, aliás!)?

Situação #2: pagando os pecados no lavatório

Sério, eu não sei até hoje como não inventaram um jeito mais confortável de a gente lavar o cabelo no salão de beleza, não é possível! Detesto encaixar o pescoço naquela meia-lua – fico sempre morrendo de dor, toda torta, rezando pra acabar logo! Mas aí não, né: é shampoo, depois shampoo de novo, aí condicionador e a temida massagem no coro cabeludo. Fico com peninha de pedir para pararem porque sei que fazem para agradar a cliente, mas no fundo fico agonizando enquanto, com a maior calma do mundo, esfregam minha cabeça, hahahaha!

Passou um perrengue sério no salão? Não perca meu post sobre os direitos da consumidora de beleza!

Situação #3: a fofoca de salão

salão de beleza

Todo ambiente de trabalho tem suas desavenças, eu sei. Mas em salão de beleza o negócio é impressionante! É um disse-me-disse de outro mundo e, nós, clientes, não temos nada a ver com isso, poxa! Porém, infelizmente não é assim que pensam alguns profissionais. O que me incomoda profundamente é estar sendo atendida e ver a pessoa parar o que está fazendo para falar no ouvido de algum colega. Ou, ainda pior: saber da gravidez escondida pela fulana, da gerente linha-dura que anda passando pito em todo mundo, do atraso da outra porque foi pra balada na noite anterior… Ninguém é obrigada, concorda?

Situação #4: excesso de intimidade

Acho que ter uma boa relação com quem atende você é, além de algo bem-educado, uma oportunidade para conhecer pessoas novas e valorizar o trabalho oferecido. Porém, também acho que tudo tem limite, né? Esses dias, alguém me contou que foi até a depiladora e ela contou que fez uma tatuagem. Beleza, tudo certo. Mas daí pra moça abaixar a calça e mostrar o desenho na virilha são outros quinhentos – aconteceu de verdade! Ok, sei que depiladoras veem a gente em posições pouco ortodoxas, mas isso não significa que a recíproca precise ser verdadeira, hahahaha!

Situação #5: passa só um marronzinho…

salão de beleza

Já contei por aqui que, infelizmente, eu prefiro me maquiar em casa mesmo porque vira e mexe passo por alguma situação chata no salão. Mesmo me munindo de referências, conhecendo meu próprio rosto e conversando bastante com o profissional, chega a hora H e sai tudo completamente diferente (não de um jeito bom) da intenção inicial! Já me aconteceu de pedir um olho mais neutro, por exemplo, para poder caprichar na cor da boca e, ao me olhar no espelho, ver tipo roxo e preto! Dar seu toque é importante, mas o pessoal precisa entender que quem precisa sair satisfeita é a cliente – especialmente quando faz um pedido sensato.

Para quem está à procura de profissionais em Curitiba, aí vai meu super guia! Logo tem a edição 2016!

E aí, se identificou com os meus relatos de salão de beleza? Conte nos comentários o que faz você querer fugir de lá também! hahahaha

Imagens: Shutterstock

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
157 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Tatiana

    você pegou leve, Thais (e está certa em fazê-lo), hahaha.
    minha avó tem salão de beleza desde muito antes d’eu nascer. é pequenininho, desses de bairro, e mesmo assim o ambiente já me dá nos nervos. das grandes redes então, quero distância eterna. vou em um maior uma vez por mês, fico uma hora só p’ra depilar e relembro as razões de todos os meus traumas em um looping eterno.
    ODEIO salão.

    • a

      tenho a mesma opiniao sobre saloes, abomino

    • Maria Helena Santos

      Nossa é uma tortura o lavatório dos cabeleleiros tenho que mandar parar e levantar minha cabeça porque a dor no pescoço é demais sem falar nas mãos pesadas das(dos) cabeleleiros ninguém merece tanto sofrimento além de pagar caro por qualquer serviço é uma verdadeira tortura chinesa levo tempo para colorir meu cabelo , aqui neste país nada presta,até um ato de colorir cabelo já é sofrimento.

  2. dani falcão

    Por tudo isso faço quase tudo em casa, mas foram alguns anos pra aprender e muitos vídeos e resenhas na net. A única coisa que não domino é o corte no cabelo, mas aí marco durante a semana em horários de almoço em que quase num dá ninguém. Odeio salão por todos esses motivos.

    • Marcar num horário aleatório pelo menos garante menos movimento, né? Tá certa! 🙂

  3. Raíssa França

    Como não se identificar? hahahhaa
    Eu gosto que lavem meu cabelo, só fico tensa quando a pessoa tem unha comprida (!!!). Demoro um tempo para realmente me incomodar com o lavatório, mas quando eu vou fazer luzes é um horror. Saio com o pescoço todo dolorido e meu couro cabeludo fica doendo uns 2 dias de tanto puxar, pôr peso em cima etc. Aff…

  4. Joyce Ribeiro

    Como não se identificar? Haha, toda vez que vou no salão fico pensando o quanto minha cabeça vai ficar sendo puxada! Vem várias funcionarias fazer escova e chapinha ( meu cabelo é muito e bem volumoso) só que, cada uma vai puxando com tanta força de cada lado, fico tentando me manter firme porém falho. E a manicure então é um desespero, prefiro fazer as unhas em casa e sozinha, tenho cutículas finas, que não é necessário tirar, e se tentar também já fere, agora tenta explicar isso no salão, a pessoa diz “não, mas você tem um pouquinho de cutícula sim!” E ai manicure vai com o seu alicate de cutícula, tirar um pedacinho e pá, é sangue para todo lado. Vou nem falar nada de maquiagem de salão, pq desse eu passo beeem longe, na ultima vez me deixaram uma drag queen, sendo q o evento era pra ir em uma missa de solenidade…

    • larissa

      minha manicure vem em casa, eu e minha mãe fazemos com ela há aaaaaanos, nunca tirei cutícula, mas ela insiste que tem uma pelinha ali, já briguei várias vezes com ela por conta disso, já saí da cadeira e tudo. parece que para elas o serviço é incompleto se não tirar a cutícula.
      seria incompleto se ela largasse de lado, como é uma opção da cliente, esse serviço não está incompleto

    • Pois é, me parece uma questão cultural. Mas respeito à decisão da cliente em primeiro lugar, né? Poxa, não é não!

  5. Carolina

    Adorei…kkkk e quando vc vai fazer a unha e outra profissional começa te ” examinar”…nossa sua sobrancelha está horríivel… e começa a detonar o trabalho do outro profissional ! Detesto.

    • Nicolle

      Sem contar que se vc quisesse fazer as sombrancelhas, vc teria pedido.
      Como se a gente fosse obrigada a fazer tudo no mesmo salão – feliz de quem consegue isso.
      Bem lembrado… odeio essa situação…

    • Sim! Bem chato isso, né? Eu, por exemplo, faço uma coisa em cada canto.

  6. Heloisa

    Sem contar quando queimam seu couro cabeludo com o secador, quando arrancam metade dos seus fios ao desembaraçar, quando vc pede pra cortar só as pontinhas e sai com um chanel, quando lixam as unhas todas tortas, quando pedem pra vc que é alta deslizar na cadeira pro cabeleireiro alcançar o topo da cabeça e vc fica lá toda torta por horas… Mulher sofre! Rs

    • Kelly Cardoso

      Eu me identifiquei 100% com seu comentário kkkk bem isso. O pior é que se reclamar de dor a gente que é fresca.

    • Fernanda

      Nossa tenho pânico de desembaraçar o cabelo no salão! eles puxam de um jeito que tenho sensação que metade do fio quebra e outra metade queima no secador

    • Mulher sofre mesmo, Heloisa! Ai, ai!

  7. Nicolle

    Mais uma na fila!
    Como é difícil, né?!
    Agradeço muito às meninas do YouTube pelos tutoriais porque também faço muita coisa em casa. Só não dá pra mexer nos cabelos (corte e luzes) – neste caso, como foi difícil achar um profissional de confiança…
    Mas a questão da maquiagem… oh, céus! Tenho pavor de lembrar da minha última vez, logo para ser madrinha de casamento de uma amiga de infância: a maquiadora redesenhou meus lábios pra ficar bem na foto. Oh, minha filha! Eu quero curtir o casamento na vida real também, não só nas fotos… Depois dessa, passei a treinar mais, assistir a mais tutoriais, entender meus traços e acreditar mais na minha capacidade.

    Isso aqui virou o muro das lamentações! Kkkkkkk

    Beijos

    • Carolina

      NUNCA me maquiei em salão – e nem pretendo fazê-lo, nem mesmo no meu casamento – por conta dessas coisas. Acredito que maquiagem é algo que deve nos deixar com cara de “nós mesmas, melhoradas” e não de “olha eu tentando a vida como drag queen”, mas parece que poucos profissionais compartilham dessa minha visão, hehe.

    • Nem me falem! Cadê a maquiagem de bonita no mundo, gente?

  8. Nunca me esqueço que uma vez uma manicure tirou 9.. isso mesmo NOVE bifes de mim…

    Lembro que a dona do salão ficou tão chocada que nem cobrou, e ainda esmaltou minhas unhas (porque eu nem queria mais nada.. só queria fugir dali),,,

    • Soraya

      Eu parei de fazer a unha em salão em 2008 quando a manicure tirou bife em 9 dedos. Achei que fosse só eu a premiada!

    • Soraya, será que era a mesma.. hahahahaha

      Medo!!!

    • Gente, que horror! Sério, e eu chateada quando me tiraram três…

  9. Lidiane

    Eu estava de frente para a televisão e a manicure de costas, trabalhando nas minhas unhas. Mas a novela parecia mais interessante e a cada 2 minutos ela virava quase o corpo todo para poder assistir, mas não soltava a minha mão, que ia junto com ela hahaha! Dei umas bufadas para ver se ela se tocava, mas ao invés disso, ela comentava a novela comigo! Esperei ela terminar e reclamei com a dona do salão, que frequento a mais de 10 anos!

    • Nossa, que abuso! Mas ó, já me aconteceu também. :\

  10. Lilian

    Uma vez eu ia ser madrinha de casamento, meu vestido era azul claro, aí eu pedi que a maquiadora passasse sombra azul clarinha também, algo claro e iluminado… quando olhei no espelho ela tinha passado sombra cor de tampa de caneta bic azul (oi? isso é o que ela chama de azul claro?), e ainda por cima passou sombra até encostar na sobrancelha! desde então, maquiagem só faço em casa, sozinha mesmo!

    • Soraya

      Eu também passei por isso! A maquiadora perguntou a cor do vestido e ao saber que era azul, disse que ia fazer um leve ponto de luz em azul… Parecia festa junina, que tristeza.

    • Tenso! :\

  11. Priscila

    Tenho sorte de ter encontrado um salão aqui em São Paulo que é um paz nem parece que estou dentro de um salão de tão tranquilo .

    • Mariana

      Opa, compartilha essa informação com azamigas! Tá difícil achar salão bom em São Paulo viu

  12. Lidiane

    Sem contar quando fazem escova e queimam minha orelha, uma vez a manicure tirou um bife de cada dedo da mão direita, no dia seguinte não conseguia escrever, e essa da maquiagem é clássica, sempre fica mais forte do que a gente pede! Hahahahahah

  13. Isabel

    Identificação totaaaaaal!
    Eu só vou em salão pra cortar o cabelo e fazer depilação, porque não consigo fazer nada disso em casa.
    O que me irrita mais é a pessoa passar muito xampu na minha cabeça, passar o condicionador e enxaguar bem rapidinho, sem dar tempo dele amaciar os fios! E ainda fala que meu cabelo tá ressecado. Na verdade foi essa lavagem que ressecou, né? Mas já contornei esse problema, porque agora faço low poo e levo meu shampoo sem sulfato e meu condicionador, e peço pra ela esperar antes de enxaguar.

  14. Lilian

    e quando você vai fazer luzes no cabelo, pede algo de cor discreta, tipo um tom caramelo nas mechas, só pra dar uma iluminada nos fios, e sai de lá com luzes amarelas horríveis? e ainda te esquecem lá com o papel alumínio na cabeça e vão bater papo com as comadres, fumar lá fora e voltar fedendo a cigarro pra te atender etc

    • Carolina

      Foi assim que eu tive corte químico. O cabeleireiro deixou meu cabelo, que é fino e já tinha química, descolorindo por 2h e eu pensei “ah, o profissional é ele, deve saber o que tá fazendo, não vou incomodar”. Resultado: tufos do meu cabelo saíam na minha mão e tive que cortar meu cabelo, que tinha uns 3 palmos abaixo do ombro de comprimento, no ombro. Agora, depois de 2 anos, é que a coisa tá se ajeitando.

    • Erika

      Aconteceu a mesma coisa comigo! Já tinha feito luzes várias vezes, sempre fiquei horas no salão (já cheguei a ficar 8 horas descolorindo o cabelo). Infelizmente minha cabeleireira de confiança mudou de cidade, depois de muito pesquisar decidi testar outro salão. Expliquei pra menina que estava em um processo pra platinar meu cabelo aos poucos, pra evitar danos maiores do que as próprias luzes causam. Não sei oq ela arrumou, depois de quatro horas quando foi testar as mexas debaixo estava todas quebrando. Ganhei um belo de um corte químico, aí tive que tirar o produto da cabeça toda para evitar maiores estragos. Além de perder dois palmos de cabelo, fiquei com ele todo manchado, em cima laranja/amarelo e nas pontas quase branco. Ainda tive que escutar: você pediu pra platinar, tinha que saber como estava seu cabelo antes de pedir! Quem tinha obrigação de acompanhar a resistência do cabelo durante o processo era ela, pra eu fazer isso sozinha descoloria em casa!

    • Apenas chocada com esses relatos! :O

  15. Marcela

    Preciso fazer coro com a Heloisa: “quando pedem pra vc que é alta deslizar na cadeira pro cabeleireiro alcançar o topo da cabeça e vc fica lá toda torta por horas” kkk sem noção! Mas o pior de tudo, com certeza, é a maquiagem. A coisa mais rara é você sair com cara de bonita do salão.. normalmente sai igual drag queen.

    • Fran

      Entendo vocês, não porque também sou alto, mas porque meu problema é o oposto: sou muito baixinha e, quando vão lavar meu cabelo, sempre ficam me pedindo pra “vir mais um pouquinho pra trás…”.Tenho vontade de dizer: “Querida, só se a minha bunda entrar pelo encosto da cadeira, já estou forçando o máximo que dá!”, hahaha! Ainda bem que abriu um salão bem bacana aqui na minha servidão mesmo e no lavatório deles a pia não é fixa na cadeira, que tem altura regulável! Foi uma benção pra mim…

    • Fran

      ops* alta

  16. Márcia

    Nossa Thais você foi muito boazinha ao citar os seus motivos para fugir de salões de beleza. Eu só vou no salão tipo 3x ao ano agora cortar, pq já tentei cortar em casa e foi desastre total. Eu não vou mais a salões principalmente por conta da conversa fiada, fico indignada com a falta de profissionalismo das pessoas que trabalham com beleza, algumas delas são capazes de falar mal da cliente que acabou de sair do salão com outra cliente que ainda esta lá?!

    Outro ponto pra mim é o cabelo, os meus são crespos e isso por si só já é motivo de estresse no salão, tipo ir fazer a unha e TODOS no salão tentar te convencer a fazer progressiva, isso me mata de ódio, ou dizer que meu cabelo esta seco e um botox vai ajuda-lo, eu sempre coloco meu melhor sorriso amarelo e faço contagem regressiva para ir embora.

    • Que chatice essa de quererem empurrar progressiva pra todo mundo de cabeço cacheado, né?

  17. Marci

    Quando a pessoa que te atende fica mais tempo no celular do que fazendo o seu cabelo!! Odeio quando ficam empurrando produtos pra comprar, tipo shampoo tal, etc… Faço praticamente tudo em casa, só as luzes no salão. Até comecei a cortar o cabelo em casa mesmo.

  18. Carina

    Passo longe de salão de beleza. Cansei de pagar caro por um serviço mediano que consigo fazer sozinha em casa – e ainda posso atribuir o feito a mim mesma! rs

    Mas sobre lavar o cabelo, eu adoro. Poderia pagar uma pessoa pra lavar meu cabelo naquela meia-lua. A posição me incomoda, mas a massagem no couro cabeludo vale a pena!

  19. Karolini

    Como não se identificar? ahhahaahahah muito bom Thais!!! Sempre que vou fazer progressiva, é uma tortura, se não fosse pelo resultado depois, eu não voltava nunca mais!

  20. Juliana

    Corro de tudo no salão. Tenho tanta preguiça de sentar pra fazer as unhas e ficar ouvindo os conflitos das manicures. Maquiagem nem pensar. Depilação infelizmente não tem como fugir. Mas sofro horrores o dia que tenho que ir depilar. É uma pena que eu não consiga cortar e arrumar meu cabelo.

  21. Aline Canteiro

    odeio! odeio! odeio ir ao salão de beleza! Credo! detesto! nunca cortam meu cabelo como eu quero (faz 5 anos que corto eu mesma em casa e sou feliz) nenhum salão que eu conheço respeita meus cachos. Sempre querem palpitar na cor da unha e ficam escandalizados qdo peço pra não tirar cutícula. E da ultima vez que tentei me maquiar num salão saí de lá me sentindo um palhaço fui pra casa e lavei tudinho..hahaha. Não recomendo NENHUM salão da minha cidade : Lins-SP. (já fui em vários!) #traumatizada

    • Carina

      #tamojunto! hahaha
      Não sou de Lins, mas sinto o mesmo na minha cidade!

    • Fabiana

      Parece que elas simplesmente não conseguem aceitar que as pessoas gostem de cachos. Também uso os meus cacheados, mas faço um relaxamento para tirar um pouco o volume, é uma tortura cada vez que vou retocar, sempre alguém vem com um papinho de uma progressiva nova, eu vou lá há mais de 8 anos e todos já sabem que eu quero manter meus cachos, nem escova faço. Mas sempre alguém quer me convencer.
      Odeio salão!!

    • Aline tá ninja cortando os cabelos sozinha, hein! Que massa, guria, o importante é a gente se virar mesmo nas adversidades!

  22. Raquel

    A do lavatório pra mim é o pior, elas ficam uma eternidade passando um absurdo de produtos e repuxando o cabelo. Por causa disso passo meses sem cortar.

    Algo que me incomoda muito é não respeitar o que o cliente quer e fazer o que bem entende. No meu penúltimo corte pedi o famoso repicado Alexa Chung, e sai do salão parecendo uma boneca infantil. A franja ficou terrível, e em questão de dias ia viajar pra Europa. Fiquei a viagem toda passando gel pra esconder embaixo do cabelo, da vontade de chorar só de pensar. A cabeleireira ainda teve a ousadia de me mandar mensagem se gostei do corte!

  23. Hellen

    Situações bem constrangedoras,rsrsrs. Embora eu simplesmente ame lavar o cabelo no salão, por uma série de motivos tem sempre alguém que pode estragar isso: esfregar com a ponta das unhas (couro cabelo se esfrega com as pontas do dedos, mão quase na horizontal), esfregar muito forte (quanto mais suave for o movimento mais relaxante e mais limpo o cabelo vai ficar) e passar condicionador ou creme no couro cabeludo (cabelo misto ou oleoso é só nas pontas). Ufa! será que é pedir demais? Rsrsrs

  24. Deborah

    Bom dia

    E todas as proposições levantadas aqui são… Verdadeiras!
    Já passei por todas, mas o #excesso de intimidade e #Só passa um marronzinho são habituais em quase todos que fui e as consequências insatisfação terrível e traumatizante. Aff…

  25. Aline

    Eu fazia sempre unha no mesmo salão. Quando fui marcar me avisaram que minha manicure havia saído e por isso marquei com outra. Chegando no salão fui atendida por uma manicure com a mão pesada, bruta demais e sem noção. Me machucava o tempo todo… Eu tinha uma bolha no pé, pedi pra ela não mexer e ela enfiou o alicate fui na lua e voltei… Quando estava quase indo embora dei de cara com a manicure que sempre me atendia que disse que a recepção estava usando essa tática pra passar clientes pra quem não tinha ninguém… Pra piorar minha raiva, eu descobri que o apelido da manicure louca era HEMORIO pq sempre tira a sangue das clientes!!!!!!!! Nunca mais voltei…

    • CREDO!!! Que horror! Não á toa estava com a agenda vazia, né?

  26. Indianara Zukowski

    Super me identifiquei! Acho que a pior parte é quando você vai fazer as unhas, paga caríssimo e saí de lá pior do que entrou…um horror! Fazem as cutículas muito mal! Por isso, agora só faço as unhas em casa, pois cansei de sair do salão insatisfeita.

  27. Juliana

    Concordo com todos, exceto o de lavar o cabelo no salão.
    Felizmente meu cabeleireiro tem as mãos mais delicadas do mundo, e eu sempre fico morrendo de sono com a massagem no couro cabeludo, torcendo para não acabar nunca hehehe.
    Mas já passei por situações do tipo “meu Deus, é a minha cabeça que tá ai, e não uma massa de pizza”.

  28. Heloisa Carvalho

    Incrível como parece que cada vez fica mais difícil de ir ao salão, rsrsrs. Eu nunca gostei mesmo, só vou pra fazer depilação e cortar e pintar. Na depiladora eu vou há anos e não tenho do que reclamar, já no salão… Mesmo AMANDO as meninas da Fio-fio, elas nunca fazem tudo o que peço!
    Da primeira vez, eu ia cortar, decapar, pintar, cauterizar e escovar. Saí sem a cauterização e escova (não reclamei, afinal, não me cobraram… Mas estava marcado!!!). Da segunda, eu queria pintar o cabelo e as sobrancelhas e hidratar. Saí sem a hidratação e sem pintar as sobrancelhas. Não sei se elas não olham direito a agenda ou se ficam distraídas conversando, mas nunca fazem tudo o que peço mesmo estando marcado…
    Mas lá pelo menos não tem fofoca, elas sempre escutam direitinho o que a gente quer e não são inconvenientes.

    • Esse é o ponto que eu curto do Fio-Fio – é um lugar muito tranquilo!

      Mas poxa, acho que você tem que dizer quando não fazem tudo que marcou! Isso pode ajudá-las a melhorar o atendimento também!

  29. Super me identifico com todos os tópicos, e o excesso de intimidade me atormenta. Tive uma exeriência péssima com isso onde a pessoa me promoveu a amiga, e infelizmente não tive a mesma empatia com ela. Passou a me ligar, chamar no whatsapp e um dia precisei que ela viesse até minha casa fazer a manicure pois tinha um compromisso importante e nao ia poder ir ao salão, só que ela saber meu endereço foi um inferno, pois passou a aparecer de domingo antes de ir para a igreja com filha e marido para almoçar!! Gente, foi o cúmulo. E eu burra ficava sem graça de falar qualquer coisa, mas minhas atitudes demonstravam, como as pessoas não percebem? Até o dia que ela fez uma besteira no meu cabelo e eu passei a odiá-la.. fora todas as coisas engasgadas que eu suportava fazia um certo tempo. Ela passou a me chamar no whastapp e eu ignorar, ate que eu tive que falar que nao concordava com a postura dela, falei sobre meu cabelo e disse que estava enfrentando problemas que queria paz e disse que não queria a amizade. Bloqueei do telefone, só assim. Muito difícil essas situações. volta e meia me deparo com profissionais que querem especular a vida, fazer fofoca, trocar telefone, isso é muito desagradável.

    • Carolina

      Aconteceu comigo uma coisa parecida. Minha mãe e eu íamos no mesmo salão (situado na cidade onde eu nasci, mas onde não moro mais) e minha mãe caiu na asneira de dizer que eu e meu marido estávamos nos mudando, que tínhamos comprado uma casa e tal. Pra quê! A cabeleireira pediu meu telefone, minha mãe ficou sem jeito de negar, daí ela me mandou um WhatsApp dizendo que o marido dela era representante comercial de móveis, que se eu precisasse de alguma coisa, que eles iam viajar no fim-de-semana e, no caminho, podiam passar na minha casa (que fica a 270km) para me mostrar o catálogo, etc e tal. Desconversei e nunca mais voltei no salão, de tão constrangida que fiquei. Eu entendo, super entendo a boa intenção da pessoa, mas não dei essa intimidade. Não quero essa intimidade. E eu nem tenho como comprar móveis ainda, porque moro num apartamento minúsculo e ainda não me mudei, ca*****! Ai, só de lembrar eu fico braba.

    • Um simples comentário pra essas duas histórias: !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  30. Thalita

    Tenho pavor de salão! Minhas cutículas são muito fininhas (inlcusive nos dedos dos pés), então cada vez que ia fazer a unha, saía de la depois da manicure ter tirado uns 5 bifes e demooora a parar de doer. Fiquei anos fazendo a unha só em casa até que a vida ficou corrida e eu fiquei tempos sem fazer nada. Aí quando tenho uma festa ou um evento mais assim, vou ao salão e digo pra não tirar nada! Além da força bruta pra segurar o dedo, empurrar com palitinho, tenho a impressão de que a maioria anda muito apressada e acabo sempre saindo sangrando!

    Maquiagem eu fiz raríssimas vezes em salão, mas as minhas últimas boas experiências foram justamente na Sephora. A moça fez exatamente o que eu pedi, com os produtos que mais se adequavam À minha pele e ficou ótimo (caro, mas pelo menos a gente troca por produto né?). Só acho chato que tem um pessoal que tá fazendo compra e fica ali te assistindo do começo ao fim como se fosse tutorial do youtube.

    Cabelo eu não sei se fico com vergonha ou com orgulho de dizer que por uns 3 anos cortei sozinha em casa porque eu me recusava a pagar caro pra sair com algo completamente diferente do que pedi. Não entendo essa ‘liberdade poética’ que todo cabeleireiro acha que pode ter com o cabelo dos outros.

  31. Victoria

    Thaís, tem lavatório confortável, sim! No Retrô Hair, por exemplo, você fica deitada… é bem confortável.

    Também já sofri muito… tenho muita cutícula, mas, ao mesmo tempo, é bem sensível, então já me tiraram todos os bifes do mundo. E não adianta falar “não afunde mais porque vai sangrar”, porque elas acham que conhecem sua unha melhor que você.

    • Pois é, aqui em Curitiba são poucos os salões com essas cadeiras gostosas no lavatório ainda…

  32. Amanda

    Nossa Thaís, também já passei por poucas e boas. Eu faço praticamente tudo em casa, e o que tenho que fazer no salão eu só faço com pessoas de confiança! Já tive que desistir da depilação e sair só com uma perna depilada, ninguém merece depiladora carniceira!

  33. Karla Lopes

    hahahahaha! Pensei que eu era a mais ranzinza do universo… Simplesmente ODEIO ouvir fofoca em salão! Parece que a partir do momento em que você virar as costas, o assunto vai ser você, e fora o mau humor de manicure que me dá vontade de sair embora correndo! Ainda tem aquelas que tiram um belo bife da sua unha e fingem que não foi nada, disfarçam e ficam com cara de “não fui eu, hein!”

  34. Juliana

    Salão é triste!!!
    Tenho pavor de fofoca de manicure ou quando começam a fazer uma inquisição contigo (se trabalha, o que faz, quantos anos tem, onde mora, se tem marido/namorado, como assim você não tem filhos??)…
    Uma vez fui cortar a franja e o cara cortou no meio da testa… tipo Juruna! Depois dessa fiquei anos cortando a franja em casa até tomar coragem de procurar um “profissional” novamente…
    E na formatura da minha irmã que fui fazer maquiagem e a mulher fez o famoso “preto com prata” uó! Detesto ver qualquer foto daquele dia, eu ainda usava aparelho… fiquei parecendo o Inter2 🙁
    Por essas e outras, eu vou muito pouco ao salão hoje em dia…

    • Carla Haiduk

      Kkkkk! Essa do inter 2 foi genial! Essas Maquiadores de salão parece que nunca viram uma revista fina, uma novela , nada que não fosse o que aprenderam no curso.

    • INTER 2! HAHAHAHAHA O FALCÃO PRATEADO DA MAQUIAGEM!

      Brincadeiras à parte, é complicado isso, viu? :\

  35. Claudia

    Só vou ao salão pra cortar, e ainda assim sei que vai ser dia de me estressar, pois a cabeleireira nunca começa na hora marcada, daí lava e deixa o cabelo pingando pra cortar de ou finalizar de outra pessoa. Um desperdício de tempo!
    Já passei perrengue com maquiadora duas vezes. Na primeira ela errou o tom da base e me deixou morena, mas só percebi já na festa. Já na minha colação de grau, pedi um olho em tons de marrom mas elegante e bem esfumado. Quando olhei no espelho, a sombra estava escura e super marcada, e os cílios todos grudados. Pedi para ela tirar tudo e refazer, ainda bem que ela foi educada e refez sem reclamar.

    • Muito bem, Claudia! Que bom que exigiu um serviço melhor!

  36. Isa

    Gente, to rindo muito dos comentários! Uma vez pedi pra cortar chanel e sai do salão parecendo o Willy Wonka, da Fantástica fábrica de chocolates. Com as unhas tb, vou fazer e sai pior do que se eu tivesse feito. Agora só vou ao salão cortar mesmo, a cada 3 meses. e fico falando o tempo todo: ‘OLHA ESSA TESOURA, HEIN???’

  37. Camila B.

    Minha manicure do coração <3 vem na minha casa fazer minhas unhas e vou ao mesmo salão a 6 anos, é um salão pequeno com apenas 1 fantástica cabeleireira, ou seja, meu horário é só meu não terá ninguém ao lado fofocando ou incomodando!

    Com a mesma manicure e a mesma cabeleireira sempre não tem erro!

    *Amo lavar os cabelos no salão hahahaha

  38. Priscila

    Agora na minha cidade ( Florianópolis) virou ” moda ” qualquer salão cobrar preço de salão de luxo, como um corte por 70/80 reais, enquanto ano passado era em torno de 50 nos salões mais simples, de bairro. Eu particularmente acho absurdo as pessoas justificarem o preço dizendo ” mas é lavar, cortar e secar ” como se fosse um bônus. Quando você vai cortar o cabelo, o mínimo é lavar o cabelo, e não sair do salão com o cabelo igual uma doida, sem uma escova simples, que não fosse cobrada como adicional. Felizmente, aqui ainda tem alguns estabelecimentos que cobram um preço ” ok ” e ainda fazem uma escovinha amiga inclusa no corte. Caso alguém tenha algum salão aqui de Floripa pra sugerir, eu agradeço, pois estou precisando! obrigada, beijos.

    • Pois é, isso quando não cobram x pelo corte + y pro lavado + z pra escova…

  39. Manuela Salazar

    Esqueceu de falar do pior: papo homofóbico, racista, machista e preconceituoso em geral. Fujo!

  40. Aline

    O pior d tudo,para mim, é quando a profissional conhece sua família e começa a perguntar e falar mal de todos, além,é claro, d querer saber da sua vida. E como já uma relação de anos,quase q “amizade”, fica chato ser grosseira. E nem posso, pq ela é a única profissional da minha cidade q consegue entender q 1 dedo não é um palmo. Sem contar as extensas reclamações e mimimis dos filhos, dos parentes(incluindo os meus!), da vida pessoal dos outros clientes… Tento fazer o q eu puder em casa ou ir em salões de desconhecidos , onde em 90% das vezes saio infeliz pq não fizeram o q eu pedi. Então tento adiar o máximo possível a ida ao salão e quando vou marco tudo para o mesmo dia.
    Sonho com um salão q queira atender exclusiva e unicamente as expectativas do cliente a um preço justo e com atendimento educado e silencioso.

  41. larissa

    detesto salão, tipo odeio mesmo.
    já me aconteceu inúmeras vezes de estar fazendo a progressiva e a cabeleireira sair para fumar e fofocar, aí um procedimento que duraria, sei lá, umas 4 horas, durar 6-7 horas. fora a conversa insuportável de salão.
    agora faço selagem com uma moça que atende na casa dela, marca meu horário e tem só eu, faz rápido e muito bem feito, sem papo insuportável de salão e sem sair para fumar e fofocar <3

    no assunto maquiagem, no geral acho maquiagem de salão feia. iluminam muito em baixo da sobrancelha e acho o formato estranho (das que já vi)
    ai no dia do baile da minha formatura, como eu iria fazer o cabelo longe, decidi pagar a maquiagem tbm. no casamento de uma amiga vi a maquiagem feita nesse salão e gostei, fora que fiquei absurdamente satisfeita com meu cabelo.
    acontece que a que foi me maquiar era uma pessoa diferente da que maquiou minhas amigas.
    pedi uma maquiagem azul esverdeada e rosa, mostrei foto e tudo. a mulher começou dizendo que não tinha levado a paleta de sombras coloridas pq formanda geralmente pede um esfumadinho (OI?????????????????????) mas por acaso ela tinha uma sombra solta verdinha e uma rosa, eu disse que poderia ser essas mesmo.
    achei torturante ter uma pessoa me maquiando sem eu ver como ficaria, ela só queria deixar eu ver depois de tudo pronto, mas acabei vendo um olho só pronto antes.
    estava monstruoso, tudo preto, preto mesmo, com a cor subindo muito da linha no concavo e muito próxima da sobrancelha, que estava iluminada do jeito que detesto, super branca.
    falei com todas as letras que não gostei e que não era aquilo que tinha pedido.
    a moça não muito satisfeita perguntou o que eu queria "que ela precisava entender o que eu queria"
    eu expliquei novamente que queria o mais próximo da foto que mostrei a ela.
    ela refez e eu gostei muito. mas ficou a lição e o trauma. jamais farei maquiagem em salão outra vez na minha vida
    1- é caro pra caralho, e 2- não gostei e foi torturante.
    da outra vez que formei fiz minha maquiagem em todas os eventos, grátis, sem o estresse e ficou exatamente como eu queria. posso não saber fazer contorno, mas não faço nenhuma questão, para mim o que importa é a cara não sair com cor diferente do corpo na foto, e isso não aconteceu

  42. Carolina

    E esses dias que eu fui fazer a sobrancelha e, na hora que cheguei, falei pra recepcionista “Oi, eu vim fazer a sobrancelha com a Fulana”, ao que a moça me devolve a pergunta “E o buço, não?”. Hahahahaha, gente! Levei na boa porque sou uma pessoa segura e tranquila, mas se fosse outra, tinha mandado pastar. Acho que a definição acerca de quais pelos serão arrancados do meu corpo cabe só a mim, né?

    • Thalita

      HAHAHA! Morri com essa!

    • GENTE, SÉRIO!!!

    • Aryana Penno

      Já aconteceu comigo. E sim minha fia cabeleireira, eu SEI que eu tenho muito cabelo, e que eu tenho muitos pelos também. Não precisa ficar comentando a cada 20 segundos não. Por essas e outras eu não faço mais a sobrancelha. Me assumi Malu Mader e nunca mais passei dor excruciante. amém? Amém! E o bigode é meu, se eu quiser enfrentar o Diabo eu ganho, afinal, com mulher de bigode nem o diabo pode! kkkkkkkkkkkkk

  43. Fernanda Fernie

    Eu tenho bastante cabelo e faço progressiva num salão pequeno, com uma ótima cabeleireira, até que no fim do ano ela me passou pra irmã dela, já que só ficaria atendendo luzes.
    A irmã fez bem o procedimento, só que era muito mal humorada, reclamando o tempo todo que eu tinha muito cabelo. E sim, tenho muito cabelo, vou fazer o que? Como sou um pouco grossa (rs), respondi: tenho muito cabelo e faço progressiva pra diminuir o volume, se tivesse pouco não estava aqui sentada há horas né? Aí a fofa #sqn disse que estava brincando, eu fechei a cara, a irmã que me atendia pediu desculpas, mas eu não pisei mais os pés lá.
    manicure que tira bife também me tira do sério. Uma vez eu disse: não tire muito minha cutícula tá? a mulher enfiava cada vez mais o alicate até que eu disse: moça, vai tirar mais quantos bifes? rsrs
    Mulher sofre! Adorei o post

  44. Lidia

    Ai Thais, é cada uma que a gente passa. Eu parei de fazer unha em salão, porque sempre levo meu alicate, minha espátula, essas coisas. Acho que evita doenças e é mais higiênico,aí a manicure insistia em querer usar o material dela (dizia que meu alicate era muito leve, que tava desamolado, enfim, inventou mil desculpas), fiquei muito irritada e fui embora.

    • Lidia, se estiver tudo esterilizado, dentro do saquinho (e você vir ela abrindo), dá para confiar!

  45. Camila

    Por tudo isso, Thai, comecei ONTEM a fazer como a Mari! Decidi que não irei mais descutilar as unhas! Eu fazia há anos no salão. Resolvi, de uma vez por todas, não passar mais nem perto de uma esmalteria ou salão! É extremamente difícil achar O salão perfeito! Sempre saio reclamando de alguma coisa, incrível! Principalmente da parte que envolve descutilar. Nossa, fazem cada barbaridade de arrepiar os cabelos. Sempre levava meu material, nunca gostei de usar material do salão, incluindo a acetona. Tinha vontade de sair correndo da cadeira quando usavam algo que eu não tinha levado ou quando lixavam minha unha TODA TORTA! Affiii. passado que NÃO ME PERTENCE MAIS! Hahaha
    Conheci semana passada o site de vcs. Estou AMANDO! Várias dicas super interessantes! Já fiz até uma lista de DESEJOS! Vários itens que ainda não tenho e preciso MUITO! Risos

    • Fabiana

      Você vai descobrir o que é liberdade. Leva um tempinho para se acostumar (mais ou menos um mês), mas mantendo hidratada, sua cutícula está sempre bonitinha. Pinto minhas unhas duas vezes por semana, é só tirar o esmalte e passar outro, as cutículas estão lá, lindinhas e longe dos alicates malignos.

    • Que legal, Camila! Ficamos felizes. E volte sempre!

  46. Natália

    Essas razões e muitas outras. Eu detesto fazer escova e chapinha e quando você vai cortar o cabelo no salão é tanta pressão que a cabeleireira faz que eu acabo aceitando pra ela parar de falar. Uma vez ganhei uma progressiva e a cabeleireira não estava num bom dia. Ela puxou tanto, mas tanto o meu cabelo que cheguei em casa com dor de cabeça e passei uns 3 dias com o couro cabeludo dolorido. Sem contar que cada vez que a chapinha se aproximava da minha orelha era um terror, peguei trauma e me arrepio até hoje de pensar deixar alguém fazer chapinha em mim. E quando não tem jeito mesmo e eu preciso ir num salão pra cortar o cabelo sempre escolho ir longe de casa. Salão de bairro é um terror elas querem saber sua vida toda e compartilhar com geral. Definitivamente detesto salão!

  47. Gili

    Detesto salão e não tenho uma manicure do coração porque vou muito pouco, então qualquer uma serve. Hoje mesmo tive que ir (não consigo fazer as unhas dos pés sozinha, infelizmente) e saí pensando: “quando eu achar nessa vida uma pedicure que não tire nenhum bife do meu dedão e nem deixe dolorido, dou um beijo na boca da mulher!”. Sério, qual é a dificuldade delas entenderem que minhas cutículas dos pés são fininhas e que não precisa cutucar até a morte? :/

  48. Fabiana

    Esse post vai render, rs.
    Detesto salão, pra mim é um sofrimento, tudo é muito complicado, também faço quase tudo em casa, só vou mesmo cortar, retocar luzes e relaxamento, tudo é péssimo.
    Nas unhas, não tiro cutículas há dois anos, mas já fazia em casa antes, porque toda vez que eu ia no salão era um bifinho ou ficava lixado torto.
    Para mim a pior parte é a tal “massagem capilar”, odeio que passem a unha no meu couro cabeludo, elas não sabem que o couro deve ser massageado com os dedos, delicadamente. Já reclamei e se eu vejo alguma com aquelas unhas enormes eu não deixo lavar meu cabelo.
    Também odeio fazer escova, meu cabelo é grosso e muito volumoso, demora uma vida e elas puxam, desembaraçam, vai quebrando tudo. Não faço mais, uso meu cabelo só natural.
    Frequento o mesmo salão há 8 anos, mas evito ao máximo para viver em paz.
    Gente, acho que toda mulher tem uma infinidade de histórias de salão para reclamar.
    Odeio salão!!!

  49. Monica

    Hahahaha sempre achei que a questão do lavatório era problema meu!!! To com alguém aí em cima: faço tudo eu mesma, menos cortar cabelo. E, ainda assim, porque tá curto agora; qd era comprido, eu mesma cortava. Mas ainda to na busca por alguém que corte bem. Nunca fui na manicure, morro de medo de tirarem as cutículas mesmo que eu não queira. E sobre pintar, como eu li em algum blog certa vez, se é pra ficar ruim (como sempre ficou todas as vezes que pintei em salão, mesmo nos que me foram recomendados), eu mesma faço e economizo meu dinheirinho hahahaha

  50. Carolina

    Já devo ter deixado uma meia dúzia de comentários nesse post, mas, lendo o relato das colegas, lembrei de outro acontecimento, no tópico “Manicure mal-humorada”. Comprei o meu primeiro (e último, porque acabou que achei péssima a durabilidade, pelo menos da cor que eu comprei) esmalte Chanel e, toda emocionada, levei no salão para fazer a unha. A manicure começou a colocar defeito no esmalte, que era muito ralo, que o pincel era ruim para esmaltar e sugeriu que o esmalte era falsificado o_0 Minha vontade era de dizer “minha filha, faz teu trabalho direito e pára de reclamar, tám?”.

  51. Márcia Daniella

    Eu já desisti de fazer as unhas em salão! Sempre me estresso! E como já me libertei do hábito de tirar cutículas, eu mesmo faço minhas unhas! Além de economizar uma graninha, não passo pelo estresse de debater com a manicure sobre o porquê de eu não querer tirar cutículas. Incrível como a maioria delas insiste que tem que tirar! Um saco! Eu não tenho que tirar nada. :/

    • Márcia Daniella

      *eu mesma

  52. Julia

    Já aconteceu da cabelereira ficar tentando me converter… aff que vontade de sair correndo, acho que cada uma com sua religião. Tirar bife também é clássico, inclusive saiu até uma carne esponjosa do meu pé de tanto cutucarem. Enfim hoje tenho uma manicure que faz o serviço bem, embora eu não goste da pessoa dela (se acha melhor que os outros), mas eu não misturo pessoal com profissional. E sobre fazer em casa, sem chance não levo um pingo de jeito.

    • Eu fazendo sozinha as unhas dos pés: 1h. Só pro primeiro dedão. HAHAHAHAHA

  53. Ana Carolina Santos

    Reação pós leitura desse post “Quem nunca?” hahaha
    Só pinto a unha, nunca tirei cutícula (já fui julgada fortemente no salão por isso!), e isso eu faço em casa, por motivos de sou chata quero minha unha toda pintada e não aquela falha que a miga passou o palito e tirou metade de esmalte do canto, ok? Então sobre manicure só sei das histórias da minha mãede dor e sofrimento hahaha
    Mas o momento de lavar o cabelo, meu Deus, que sofrimento, um cabelo lindo no final mas 2 dias de dor do pescoço depois, e também tenho peninha de pedir pra parar 🙂

  54. Priscila

    Concordo com a maioria! É muito chato frequentar salão de beleza…profissionais fofocando e o que poderiam fazer em 45 minutos fazem em 1 hora e meia. Clientes te medindo, profissionais falando que sua cutícula está horrível, sua sobrancelha está peluda…e por aí vai. Haja paciência…só vou quando a situação está caótica mesmo!

    • Não entendo esse tipo de comentário – se você tá no salão, é claro que a situ tá feia, né? hahahaha

  55. Alicita

    Esses comentários estão demais! hahahaha Tive que vir dar o depoimento tb. Faço minhas unhas em casa desde uns 12 anos. Ou seja, são 10 anos de experiência no ramo. Nunca tirei cutícula da mão (mamãe proibiu) e foi a melhor decisão da vida!
    Passei por algumas experiências bem desagradáveis:
    Um dia liguei prum salão em shopping e perguntei: “ta quanto o corte?”. “tá 100 reais, mais 20 pra lavar”? OI? COMO ASSIM? nunca fui, obviamente.
    Já fiquei esperando mais de UMA HORA sentada pra manicure que também depilava me atender. nunca mais voltei e tive que ficar por muito tempo fugindo no bairro quando passava perto do salão.
    Dicas do coração para quem mora em Belo Horizonte:
    a) depilação: só na Depyl. Atendimento sem hora marcada. É só entrar na “fila” e aguardar, mas quase nunca demora, só quando é véspera de feriado, etc. Várias profissionais atendem ao mesmo tempo. Tudo é limpo. Cheiroso. Descartável. Higiênico. Tem música boa tocando sempre nas cabines. Ar condicionado. O serviço mais perfeito de depilação que eu conheço. As meninas são muito discretas e tem várias filiais. Costumo ir na da Savassi (que tem até lenço umedecido Neve no banheiro – acho rhyco HAHAHA) e na do Santa Efigênia.
    b) cabelos: custei, mas achei um profissional muito muito muito bom. Corta meu cabelo e o da minha mãe (que é “joãozinho”) e ela adorou! custamos mas achamos alguém bacana. Eu pinto meu cabelo com ele, confio bastante no serviço e sei que só usa produtos bons. Vou deixar o contato caso alguém se interesse: https://www.facebook.com/studiojasshairmakeup/photos/a.1449256815334435.1073741827.1449252848668165/1632203803706401/?type=3&theater

    • Danielle Ribeiro

      Valeu pelas dicas Alicita! Estou morando em BH há quase 1 ano e ainda não consegui encontrar um salão do meu agrado.
      No primeiro salão q fui a cabeleireira fez um repicado horrível nas pontas, até aí blz, imaginei q ela n tinha entendido bem o q eu queria e até voltei ao salão, dessa vez p escovar e foi tenso: clima de fofoca, a cabeleireira o tempo todo reclamando q meu cabelo tinha muito frizz (oi?!) e no final, porque ela tinha outra cliente p atender começou a escovar meu cabelo na maior pressa e n ficou como eu gostaria.
      Ok, decidi procurar um outro salão. Fui p cortar o cabelo novamente, mas dessa vez o desastre foi pior: primeiro uma sessão tortura no lavatório e como meu pescoço tava doendo muito, o cabeleireiro resolveu fazer uma massagem (tenho pesadelos até hj! Kkkkkk) p ver se melhorava, mas n adiantou. Depois disso o cara cortou meu cabelo super curto e em camadas, um tipo de repicado q ele disse q ia ficar liiiiiiindo! Aff, ficou ridículo!
      Nesse dia tbm quis fazer a sobrancelha (péssima ideia) e conseguiram tirar um pelo do local errado e agora tenho uma falha nela.
      Agora, to esperando ansiosamente meu cabelo crescer, mas tenho sorte pois ele cresce rápido, e decidi q só vou cortá-lo em minhas idas à São Luís.

  56. Ana

    Mais uma do bonde “odeio salão”. Gente, eu pensava que era só eu! Me identifiquei em 100% das situações descritas pela Taís. Moro em uma cidade do interior onde TODAS as mulheres que prestam serviços de qualquer espécie são mal-humoradas!! Aí já viu… A pessoa entra no salão e as funcionárias olham com aquela cara de “o que você veio fazer aqui?”. Me sinto sempre uma criminosa. Fico chocada que papo de funcionária de salão é sempre de consumo, seja o salão rico ou pobre… Verdadeiro saaaco. Esse povo não percebe que simplesmente eles deixam de ganhar muito dinheiro por causa dessa falta total de profissionalismo!

  57. Lorenza

    Também odeio lavatório! Acho muito desconfortável! Não tiro as cutículas há séculos e quando vou ao salão só corto ou lixo e esmalto. Sei pintar as unhas, mas corto muito mal as dos pés. Levo uma maletinha com todo o material, pois acho mais seguro. Quanto à depilação, recomendo laser: é caro, mas é um investimento para a vida! Nunca me arrependi de um centavo que gastei com laser. Fiz o light sheer em praticamente tudo: buço, virilha, axila e monocelha (o meio da sobrancelha) e recomendo muitíssimo! Só não fiz a perna ainda, mas farei também! No geral, também detesto ambiente de salão: vou só para o necessário e pronto!

  58. Francielle

    E eu que tenho o couro cabeludo bem sensível, e tomo um olhar de reprovação toda vez que peço pra secar no morno e não escovar o cabelo, porque isso dóooooooooooooooi caraaa!! E ninguém entende =/
    Fazer as unhas já desisti, porque é outro olhar de reprovação: Tenho hiperidrose e transpiro. Já pensou no olhar de nojinho da maioria né?

  59. Daniele

    Nossa achei que fosse só eu kkkkkk, tô até hoje procurando um salão que me agrade, mas tá muito difícil, quando o quesito é cabelo até que vai mas unhas…já passei uma viagem todinha mancando porque a manicure arrancou um bifão do meu pé, ainda bem que sei fazer as unhas e por isso ando fugindo se manicure ultimamente.

  60. Marcela

    kkkkkkkkkk quem não se identifica? A maquiagem é desse jeito mesmo, dificilmente sai como a gente pede ou melhor do que esperamos…ou talvez não tive sorte ainda kkkkkkk Recentemente fiz um penteado no salão para um casamento e foi tenso, saiu muito diferente da expectativa (foto) kkkkkk, a moça utilizou uma escova que parecia de pentear cavalo kkkkkkkk foi tortura do começo ao fim literalmente…e para tirar os grampos fixados com todo cuidado com laquê extra forte, parecia que tinha cimento no cabelo… enquanto lembrar não faço mais kkkkkkk Não é fácil ser mulher minha gente! Adorei o post! Vocês são ótimas!!

    • Triste, né! Já me aconteceu essa de laquê estilo cola também! O terror!

  61. Lívia Santiago

    Ainda estou me recuperando do maior temor feminino: corte de cabelo completamente diferente do solicitado (mesmo mostrando fotografia do efeito desejado). Saí do salão chorando de raiva, e falei que não pagaria por algo que não pedi. Pelo contrário, perguntei quem é que paga pelo meu cabelo que ficou no chão sem eu ter pedido? Quase 1 ano se passou e o cabelo ainda não cresceu o suficiente para eu ter o meu long bob no shape que eu quero (daqui a pouco até sai de moda, rss).

    Também odeio quando tentam me vender pacotes de tratamento caríssimos. Não, obrigada!

  62. Luciana

    Me senti aliviada ao ler o post e os comentários: como minhas amigas gostam de salão e eu detesto, achei que tinha algo de errado comigo kkkkkkkkkkkkkkkk. Agora posso ficar tranquila!

  63. Juliana Gama

    Como não se identificar! hahahaha

    Achei o post ótimo! Todo mundo já passou por uma dessas situações. Eu tenho horror a manicure que empurra sua cutícula como se estivesse com raiva. E embora goste da massagem na cabeça durante o lavatório, odeio sentar naquele lugar! hahahah Ô lugar desconfortável.. dói tudo, o pescoço, as costas..
    Mas a pior experiência foi com uma depiladora… era uma desses espaços só pra depilação então era uma mulher que eu nunca vi na vida. Fui só pra fazer o buço mas enquanto isso ficamos conversando sobre depilação da virilha e ela me falou que dava pra fazer desenhos!!! Não satisfeita disse que ela mesmo estava com um balãozinho e abaixou a calcinha pra me mostrar o losango desenhado com os pêlos! Sério, pra que isso, gente?! hahahaha

  64. Vanessa

    Óooooootimo!!!! Fora que fui num Cabelereiro que cortou um palmo a mais do que pedi ( mostrando uma foto ainda) e me deixou loira pq ele achava que combinava!!!!! Isso pq é o cabeleireiro das modelos de várias modelos do Paraná

    • Decerto queria que você virasse uma miss também! Afff!

  65. Elaine

    Hahaha, rindo até 2020, todas essas situações são mais que verdadeiras! Me achava estranha por detestar salões de beleza, agora descobri que sou normal! Cansei das manicures sanguinárias que deixam as cutículas em carne viva e pintam as unhas igual o nariz delas, dos lavatórios que travam o pescoço de qualquer uma, das maquiagens super over que além de horrorosas são um inferno pra tirar depois (só com lixa porque demaquilante nenhum dá conta!)etc etc etc. Só vou ao salão por obrigação porque não consigo pintar os cabelos brancos da parte de trás da cabeça e por não saber fazer corte…rs.

  66. hahahha, eu só vou no salão de beleza quando é estritamente necessário!! faço minhas unhas em casa, só depilo com cera quando vou viajar e agora aprendi a cortar as pontinhas do meu cabelo, tudo pra fugir do salão! hahaha como você descreveu bem as situações! Também odeio as fofocas de salão, o jeito que elas lavam nosso cabelo e a demora em tudo! beijos!

  67. Carla Lyra

    No meu casamento resolvi colocar unhas de gel, fui 2 dias antes pois todo o processo é muito demorado e sou tal e qual esse post, faço quase tudo em casa pois não gosto também desse clima de salão. A mãe da manicure tinha caído no golpe do sequestro falso e ligava desesperadamente pra filha sem acreditar que ela estava bem! A criatura parou num sei quantas vezes pra falar demoradamente no celular e o pior, ainda me passou o telefone pra que eu falasse pra mãe dela que ela estava no trabalho e bem!!! Aveeee…. Me irritei muitooo!!

  68. Aline

    Ri demais!! Achei que era só eu que passava momentos de tensão ao lavar o cabelo no salão.. Pensava que era eu que não conseguia achar uma posição confortável. Mas a verdade é que sempre torço pra que acabe rápido, e, quando acaba, não consigo nem mexer meu pescoço de tanta dor!! Hahahha

  69. pat

    Mais uma aqui que foge de salão, as poucas vezes que fui as experiências não foram nada agradáveis: era um tal de profissional bruta na hora de desembaraçar e fazer escova, os temidos bifes (tirei a cutícula umas 2 vezes na vida, em “ocasiões especiais” e me arrependi, prefiro fazer as unhas em casa, mantendo as cutículas hidratadas e pronto, bem mais saudável e higiênico), o tal de tirar um palmo quando pedi pra cortar 3 dedinhos, MUITA fofoca, MUITA encheção de saco por eu não usar química pra alisar meus cachos… enfim, não vale à pena.
    Mas o que me deixou realmente horrorizada foram os relatos envolvendo o excesso de intimidade das “profissionais” com as clientes! Gente, como assim a mulher vai se enfiando na casa da menina, levando o marido e filho ainda por cima? Como assim as loucas abaixam as calças pra mostrar tatuagem/desenho na depilação, sei lá o que mais… na boa, que povo mais sem noção!
    Ps: no tópico maquiagem, acho que eu sou uma das poucas que tem uma história feliz pra contar, pois fui madrinha em um casamento e o menino fez praticamente um milagre no meu rosto, fiquei lindona, haha!

  70. Tassi

    Faço as unhas em casa e não tiro as cutículas, então nem sonho em fazer isso em salão. Só vou pra pintar e cortar o cabelo. Achei um cabeleireiro maravilhoso com um salão pequeno: sem fofoca, sem música ruim… Só amor <3

    Peguei trauma do salão marly. Duas vezes fui fazer penteado, levei foto dizendo "quero EXATAMENTE assim" e ficou completamente diferente. Prefiro ver tutorial do youtube e fazer em casa.

    • Ih, Tassi, chamo o Marly de VAREJÃO DA BELEZA… Não quero generalizar, mas não tenho a pira de ir lá, não, mesmo com pressa!

  71. Vanessa

    Nunca fiz unha em salão, sempre eu mesma faço em casa pq qdo era adolescente não tinha dinheiro e nem queria pedir pra minha mãe, então adquiri esse hábito. Tbm sempre minha irmã cortou meu cabelo até bem depois da minha adolescência, então frequentar salão nunca foi um costume meu até depois de “velha”. Hj em dia vou em um salão só pra tirar sobrancelha e em outro pra cortar o cabelo quando tenho foto de cortes, se for só pra tirar comprimento ainda prefiro pedir pra minha irmã. Sou um pouco mão de vaca e preguiçosa pra sair de casa e ir num salão, prefiro deixar somente pra quando não tem jeito mesmo! Não sei como tem gente que sempre vai e tals, nunca tive saco.

  72. Niobe S

    Já sofri com uma cabeleireira que não respeitava o tempo da tinta ( que era 45 minutos) e cheguei a ficar com tinta por 1h20 e mesmo assim pq reclamei, senão não sei quantas horas eu ficaria lá. Ela saía para conversar com outras clientes, manicures, qualquer uma e me largava lá.
    Das primeiras vezes, não reclamei para não ser chata (na verdade eu estava sendo é burra). Até que depois de alguns meses meu cabelo começou a danificar feio, afinal era água oxigenada no cabelo por horas, daí reclamei e nunca mais voltei.

  73. Pollyana

    Certa vez uma cabeleireira deixou dois dedos de diferença de um lado para o outro no meu cabelo, e o corte era curto, ficou ridículo e no dia seguinte tinha viagem marcada, tive que tirar todas as fotos com a cabeça inclinada para não aparecer o torto do corte :/
    Quando voltei das férias e fui reclamar a cabeleireira queria não reconheceu o erro e ainda reclamou de ter de fazer um novo corte, nunca mais cortei cabelo com ela!
    Odeio as fofocas de salão e abomino “profissional’ que fica falando mal da cliente que saiu e isso sempre acontece :S

  74. Shalina

    Geeeeente, quantos comentários! Não consegui ler todos, mas dei uma checada geral pra ver se algum profissional iria aparecer pra se defender. E confirmei outra suspeita: a de que boa parte dos profissionais não lêem/acompanham blogs de beleza. Que pena! Nas poucas vezes que vou no salão, volta e meia falo de alguma blogueira, inclusive as meninas aqui do CDD, e a maioria dos profissionais nunca ouviu falar ou não acompanha. Acabam ficando por fora dos últimos lançamentos, tendências, dicas, etc.
    No meu caso, eu mesma faço minhas unhas e até aprendi a cortar meu próprio cabelo (valeu, YouTube!), vou no salão só pra retocar as mechas, a cada 6 meses (espero até não aguentar mais, aí vou, hehe). O lavatório é uma tortura, e eu tenho cabelo super fino e sensível, com tendência a alopecia, e peço pra não fazer escova depois das mechas, porque sinto que o cabelo tá sensibilizado da química, mas não adianta. Fazem cara feia e reclamam se tu não deixar secar. E aí é um estica e puxa que parece que vão arrancar todo o cabelo. Juro que não entendo quem diz que escova boa só no salão, pra mim é um martírio!
    E ainda tem aqueles “profissionais” que acham que produtos bons são só os caros (que, veja só que coincidência, eles também vendem!)e endemonizam quem usa produtos baratos, tipo Seda. Eu adoro o shampoo Seda pra cabelos oleosos, é um dos melhores que já usei! E se tu diz que usa, lá vem outro olhar de reprovação!
    Enfim, é um lugar que frequentamos (mesmo que pouco) pra, entre outras coisas, vivenciar momentos de tortura e julgamento!

    • Fernanda Gabriela

      A exploração desse pessoal de salão é imensa!! Eles têm jornadas de trabalho longas e cansativas e ainda fazem muito mais fora do salão. Até aí entendo a desinformação e a falta de novidades, mas cabe aos DONOS do salão fazerem essa pesquisa e passarem aos colegas, incentivando e tal… Todooooo mundo arruma tempinho pra ver um insta, ver um tutorial…

    • Christine

      Eu acompanho e estou bem chocada com tudo que eu li, até porque tenho um salão e trabalho sozinha, atendendo uma cliente de cada vez, é difícil se defender em um ambiente hostil, onde todas já estão com opnião formada… Até porque eu amo cachos, porque cabelo bonito é cabelo tratado, independente da forma, além disso respeito muito a intimidade das minhas clientes, porque são clientes, não há fofocas, só assuntos sobre beleza, inclusive blogs… O mais triste foi ver a generalização, como se todo profissional da área da beleza fosse um louco(a) que não entende o que está fazendo, e caiu ali de paraquedas para executar os serviços. Seria o mesmo quw dizer que toda blogueira de blogs de maquiagem é vendida, toda resenha é um post pago, no final aprendemos a filtrar quem faz certo e quem realmente não se importa, mas daí a achar que todos os profissionais de uma determinada área são abomináveis é terrível. Eu mesma já deixei de ganhar muito dinheiro porque não recomendo progressivas, sempre incentivo as minhas clientes a tratarem os cabelos, com hidratação, nutrição e reconstrução, em casa ou no salao, o importante é o cabelo saudável, e progressiva não hidrata. Mas enfim, todas aqui tiveram experiências bem ruins, mas abram a mente, porque existem pessoas do bem trabalhando em salao.

    • Shalina, eu concordo com a Fernanda. Infelizmente, acho que os profissionais vivem sim numa situação em que a carga horária é pesada e os salários nem sempre compensam, o que não permite a motivação necessária para procurar mais conhecimento. Não estou generalizando, de maneira nenhuma, mas acredito que isso acontece com alguns (ou vários deles).

      Christine, de maneira nenhuma queremos desrespeitar os profissionais da beleza! Acredito que vocês, inclusive, possuem um papel às vezes pouco valorizado. Estamos falando aqui sobre más experiências pontuais, até porque existem sim pessoas bem preparadas e de confiança para nos prestar ese tipo de serviço. Do contrário, não existiram mais salões de beleza, né?

      Um beijo para todas!

  75. Andreia

    Lavatório de salão! Afff tem trem pior que isso??? Detesto com todas as minhas forças!!! Incômodo demais!
    Agora o tal do desce mais um pouquinho na cadeira pq vc é alta, me mata tb!!!
    E a última vez q fui fazer mechas com papel alumínio, ela fez de um lado da cabeça e quando foi fazer do outro lado estava no telefone, aí ficou tudo diferente… faltando mechas… tive que ficar mais tempo plantada no salão por conta de consertar isso…
    As fofocas tb me matam!!!
    Super me identifikei com o post!
    Bjos

  76. Fernanda Gabriela

    Hahahaha rindo mto aqui com tudo. Rsrs
    Eu tb só vou ao salão praticamente apenas para cortar cabelos e, às vezes, para fazer a pedicure. O salão que frequento é maravilhoso, mas já fui a outros que foi a única e ultima visita… Acho que a energia não é boa em muitos… Há muita exploração dos profissionais e parece que o pessoal quer fazer as coisas de qualquer jeito para ir embora mais cedo.
    Aprender a fazer em si mesmo é VIDA!!!

  77. Fernanda Gabriela

    Na real na real, só quem gosta de salão são aquelas blogueiras de instagram que ganham os serviços todos e saem divulgando para as seguidoras. Rsrs

  78. Ana P

    Ter cabelo cacheado, e gostar dele, num salão é um suplício. A primeira coisa que escuto é: vamos fazer uma escova???

    Detesto salão…se vou num conhecido fico chateada com o tanto de fofoca (entre clientes) de pessoas que conheço…se vou num desconhecido fico me sentindo observada. Aliás, ano passado quebrei o tabu de que academia era uma ambiente hostil, um dia, talvez, eu consiga achar que salão não é um ambiente hostil.

    Por enquanto, detesto, o que eu puder fazer pra não ir, eu faço!

  79. Danielle

    E a clássica do corte de cabelo: Você pede para cortar 2 dedos e a pessoa corta 2 palmos. Fiquei parecendo a chiquinha quando o chaves corta o cabelo dela, passando a mão no cotoco que restou com aquela cara de desespero. rsrs

  80. Renata

    Uma vez uma profissional tirou quase metade da minha sobrancelha com cera e colocou a culpa em mim, pois estava “me mexendo demais”. Detalhe: ela tinha terminado com o namorado/noivo a pouco tempo e fez o serviço super avoada. Uma coisa que me irrita sempre em salão é que quando vão secar o cabelo ficam encostando o secador super quente nos fios! Não preciso ser profissional pra saber que isso danifica.

    • Pois é, infelizmente tem vezes em que os problemas são levados com a pessoa pro trabalho! E quem paga o pato é a gente… 🙁

  81. Miriã Andrade

    Me identifiquei muito, tipo, com tudo, hehe. Infelizmente isso sempre acontece nos salões, pelo menos um desses itens tem que ter. Lavatório é muito ruim mesmo, o pior é quando você tem que ficar lá por uns bons minutos para uma hidratação, ou tonalizante agir, não é fácil, hehe.

  82. Lu Mello

    Me identifiquei muito!!! Odeio ir ao salão por essas chatices, principalmente fofoca (vc está indo lá pra ficar mais bonita e ter um momento seu, relax…) que me deixa muito constrangida. Tem profissionais que começam na fofoca e ainda querem te incluir na conversa, perguntando o q acha… affff…
    Faço quase tudo em casa por causa dessas coisas.
    Fora os erros cometidos por não escutar o q a cliente quer.
    Maquiagem não faço em salão nunca!
    Uma vez, uma pessoa próxima foi fazer maquiagem no salão para um casamento, quando ela entrou na igreja, ninguém da família reconheceu de tanto reboco e glitter e tudo… afff… Nem ela tinha gostado, mas já era tarde demais pra fazer outra coisa.

    • hahahaha, tô rindo pra não chorar! Que coisa chata, hein? Maquiagem é pra ressaltar o que temos de bom, não pra transformar a gente em outra pessoa, né?

  83. Gabriela R. Salomon

    Ri muito com os comentários anteriores! E além disso, eu também não gosto de frequentar salões, e olha que minha mãe é cabeleireira. Só ela mexe no meu cabelo! E fazemos tudo em casa hehehe. As unhas das minhas mãos e mesma faço, e não tiro mais a cutícula por incentivo da Marina (obrigada, CDD 😀 ). As únicas coisas que faço fora de casa é depilação e sobrancelha, apenas. E são profissionais super gente boa! Adoro elas 😀

  84. Eu evito ao máximo, vou só pra cortar o cabelo e pintar quando tô pintando (mas querendo pintar em casa) e no salão de uma cabeleireira amiga, então é tudo bem mais fácil. Mas a última vez que fiz a unha em salão (e isso foi lá por 2007) uma manicure arrancou um bife tão grande do meu pé que encheu tudo de sangue e fiquei uns dois dias mancando… aprendi a fazer em casa. Já aconteceu de cortar o cabelo torto tbm. Mas o que me faz não curtir salão mesmo são as conversas, sempre um monte de fofoca, esse tipo de ambiente não me faz bem não. por sorte agora vou na minha amiga e ela é ótima.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

  85. Aryana Penno

    Eu sofro de um suplício chamado “muito cabelo”. Mas é muito cabelo mesmo, daqueles que se eu colocar num rabo de cavalo me dá torcicolo. Só que eu gosto de usar ele curto, chanel no ombro. TODOS os cabeleireiro repetem mil e duzentas vezes: nossa, como vc tem muito cabelo. Dá vontade de falar: fih, eu sei né? afinal, quem carrega esse peso sou eu ou não sou? Se tá com preguiça ou não quer cortar me fala, vou em outro salão. Só tive uma cabeleireira maravilhosa na vida, que nunca errava o corte e era só eu chegar e falar Lucia corta como sempre, que eu saia linda e maravilhosa. Infelizment emudei de cidade. =/

  86. […] aí, porque não chorou nem nada depois. Desapegada, hein, amiga? Eu não sou. Se, por um lado, certas coisas me fazem querer fugir do salão, por outro, não me meto de jeito nenhum a fazer certos rituais de beleza, como cortar o cabelo, em […]

  87. Cintia Lima

    Nossa Gente, acho que vcs estão precisando mudar de salão..não acho todo esse suplicio ir ao salão não…
    Tive muita sorte com minha cabeleireira, ela é ótima, qdo ela muda de salão eu vou atrás!

  88. Mari

    Já sofri em alguns salões da vida, agora só vou aonde eu conheço. Tenho uma amiga que tem salão então 99% das vezes que preciso fazer cabelo, unha e depilação vou lá. Nunca reclamei nada. Mas em outros já reclamei.

  89. Daniele

    Fujo total de salão, até demais e acabo ficando mais tempo do que deveria sem cortar o cabelo. Ainda mais agora que mudei de cidade e não conheço nada aqui 🙁 Em um dos salões que fui, dentro de um mini shopping, o salão que me pareceu mais confiável, a recepcionista nem me olhou na cara e já disse que não tinha mais horário para aquele mês. Depois fui descobrir que se trata do salão “ostentação” aqui da cidade. Enfim, é difícil achar um salão confiável. As unhas só vou em salão mesmo em ocasiões especias, pois detesto e prefiro fazer sozinha.

  90. Maria do carmo siqueira Santos

    Muito bom dicas ótimas

  91. kat

    Salão para mim é so para depilar, fazer unhas e acabou. Tem um salão aqui em casa que resolvi ir, porque achei chique – Salão e Estética, ambiente bonito, bem decorado, agora se arrependimento matasse…quase 300 reais numa Escova progressiva mal feita, escova toda reta – Atualmente tenho panico só de pensar em escova de salão. Como tenho muito cabelo, muito mesmo. A cabeleireira ja pegava muitas mechas e começava a sessão de tortura, que terminaria com fumaceiro, fios quebrados, queimados, ressecados e dor no couro cabeludo. Depois dessa dura lição, resolvi comprar todos os meus produtos de cabelo e fazer todos os procedimentos em casa.