Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Já fazia tempo que eu estava com vontade de publicar um post sobre esse tema por aqui: proteção solar! É incrível como o assunto gera dúvidas – tem sempre alguma nos comentários! Para esclarecê-las, consultei a Dra. Flávia Bolzani, minha dermatologista, que atende no IDC – Instituto Dermatológico de Curitiba. Tem também uma explicação interessante enviada pela Johnson & Johnson, detentora das marcas Sundown, RoC e Neutrogena, depois de eu ter questionado em uma resenha a necessidade de um FPS tão alto como o 80 no rosto. Bom, guardem um tempinho para ler esse post porque está longo, mas vale muito a pena!

Flavia

Coisas de Diva: O que é FPS?

Dra. Flávia Bolzani: O fator de proteção solar (FPS) está relacionado ao tempo de proteção contra a queimadura solar, que é causada principalmente pelos raios UVB. Assim, se usarmos corretamente um protetor com FPS 15, ele protegerá até que a pele seja atingida por 15 vezes a quantidade de radiação UVB que seria necessária para queimar a pele desprotegida.
É muito importante analisar no rótulo do produto a proteção contra os raios UVA. Este índice pode ser numérico (pelo menos um terço do FPS) ou medido em cruzes (de uma a quatro).

CDD: Qual a diferença entre UVA e UVB?

FB: Os raios ultravioleta A e B são emitidos pelo sol com comprimento de onda e efeitos na pele diferentes. Os raios UVB são aqueles que causam as queimaduras solares. Eles estão presentes mais abundantemente entre 10 e 16 horas. Há muitas evidências de que eles causam câncer de pele, envelhecimento e outras doenças cutâneas. Os raios UVA, por sua vez, não causam queimaduras mas bronzeiam e causam danos profundos à pele, gerando envelhecimento, câncer de pele e redução das defesas celulares. Como não causam vermelhidão e não aquecem tanto, são agressores mais silenciosos, estando presentes em quantidade mais ou menos constante durante todo o dia. Por isto é importante usar protetor solar mesmo quando não “tem” sol – sempre que está claro, existem raios UVA.

CDD: De que forma cada um afeta a pele?

FB: A grande diferença entre os dois é que o UVB causa queimaduras e, assim, alterações mais imediatas. O UVA provoca alterações cumulativas mais lentas, mas tão sérias quanto as provocadas pelo UVB.

CDD: Como escolher o melhor protetor solar para a pele do rosto?

FB: Os protetores podem ser físicos ou químicos. Os físicos refletem os raios de sol e os químicos os absorvem. Os químicos tendem a ser mais secos e os físicos menos irritativos. A maioria dos protetores solares combina os dois tipos. Vários fatores devem ser analisados para a escolha do protetor: o fototipo, a frequência e o tempo de exposição ao sol na atividade diária, o tipo da pele (se é oleosa, normal ou seca), a presença de acne, manchas ou doenças de pele e o uso concomitante de outros produtos (como ácidos). Tem que ter um FPS de no mínimo 30 e uma proteção UVA de pelo menos 12 ou ++.

CDD: Como reconhecer o fototipo da pele?

FB: O fototipo corresponde à pigmentação da pele, cabelo e olhos, e seu reconhecimento é interessante no sentido de perceber o quão sensível pode ser sua pele e o tanto de proteção que ela precisa. No Brasil, graças à miscigenação, nem sempre é fácil reconhecer o seu próprio fototipo.

Ruivos e loiros – sempre se queimam, nunca se bronzeiam
Morenos claros – às vezes se bronzeiam, em geral se queimam
Morenos escuros – em geral se bronzeiam, às vezes se queimam
Mulatos e negros – raramente se queimam, sempre se bronzeiam

CDD: Em quanto tempo deve-se reaplicar o protetor solar no rosto?

FB: O ideal seria a cada 2 horas no dia a dia e sempre que houver suor excessivo ou banho.

CDD: Se a mulher usa maquiagem, é necessário removê-la antes do processo?

FB: Atualmente existem ótimos protetores com base e pós compactos que podem ajudar na reposição do protetor sem ser necessário remover a maquiagem. No entanto, para quem tem a pele muito oleosa, com propensão à acne, recomendo pelo menos higienizar a pele e passar o protetor na hora do almoço.

CDD: Pós faciais com FPS funcionam para reforçar o protetor solar durante o dia?

FB: Para reforçar sim, mas como único protetor, não. Isso porque com o pó dificilmente conseguimos atingir a quantidade necessária de produto para chegar ao FPS necessário. Se fôssemos passar o que era preciso, a cobertura ficaria muito artificial!

CDD: Bases com FPS substituem o protetor solar?

FB: O problema das bases com protetor solar é que a grande maioria delas tem um FPS muito baixo (25 ou menos). E, da mesma forma que o pó, normalmente usamos uma camada fina, pois queremos uma cobertura natural. Assim, é melhor usar um protetor embaixo ou um protetor com base. Este ano foram lançados vários muito bons, com ótima cobertura, textura e FPS alto.

CDD: Qual a quantidade recomendada de protetor solar para a proteção total do rosto?

FB: O recomendado é uma colher de café. Menos do que isto acaba gerando um FPS mais baixo que o do rótulo e ficamos desprotegidos.

CDD: Qual a importância de utilizar um protetor solar com FPS mais alto?

FB: Não há evidências científicas de que há algum benefício de se utilizar um protetor além do FPS 50. A absorção dos raios solares é limitada, e a partir do fator 30 já é bastante alta. No entanto, o que ocorre é que raramente passamos corretamente o protetor solar, tanto em quantidade como no número de reaplicações, e aí um FPS maior ajuda a compensar estes fatores.

J&J: O consumidor deve levar em consideração alguns pontos importantes:

a.    O Brasil é um país tropical que possui um dos mais elevados índices de radiação ultravioleta do mundo, diferentemente da Europa, por exemplo.

b.    Recomendada pelo FDA (Food and Drug Administration), a quantidade ideal de protetor solar a ser aplicada é de 2mg/cm2, o que equivale a uma colher cheia de café. Segundo a literatura científica*, sabe-se que os usuários aplicam 50% menos desta quantidade, o que significa que se ele usar um FPS 30 obterá proteção aproximada ao FPS 12/15, ou se utilizar FPS 80 obterá aproximadamente FPS 30. Sendo assim, o uso de FPS mais altos pode compensar a quantidade inferior do produto aplicado (*Dr. João Carlos Lopes Simão, Coordenador do Ambulatório de Cosmiatria do HC da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto).

c.     Os malefícios que o sol causa na pele são cumulativos ao longo da vida. Desta forma, quanto mais se usar alto fator de proteção, menos raios solares serão absorvidos pela nossa pele, fazendo-a permanecer saudável por mais tempo.

CDD: É verdade que a diferença na eficácia ao se comparar dois FPS mais altos não é grande?

FB: Quanto maior o FPS, maior a eficácia. Só não existe uma proporção. O FPS 60 não é 2 vezes mais forte que o 30.

CDD: Qual o horário correto de exposição do corpo ao sol?

FB: Para evitar envelhecimento e câncer de pele, é importante evitar os horários entre 10 e 16 horas, quando há picos de UVB e a intensidade do UVA permanece constante, atacando as camadas mais profundas da pele e o DNA das células de forma irreversível.

CDD: De quanto em quanto tempo é necessário reaplicar o protetor quando se expõe o corpo ao sol?

FB: Novamente, é recomendada a reaplicação a cada 2 horas. No entanto, se suar ou entrar na água, é importante repassar o protetor em seguida. Em caso de exposição solar prolongada, é aconselhável também usar protetores solares resistentes à água (resistem mais também ao suor) e se possível, roupas com proteção UV.

CDD: É verdade que o protetor solar corporal inibe a absorção de vitamina D?

FB: Sim, é verdade. Mas para obter a vitamina D através do sol é preciso se expor aos raios UVA, os que mais envelhecem e causam câncer de pele. Assim, diante dos crescentes índices de melanoma, um câncer de pele com altos índices de mortalidade, a indicação é de que se mantenha protetor solar e se houver insuficiência de vitamina D, se faça a suplementação via oral.

CDD: Qual o fator mínimo recomendado para quem expõe o corpo ao sol?

FB: O mesmo do rosto, fator 30. A pele do corpo é tão sensível a queimaduras e câncer de pele quanto a do rosto.

CDD: O que fazer para amenizar queimaduras solares?

FB: O melhor a fazer é evitá-las, porque depois que o estrago foi feito, o DNA da célula não se recupera mais. E alguns anos depois aparecerão as manchas, rugas e até o câncer de pele.

Ufa! Acho que depois de tantos esclarecimentos não tem motivo pra gente relaxar com esses cuidados, não é? Fica meu agradecimento à Dra. pela participação no blog! Com uma pele linda dessas e competência de sobra, só temos que acreditar e nos jogar!

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
93 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. sula

    Amei o post. Tirou todas minhas dúvidas sobre esse assunto. Vou ter que melhorar o meu uso

  2. Larissa Lins

    Amei o post. Parabéns pela iniciativa meninas!

  3. Gabriela

    Oi meninas!
    Áinda fiquei com uma duvida: Os adultos podem passar normalmente o protetor solar infantil? (ele protege mais do que o de uso adulto?

    • Dra Flávia Bolzani

      Oi, Gabriela! O único problema que o protetor infantil pode apresentar à pele do adulto é ser oleoso, pois são filtros físicos com veículos mais resistentes à água. Fora isto, sem problemas. Mas existem protetores para adultos tão eficazes ou até mais!

  4. Gabriela

    *Ainda

  5. Sylvia Aline

    achei o post super útil. não posso deixar de comentar: como essa médica é bonita!

  6. Juliana

    Se puder me responder, gostaria de saber no meu caso. Sei que devemos usar sempre o protetor solar, mas eu trabalho em casa, nem no quintal eu piso, preciso usar mesmo assim? 🙂

    • didi

      Juliana, se você ficar com as lampadas apagadas, nao vejo necessidade… mas se você fica embaixo de alguma lampada o dia todo (tipo trabalhando com alguma coisa que precisa de muita claridade), ai o bom é passar o protetor também.

      Se eu ficar no escritorio (trabalho 8 horas/dia) sem protetor solar, minha pele fica SUPER vermelha, como se estivesse no sol… se eu passar protetor solar, isso não acontece.

      A lampada não vai causar cancer de pele…. mas pode causar manchinhas no futuro….

    • Dra Flávia Bolzani

      O certo é usar o protetor mesmo assim…Compreendo que parece exagero, mas o vidro da janela não evita a entrada dos raios UV. As lâmpadas, tanto incandescentes quanto frias, também emitem raios UV, em quantidades que variam conforme a marca. Este pouquinho de radiação vai gerando alterações cumulativas no DNA da mesma forma do que quando nos expomos ao sol, porém mais lentamente.

  7. Karina

    Achei o post super esclarecedor e tb preciso mtoooo melhorar, principalmente reaplicando, já que só aplico pela manhã 🙁

  8. Claudia

    Que post bacana! Esses dias também questionei meu dermatologista sobre a eficácia do protetor solar que estou usando (Neutrogena, FPS60), apliquei 15 minutos antes de sair no sol e ainda sim queimei um pouco. Ele pediu pra eu aplicar na frente e batata: Estava usando em quantidade menor do que deveria, no medo de ‘melecar’, aplicava uma camada muito fina do produto

  9. Luana Mendes

    Adorei o post, super completinho, para se salvar nos favoritos e consultar sempre que tiver dúvidas <3
    Tenho uma pergunta… Eu uso um filtro solar 50, que também é creme antiidade dia (o novo da avon). Ainda assim tenho que reaplicar de 2 em 2 horas? Lembrando que eu não pego sol, passo o dia todo em ambientes fechados 🙂

    • Dra Flávia Bolzani

      Oi,Luana! Mesmo em ambientes fechados e sendo FPS 50, o recomendado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e pela Academia Americana de Dermatologia é isso mesmo, de 2 em 2 horas…

    • Silvia

      Dra Flavia, eu uso protetor 40 pq é o que me melhor se adaptou na minha pele (Clinique City block) por baixo da maquiagem que tem fator 30 e 25 respectivamente. Se eu não suo, não fico direto na luz forte e nem no sol, e nunca fiquei vermelha assim e eu fico vermelha por qq coisa, preciso reaplicar de 2h em 2h tudo de novo? Ou eu posso confiar nas 4/5 horas de proteção que é o que li sobre qto tempo ele protege?

      E em casa, se eu ficar o dia de persiana fechada e com luz indireta posso usar um protetor 30 q ganhei da Eucerin q protege contra manchas? E preciso reaplicar de 2h em 2h se fico de ar e me exponho a luz de leitura, do IPad e TV? Eu nem consigo ficar na luz muito forte pq tenho fotosensibilidade no olho e acabo com enxaqueca. E até que horas eu posso ficar no escuro do meu quarto sem protetor se estiver apenas lendo com luz baixa? Ah! Nenhum dos produtos que uso é fotosensibilizante e todos podem tb ser aplicados pela manhã.

      Desculpa as dúvidas mas eu ando bem “neurótica” com isso, até pq virei os 30 e só consegui marcar consulta com a minha dermato para meados de dezembro pq ela tirou férias. Mas até hoje nunca tive grande problemas de pele e ela sempre ri pq eu sou “ansiosa” demais, queria usar DMAE com 20 e poucos anos! E como sou muito alérgica e tenho vários sinais, minhas consultas – vou pelo menos de 6 em 6 meses – acabam sendo focadas nas alergias e no controle dos sinais, volta e meia eu esqueço completamente de perguntar sobre o protetor.

      Obrigada e desculpa a “exploração”!
      Beijos!

  10. Izabel

    Tenho uma dúvida sempre recorrente pra mim: é sobre a formulação dos protetores solares. Afinal, os parabenos ou a benzophenone-3 presentes em muitos protetores fazem mesmo mal? Tenho melasma e usava o episol color, achava um ótimo protetor mas deixei de usar por medo porque observei no rótulo que o produto contém benzophenone-3, tão comentado e temido na internet. Dra. Me esclareça essa dúvida por favor. É melhor se espor ao sol ou a essas substâncias?

    • Dra Flávia Bolzani

      Os parabenos já são componentes bastante raros nos protetores solares. Eles foram sendo substituídos porque com frequência causavam irritação na pele. O mesmo tipo de reação acontece bastante com o filtro químico benzofenona-3. Mas, apesar de ser constantemente estudada e monitorada por grandes grupos de toxicologia, nenhuma conclusão se chegou sobre seu perigo à saúde, especialmente nas concentrações utilizadas. Então, melhor usar o protetor!!

  11. Larissa

    Thais, amei o post! Vi que eu fazia ta errado na hora da aplicação do protetor, rs!

  12. thuani martins

    Baita post!!! Uso o protetor solar em pouca quantidade por medo de me dar mais espinhas, mas agora vejo que terei que aumentar a quantidade!!! :))

  13. Eluana

    Por isso que adoro o blog!
    Super esclarecedor, parabéns meninas!
    Sou farmacêutica e sei das dúvidas que surgem quando o assunto é a proteção solar.

  14. Jéssica

    Thais, é verdade que até mesmo as lâmpadas fluorescentes têm raios que prejudicam a pele do mesmo modo que ocorre com o sol? Já vi artistas falando que usam protetor até mesmo no estúdio por causa disso
    Beijos!

    • Dra Flávia Bolzani

      É verdade, Jessica. tanto as fluorescentes quanto as incandescentes podem prejudicar a pele.

  15. Muito bom o post Thais! Eu confesso que mesmo sendo branquela, morro de preguiça de usar protetor solar, principalmente pq a maioria fica peguento na pele e os que não ficam são absurdamente caros! Mas com o calorão e sol forte que faz aqui no RJ, tenho que tomar vergonha na cara e me forçar a usar rs. Acabo usando o peguento mesmo que é mais acessível e passo pó por cima para tirar o brilho… Até pq tenho 25 aninhos e já noto umas ruguinhas na testa que estão me tirando o sossego! =S rs. Bjoks! 😉

    • Fernanda K

      Dany, já conhece os protetores asiáticos? A Sa até fez um post sobre um da Biore aqui no CDD. Eles não são nada peguentos mesmo qndo se passa muita quantidade. Alguns até deixam uma sesação na pele como as dos bons primers, aquele toque de seda, sabe? Depois que li a resenha da Sa resolvi experimentar e me apaixonei. Não existe nenhum igual por aqui. Antes desse eu usava o Ada Tina matte q é um dos mais secos – e caros – que temos por aqui e não chega nem aos pés a textura dele comparando com o japones. E são relativamente baratos (paguei U$12,00 no ebay)

  16. Debora

    Existe diferença entre bloqueador e protetor solar? E quanto à eficácia?

    • Dra Flávia Bolzani

      Teoricamente, o bloqueador deve conter filtros físicos (que “repelem” os raios UV), mas pode conter químicos. No protetor, predominam filtros químicos (que “absorvem”), mas podem haver físicos. Na prática, esta nomenclatura não necessariamente se aplica, e você pode encontrar bloqueadores sendo chamados de protetores.

  17. Rachel

    oi, adorei o post, só faltou uma perguntinha, sobre quem tem alergia a protetor solar, o que fazer? como se proteger do sol?

    • Daniela

      Para estes caso há o protetor físico, que diferente dos protetores normais, nao tem quimica… Eu uso o da Sckinceuticals fator 50 e proteção UVA e UVB. Amo muito ele e além de tudo tem a versão tint que é matificada.
      Espero ter ajudado. bjs

    • Rachel

      oi Daniela, muito obrigada, ajudou bastante.. =D bjinhos

    • Luciane

      Oi. Eu também tenho alergia e rosácea. O da skinceuticals deixava meu rosto muito vermelho tambem. Uso da dermage foto mineral fator 50, porque o filtro solar físico também é chamado de mineral. Este filtro solar ainda tem cor. É maravilhoso.. Experimente e não vai se arrepender.

    • Luciane

      O nome correto do filtro solar da dermage é photoage mineral color fluido fps 50

  18. Camille

    Finalmente esclareci todas as minhas dúvidas, obrigada pelo post (: Só uma coisa: estou procurando uma dermatologista porque tenho umas perebas na cara (tipo espinhas, só que não, sabe?) e gostaria de saber se o IDC atente convênios (o meu é AMS Petrobras).

  19. Fernanda K

    Thaís, ameeeei esse post! Infinitamente melhor do que o da outra dermato. Inclusive as explicações sobre o protetor encontrado nos cosméticos como pó e base. Bah, gostei demais! Obrigada!
    Porém ainda ficou a dúvida sobre a ordem certa de passar os produtos: o protetor solar, mesmo os asiáticos super resistentes, devem mesmo ser passados ANTES do hidratante? Já que eles fazem praticamente um filme sobre a pele, dando inclusive uma textura de primer, será que o hidratante será absorvido pela pele?
    Obrigada de novo e beijão

    • Dra Flávia Bolzani

      Oi, Fernanda! Primeiro o hidratante, depois o protetor!!

  20. Paula Vitorio

    Acho uma colher de café muito pro rosto :X
    Sempre fico toda melecada e com o rosto brilhando… Mesmo com maquiagem por cima, o resultado final é sempre o mesmo.

    Acho também que preciso ainda escolher um protetor melhor para mim… Rs.
    Por enquanto, uso um hidratante com fator 15. É pouco, mas certamente é melhor que nada,já que minha exposição ao sol não dura mais que 10 min que é o caminho a pé pro trabalho.

    • Fernanda K

      Nossa, sou tão fã dos protetores asiáticos que cada vez que alguém fala que usa algo que deixa o rosto mereçamos, me sinto obrigada a comentar, hehehe. Da uma procurada aqui no CDD uma resenha que a Sá fez sobre um protetor da Bioré que é uma marca asiática. Tu pode passar um montão (mesmo!) no rosto e eles ficam saquinhos. Dão até uma sensação de que passou primer no rosto. E pelo ebay é facil e rápido de comprar. E barato em comparação aos nossos. Paguei U$12,00!

  21. Soraya

    Gostei muito do post. Também gostaria de saber sobre os possíveis danos à pele causados pelas lâmpadas dos escritórios. Bj.

    • Dra Flávia Bolzani

      Soraya, os possíveis danos causados pelas lâmpadas são cumulativos e os mesmos que os do sol, pois os raios existentes são os mesmos, porém em menor quantidade. Então, pode haver envelhecimento da pele, manchas e até surgimento de câncer de pele.

  22. Aline

    Sá, adorei o post, veio em excelente hora, acho que estou usando a quantidade errada de protetor solar. Só tenho uma dúvida !!! Tenho várias colheres de café com tamanhos diferentes, vou ficar com a menor 😉
    Vi que a Dra Flávia atende pela Unimed, irei marcar uma consulta com ela, para maiores esclarecimentos, Bjnhos.

  23. Aline

    Desculpa, agora que eu vi que o post é da Thaís 🙂

    • Mah

      Muito sensacionalista essa matéria, a vitamina D é importante para o organismo mas afirmar que a a deficiência de vitamina D na infância como um fator que aumente a chances de uma pessoa desenvolver a esclerose múltipla e outras doenças é um absurdo, não existe nenhuma comprovação disso. Só essa informação errada já perde toda a credibilidade dessa matéria para mim.
      É muito mais seguro fazer a suplementação de vitamina D do que se expor ao sol. Já que é impossível a gente filtrar os raios nocivos e só receber os que fazem bem.

    • Joana Alves

      Não é sensacionalismo, são pesquisas e estudos científicos…

    • Podem até ser estudos científicos, Joana. Mas foram extremamente mal interpretados. Quem lê um estudo científico e não entende como a ciência funciona, não sabe interpretá-lo, pode fazer conclusões completamente erradas.

  24. Luciana

    Nossa, pela primeira vez senti clareza na questão do fator solar.

  25. Muito bom o post…parabéns Thais, bem legal…

  26. Pollyana

    Adorei o post, muito bom encontrar esse conteúdo mais técnico 🙂

  27. Mirela

    Meninas, vocês podiam pedir a Dra dicas de protetores! Sempre tenho medo de estar usando um daquelas marcas que, segundo boatos, não protege…ou que o UVA não seja satisfatório.
    Aliás, é facil encontrar essa indicação nos de rosto, mas andei dando uma olhada e não achei as tais ++++ nos de corpo que tenho aqui. =/

  28. Mirela

    OBS: Só boto fé em dermato bonitona! kkk Esses dias fui em uma e fiquei com vontade de dar umas dicas de hidratação para o cabelo e mandar ela usar uns hidratantes para o rosto pq os coitados estavam judiadooos! Saí do consultório, joguei a receita fora e liguei pra marcar outra, pq né…se as dicas não funcionam pra ela, eu que não vou arriscar! kk

    • Mica

      Olha, pode ter gente que vai dizer que é preconceito, mas concordo contigo!! Minha dermato é linda @_@ e isso me dá mais confiança para os tratamentos que faço com ela.

  29. Juliana

    Que post eficiente! Informação é sempre importante. Obrigada por compartilhar.
    Achei interessante a maneira que ela deu de repor a proteção ao longo do dia, com bases e pós com FPS.
    Mas, e aquela velha história de que muita maquiagem, todo dia, contribui pro envelhecimento precoce? Mito?

    • Mah

      É mito sim, pode-se usar maquiagem todo dia, contanto que se faça uma limpeza eficiente antes de dormir não tem problema nenhum.

    • Dra Flávia Bolzani

      Juliana, as maquiagens mais modernas tem componentes que até ajudam a cuidar da pele, e como eu expliquei, muitas funcionam como protetor solar. Pode usar sossegada. Só vão prejudicar quando forem muito comedogênicas e a pele for propensa à acne, e se não for feita a higiene corretamente ao chegar em casa.

  30. Adorei o post! Super útil, principalmente pra mim que moro na Paraíba, onde é verão o ano inteiro hahaha

    Visitem: charmedag.blogspot.com

  31. julia

    meninas do site algumas de vocês poderiam me responder? eu uso um gel hidratante de pele do o boticário. ele ajuda a combater as espinhas e tem fator 12. uso ele para fazer a maquiagem. posso usar com maquiagem? e o fator dele é pouco? preciso usar protetor solar antes de aplicar o gel hidratante? ficaria bem feliz se alguma de vocês respondesse. Obrigado

    • Dra Flávia Bolzani

      Julia, realmente FPS 12 é baixo. Vc pode usar o gel hidratante e DEPOIS aplicar outro protetor em cima, pelo menos com FPS 30. E por fim a maquiagem, sempre não comedogênica, já que vc tem tendência a acne.

  32. Barbara

    Adorei o post!!! Fiquei com uma duvida, eu como a maioria das brasileiras, sofro com a pela oleosa, em vários blogs ja li que devo higienizar a minha pele somente duas vezes ao dia, ao acordar e ao deitar para nao resecar a mesma, sendo assim gostaria de saber se essa informação esta correta e caso sim como fazer a higiene durante o dia para a reaplicarão do produto sem desidratar a pele! 🙂

    Amo o blog, vcs estão de parabéns!!! :*

    • Dra Flávia Bolzani

      Barbara, realmente não é interessante lavar o rosto mais do que três vezes ao dia, pois isto pode gerar o que chamamos de efeito “rebote”, que deixa a pele ainda mais oleosa pouco tempo depois de limpa. Sugiro que você procure um dermatologista, pois existem alguns produtos que podem controlar a oleosidade da sua pele durante o dia, sem que você precise lavar mais vezes do que deve.

  33. Luciane Silva

    Parabéns Thais pela iniciativa da matéria! Foi muito importante sua sensibilidade em perceber as dúvidas das leitoras e ir em busca de uma profissional que pôde falar com toda a propriedade sobre o assunto. É por isso que adoro acompanhar o blog: vocês além de dividirem experiências de beleza ainda nos ajudam com uma “consulta on-line” com uma dermatologista! rs
    Continuem assim com esse trabalho incrível!
    Beijos

  34. tassia

    Tenho uma duvida,se usar protetor solar e depois me maquiar corta o efeito do protetor? ou protege a pele do msm jeito?

  35. Silvia

    O que eu sempre esqueço de perguntar para a minha dermato:

    – eu passo protetor 40 ou 50, depende de como está a minha pele se mais ou menos sensível, depois da higiene e fal
    – aí eu passo base com FPS30 da Nars e um pouquinho do pó da Bare Minerals q tb tem FPS
    – praticamente eu não me exponho ao sol direto – acho até que viro pó se fizer – isso é para sair de casa e ficar em ambientes fechados. Qual a necessidade de eu reaplicar tudo de novo se eu não suar? Pq eu sou dessas que me queimo com a maior facilidade e até hoje nunca me queimei sem reaplicar, então a questao é mais para saber se a proteção contra os malditos raios envelhecedores ainda continua ok, ou se preciso aplicar tudo de novo ou só o pó. Acho que só meus rímeis e sombras não tem FPS pq nunca vi, mas de resto não uso nada q não tenha.
    – E a pergunta de um mikhão de dólares: como eu trabalho e estudo em casa, eu preciso passar protetor? E se sim, preciso reaplica-lo especialmente se usar um FPS mais baixo tipo 30? Detalhe para que acordo tarde e raramente me exponho ao sol antes de 12/13 pq fico de persianas bem fechadas.

    Beijos!

    • Isabela

      Tenho as mesmas dúvidas! Se eu não me exponho ao sol ou luz natural, tenho que usar protetor? E se sim, tenho que reaplicar a cada duas horas?

  36. Pollyana

    Tenho um prima de 2º grau que tem esclerose múltipla e se trata exclusivamente com suplementos de vitamina D (são suplementos bem mais concentrados do que os vendidos normalmente em farmácia) e ela não é maluca não, essa é uma corrente forte de tratamento, que traz imensos benefícios a vários pacientes, então associar vitamina D com esclerose múltipla não é nenhuma doidera não.

    • Mah

      Eu tenho esclerose múltipla e nenhum médico que eu passei recomenda o tratamento de vitamina D. Não tem nenhum estudo que comprove que isso realmente impede o avanço da doença ou trate os sintomas e o excesso da vitamina no organismo pode até trazer outros problemas. O ideal para quem tem a doença é procurar um neurologista e fazer o tratamento convencional.

  37. Cristina Gomes

    Muito bom o post! E realmente temos que evitar. Sou bem branca e queimei muito o colo numa viagem em 2010. Agora eu vejo várias manchinhas :/
    Depois disso eu reaplico muitas vezes o protetor quando vou à praia.
    Bjsss

  38. Francieli Medeiros

    Muito interessante, ainda esses dias estava refletindo sobre protetores solar. Eu tenho pele oleosa, e por conta da melastose meu dermatologista me orientou a usar o protetor da ROC, o Actif Unify. O porém é que depois de aplicado (junto com hidratante pro meu tipo de pele) a minha pele não pega a base conforme passo ela vai saindo. Já tentei trocar de protetor e hidratante mas o problema persiste. Alguém sabe me dizer por que?

  39. Adoro a Dra. Flavia! É minha dermato tbm…é otima… e linda! Vale super consultar com ela aqui em Curita!
    Conheçam meu blog:
    http://www.sabrinadalmolin.com

  40. […] para a piscina? Ah, e para quem não viu, tem post sobre proteção solar aqui! Sempre válido, […]

  41. […] para a piscina? Ah, e para quem não viu, tem post sobre proteção solar aqui! Sempre válido, […]

  42. Érica Costa

    Olá Dra Flávia,
    Gostaria MUITO da sua ajuda no seguinte caso, comprei um protetor solar por um preço até que bem barato, porém como nunca ouvi falar dessa marca, tenho algumas dúvidas se ele realmente protege do sol, já que se fosse só um creme para hidratar o corpo, eu não me preocuparia tanto assim rs Sou mulata (mais ou menos na cor de pele da atriz Camila Pitanga) e a alguns anos aderi ao hábito de todo dia usar protetor no rosto. Mas eles são bem carinhos, uso o da ROC, o da Vichy, o da Ada Tina, La Roche, ou seja, só as melhores marcas. Mas esse que comprei chama PRO SUMMER, é fator 30 e diz que protege contra a ação dos raios UVA, UVA12 e UVB. O que me deixou intrigada foi realmente eu nunca ter ouvido falar dele, e dando uma pesquisada na internet, não encontrei absolutamente nada, nem reclamações, nem a composição, mas isso vem no rótulo, só achei um site da empresa que nem tem o tal protetor cadastrado, somente outros produtos da marca. Eu pensei até em contatar a Anvisa pra obter mais informações. Mas ai você me pergunta então porque você comprou?rs Como eu disse o preço estava bem atrativo pra um protetor, e em uma loja de confiança, as Lojas Americanas, estava de 19,90 por 14,90, o tubo de 100ml, ou seja, mesmo sem o desconto já estava barato, mas eu na verdade comprei pensando que era Sundown porque ele tem o rótulo e as cores bem parecidas e quando fui ver em casa era essa marca que nunca ouvi falar (sei que não temos de comprar pelo preço, mas realmente pensei que era apenas o Sundown na promoção, uma marca mais que reconhecida no mercado). Talvez na correria da fila do caixa eu tenha me distraído e não prestei muita atenção. Na parte de tras do rótulo diz que é fabricado por COSMODERMA. Enfim, é isso! Como usei ácido no rosto, e ainda tenho muitas manchas, não posso me expor ao sol e tenho receio desse protetor não servir pra nada. A doutora ja ouviu falar? Conhece a marca ou algo assim? Sua resposta vai ser muito útil. Obrigada 🙂

  43. […] o assunto, aqui tem um post com Mitos & Verdades sobre proteção solar, vale a pena […]

  44. Meninas,

    Vou pedir a Dra. Flavia que responda vocês diretamente aqui.

    Fico feliz que tenham gostado do post e espero que ela esclareça aquilo que restou de dúvidas!

    • Silvia

      Oba! Obrigada Thais!

      Beijos!

  45. Fernanda K

    Dra Flavia, adorei tua atenção e explicações! Fiquei até com pena de não morar em Curitiba, pois já queria consultar contigo 😀

  46. clara

    Adorei o post mas ainda fiquei com uma duvida: sou muito branca, e sempre uso protetor solar no corpo e no rosto mas sempre fico com o couro cabeludo vermelho e ardendo. Como moro no nordeste, me exponho ao sol varias vezes ao dia, por isso não dá pra ficar usando chapéu ao atravessar a rua. Há alguma forma me proteger? (detalhe que na minha família há dois casos de câncer de pele no couro cabeludo)
    Amo o blog, beijos!

  47. Dra Flávia Bolzani

    Não estou conseguindo responder os comentários abaixo das perguntas. :o(
    Vou responder aqui então.
    Tassia: A maquiagem não corta o efeito do protetor, pelo contrário. Ainda que não esteja escrito no frasco que tenha FPS, a barreira que a maquiagem faz também ajuda a proteger um pouco.

  48. Dra Flávia Bolzani

    Silvia e Isabela: qualquer produto fotoprotetor que vocês usem tem proteção garantida por 2 horas. Fora isto, já tem alguma exposição. Como é possível estar exposta aos raios UV mesmo dentro de casa, se quiser garantir, tem que repassar!

  49. Dra Flávia Bolzani

    Erica: acho que seu protetor é o Pro-Sun, não? este protetor é produzido pela Cosmoderma. Não acho a cosmética dele das melhores, mas protege sim.

  50. Dra Flávia Bolzani

    Clara: Vc pode usar os fotoprotetor para cabelos em mousse no couro cabeludo. Mas vai ter que ser uma quantidade considerável.
    Visto que vc tem este histórico familiar, o melhor mesmo é usar chapéu sempre que puder. A barreira física para o couro cabeludo é imbatível.

  51. Dra Flávia Bolzani

    Meninas, obrigada pelos elogios, fico muito feliz por poder ter ajudado! beijos

  52. […] tolerar o produto. E esse é exatamente o meu caso! Quem me explicou mais sobre o assunto foi a Dra. Flávia Bolzani, minha dermatologista. Vejam aqui uma mini entrevista sobre o ácido […]

  53. Leandra

    Olá, conheci o site agora através do google… adorei as matérias que li sobre os protetores solar em spray.. me esclareceu bem… e sobre essa do Fator de Proteção achei excelente.. eu já sei muito sobre pois tenho lúpus e não posso me expor ao sol nem nos horários recomendados.. adorei!!! e vou acompanhar sempre o Blog… obrigada!!

  54. sergio silva

    Comprei o produto protetor solar 30 FPS PRO SUMMER de 100ml Fab.08/13 com Val.08/15 lote 13234002, simplesmente não tive proteção alguma após um hora de uso começou a arder os ombros gostaria de uma avaliação do SAC do produto esta guardado.

  55. […] deve acontecer o ano todo, mesmo no inverno! Para quem tem dúvidas sobre o tema, tem dois posts (aqui e aqui) que podem […]

  56. juliana aparecida alflen gelsleichter

    DR. gostaria de saber se eu começar a uasr o revitalift da loreal, terei que usar sempre, pois ele contem produtos quimicas para fazer um lift na pele do rosto.fico com medo de usar um produto com agentes de anti envelhecimento e ter que sempre uasr o mesmo..se começar a usar esse produto, terei sempre que us-lo,ou se trocar de produto a minha pele não sentira os efeitos?

  57. Daniela Maria

    Boa noite Dra. Tudo bom?
    Gostaria de tirar uma duvida. Tenho 22 anos tenho a pele oleosa, mas somente na área da testa tenho algumas espinhas que sempre nasce, tomo anticoncepcional Yamin mas por enquanto não sei se ele está ajudando a diminuir a acne. Posso usar protetor solar com tonalizante? Ou protetor em pó como se fosse uma maquiagem? Ou melhor eu usar um protetor normal e depois passar a maquiagem? Por ter a pele oleosa posso usar BB crem? Pois ouvi dizer que pele com acne se usar protetor com tonalizante, base faz mal só prejudica.

    Obrigada pela atencao!!

  58. lidiane

    GOSTARIA DE FAZER UMA PERGUNTA…SE EU COMEÇAR USAR PROTETOR SOLAR PARA O ROSTO UM TEMPO E DEPOIS PARAR DE USAR VAI TER ALGUM PROBLEMA??

  59. Patricia Lobo

    Ola Dra Flavia, gostaria de saber se na sua clinica faz tratamentos para telangectasias? Em Dezembro estará na clinica? Obrigada

  60. Daniela

    Olá.. Gostaria de saber s adulto pode usar protetor infantil,a eficácia é a mesma?e se quando a embalagem vier escrito 5 horas de duração, mesmo assim tenho q reaplicar de 2em 2 hrs.E a ultima pergunta pode passar protetor de corpo no rosto..OBG…

  61. Aline

    Dra gostaria de saber se tem algum protetor solar específico pra quem faz uso de Vitanol A??
    Como minha pele é oleosa eu uso o natura fotoequilibrio FPS60 só que às vezes ele arde um pouco quando passo, gostaria de saber se continuo usando esse protetor ou mudo. Pode me dar uma sugestão?
    Obrigada, adorei o post. ?

  62. Fabiane

    Bom dia Dr.Flávia
    Trabalho o dia todo em frente ao computador em uma sala iluminada com a luz florescente,é verdade que ela queima a pele feminina (como o sol)???
    Uso o protetor fator 30 no rosto,colo,mãos e braços somente pela manhã,devo reaplicar ao longo do dia?

    Atenciosamente.

  63. jenifer

    olá meninas!!
    me respondam uma coisa… eu nao fico no sol de jeito nenhum, mesmo!
    ainda assim eu preciso repassar o protetor de 2 em 2 horas?
    o que eu uso é o bloqueador solar episol infantil fps 50. Atualmente estou usando apenas de manha, quando acordo.

  64. […] Mitos e verdades sobre proteção solar! […]

  65. Alberto

    Olá!

    Há uma grande orientação errada (por falta de ser completa) com relação a quantidade de protetor que se deve aplicar.

    Quando se fala em uma colher de café, e se fica só nisso, muita gente nesse Brasil vai pensar que é só a quantidade de uma colher de café que se deve passar no rosto inteiro.

    Solicito que corrijam a matéria para que mostrem a referência correta de quantidade por área do rosto, inclusive através de uma ilustração.

    Informar sobre proteção solar de forma incompleta é pior do que não informar.

    Obrigado.