Coisas de Diva Coisas de Diva Coisas de Diva

Acho que a parte da viagem que as pessoas mais me pediram dicas foi do sul da França, então vem comigo.

Meu primo mora já faz alguns anos em Luines, uma cidade bem pequenininha que fica perto de Aix en Provence, que por sua vez fica bem perto de Marseille. Então saindo de Paris pegamos um trem para passar uma semana com ele e a esposa. Por isso, desta vez não terei dicas de hospedagem, mas fica aqui meu profundo agradecimento ao Bruno e a Thaís por nos receberem. Valeu primos!

Compramos as passagens de Paris para Aix antecipadamente por este site aqui. A estação da Gare de Lyon em Paris é bem tranquila e parece um aeroporto, super bem sinalizada, não tem como você se perder ou pegar o trem errado. O lado bom é que a estação era bem próxima do apartamento que a gente estava hospedada, no Marais. Pelo menos isso deu certo!

Como meu primo tem carro e havia tirado uns dias de férias, nos levou para várias cidadezinhas próximas de Luines pra gente turistar. Esta região do sul da França é dividia em Alpes, Costa Azul e Provença, e foi por estas duas últimas que passeamos.

Pense em cidadezinhas super pequenas e muito charmosas. Elas ficam na Provença Francesa! Todas elas são bem pequeninas, mas todas arrumadas, com lojas fofas e restaurantes graciosos. Acho que essa região é daquelas ideias para lua de mel, hum hum! O tempo em setembro estava ótimo, com solão e calor. Foi a parte das férias que eu me senti mais em férias mesmo. Aproveitando a rede na varanda do meu primo e tomando um solzinho comendo crepes. Ai ai.

O porém desta área é que precisa alugar um carro para visitar tudo, pois uma cidade é distante da outra. A região é bem rural e ao longo da estrada a gente vê muitas plantações, principalmente de uvas, azeitona, girasol e lavanda.  Encontramos só uma plantação com flores roxinhas em todas nossas andanças. A época da colheita é em julho/agosto e soubemos que durante este tempo existem muitas festas e ferinhas nas cidades onde a colheita é forte. Deve ser bonito!

Mas voltando aos vilarejos, passeamos por Aix que é uma cidade grande, comparada com as outras por onde passamos. Lá tem um centro antigo bem legal, com ruas estreitas e várias lojinhas. Quando fui em outro ano, estávamos próximos da época de Natal e no centro tinha feirinha típica com artesanato e guloseimas. Me acabei de tomar quentão e comer crepe de Nutela. 🙂

Demos uma volta também por Cassis, que é uma cidade litorânea LINDA. Acredito que foi um dos lugares que achei mais bonito. Lá também encontramos uma feira de artesanato no centrinho e achei tudo muito encantador. Outra cidade litorânea que tive a oportunidade de conhecer em outra ocasião foi Nice, que também é linda.

Em outro dia estivemos em Gordes, que parece uma cidade encrustada no morro. Precisa de pernas pra subir e descer todas as ladeiras, mas vale muito a pena se perder pelas ruelas. Nesta região estivemos também na Fontaine de Vaucluse, onde nasce o rio Sorgue. O lugar é lindo, maravilhoso, cheio de verde e com o rio nascendo por baixo da montanha. Não resisti e molhei meus pés na água transparente. Tava gelada!

Passamos por Isle sur la Sorgue que foi onde tirei uma foto que fez muito sucesso no Instagram. O vilarejo  é cortado pelo mesmo rio Sorgue que ainda mantém água completamente limpa. Um sonho, eu diria.

Pelas redondezas de Gordes, fomos para Les Baux de Provence, onde tem ruínas de um castelo medieval que vale muito a pena conhecer. A vista do alto do morro é fenomenal.

Outra cidadezinha que vale imensamente a pena conhecer é Moustiers-Sainte-Marie. Ela é listada como um dos mais bonitos vilarejos da França, e com razão! O lugar fica na encosta de um morro, tem ruelas estreitas e casas que parecerem ter sido contruídas na própria montanha. Ali pertinho fica o lago Sainte-Croix que tem água verde e onde as pessoas andam de caiaque e outras coisas de aventura, que não fazem muito minha cabeça. Acho que errei no começo do texto, essa sim foi a cidade mais gracinha que vi em todos os tempos.

Passamos uma tarde em Marseille, que é uma cidade portuaria e grande para chuchu. No dia que fomos para lá estava ventando que é uma maravilha, até achei que ia sair voando. Não sei se estava mal acostumada, mas de todos os lugares que passamos na França, Marseille foi a que menos gostei. Acho que é porque ela tem ar de cidade grande mesmo.

Para saber mais sobre essa região que estive, você pode ler o blog Destino Provence, que é escrito por uma amiga do meu primo que mora por lá.

Depois de tudo isso, partimos para Veneza, que você poderá acompanhar no próximo post da série Férias da Sá.

Categorias
Compartilhe nas redes sociais
20 Comentários: Nos conte o que tem a dizer
Visualizar Comentários
Nos conte o que tem a dizer

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
O que nossas divas já nos disseram
  1. Raquel Breda

    MARAVILHOSO!!! Que lugar incrível.Parabéns pelas fotos…

  2. Diana

    Sá!!!! Meu Deus, me rasgando inteira de inveja por vc ter ido à Gorges, eu fui à Marselha em setembro só pra conseguir ir lá! Mas como só dá pra ir de carro, não deu… :((((((.
    Mas consegui ir às calaques que ficam lá, vocês chegou a conhecer? Dei apenas um pulinho rápido em Aux…
    Beijos, suas fotos estão lindas!

  3. Diana

    Outra coisa: você não conseguiu ver a parte bonita de Marseille, porque ficou só por ali no porto (foi o que me pareceu). Fez o passeio de barco para o Chateu D’Ifi? É lindo e bem rápido!
    Bjs de novo!

    • É verdade o passeio pro castelo e para as ilhas ali perto vale muito a pena!! essa é a parte bonita rsrs

    • Não fiz, Diana.
      🙁

  4. Eu amo fotos muito agradáveis

  5. Ei Sa!

    Achei muito legal quando Bruno disse que você ia vir novamente, a Provença merece ser visitada no verão também, nada a ver com o friozinho que pegou quando veio da outra vez, né?

    Marseille e mistral são um clássico, acho que nunca tive visita que não conheceu o danado do vento! Sorte que ele não soprou quando estava em Baux, é onde ele sopra com mais força!

    Obrigada por indicar o blog, pena que não nos encontramos desta vez, fica pra próxima vinda!

    Beijos!

    • Dessa vez o calor colaborou, obrigada, São Pedro.
      🙂
      bjs pra vcs ai!

  6. Grazi

    Caramba, as fotos estão estonteantes! Me senti até mais “refrescada” depois de viajar um pouco na imaginação hahaha
    Sobre não ter gostado muito de Marseille, apesar de não conhecer a cidade, acho que isso é bem normal quando fizemos essas visitas turísticas rapidinhas. Uma amiga uma vez me disse “Madri não é uma cidade para ser visitada, é uma cidade para ser experimentada”, depois que eu comentei que foi a cidade da Espanha que eu menos tinha gostado. Acho que a regra se aplica, hehehe
    Enfim, parabéns pelas fotos, alegrou o meu dia! 🙂

  7. Polliana

    Um lugar mais encantador que o outro! Meu Deus, fiquei sem fôlego! Sou completamente apaixonada pela França, um sonho é poder conhecê-la por completo um dia! beijos

  8. Denise

    Tudo muito lindo. O que mais me impressiona é a limpeza das águas, né ? Por que o Brasil não pode ser assim ??? Esta foto do patinho é muito gracinha.
    bjs

  9. Gabriele

    Sonho em fazer o trajeto que tu fez na França! Maravilhoso!!!!

  10. Kelli

    Que fotos Lindas guria!
    Adorei.

  11. Ahn que lindo esse post! estou morando em Montpellier pertinho desses lugares lindos que vc conheceu! é uma cidade bem legal tb e este mês vou andar mais pelo sul e conhecer…esse post vai me ajudar! rsrs Marseille tb não gostei muito, tem um ‘que’ de sp, mas a paisagem é linda! Tenho um blog onde conto por onde ando por aqui, é simples, mas se alguém se interessar : http://www.pequenasdosesdiarias.wordpress.com

  12. Patrícia

    Cada lugar mais lindo!! Dá vontade de ir prá lá.

  13. Ano passado teve “viajante secreto” (amigo secreto de viajantes da RBBV) e quem eu peguei? A Natalia do Destino Provence!
    Minha brow das redes sociais e amiguinha secreta.
    Claramente que meu postal demorou 281 meses pra chegar lá né… mas enfim.
    hahahaha

  14. […] faz parte da Coleção de Grasse, que é uma cidadezinha da Provença Francesa. Ela fica naquela região que visitei nas férias e é conhecida como a capital mundial do perfume. Você está se perguntando porque não passei por […]