Não se sabe ao certo quem descobriu, mas fato é que os benefícios do Bepantol foram se espalhando… Alguém postou ali, alguém leu e falou pra amiga, que contou pra prima que contou pra mãe que contou pra tia que contou pra você e de repente ninguém mais vive sem Ela, a pomadinha milagrosa.

Por isso, resolvi listar aqui todos os usos do Bepantol que eu conheço (inclusive um que descobri faz pouco tempo) pra contar pras meninas que ainda não sabem e também pra reunirmos aqui mais dicas nos comentários.

1) O primeiro uso é o mais básico: para lábios rachados! Passar uma camada à noite é certeza de lábios recuperados pela manhã.

Bepantol lançou recentemente uma versão específica para os lábios que se chama Regenerador Labial. A resenha completa do balm está neste link.

2) Para quem tem pele muito seca em determinadas áreas (como pés e cotovelos) ele também funciona muito bem. Sugiro passar bastante no pé, colocar uma meia e daí ir dormir – porque Bepantol é ótimo, mas é melequento que só ele, então não passe antes de usar sandálias, por exemplo, a não ser que você queira sambar sem mover os pés.

3) Eu sou uma pessoa bem desastrada e vivo me queimando (queimaduras tipo encostei na panela, não de sol!). Tenho várias pomadas para queimadura, mas Bepantol é sempre a melhor.

Neste post tem algumas sugestões de como turbinar a máscara para os cabelos usando Bepantol.

4) A versão líquida dele pode ser usada para fazer a máscara capilar de queratina que a Thais mostrou aqui. Eu também costumo misturar um pouco no creme de hidratação normal mesmo, que costumo usar uma vez por semana.

5) Dá pra usar a versão líquida também como primer para cílios – eu usei por um tempo e achei que o rímel empelota menos. Diz a lenda que ele também ajuda os cílios a crescem mais, ficarem mais encorpados. Mas isso já não sei ao certo… Fiquei com preguiça de continuar passando (o que dá pra fazer com cotonete ou escovinha velha de rimel – lavada, claro)

6) A função mais recente que descobri do Bepantol foi para fazer as unhas… Confesso que faz algumas semanas que não vou à manicure, tanto por preguiça quanto falta de tempo, acabo esquecendo de marcar e quando vejo já é sábado. Mas enfim, até que fazer as próprias unhas é uma terapia divertida. Só que não tiro as cutículas né, sou um desastre para isso e acho melhor nem começar para não parar na metade dizendo que está horrível.

Então faço o seguinte: empurro a cutícula com uma espatulazinha de metal (uso aquele amolecedor de cutículas da Risqué, acho bom). Depois lavo bem as mãos e passo um pouquinho da pomada nas cutículas – e todo mundo sabe como é a consistência do Bepantol, né? Primeiro ele é branco e bem grossinho, depois fica transparente e parece mais um hidratante para pele bem seca – e espero uma meia hora, até ficar absorver bem. Às vezes espero até um pouco mais, então, se alguém for fazer, nem adianta começar se tiver tipo 15 minutos… A aparência fica ótima. Aí só passo a base e o esmalte. Não fica a 8ª maravilha, mas dá pra enganar…. E minha cor da semana é o Punk Polish, da Eyeko – vejam abaixo na minha foto artística e ensolarada:

DSC00567

Sobre o esmalte: a cor é muito linda, me apaixonei. Ele é bem neon, a foto não capta direito. Como ponto negativo, aviso que ele é bem opaco, mas um extra-brilho por cima resolve o problema!

E vocês, como usam o Bepantol?

Atenção: Bepantol NÃO clareia manchas na pele. Para isso, recomendo procurar um dermatologista.

 

Nas Tags:

Compartilhe

×